quinta-feira, 25 de agosto de 2016

FÓRMULA TRUCK.

Caminhões com restritores pela primeira vez em Tarumã.

Sétima etapa será no dia 4 de setembro na pista gaúcha. Regulamento obriga o uso do aparato mecânico para levar ao público um espetáculo com mais disputas e equilíbrio.
                                                                      
Felipe Giaffone será o piloto mais afetado pelo restritor.
No ano passado a Fórmula Truck criou os restritores de potência em busca de reduzir a diferença entre os líderes e os outros pilotos. Nesta temporada em vez de somente os três primeiros usarem, o número cresceu para cinco e com maiores dificuldades ainda. No Autódromo de Tarumã, um dos mais tradicionais do Rio Grande do Sul, será a primeira experiência deles com os aparatos criados para equilibrar as disputas no Campeonato Brasileiro. A primeira vez que os cinco restritores foram utilizados foi em Londrina, na quinta etapa da 21ª temporada da história. Ninguém nega que o restritor é um pesadelo para os líderes, pois tira a potência dos motores.
                                                                       
Pedro Mulfato e David Mulfato
Até Goiânia, somente os três primeiros colocados utilizavam o aparato mecânico que reduz a força dos propulsores. Desde Londrina, a quinta etapa, a categoria tem os cinco primeiros colocados na classificação geral com redução de potência. O restritor é, basicamente, um anel que diminui a entrada de ar no motor dos caminhões e, consequentemente, reduz a queima de combustível, no caso óleo diesel, o que reduz a potência. 

  
Felipe Giaffone (Volkswagen Constellation), que lidera o Campeonato Brasileiro da Fórmula Truck, estará com o restritor de 70 milímetros, e perde algo em torno de 140 cavalos. Ganhador das três últimas corridas desta temporada (Goiânia, Londrina e Interlagos), o segundo colocado Paulo Salustiano (Mercedes-Benz) tem a entrada de ar de 72mm e deixa de usar cerca de 120 HP. Diogo Pachenki (Mercedes-Benz), o terceiro colocado, levará o restritor de 74mm, com 100 cavalos de perda. André Marques (Volkswagen Constellation), que em Interlagos assumiu o quarto lugar, vai com o de 76 milímetros e perde 50 HP, e o quinto na tabela da classificação geral, David Muffato, pole position em Interlagos, usará o de 78mm e não utiliza 30 cavalos.
                                                                     
Paulo Salustiano busca a quarta vitória em 2016
Quase todos os outros caminhões do grid usarão o restritor de 80 mm, menos os três da marca Iveco, que em vez de redução, ganharam uma abertura da entrada de ar de 85 milímetros. O caso dos brutos de Beto Monteiro, Roberval Andrade e Luiz Lopes foi definido após a constatação da dificuldade enfrentada pelo motor da marca, que não conseguia acompanhar os outros concorrentes pela pequena entrada de ar que anteriormente utilizada.
                                                                     

Os restritores serão usados até a penúltima corrida, marcada para dia 6 de novembro em Guaporé, interior do Rio Grande do Sul. Na decisão do título desta temporada, no dia 4 de dezembro em Curvelo, Minas Gerais, os cinco primeiros deixam de usar os restritores.

Venda de ingressos 


Todos os tipos de ingressos (arquibancadas, Camarote Torcedor, Paddock e VIP) para a sétima corrida - dia 4 de setembro - do 21º ano da Fórmula Truck podem ser comprados no site da loja da mais popular categoria do automobilismo da América do Sul: www.lojaformulatruck.com.br/loja e em pontos de venda que podem ser localizados em: www.formulatruck.com.br/docs/PONTOSDEVENDATARUMA.pdf. As vendas pelo site se encerram na sexta-feira, dia 2 de setembro. Para acompanhar todos os treinos de sexta e sábado e a corrida das arquibancadas o preço é de R$ 35 - com direito a um boné oficial da F-Truck e à visitação aos boxes no sábado em horário determinado pela organização. Quem optar por comprar os tickets de arquibancadas nas bilheterias do autódromo entre os dias 2 e 3 (sexta e sábado) ainda ganha o boné, diferentemente dos que adquirirem somente no domingo (dia 4 de setembro), que não receberão. 

