quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

SALÃO MOTO BRASIL

Salão Moto Brasil veja tudo sobre a programação para esta visitando o Rio de Janeiro  durante o Salão são ótimas dicas de onde se hospedar e dicas de passeios.
                                                                                  

Evento terá atrações para toda família como shows, customização de motocicletas, Bikers Bar, museu temático, food trucks, manobras radicais e palestras educativas
                                                                                                                            
Janeiro de 2017 - Dica de viagem de fim de férias, em janeiro? A cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro. Além de conhecer lindas paisagens, belas praias e todo o legado de melhorias e revitalização deixado pelos Jogos Olímpicos, o turista ainda poderá ir ao Salão Moto Brasil, um dos maiores eventos do segmento no país, que acontece de 26 a 29 de janeiro, no Riocentro. “A cidade mudou muito depois de sediar a Olimpíada, vale a pena a viagem. Até quem já conhecia antes de agosto desse ano, vai se surpreender. É um novo Rio”, diz Gustavo Lorenzo, um dos organizadores do evento. “Sem falar que é uma boa oportunidade de conhecer as novidades gastando bem menos que naquela concorrida época”, diz.

Novos pontos turísticos, acesso facilitado, rede hoteleira aprimorada e muito entretenimento no Salão Moto Brasil é o que se pode esperar das férias no Rio de Janeiro, em janeiro de 2017.
                                                                            

A hora de início do evento – quinta e sexta a partir das 14h e sábado e domingo às 12h - permite aproveitar toda a manhã na praia ou com passeios em pontos turísticos e depois seguir para o Salão Moto Brasil para se divertir. Entre as atrações do evento, shows, Bike Art & Show (customização de motocicletas), Bikers Bar, Museu temático, food trucks, shows com manobras radicais, palestras educativas e 1 Feira de Negócios. É aconselhável comprar os ingressos antes; para facilitar eles são vendidos pelo www.ingressorapido.com.br.

Uma das novidades já confirmadas no “Salão” é um reboque portátil, que pesa 65 kg e desmontado fica com dimensões fáceis de carregar: 95 cm (comprimento) x 45 cm (altura e largura). Não precisa de ferramenta para montar e nos seus 3,05 m (comprimento) x 1,67 m (largura) transporta de Scooters a motos até 510kg. O RE.BO.Q, do Rio de Janeiro, é novo no mercado – lançado em julho do ano passado - e desde então vem despertando a curiosidade dos motociclistas, principalmente dos que por algum motivo precisam transportar suas motos.

O tradicional Globo da Morte sempre impressiona e não pode faltar. Com olhares atentos e um frio na barriga, o público acompanha os detalhes e cada nova apresentação é como se fosse única. São pilotos do interior paulista que compõem a equipe e mostram suas habilidades.

As manobras radicais com motos também costumam chamar atenção. Neste ano serão duas equipes: Pro Tork Alto Giro e GTM Show (Grupamento Tático de Motociclistas da PMERJ). A perfeição das manobras executadas pela ALTO GIRO durante as apresentações deve-se ao intenso treinamento, para garantir que no momento dos shows tenham total domínio, confiança e habilidade. Já a GTM Show mostrará todo talento e destreza dos policiais ao dominar a moto.
                                                                                    

O evento também é lugar de arte. Aquela arte que empresta cor, conceito e originalidade às motos. O assunto desperta tanto interessante que, devido ao sucesso da última edição, o Bike & Art Show – uma “galeria” de arte que reúne as principais tendências e importantes nomes da customização de motocicletas no Brasil – ganhou mais espaço. Serão mais de 1.200 m² de área destinada a exposição de todo tipo de arte relacionada ao motociclismo e a temática é “feito à mão”: pinturas, esculturas, fotografias, tanques e capacetes customizados, peças artesanais e gravação em metais.

Uma das atrações desse espaço será um concurso de motos customizadas, assinadas por respeitados customizadores do Brasil. O público poderá votar por meio de terminais digitais no próprio local. Em paralelo haverá outro concurso, dessa vez com um qualificado quadro de juízes: os próprios customizadores.

Com o objetivo de difundir e popularizar o interesse por customização e, principalmente, dar espaço ao “artista de garagem” ou o customizador artesanal, divulgar sua arte, o Bike & Art Show 2017 fará uma ação especial chamada “show your ride”. Durante os quatro dias do evento, diariamente, serão escolhidas no estacionamento 3 motos customizadas para ganharem destaque e serem expostas dentro do Salão Moto Brasil. Qualquer customizador artesanal pode participar, basta ir ao evento com a moto customizada.

No “Salão” também será possível voltar ao melhor do passado. Um museu temático com cerca de 200m² reunirá verdadeiras raridades, que carregam histórias capazes de deslumbrar os mais novos e de despertar fortes emoções nos mais velhos. 

E o rock and roll dará o tom ao evento. Vários shows de bandas de rock se apresentarão em um badalado lounge de 2000 m², com direito a palco e food trucks. O local descontraído promete ser o ponto de encontro animado dos visitantes. Os shows serão diários entre 19h e 21h. Entre as bandas já confirmadas estão a Além do Rock, Blood Mary e Faixa Etária. O Bikers Bar - um bar temático que terá dj animando os presentes - é outro lugar que tem tudo para ser parada obrigatória. 

