quarta-feira, 30 de agosto de 2017

SBK ; CEARENSE JOSÉ DUARTE CONFIANTE QUER RECUPERAR PONTOS EM CURITIBA

                                                                       
Nem sempre conseguimos o que almejamos, mas é essencial manter o pensamento positivo e focar no que há de vir. A máxima aplica-se ao cearense José Duarte, piloto da Híbridos Club Alex Barros Racing, que disputa o SuperBike Brasil (maior campeonato de motovelocidade das Américas) na categoria SuperSport 600cc.

Na quinta etapa da competição, realizada na tarde deste domingo (27), em Londrina (PR), Duarte largava da quinta posição, na segunda fila e logo conseguiu a ultrapassagem sobre quarto colocado. Andando em bom ritmo e buscando o terceiro posto de sua categoria, quando, na quinta volta acabou escapando de frente e caiu.

A tentativa de voltar à corrida foi frustrada pela quebra da pedaleira, sintetizando a participação do cearense na prova. Agora ele foca na preparação para a sexta etapa da temporada 2017que acontece no dia 24 de setembro, em Curitiba, também no Paraná.
                                                                           

José Duarte, enquanto esteve na pista mostrou evolução, chegando a andar forte e marcando sua melhor volta em um minuto e 20 segundos, a mesma dos líderes da SuperSport 600cc.

“Eu vinha bem, larguei bem, estava em quarto e acompanhava o terceiro de perto, infelizmente a moto saiu de frente e acabei caindo. Tentei voltar para a prova, mas a pedaleira caiu e não pude completá-la. Estou bem triste, tinha tudo para fazer uma boa corrida, estava andando forte, melhorando meu ritmo a cada dia. Agora é pensar em Curitiba. Vamos pra próxima tentar recuperar os pontos perdidos”, lamentou o jovem piloto de 19 anos.

Texto: Robério Lessa
Foto: Sampafotos/Divulgação

MOTO PREMIUM 2017 - EVENTO INÉDITO VAI REUNIR GASTRONOMIA E MELHORES MOTOS DO BRASIL


Evento inédito reúne gastronomia, as melhores motos do Brasil e muito lazer
                                                                   

Um evento diferenciado no qual o público poderá passar um final de semana divertido e original, pilotando as melhores motocicletas vendidas no Brasil atualmente, desfrutando de uma gastronomia sofisticada, participando de palestras sobre pilotagem segura de motos e harmonização de vinhos, assistindo um desfile de moda especialmente voltado para motociclistas e uma gama incrível de opções de esporte e lazer para toda a família. Esta é a proposta do concurso “Moto Premium Brasil 2017”, em sua primeira edição, que será realizado entre os dias 6 e 8 de outubro no sofisticado Hotel Villa Rossa, em São Roque (SP). Os participantes deste final de semana super especial terão como principal desafio testar as 40 melhores motocicletas premium do Brasil, fabricadas pelas marcas BMW, Ducati, Harley-Davidson, Indian, Honda, Royal Enfield, Triumph e Yamaha, num circuito planejado para esta atividade com total segurança.  Os participantes serão os jurados desta primeira edição do concurso “Moto Premium Brasil” e, em cada modelo, vão avaliar diversos quesitos, como desempenho, design, dirigibilidade, frenagem e estabilidade, entre outros. A partir das notas fornecidas por estes jurados, serão eleitas as melhores motos do Brasil em nove categorias.
                                                                

“Este será o primeiro prêmio de motocicletas realizado no Brasil no qual o consumidor final, juntamente com alguns jornalistas especializados e convidados, elegerá as melhores motos em cada categoria após testá-las num mesmo dia e nas mesmas condições. Será uma oportunidade rara para este consumidor comparar cada marca e cada modelo”, explica Zoraida Lobato, diretora da Market Press Editora, empresa organizadora do concurso e também responsável pela edição da revista especializada Moto Premium. Para participar deste evento, o consumidor precisará comprar um pacote de hospedagem no hotel Villa Rossa, para os dias 6, 7 e 8 de outubro, com direito a pensão completa, incluindo open bar na sexta feira à noite com direito a vinhos, cervejas especiais e música ao vivo, e um jantar de gala no sábado à noite, com música ao vivo, e harmonização de vinhos e pratos servidos com apresentação de Eduardo Viotti, um dos maiores especialistas de vinhos do Brasil e editor das revistas Vinho Magazine e Moto Premium.
                                                                

