sábado, 15 de julho de 2017

EURO NASCAR: FELIPE RABELLO ESTRÉIA NA PRIMEIRA FILA NO OVAL.

                                                                           
Mineiro sustentou a pole position até os segundos finais da classificação. Vai largar em segundo.
                                                                    

Em sua estreia em circuito oval, o mineiro Felipe Rabello conseguiu a sua melhor posição de largada na Nascar Whelen Euro Series. Na manhã deste sábado (15/7) ele foi cronometrado em 19s961, e foi superado por apenas 48 milésimos de segundo pelo belga Guillaume Dumarey, que garantiu a pole position para a terceira rodada dupla, que está sendo realizada no Raceway Venray, em Venray, na Holanda.

“Foi muito legal, foi bom. Quase garanti a pole. Fiquei a maior parte do tempo em primeiro e no finalzinho o belga pegou, mas tô feliz com o segundo lugar”, garante o representante de Belo Horizonte, quinto colocado na EuroNascar.

A primeira experiência de Felipe Rabello neste tipo de circuito foi justamente no oval mais rápido da Europa, em pista curta de meia milha (800 metros), com inclinação de 21 graus, localizada a 120 km de Amesterdã.

“Muito boa a pista, muito pequena. A gente tá o tempo todo virando o volante, fazendo curva, demanda muito do corpo, do preparo físico. E tem que ter muita coragem”, assinala. A quinta etapa acontece a partir das 12h15 (horário de Brasília) deste sábado, para 50 voltas (44 km). “Vamos pra corrida com tudo, vamos tentar buscar essa vitória”, anima-se o terceiro colocado no certame dos estreantes. O complemento da programação será no domingo (16/7), com a disputa da sexta etapa às 5h30 (Brasília), com a mesma distância.

Os mais rápidos para a quinta etapa da EuroNascar foram: 1) Guillaume Dumarey (Bélgica), 19s913; 2) Felipe Rabello, 19s961; 3) Ulysse Delsaux (França), 20s032; 4) Maciej Dreszer (Polônia), 20s243; 5) Justin Kunz (Alemanha), 20s280; 6) Gil Linster (Luxemburgo), 20s414; 7) Marconi Abreu (Brasil), 20s456.

Os dez primeiros na EuroNascar são: 1) Thomas Ferrando (França), 187 pontos; 2) Ulysse Delsaux (França), 169; 3) Maciej Dreszer (Polônia), 163; 4) Guillaume Dumarey (Bélgica), 162; 5) Felipe Rabello (Brasil), 152; 6) Marconi Abreu (Brasil), 146; 7) Martin Doubek (República Checa), 139; 8) Justin Kunz (Alemanha), 137; 9) Paul Guiod (França), 130; 10) Jerry De Weerdt (Bélgica), 130.


                                                                      
Siga no instragram : bloggentefina
Postar um comentário