segunda-feira, 13 de março de 2017

Mundial de SuperBike

 Kawasaki Racing domina na Tailândia com Jonathan Rea (#1) 
Jonathan Rea (#1)  vence as duas corridas e coloca Kawasaki na líderança absoluta no Mundial.
                                                                                  
 A equipe Kawasaki Racing Team voltou a dominar o Mundial de SuperBike e mais uma vez garantiu as vitórias na segunda rodada da temporada 2017 realizada nos dias 10, 11 e 12 de março, no Circuito Internacional de Chang, na Tailândia. Jonathan Rea (#1) teve um final de semana perfeito e faturou a pole position nos treinos classificatórios e venceu as duas baterias disputadas. Com este resultado, o atual campeão mantém a liderança do campeonato com um aproveitamento invejável de quatro vitórias em quatro corridas. Enquanto isso, seu companheiro de equipe, Tom Sykes (#66), voltou a figurar entre os mais rápidos e a brigar pelas primeiras posições. Na primeira bateria, o britânico foi o terceiro a cruzar a linha de chegada e na segunda prova obteve a vice-liderança. Com isso, Sykes ocupa a terceira posição no classificatório geral do Mundial com 62 pontos.
                                                                      

A etapa da Tailândia mostrou mais uma vez a força da equipe Kawasaki Racing Team na competição. Jonathan Rea não encontrou dificuldades para garantir as vitórias e alçou o time novamente à posição mais alta do pódio. Na primeira corrida, o piloto dominou a prova de ponta a ponta e abriu mais de seis segundos para os adversários. Já na segunda bateria – prova marcada por incidentes e uma nova largada ainda na quinta volta – o resultado não foi diferente. Rea foi o mais rápido e consolidou seu grande desempenho no Circuito Internacional de Chang.
                                                                       

“Este tem sido o melhor começo de temporada da minha carreira. É importante somar o máximo de pontos possível, porque essa foi a forma como construí meus título. Eu me sinto muito confortável na moto. Nós mantivemos praticamente a mesma configuração de Phillip Island para esta rodada. Há ainda algumas coisas que precisamos melhorar para as próximas etapas, mas o estamos trabalhando duro nisso”, declarou Rea.
                                                                                 

Já para o seu companheiro de equipe, Tom Sykes, o resultado na Tailândia mostrou que o piloto terá que enfrentar os adversários da Aruba.it Racing ao longo do campeonato. Nas duas baterias a disputa foi bastante acirrada. Na primeira corrida, Sykes ocupou a quarta posição na maior parte da prova e conseguiu ultrapassar Melandri apenas na volta final para garantir o terceiro posto. Na bateria seguinte, o mesmo duelo se repetiu, só que desta vez pela vice-liderança. O piloto britânico acelerou forte e na última volta superou o adversário, ficando com o segundo lugar no pódio.
                                                                           

“A vitória não estava em jogo hoje [domingo, 12], mas o segundo lugar estava. A questão era fazer o movimento mais inteligente possível no final. Pude ver que Marco [Melandri] tinha algumas limitações e que eu vinha com uma certa vantagem. Finalmente, na última volta, o painel marcou o tempo de 1m33s7, a minha volta mais rápida da corrida”, comentou Sykes.
                                                                  

Enquanto isso, na disputa entre fabricantes, a Kawasaki manteve o domínio neste início de temporada. A marca japonesa soma 100 pontos e ocupa a liderança do classificatório. A próxima etapa do Mundial de SuperBike marca o início das corridas em solo europeu. A 3ª rodada da competição será realizada no circuito de Motorland Aragón, na Espanha, no final de semana entre os dias 31 de março e 1º e 2 de abril.
Postar um comentário