sábado, 26 de novembro de 2016

SUPERBIKE

Rodrigo Dazzi garante título da SBK Light com uma rodada de antecedência.


Grande Final será no Autódromo de Interlagos, dia 04 de dezembro.

Rodrigo Calmon Dazzi (#146), da equipe Indus Giromoto Ello, é o vencedor da temporada 2016 da categoria SuperBike Light. O piloto capixaba, da pequena cidade de Jaguaré, conquistou o título brasileiro com uma rodada de antecedência e marcou sua estreia no SuperBike Brasil de forma brilhante. Dazzi se manteve entre os mais rápidos ao longo da todas as provas do calendário. Na primeira metade do campeonato, disputada em Interlagos, somou três vitórias e dois segundos lugares. Nas corridas seguintes, em solo paranaense, o então líder do campeonato não afrouxou o punho. Mesmo sem conhecer bem os circuitos, Dazzi garantiu o pódio com a terceira colocação tanto em Curitiba quanto em Londrina.
                                                                          

Os bons resultados e o desempenho regular no campeonato deram ao capixaba uma grande vantagem no topo da tabela classificatória. Bastava um sétimo lugar em Goiânia (GO) que o título estaria assegurado sem depender do resultado dos adversários. Entretanto, a rodada – a única disputada na região Centro-Oeste do país – foi marcada por uma série de incidentes. Já na primeira volta de prova, Dazzi era campeão. O único adversário capaz de lhe tirar o título, Guto Figueiredo (#18), da equipe KT5/A2/Passaredo, sofreu uma queda ainda nas primeiras curvas e despediu-se prematuramente do circuito goiano.
                                                                      

Entretanto, a comemoração teve um sabor um tanto amargo. Apesar de estar com o título assegurado, nem o virtual campeão escapou dos imprevistos que rondaram o Autódromo Internacional Ayrton Senna no dia 13 de novembro. Um problema mecânico obrigou Dazzi a recolher sua moto aos boxes ainda nas primeiras voltas. O piloto até retornou à pista para completar a prova, porém, os quase sete minutos parados foram um tempo demasiado alto para que voltasse a disputar posições.

“Quis o destino que fosse assim. Na etapa que nos sagramos campeões da SuperBike Light 2016 tivemos problema na moto e tivemos que abandonar a corrida quando liderávamos. Triste pela corrida, mas feliz com a conquista antecipada do título. Ano difícil, mas conseguimos! Ainda não acabou. Vamos para a 9ª e última etapa com mais sede de vitória para fechar o ano com chave de ouro”, comentou Rodrigo Dazzi em uma rede social.

O terceiro colocado no campeonato também não teve um grande final de semana em Goiânia. Cleberson Maicher "Alemão" (#17), da equipe Black Day Racing Team, sofreu uma queda nas voltas finais de prova e perdeu a chance de se aproximar e até mesmo tomar a posição de Guto Figueiredo na tabela classificatória. Com isso, a distância entre os dois está em 17 pontos e a decisão de quem será o vice-campeão da SuperBike Light este ano ficará para a etapa final, que será realizada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, nos dias 2, 3 e 4 de dezembro.

E ao contrário dos ponteiros, Marcos Migliorelli (#11), da equipe Everson Racing, teve grandes motivos para comemorar na última rodada. O piloto capixaba obteve sua primeira vitória na temporada 2016 e com isso subiu para a quarta posição no classificatório geral, ultrapassando Felipe Comerlatto (#186), da Pro Racing Team, que não participou da etapa.

Classificação da categoria SuperBike Light após oito etapas realizadas

  1º - Rodrigo Calmon Dazzi (#146), da Indus Giromoto Ello – 150 pontos
  2º - Guto Figueiredo (#18), da KT5/A2/Passaredo – 104 pontos
  3º - Cleberson Maicher "Alemão" (#17), da Black Day Racing Team – 87 pontos
  4º - Marcos Migliorelli (#11), da Everson Racing – 83 pontos
  5º - Felipe Comerlatto (#186), da Pro Racing Team – 80 pontos
  6º - Fábio Martins (#12), da Albatroz System – 57 pontos
  7º - Dimitris Katsouropoulou (#131), da Tecfil Racing Team – 52 pontos
  8º - Alexandre M. Fernandes (#111), da Pitico Race Team – 39 pontos
  9º - Jean Vieira (#110), da Terror Racing – 36 pontos
10º - Edson Luiz (#99), da Pitico Race Team – 35 pontos 

O SuperBike Brasil tem Patrocínio Silver Honda, Mobil, Pirelli e Yamaha. Patrocínio Bronze Premium de Kawasaki, Ducati e MotoSchool. Patrocínio Bronze de Shark, Diafrag, Alpinestars e Tutto Moto. 

Final SuperBike Brasil

9ª etapa 
Dias: 02, 03 e 04 de dezembro
Onde: Autódromo José Carlos Pace
Endereço: Av. Sen. Teotônio Vilela, 261
Interlagos, São Paulo (SP)
Arquibancada gratuita


Siga

Postar um comentário