Passeios
O grande legado da Olimpíada no Rio de Janeiro foi a revitalização urbana da área portuária. Com 3,2 quilômetros de extensão, o Boulevard Olímpico está instalado em um trecho de orla entre a Praça XV e o AquaRio. Nele estão novos e antigos atrativos, como o Museu do Amanhã, o Museu de Arte do Rio (MAR) e a Cidade do Samba. A Praça Mauá e a Avenida Rio Branco foram reformadas, uma linha de VLT surgiu e a região se transformou em um novo polo turístico.
                                                                      

Aliás, o AquaRio - Aquário Marinho do Rio de Janeiro - o maior aquário marinho da América do Sul - é o mais novo ponto turístico da cidade. Com 26 mil m², o espaço abriga 4,5 milhões de litros d’água salgada divididos em 28 tanques e reúne cerca de oito mil animais de 350 espécies. Entre as espécies exposta estão peixes da costa brasileira, do Caribe e do Indo-Pacífico, como tubarões, arraias, moreias, e cavalos-marinhos entre outros. O maior tanque do local, batizado como ‘Recinto Oceânico’, tem 7 metros de profundidade e 500 m² de área, com uma grande arquibancada para visitantes.

Museu cidade olímpica – Entre as diversas atrações, telão com as últimas cidades que sediaram os jogos olímpicos. Ao clicar nelas, pode-se escolher um ponto turístico e fazer um tour 360 graus da imagem. Tem também uma exposição que fala sobre a história das olimpíadas e simuladores (pode-se fingir ser um atleta, simulando uma corrida, uma prova de remo, por exemplo, ou até contemplar a cidade maravilhosa do alto por meio de um voo de asa delta. 
                                                                          
Palácio do Catete - abriga o Museu da República e foi sede oficial do Governo Brasileiro entre 1897 a 1960, antes da mudança para Brasília. É um bom passeio histórico, pois tem muitas relíquias do período de articulação para a conquista da República.
                                                                                        

Arcos da Lapa - são a maior obra arquitetônica realizada no Brasil durante o período colonial. Serve, hoje, de viaduto para uma outra grande atração: os bondes que ligam a Estação da Carioca ao bairro de Santa Teresa. Símbolo da Lapa, bairro é referência na vida noturna do Rio.
                                                                              
Escadaria Selarón - obra do artista chileno Jorge Selarón que liga o Largo da Lapa e o Bairro de Santa Tereza.
                                                                           

Morro da Urca – promove uma visão panorâmica de várias praias. De lá também partem vários passeios de helicóptero, além de ter muitos shows e festas.

Acesso ao Riocentro

Localizado em frente ao Parque dos Atletas e ao lado da Vila Olímpica, em uma área amplamente atendida pelas opções de transporte público, o Riocentro recebeu este ano 02 estações de BRT, em frente à porta principal. As avenidas Abelardo Bueno e Salvador Allende, vias principais de acesso ao Riocentro, foram duplicadas e têm cinco pistas em cada sentido. O projeto beneficiou diretamente a questão da mobilidade urbana, aumentando a fluidez do trânsito e a capacidade de tráfego na região.

Para chegar ao Riocentro, públicos de todos os bairros têm inúmeras alternativas. Além dos acessos ampliados, novas rotas foram criadas. O principal acesso à Barra, pela Zona Sul, também foi duplicado. E quem vem da Zona Sul até o Riocentro com transporte público pode contar ainda com o metrô que faz integração com as linhas da Transoeste e Transolímpica. Já quem vem da Zona Oeste ou Baixada, conta com linhas da Transolímpica que transportam os passageiros até as novas estações de BRT. A facilidade também se aplica para quem vem ao Riocentro através do Galeão, Linha Vermelha ou Linha Amarela. Integradas, as vias conduzem até o complexo de forma prática e rápida.

Um dos grandes legados dos jogos Olímpicos para o Riocentro, a Transolímpica, deve transportar 70mil passageiros por dia. O corredor é o primeiro a integrar com os dois já existentes (Transoeste e Transcarioca), aumentando as opções dos passageiros. Isso significa que grande parte da cidade está interligada através das novas vias. Enquanto a Transoeste, na Avenida das Américas, liga toda a zona oeste até a Barra e até o Metrô, a Transolímpica tem 18 estações e dois terminais, um na Avenida Salvador Allende e Abelardo Bueno, a poucos metros do Riocentro, e outro na Avenida das Américas, no Recreio.

Hospedagem

Para se hospedar, a dica são os hotéis Grand Mercure e Midas. Da música ambiente à arquitetura e dos objetos de design ao cardápio, tudo no hotel Grand Mercure Rio de Janeiro Riocentro é inspirado no Brasil. Localizado dentro do Riocentro e em frente à Lagoa de Jacarepaguá, cercado por montanhas do Maciço da Pedra Branca e a poucos minutos das praias da região, o hotel tem uma vista única da Barra da Tijuca e uma estrutura completa para receber turistas e cariocas que buscam conforto e comodidade. Ao todo são 300 quartos e seis suítes, dois restaurantes, um rooftop com piscina e vista panorâmica exclusiva do Rio, academia, saunas seca e a vapor e centro de convenções. O Wi-Fi, estacionamento, business center, transfer para shoppings e praias da região estão inclusos em todos os pacotes.

Já o Midas Rio Convention Suites é um hotel novo 4 estrelas localizado em Jacarepaguá. Oferece café da manhã e piscina. Tem Wi-Fi disponível gratuitamente em todas as áreas. Os quartos apresentam singular vista panorâmica, podendo se avistar a Cidade do Rock in Rio, Instalações das Olimpíadas, Lagoa de Jacarepaguá e principais montanhas da região. Dispõe de espaço fitness, sauna a vapor e estacionamento. O hotel fica a 300 metros do RioCentro.
Postar um comentário