O pacote também inclui participação em palestra sobre como melhorar a performance como motociclista e um inédito desfile de moda somente com roupas e acessórios pessoais comercializados pelas marcas de motocicletas presentes no evento. Todos também ganharão um convite para participar da grande cerimônia de anúncio dos modelos ganhadores e da entrega dos troféus, a ser realizada ainda em outubro, em São Paulo (SP). Além disso, toda a infraestrutura do hotel estará à disposição dos participantes, como campo de futebol, playground, parede de escalada, spa, clubinho infantil, salão de jogos, academia, piscina coberta aquecida, sala de carteado, sala de snooker, duas piscinas externas climatizadas, adega, jardim de inverno, sala inglesa, boutique, berçário, alamedas para caminhada, quadras de tênis, quadra poliesportiva, lago, pedalinho, caiaque e tirolesa, entre outras atrações.
                                                              

O preço para participar deste evento é de R$ 1.984,00 por pessoa que vai pilotar as motos e R$ 1.218,00 por acompanhante (sem direito a pilotar). Os valores referem-se a apartamentos duplos. Para adquirir o seu pacote e participar do “Moto Premium Brasil”, o consumidor pode ligar direto para a agência Apex Travel, no telefone (11) 3722-3000, ou enviar um email para apex@apextravel.com.br.

                                                                          


MAIS INFORMAÇÕES
g6 Comunicação Corporativa
Eduardo Sanches (eduardo@g6comunicacao.com.br)
www.facebook.com/g6comunicacaocorporativa
Agosto de 2017

terça-feira, 29 de agosto de 2017

SBK: WESLEY GUTIERREZ FOI 4° COLOCADO EM LONDRINA E CORANO PONTUA .



Correndo em casa, Wesley Gutierrez é 4º colocado em Londrina. Corano encerra etapa em 10º.
                                                                     

A Kawasaki Racing Team chegou muito próxima de garantir um lugar no pódio na 5ª etapa da SuperBike, prova realizada neste domingo (27), no Autódromo Internacional Ayrton Senna. Piloto local, Wesley Gutierrez (#15) obteve um grande desempenho no comando de sua Kawasaki Ninja ZX-10R e encerrou a etapa na quarta posição. Já o seu companheiro de equipe, Bruno Corano (#34), enfrentou problemas mecânicos no decorrer da rodada e garantiu apenas a 10ª posição na categoria principal.

Confiante e correndo diante da sua torcida, o londrinense Wesley Gutierrez encarou um final de semana de muita competitividade na primeira rodada do SuperBike Brasil realizada fora do Estado de São Paulo. O piloto da Kawasaki alcançou um bom desempenho nos treinos classificatórios a garantiu a quinta marca no grid de largada com a volta de 1m17s207 na SuperPole.

E esse bom desempenho teve reflexo direto na corrida. Logo no início da prova, Wesley se aproveitou da largada ruim de Eric Granado (#151) e subiu para a quarta colocação. Porém, rapidamente, o adversário da equipe Honda recuperou a posição perdida e abriu vantagem. Apesar disso, Wesley não se abateu. Mesmo voltando para a colocação de partida, o paranaense cerrou o punho e cravou seguidas voltas rápidas. Virando sempre na casa de 1m18s baixo e 1m17s alto, Wesley, gradualmente, reduziu a diferença que o separava de Alex Barros (#4), o então quarto colocado.
                                                                  

Na 14ª volta, Wesley Gutierrez encostou de vez no experiente adversário, buscou o melhor posicionamento e fez a ultrapassagem. Restando apenas duas para o fim da prova, o piloto da Kawasaki conseguiu ainda abrir uma pequena vantagem para Alex Barros e cruzar a linha de chegada em quarto, um segundo à frente do oponente.
                                                                           
  

Enquanto isso, a trajetória de Bruno Corano (#34) na etapa de Londrina teve um desfecho bem diferente. Com problemas mecânicos em sua moto, o piloto precisou trocar de motor e correr com o equipamento original. Desta forma, Corano perdeu competitividade e garantiu apenas a 13ª marca no grid de largada.

E na corrida, Corano não conseguiu melhorar o seu desempenho. Ainda na primeira volta, acabou perdendo duas posições e se manteve em 14º no geral – e 10º na categoria Pro – ao longo de quase toda a prova, posição em que recebe a bandeirada.

Com o resultado na etapa de Londrina, os pilotos da Kawasaki Racing Team mantiveram as suas posições no classificatório geral. Wesley Gutierrez somou 13 pontos e ocupa a quarta colocação no campeonato com 67 pontos. Já Bruno Corano, mesmo com todos os problemas, garantiu seis pontos e encerrou o rodada em 10º, com 23 pontos.

