sábado, 27 de maio de 2017

ALEX BARROS RACING FOCADO NO DESENVOLVIMENTO DOS MOTORES NESTA 2° ETAPA DA SUPER BIKE.

                                                                            
O time está otimista para a disputa em Interlagos (SP). Alex Barros termina o dia com o terceiro lugar, seguido por Diego Pierluigi em quarto. Na SuperSport, José Duarte garante Top-10, mesmo com a costela trincada.
                                                                               
Na equipe Honda Alex Barros Racing, o dia foi de bastante trabalho, muitos ajustes e testes nos equipamentos Honda CBR 1000 RR. E o saldo foi positivo, pois o elenco começa a etapa com os motores bem mais acertados e com as configurações mais próximas do ideal. Com isso, o time se mantém confiante. Alex Barros terminou a sexta-feira, no resultado consolidado, em terceiro (com 1min38s061), e Diego Pierluigi ficou em quarto (1min38s106). Neste sábado (27), a categoria SBK realiza três treinos classificatórios e a Superpole, para definição do grid. No domingo (28) a largada está prevista para as 12h04. 

Alexandre Barros enfatizou o trabalho de sua equipe e o apoio total da Target Race no desenvolvimento dos motores. E o resultado foi bem significativo, pois as motos Honda CBR 1000 RR #4 e #84 estão bem mais competitivas do que na primeira etapa. 

"Nós melhoramos as motos durante todos os treinos. Conseguimos diminuir a diferença para os ponteiros. O último treino foi muito bom e tudo isso mostrou que estamos preparados. Na parte do motor, onde trabalhamos bastante, tanto eu como o Diego, ficamos satisfeitos e temos que agradecer a Target Race que nos ajudou muito com isso. Eles trabalharam intensamente para nos dar motores competitivos e conseguiram. E, com isso a melhora dos equipamentos foi grande em bem pouco tempo. Estamos mais perto do Eric (Granado), que tem sido a referência e estamos felizes e otimistas", analisou Alexandre Barros, piloto da moto #4 e chefe da equipe. 

O argentino Diego Pierluigi andou sempre no Top-5 e ficou satisfeito com os treinos do dia. Ele destacou a evolução nos equipamentos e está confiante para brigar pela pole position neste sábado. 

"Hoje os treinos foram bons. Trabalhamos muito na suspensão, temos mais potência e os motores estão muito melhores. Não sei se já é o suficiente, mas com certeza eles melhoraram muito em comparação com a primeira corrida. Agora estamos ajustando a parte eletrônica, pois estamos com falta de controle de tração e com a pista quente e pneus usados, a moto fica escorregadia. Usei o último treino como simulação de corrida, e foi muito bom. Acredito que amanhã podemos dar mais um passo adiante e brigar pela pole. Estou esperançoso de que a corrida vai ser boa", contou o piloto dono da moto Honda CBR 1000RR #84. 
                                                                            



SuperSport: Duarte garante Top-10 no dia e luta contra suas dores por um bom resultado
O cearense José Duarte vai enfrentar um desafio a mais durante a segunda etapa do SuperBike Brasil, na categoria SuperSport 600cc. O dono da moto Honda CBR 600RR #97 está com a costela trincada e vai correr com dor e no sacrifício, em busca de um bom resultado na rodada. Nesta sexta-feira, o jovem de 19 anos foi para a pista em três oportunidades, e mesmo com dores e com pequenos ajustes para fazer no equipamento, conseguiu baixar seu tempo em todas as sessões (1min47s493 / 1min46s570 / 1min45s598). No resultado consolidado do dia, terminou no Top-10, com o décimo lugar. Neste sábado, a categoria SuperSport realiza três treinos classificatórios e a Superpole, para definição do grid. No domingo a largada está prevista para as 13h03.
                                                                             
 
"Cheguei na etapa com a costela trincada e estou com muita dor, mas vai ter que ser possível correr assim. Quando fui para a pista no primeiro treino percebi que a moto tinha alguns probleminhas. Além disso, tinha acabado de tomar uma injeção para dor e estava meio grogue. Acabei dando só três voltas. Consegui fazer o segundo treino inteiro, mas o ajuste de suspensão ainda não estava perfeito. No último teste, acertamos a suspensão e a moto ficou muito melhor. Eu já vinha baixando o tempo, e consegui baixar mais a marca. Mas escorreguei e não aguentei continuar. Mesmo assim, acho que foi muito bom começar no Top-10. Acredito que amanhã posso buscar um Top-5, pois tenho uma margem para melhorar e é isso que vou tentar fazer", comentou. 


Domingo, dia 28
Categoria SBK 1000cc
8h45: Warm-up
12h04 Largada (14 voltas)

Categoria SuperSport 600cc
8h00: Warm-up
13h03 Largada (12 voltas)

FGCom
Fernanda Gonçalves / Beatriz de Paula 
fernanda@fgcom.com.br / beatriz@fgcom.com.br 
www.fgcom.com.br
Postar um comentário