quarta-feira, 12 de abril de 2017

ALEX BARROS VOLTA PARA PISTA E CONFIRMA DISPUTA NA SUPER BIKE BRASIL COM HONDA 1000 CC.


Alex Barros retorna às competições oficiais e disputará a temporada 2017 do SuperBike Brasil.

Ex-piloto da MotoGP e chefe da equipe que leva o seu nome irá disputar o campeonato nacional a bordo da moto Honda CBR 1000 RR. O argentino Diego Pierluigi será seu companheiro.

Depois de dez anos sem disputar uma temporada completa, Alexandre Barros - principal nome da motovelocidade no país - retornará às competições a partir deste mês para participar de forma efetiva das provas do SuperBike Brasil. Além de Barros, a equipe também contará com o experiente piloto argentino Diego Pierlugi, que em 2016 venceu três das seis corridas que disputou. A primeira etapa será dia 23 de abril em Interlagos (SP). O anúncio sobre o retorno de Alexandre Barros às disputas foi feito nesta terça-feira (11) em um evento promovido pelas marcas Honda e Estrella Galicia. 

"Depois de vencer a última prova de 2016, a vontade falou mais alto e estarei de volta, e desta vez para disputar o campeonato completo. Estou muito animado. Me senti muito bem na última etapa do ano passado, quando fui 2º na primeira prova e consegui uma vitória na segunda bateria. Foi realmente uma sensação maravilhosa. O grande retorno de mídia que tivemos com a minha vitória, a repercussão no exterior, os pedidos dos patrocinadores, tudo isso motivou minha decisão de voltar", comentou Alexandre Barros.

Outra novidade é que este ano a equipe Alex Barros Racing estará na categoria 1000cc com a Honda, acelerando os modelos Honda CBR 1000 RR. A montadora japonesa fez parte da história e da carreira de Barros na MotoGP. E é com alegria que ele pilotará novamente uma moto Honda. 

"Minha parceria com a Honda vem de longa data e eles estiveram presentes em grandes momentos da minha trajetória na MotoGP. Estou feliz por poder voltar a guiar uma moto da marca e ajudar no desenvolvimento do equipamento. Eu e o Pierluigi vamos trabalhar forte para trazer este título para nossa equipe junto à Honda. Vai ser muito bom", falou empolgado. 

Alexandre Cury, diretor comercial da Honda, também destacou a importância de ter Alexandre Barros competindo novamente e defendendo as cores da marca. 

"O Alex sempre foi um grande amigo e parceiro da Honda, e sempre esteve muito próximo com projetos de diferentes naturezas. No passado na MotoGP, mais recentemente nas categorias de desenvolvimento, trabalhando e lapidando a garotada. É fantástico e um sonho para gente o retorno dele às pistas neste ano. Ele estará abrilhantando ainda mais o motociclismo brasileiro e elevando o nível do campeonato. A equipe do Alex terá uma dupla forte, e acredito que a Honda estará muito bem representada com ele e o Diego Pierluigi que tem outro estilo de guiar, mas me parece bastante técnico", contou. 

Aos 46 anos, Barros sabe que não terá vida fácil nas pistas, mas se anima em poder guiar novamente e quer contribuir com o crescimento da motovelocidade no país. 
"Esse ‘recomeço’ para mim tem lembrado muito meu início no esporte. Estou realmente empolgado e acho que poderei ajudar também no crescimento do campeonato, que terá um ano importante pela frente e que será crucial para o desenvolvimento do esporte no Brasil. Sei que não vai ser fácil e a competitividade será alta. Depois que parei de competir fiz apenas quatro etapas. Corri em 2012 e 13 e venci as duas corridas. Em 2014 fiz uma prova, mas caí ainda na última volta, quando estava disputando justamente contra o Pierluigi, e também corri a última etapa do ano passado", lembrou o chefe de equipe e piloto. 

Diego Pierluigi está contente em poder dar continuidade ao trabalho na equipe Alex Barros Racing. O argentino entrou para o time na sexta etapa do campeonato de 2016. Participou de seis provas e venceu três. Agora, ele quer brigar pelo título. 

"Estou com grandes expectativas para a temporada 2017. E poder contar com a volta do Alex Barros às pistas, disputando o campeonato completo será muito bom e positivo para todos, inclusive para mim, que vou ter a companhia dele nas pistas, e poderei aprimorar minhas técnicas e aprender mais a cada dia. E, quanto mais pilotos de alto nível tivermos no grid, melhor e mais forte fica o campeonato. Acredito que vai ser um ano muito bom", comentou Pierluigi. 

Confira o calendário 2017 do SuperBike Brasil:
1ª etapa: 23 de abril - Interlagos (SP)
2ª etapa: 28 de maio - Interlagos (SP)
3ª etapa: 25 de junho - Interlagos (SP)
4ª etapa: 23 de julho - Interlagos (SP)
5ª etapa: 27 de agosto - Interlagos (SP)
6ª etapa: 24 de setembro - Curitiba (PR)
7ª etapa: 22 de outubro - Goiânia (GO)
8ª etapa: 3 de dezembro - Interlagos (SP)

Projeto de formação de pilotos tem continuidade na Espanha
Neste ano o projeto destinado à formação de jovens pilotos brasileiros que Alexandre Barros desenvolve em parceria com a Estrella Galicia 0,0 terá uma pausa no Brasil, mas segue no exterior com o jovem Diogo Moreira, de 12 anos, participando da categoria 85 cc na Espanha, na equipe Monlau Repsol School Estrella Galicia 0,0, de Emilio Alzamora, ex-campeão mundial de 125cc e um dos maiores descobridores de talentos da motovelocidade.

"É o terceiro piloto a sair do nosso projeto no Brasil e ter essa chance de correr contra os melhores pilotos nesta faixa etária lá fora. O Diogo tem apenas 12 anos, mas compete desde os cinco. Acredito muito no talento e potencial dele", finalizou Alex Barros. 

FGCom
Fernanda Gonçalves 
Postar um comentário