Confira abaixo os cinco primeiros colocados na 5ª etapa da SuperBike, prova realizada no último domingo (27) no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR):

1º - Eric Granado (#151), da Honda Racing Team: 20m39s854
2º - Diego Pierluigi (#84), da Hibridus Club Alex Barros Racing: + 0.901
3º - Diego Faustino (#68), da Honda Racing Team: +3.687
4º - Wesley Gutierrez (#15), da Kawasaki Racing Team: +13.403
5º - Alex Barros (#4), da Hibridus Club Alex Barros Racing: + 14.457
...
14º - Bruno Corano (#34), da Kawasaki Racing Team (10º na categoria Pro): 1 volta atrás


Classificação da categoria SuperBike após a 5ª rodada:

1º - Alex Barros (#4), da Hibridus Club Alex Barros Racing: 98 pontos
2º - Eric Granado (#151), da Honda Racing Team: 86
3º - Diego Faustino (#68), da Honda Racing Team: 81
4º - Wesley Gutierrez (#15), da Kawasaki Racing Team: 67
5º - Diego Pierluigi (#84), da Hibridus Club Alex Barros Racing: 65
6º - José Luiz "Cachorrão" (#51), da Honda Racing Team: 46
7º - Davi Lara Costa (#12), da JC Racing Team: 43
8º - Danilo Lewis (#17), da Tecfil Havoline Racing Team: 36
9º - Massao Nishimoto (#41), da Motonil Motors / Usatec BSB: 23
10º - Bruno Corano (#34), da Kawasaki Racing Team: 23


Gilmar Rose | VGCOM | KRT
F: Agencia VGCOM.

CAMPEONATO ASSEKA DE KART: ERICK NEMEZ VENCEU COM CESAR OTAZÚ EM TERCEIRO QUE CONTINUA NA BRIGA.

Campeonato Asseka de Kart classificou os sete postulantes ao título.

Certame terá mais três etapas para chegar ao campeão.
                                                                         
O Campeonato Asseka definiu no último final de semana (26/8) os sete pilotos que brigarão pelo título de campeão nas três últimas provas da temporada. Após sete etapas, os classificados para o playoff, denominado Grand 7 são Erick Nemez, Alberto Cesar Otazú, Cristian Peticov, Márcio Simão, Valdir Silva, Bruno Escarim e Luan Oliveira.
                                                                   

A sétima etapa, disputada no Kartódromo de Interlagos, teve o domínio de Erick Nemez, que largou da pole position e venceu de ponta a ponta pela segunda vez na temporada. Largando da segunda posição, Alberto Cesar Otazú (Braspress/Pilotech/Alpie Escola de Pilotagem/HTPro Nutrition não conseguiu segurar o catarinense Djavan Roman, que tinha como melhor resultado uma 12ª colocação. Mesmo com um kart com visível falta de potência, o caçula do campeonato terminou em terceiro e ainda estabeleceu a volta mais rápida da corrida.
                                                                        


“Já na tomada de tempos eu percebi que o meu motor estava deficiente, pois fiz o segundo tempo, com a diferença de sete décimos de segundo para o pole position!”, contou Alberto Cesar. “Na corrida, parecia que o Djavan estava com um motor turbinado. Eu era mais rápido em todas as curvas, mas na reta ele me passava por dentro ou por fora, não tinha como se proteger”, continuou o jovem de 16 anos de idade. “O que me restou foi aproveitar o vácuo dele para ganhar o ponto de bonificação pela volta mais rápida”, concluiu o vice-líder do campeonato.
                                                               

As sete primeiras etapas do Asseka eram consideradas classificatórias, e as três últimas etapas serão consideradas como fase final, denominada Grand 7, ou seja, apenas sete pilotos disputarão o título de campeão da temporada. Os pilotos que venceram ao menos uma das corridas nesta fase classificatória - Erick Nemez (2), Alberto Cesar Otazú (2), Márcio Simão (2) e Cristian Peticov (1), foram automaticamente classificados para este playoff. Os outros três - Valdir Silva, Bruno Escarim e Luan Oliveira - foram pelas melhores posições na tabela de pontuação acumulada. Os pilotos do Grand 7 ganharam 400 pontos de bonificação.

O início do Grand 7 será no dia 23 de setembro, no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP).

Os dez primeiros na sétima etapa do Asseka foram: 1) Erick Nemez, 16 voltas em 19min07s552; 2) Djavan Roman, a 3s122; 3) Alberto Cesar Otazú, a 3s809; 4) Vinícius Neves, a 11s062; 5) Cristian Peticov, a 15s449; 6) Valdir Silva, a 15s620; 7) Raymundo Valério, a 15s709; 8) Clóvis Silva, a 19s064; 9) Cristiano Almeida, a 23s957; 10) Paulo Piedade, a 24s185.