Os ingressos de arquibancadas comprados pelo site devem ser retirados na bilheteria a partir das sexta-feira, dia 2 de setembro, mesma data para a retirada das credenciais (Camarote Torcedor, Paddock ou VIP), no contêiner de credenciamento. Os ingressos de arquibancada dão direito à visitação aos boxes somente no sábado no horário determinado pela organização. 

Como é tradicional, a Fórmula Truck libera acampamentos no Autódromo de Tarumã sem cobrança de estacionamento. 

O bilhete de Paddock, ao preço de R$ 160, dá direito de acompanhar treinos e corrida de um local reservado pela organização próximo à área dos boxes, mas sem alimentação. No entanto, no domingo antes da prova, esse bilhete dá acesso à visitação aos boxes, somente para maiores de 16 anos e ao passeio no Truck Teste, nos caminhões da organização. Além de tudo isso, a cada três ingressos de Paddock adquiridos se recebe uma credencial de estacionamento gratuito na parte interna do autódromo.

A credencial Camarote Torcedor custa R$ 350 e dá direito a ver os treinos de sexta e sábado, à visitação aos boxes todos os dias e de acompanhar a corrida de domingo de um local reservado na área de box, com alimentação limitada, além de receber o Kit Torcedor, que inclui uma camiseta silkada personalizada e um boné bordado. O dono da credencial Camarote Torcedor também pode participar do Truck Teste no domingo (4/9) pela manhã, único dia em que serão servidas alimentação e bebidas de acordo com o estabelecido: mesa de snacks à vontade (batata chips, mix de castanha, amendoins, jujuba) 6 vales bebidas (cerveja lata ou refrigerante lata (linha Coca-Cola/água) 5 vales espetinho (carne/frango/linguiça/coração e pãozinho para acompanhar) 2 vales cachorro quente, além de sobremesa, que será servida na mesa de snacks antes do fim do evento. Todas as comidas e bebidas serão servidas dentro do Camarote Torcedor. Cada três credenciais adquiridas darão direito a uma credencial de estacionamento de veículo na área interna do Autódromo.

A credencial VIP, cujo preço é de R$ 520, dá ao portador acesso ao Camarote VIP da Fórmula Truck, com serviço de buffet incluso - bebidas e alimentação ilimitadas - somente no domingo (4/9), além de participar da visitação aos boxes. A cada três ingressos VIP adquiridos o comprador tem direito a uma credencial de estacionamento numa área reservada e direito ao Truck Teste. As credenciais de Paddock e VIPs podem ser pagas com cartão de crédito ou dinheiro. Tanto em treinos quanto na corrida é obrigatório o uso das credenciais, que devem estar penduradas no pescoço.

Seja nos pontos de venda, situados nos postos Petrobras ou nas bilheterias do autódromo, a única forma de pagamento é em dinheiro. Para ter direito à meia-entrada (RS 17,50), que é vendida sexta, sábado e domingo somente nas bilheterias do autódromo, é preciso apresentar a Carteira de Identificação Estudantil, dentro do prazo de validade, junto com documento de identidade oficial. Terão direito à entrada gratuita na arquibancada, Portadores de Necessidades Especiais (PNE), menores de oito anos, desde que acompanhados dos pais ou responsáveis, portando documentos, e idosos acima dos 60 anos, com Carteira de Identidade. Esses ingressos só podem ser adquiridos na bilheteria do autódromo.

É proibido entrar nas arquibancadas portando garrafas e copos de vidro.

Mais informações podem ser obtidas pelo email: ingressos@formulatruck.com.br
Twitter: @Formula_Truck ou pelo telefone: (13) 3299-1144

Próximas provas do calendário 2016 da Fórmula Truck

4 de setembro - Tarumã (RS)
9 de outubro - Cascavel (PR)
6 de novembro - Guaporé (RS)
4 de dezembro - Curvelo (MG)

Mais informações:
www.formulatruck.com.br

O Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck tem a supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e patrocínio da Petrobras e Pirelli. As fabricantes de caminhões são Iveco, Ford, MAN Latin America, Mercedes-Benz, Scania, Volkswagen e Volvo.

Comunicação da Fórmula Truck
Milton Alves 
13 3299-1144 
13 996-623-442
Postar um comentário