Os dez primeiros (extra-oficial) no campeonato Asseka depois de sete etapas são: 1) Erick Nemez, 580; 2) Alberto Cesar Otazú, 562; 3) Cristian Peticov, 545; 4) Márcio Simão, 544; 5) Valdir Silva, 525; 6) Bruno Escarim, 524; 7) Luan Oliveira, 511; 8) Clóvis Silva, 106; 9) Vinicius Neves, 102; 10) Anderson Darc, 97.

Alberto Cesar Otazú tem o patrocínio de Braspress, Pilotech e Alpie Escola de Pilotagem, com apoio de HTPro Nutrition, BraClean, Carnes del Sur, Click Pix Kart, Cazarré Mktcom, LEAG e Studio 67 Design. O jovem apoia as ações da Associação Cruz Verde e Direção para a Vida.


Acompanhe www.facebook.com/albertocesar.otazu

Curta  www.facebook.com/associacaocruzverde

Curta www.facebook.com/DirecaoParaAVida

 Fonte: Master Midia .

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

KART: RODRIGO JAMES HUNT VENCEU MINI ENDURANCE DE KART.

                                                                     
                                                                                  
Prova realizada em 19/08/2017,com ótimo tempo (01.11.655) dentro de uma grande disputa.

James Hunt  esta se preparando para  próxima  etapa do GPCKA , que sera  realizada no kartódromo internacional  Granja Viana  em 24/09/2017;Serão disputadas duas baterias, a principal largara as 18: 00 horas e as 19;00 horas categoria super 100.

Os campeonatos do GPCKA Contam com pilotos de alto nivel tecnico e todos buscando  a vitoria. 

As etapas são bem disputadas, mas quando entram na pista, niguen alivia para ninguem o jogo é muito serio.

Pela categoria principal temos uma tres pilotos na briga pelo titulo;Giusepe Corsi, Henrique Sigoli e Alberto Cesar Otazú.

Já pela Categoria Super 100, Principal temos na briga pelo titulo, Pilotos: David Hilario, Giuseppe Corsi, Fernando Lirio e Lucas Cintra.

                                                                                 

Categoria Principal .

24/09/17 - 18hs - KGV
08/1017 - 18:30 - Interlagos 
2611/17 - 18: 30 - KGV

Categoria Super 100

24/10/17 - 19:30 hs KGV
22/10/17 - 13:hs - KGV
26/10/17 - 19: 30 - KGV.

domingo, 27 de agosto de 2017

RALLY DOS SERTÕES ; COM MUITA POEIRA - BRUNO VARELA E JOÃO ARENA SÃO OS GRANDES CAMPEÕES.

Bruno Varela e João Arena são Campeões do Rally dos Sertões entre os UTV

Dupla com Can-Am Maverick X3 venceu com a vantagem de 7min56s.

A 25ª edição do Rally dos Sertões apresentou em Bonito (MS) novos campeões na categoria UTV. No trecho final do último dia da prova (Sábado - 28/8), a bordo de um Can-Am Maverick X3 a dupla Bruno Varela/João Arena (Can-Am/Divino Fogão/Blindarte/Arisun)

A competição teve início em Goiânia (GO), e depois de sete dias os competidores completaram 3.300 km de desafios.
                                                                       

“Finalmente conseguimos”, comemorou o jovem (21 anos) Bruno, o caçula da ‘Família da Poeira’, que nas duas últimas edições do principal evento do off-road nacional havia terminado em terceiro. “Estamos muito felizes, foi um Rally muito difícil. Com a ajuda dos meus irmãos, do João, meu navegador e de toda a equipe Divino Fogão fomos campeões”. Os seus irmãos mais velhos, Rodrigo e Gabriel Varela terminaram na 11ª e 12ª posições, respectivamente.
                                                                     

A disputa foi muito acirrada e só foi definida no finalzinho da prova. Depois de seis dias e percorridos mais de 2.500 km por três Estados do Centro-Oeste, Bruno Varela e João Arena largaram de Aquidauana (MS) com uma desvantagem de 1min24s que deveriam descontar na última Especial cronometrada, de 240,45 km. E conseguiram. Além de se recuperarem, abriram uma folga de 7min56s sobre Lucas Barroso/Breno Rezende (Can-Am Maverick X3), que ficaram em segundo.
                                                                        

“Gostaria de agradecer muito o meu navegador João Arena, que durante todo o percurso ajudou a me controlar”, afirmou Bruno. “Fizemos uma estratégia muito boa e por isto estamos muito felizes neste momento histórico. O nosso UTV Maverick X3 foi bravo e não deu problema, terminou pronto para mais um Sertões. E o Bruno pilotou bem e mostrou muita maturidade”, enfatiza Arena, engenheiro agrônomo de Botucatu (SP).
                                                                    

O equipamento que a dupla Varela/Arena utilizou neste Rally dos Sertões foi fundamental o sucesso da equipe Can-Am/Divino Fogão/Blindarte/Arisun. “O UTV ajudou muito nessa conquista. Foi perfeito desde o início e não apresentou nenhum tipo avaria mecânica diante dos mais duros desafios. O único contratempo que tivemos foi com as rodas que importamos dos Estados Unidos, mas quando colocamos as peças originais do Maverick X3 resolvemos o problema”, acrescentou Bruno Varela, embaixador da Can-Am no Brasil.
                                                                  

A equipe Divino Fogão Rally Team participou do 25º Rally dos Sertões com uma picape protótipo e três UTVs, contando com uma formação com 60 pessoas, chefiada por Marcus Cotton, com estrutura composta por dois caminhões, um motor-home, dois trailers para 10 pessoas cada um, três camionetes, dois carros e duas motos de apoio.
                                                                               

Após sete etapas, os dez primeiros na classificação final dos UTV no Rally dos Sertões foram: 1) Bruno Varela/João Arena, Can-Am Maverick X3, 25h38min22s61; 2) Lucas Barroso/Breno Rezende, Can-Am Maverick X3, a 7min56s;3) Ismar Junior/André Galvão de Sá, Can-Am Maverick X3 XRS, a 29min43s; 4) Edu Piano/Solon Mendes, Can-Am Maverick X3 XRS, a 35min48s; 5) Marcelo Gastaldi/Claudio Silveira, Can-Am Maverick X3, a 41min54s; 6) Enrico Almeida/Fabio Pedroso, Can-Am Maverick X3, a 57min21s; 7) Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama, Can-Am Maverick X3, a 1h24min56s; 8) Gabriel Cestari/Edgar Fabre, Can-Am X3 XRS, a 1h39min54s; 9) Daniel Mahseredjian/Sano Chermont, Can-Am Maverick X3 XRS, a 1h43min59s; 10) Rodrigo Betti/Daniel crema, Can-Am Maverick X3, a 2h16min35; 11) Rodrigo Varela/Idali Bosse, Can-Am Maverick X3, a 2h37min00s; 12) Gabriel Varela/Gabriel Morales, Can-Am Maverick X3, a 3h04min07s.

A Família da Poeira tem o patrocínio de Can-Am, Divino Fogão, Blindarte, Arisun, e apoio de Colonial Racing e Maccain.

Curta www.facebook.com/DivinoFogaoRallyTeam

Contatos com a assessoria de imprensa:

Tel/WhatsApp: 11-99681.3549 com Otazú

Acompanhe: http://www.sertoes.com/

ALEX BARROS DA HIBRIDOS CLUB LARGA DA PRIMEIRA FILA.

                                  

Em Londrina, pilotos da Híbridos Club Alex Barros Racing garantem primeira e segunda fila no grid.
                                                                       

Alex Barros sai em terceiro, seguido por seu companheiro de equipe, Diego Pierluigi. A disputa neste domingo será às 11h35 com transmissão ao vivo do GloboEsporte.com. José Duarte também garante segunda fila no grid da SuperSport 600cc.Largada da categoria será às 12h36.

A definição do grid de largada da quinta etapa do SuperBike Brasil foi disputadíssima neste sábado (26) no autódromo internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR). Depois de três sessões classificatórias, a Superpole contou com a presença dos dez mais rápidos no acumulado. E os pilotos tiveram dez minutos para buscarem a melhor volta. Na equipe Híbridos Club Alex Barros Racing, o experiente piloto Alex Barros #4 anotou o terceiro tempo e vai sair da primeira fila. Seu companheiro, o argentino Diego Pierluigi #84,também andou forte e sairá em quarto, abrindo a segunda fila do grid. Eric Granado anotou a pole position com o tempo de 1min15s672. Neste domingo (27) a corrida terá sua largada às 11h35 e o site GloboEsporte.com transmitirá ao vivo.

Para Alex Barros, que andou todos os treinos em quinto lugar, o dia foi difícil, especialmente no aspecto da eletrônica, que ainda não está funcionando como deveria. Mas, mesmo com as adversidades, o piloto de 46 anos garantiu o terceiro lugar no grid. O resultado foi positivo para um dia complexo na pista londrinense.  

“Estamos tendo dificuldades aqui. A eletrônica ainda não está funcionando como queríamos, então estamos praticamente sem este item e ‘tirando leite de pedra’ para virar os tempos. No geral o Diego está melhor do que eu, e só não ficou na minha frente na Superpole porque caiu. Outra coisa que também complicou foi o calor. Tivemos quase 30 graus de temperatura ambiente e a pista estava quente, com 53 graus. Com tudo isso, acredito que saímos no lucro com o terceiro e quarto lugares no grid. Amanhã não vai ser fácil e vamos ter que brigar muito”, declarou Alex Barros, dono da Honda CBR 1000RR #4.
                                                               

Diego Pierluigi sofreu uma queda, sem gravidade, durante a Superpole, mas mesmo assim, conseguiu garantir o quarto lugar no grid. Neste domingo, o piloto da Honda #84 tem a expectativa de manter um ritmo forte para buscar mais um resultado positivo na temporada.

“Acertei a moto e fui melhorando em todos os treinos. A eletrônica não funcionou como esperávamos e com isso eu fiquei sem controle de tração, mas tinha uma boa moto para a Superpole. Mas só pude fechar uma volta, pois quando estava abrindo a segunda volta, travou meu pneu dianteiro e sofri uma queda. Não me machuquei e a moto também não danificou, mas se não fosse isso, poderia ter ficado mais à frente. Mesmo assim, estou contente, pois fiquei perto do segundo e do terceiro e a moto tem bom ritmo para a prova. Amanhã tenho que fazer uma largada forte para buscar fazer uma corrida boa”, analisou o argentino.
                                                                      

José Duarte sai da segunda fila na SuperSport 600cc
Na categoria SuperSport 600cc, o cearense José Duarte garantiu o quinto lugar no grid e vai sair da segunda fila. Nas três sessões classificatórias, o piloto andou sempre no Top-5 e se credenciou para a disputa da Superpole. Na disputa que definiu as posições de largada para a quinta etapa, Duarte voltou a acelerar forte sua Honda CBR 600RR #97 e anotou o quinto tempo. A pole ficou com Maximiliano Gerardo que marcou 1min18s496. Neste domingo a largada para as 14 voltas da prova da categoria de 600cc será às 12h36.

“Foi um dia um pouco difícil para mim, demorei um pouco a pegar a mão da pista, mas depois fiz vários testes com a moto e melhorei em muitos pontos. Na Superpole, consegui virar um tempo rápido e estou feliz com o resultado e com o que consegui fazer. Vi que tenho condições de brigar lá na frente. No geral, foi um sábado produtivo e de melhoras. Amanhã, espero largar bem, ficar no primeiro pelotão para buscar a vitória”, contou o cearense que vem evoluindo a cada prova.   

Grids de largada - 5ª etapa do SuperBike Brasil em Londrina: (Top-10)
Categoria SBK
1) 151-Eric Granado (P), 1:15.672
2) 68-Diego Faustino (P), 1:16.932
3) 4-Alex Barros (P), 1:17.034
4) 84-Diego Pierluigi (P), 1:17.051
5) 17-Danilo Lewis (P), 1:17.146
6) 15-Wesley Gutierrez (P), 1:18.077
7) 71-Joelsu Mitiko (P), 1:18.733
8) 41- Massao Nishimoto (P), 1:19.825
9) 6-Jeferson Friche (PAE), 1:20.104
10) 83-Danilo Berto (PA), sem tempo

Categoria SuperSport 600 cc (Top-10):
1) 41-Maximiliano Gerardo (P), 1:18.496
2) 28-Pedro Sampaio (P), 1:19.224
3) 77-Lucas Torres (P), 1:19.541
4) 29-Sebastian Salom (P), 1:19.811
5) 97-José Duarte (P), 1:19.918
6) 9-Andre Verissimo (PE), 1:21.934
7) 52-Rafael Rigueiro (STK), 1:22.531
8) 117-Dudu Costa Neto (PE), 1:23.351
9) 56-Julio Cesar B. Fortunato (PE), 1:23.694
10) 32-Leandro Esposito (PAE), 1:23.759


FGCom
Fernanda Gonçalves / Beatriz de Paula 
fernanda@fgcom.com.br / beatriz@fgcom.com.br 
www.fgcom.com.br

sábado, 26 de agosto de 2017

SUPER BIKE BRASIL: ERIC GRANADO BATE RECORDE DA PISTA E LARGA NA FRENTE NESTE DOMINGO EM LONDRINA.

ERIC GRANADO BATE RECORDE E GARANTE POLE NA 5ª ETAPA DO SUPERBIKE.

Quem é fã da motovelocidade já conhece o nome de Eric Granado. O piloto #151, da Honda Racing Team, vem se destacando até mesmo fora do país e, mais uma vez brilhou em território nacional. Dessa vez ele fez história no SuperBike Brasil 2017, dentro do Autódromo Ayrton Senna, em Londrina (PR), quebrando o recorde da pista durante os treinos classificatórios realizados neste sábado (26).

Até esta manhã, o melhor tempo no autódromo era de seu companheiro de equipe, Diego Faustino, com 1min16s667, recorde estabelecido em outubro de 2016. No entanto, o jovem de 21 anos veio para recuperar o prejuízo da 4ª Etapa e, ao longo do dia, bateu o recorde ao fazer 1min15s672, garantindo, de quebra, a pole position para este domingo (27).
                                                                        

Na linha de frente da SuperBike também largam  Diego Faustino (#68), Alex Barros, #4, da Hibridos Club Alex Barros Racing e Diego Pierluigi (#84), da equipe de Barros.

Na SuperSport/Stock 600, Maximiliano Gerardo, #41, da Ducati Mooca Motul, ocupará o primeiro lugar na largada após ser o mais rápido em todos os treinos do dia. Pedro Sampaio, #28, da Tecfil Racing Team, sai na segunda posição do grid, seguido de Lucas Torres, #77, da PKM Racing.

Depois de acumular bons resultados durante todo o final de semana, Juracy Rodrigues "Black", #56, da Paulinho SBK/Black Day Racing Team, garantiu a pole position para a corrida da SuperBike Light/SuperStock/Evolution1000cc. Quem também sai na primeira fila é Vitor Reis, #25, da PRT - Pitico Race Team e Danilo Berto, #83, da Full Rider Ducati, respectivamente.

Na Yamaha R3 Cup, Eliton Kawakami, #27, da Yamaha Racing, larga na primeira posição, seguido de Guilherme Brito, #19, também da Yamaha Racing e Rafael Traldi, #28, Traldi Racing.

Já na Copa Kawasaki Ninja 300, o grid de largada ficou definido, respectivamente, com Kioman Munoz, #199, da Motonil Usatec; Matheus Barbosa, #260, da Motonil Motors/Usatec BSB e Bruno Ribeiro, #169, da Duda Racing.

Na Copa Honda CBR 500R, o atual campeão, Leonardo Tamburro, #53, da Motoschool Racing, foi o mais rápido dos treinos classificatórios e garantiu mais uma pole position. Arthur Costa, #99, da JC Racing Team, sai na segunda marca do grid e Ademilson Peixer, #43, na terceira.

Danilo Thomaz, #9, da Patricia Lupinetti, começou bem a 5ª etapa do campeonato e sai na primeira posição do grid de largada da SuperBike/SuperSport Escola. Logo atrás estão Juliano Generali, #17, da PRT - Pitico Race Team e Mauro Pesarini, #707, também da equipe de Danilo.

O piloto Matheus Favero, #59, se saiu melhor durante os treinos classificatórios da Honda Junior Cup e vai largar na frente. Já João Vitor Carneiro, #13, sai na segunda posição do grid de largada, seguido de Luiz Felipe de Oliveira, #444.

A 5ª etapa do SuperBike Brasil vai agitar o Autódromo Internacional Ayrton Senna neste domingo (27). A partir das 9h, os fãs da motovelocidade vão acompanhar mais uma prova do campeonato e presenciar diversas disputas nas pistas. A Honda Junior Cup é a primeira classe a entrar na pista, às 9h30. Às 11h30, os pilotos da categoria principal vão acelerar as motos 1000cc e passar a 300km/h na reta do circuito.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO SUPERBIKE BRASIL NO PRÓXIMO DOMINGO (27/08)

 9h30 – Honda Junior Cup
10h10 – Yamaha R3 Cup
10h50 – Copa Honda CBR 500R
11h30 – SuperBike
12h30- SuperSport e Stock 600cc
13h10 – SuperBike Light, Evolution e SuperStock 1000cc
13h50 – SuperBike Escola e SuperSport Escola
14h35 – Copa Kawasaki Ninja 300

Siga-nos também nas redes sociais:
Facebook: facebook.com/Superbikeoficial
Twitter: @SuperBikeBrasil
Youtube: www.youtube.com/superbikebrasil
Instagram: instagram.com/superbikebrasil

Fonte :SuperBike Brasil

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

SUPER BIKE BRASIL TREINOS LIVRES VEJA OS DESTAQUES QUEM SE DEU BEM .

EM DIA DE TREINOS LIVRES, "DONOS DA CASA" SÃO DESTAQUE .

A 5ª etapa do SuperBike Brasil teve largada na cidade de Londrina (PR), no Autódromo Internacional Ayrton Senna. A pista está tomada pelos melhores pilotos do país, que disputarão posições e pontos importantes na tabela classificatória. Por sinal, o circuito tem um forte apelo na competição. Desde 2011, apenas duas etapas foram realizadas no local, ambas na temporada 2015. E o domínio foi absoluto do piloto que corria em casa. Diego Faustino (#68), da equipe Honda Racing Team, atual campeão da categoria SuperBike, venceu as duas rodadas.

E mais uma vez, outro londrinense está na briga pela vitória na categoria SuperBike. Wesley Gutierrez (#15), da equipe Kawasaki Racing Team, vem crescendo no campeonato e segue firme para a disputa desta etapa. O piloto conhece bem a pista e sabe que apesar de ser curto, com 3.145 metros de extensão, o traçado do autódromo é bastante técnico, com trechos que mesclam alta e baixa velocidade e curvas em descida.

Quem também corre em casa nessa etapa e vem se destacando muito no campeonato é Juracy Rodrigues "Black" da categoria Stock. E, temos também, o jovem Leo Manella da Honda Junior Cup.

Nesta sexta-feira os "donos da casa" tiveram destaque nos treinos livres. Na categoria SuperBike, o mais rápido foi Eric Granado, #151, da Honda Racing Team, que completou a volta em 1min16s266. Diego Faustino, #68, companheiro de equipe de Eric, veio na sequência com 1min17s128. O #15, da Kawasaki Racing Team, Wesley Gutierrez, ficou com o terceiro melhor tempo (1min17s794).

Maximiliano Gerardo, #41, da Ducati Mooca Motul obteve a melhor marca na categoria SuperSport (1min19s694). Lucas Torres, #77, da PKM Racing fez a volta em 1min20s324 e Pedro Sampaio, #28, da Tecfil Racing Team concluiu em 1min20s716.

Na categoria SuperBike Light, Peri Zilio Cunha, #58, da Zitto Racing finalizou com a melhor volta em 1min21s293. Vitor Reis, #25, da PRT - Pitico Race Team e Cleber Pires, #76, da Tom Racing, fizeram 1min21s539 e 1min21s653, com segundo e terceiro melhor tempo.

Na Evolution 1000cc, Jean Vieira, #11, da Paulinho SuperBikes, ficou com a melhor volta (1min21s769). Respectivamente, Marcelo Moreno, #77, da Fast Kids/Patricia Lupinetti e Felipe Comerlatto, #186, da Pro Racing Team, fecharam em 1min22s241 e 1min22s334.

Juracy Rodrigues "Black", #56, da Paulinho SBK/Black Day Racing Team atingiu a melhor volta em 1min20s580 na categoria Stock. O segundo melhor tempo ficou com Cleberson Maicher "Alemão", #17 da Pro Racing. E, com 1min24s345, terminou Jeferson Valezin, #46, da Full Rider Ducati.

Danilo Thomaz, #9, da Patricia Lupinetti, fez a melhor marca da SuperBike Escola com 1min23s429. Juliano Generali, #17, da PRT - Pitico Race Team  ficou com o segundo melhor tempo (1min25s454). Seguido dele, Leandro Domingos, #64, também da Patricia Lupinetti cravou 1min26s062.

A Copa Honda CBR 500R trouxe com a melhor volta Leonardo Tamburro, #53, da Honda Motoschool de Talentos (1min30s117). Arthur Costa, #99, da JC Racing Team, veio a sequência com 1min30s637. Ademilson Peixer, #43, fez o terceiro melhor tempo com 1min31s923.

Rafael Traldi, #28, da Traldi Racing, fez o melhor tempo da Yamaha R3 Cup, com 1min32s452. Seguido dele e com a segunda e terceira melhor volta, Guilherme Brito, #19, da Yamaha Racing e Eliton Kawakami, #27, também da Yamaha Racing  (1min32s875 e 1min33s102).

Na Copa Kawasaki Ninja 300, Matheus Barbosa, #260, da Motonil Motors/Usatec BSB, realizou a volta mais rápida com 1min33s827. Kioman Munoz, #199, da Motonil Usatec obteve o segundo melhor tempo (1min34s283). Da equipe Duda Racing Team, Bruno Ribeiro (#169), fechou em 1min34s855.

Na Honda Junior Cup, Matheus Favero, #59 fez o melhor tempo (1min50s192). Luiz Felipe de Oliveira, #444, completou em 1min51s451, ficando com a segunda melhor volta e João Vitor Carneiro, #13, veio na sequência com 1min52s283.

 CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO SUPERBIKE BRASIL NO PRÓXIMO DOMINGO (27/08)

 9h30 – Honda Junior Cup
10h10 – Yamaha R3 Cup
10h50 – Copa Honda CBR 500R
11h30 – SuperBike
12h30- SuperSport e Stock 600cc
13h10 – SuperBike Light, Evolution e SuperStock 1000cc
13h50 – SuperBike Escola e SuperSport Escola
14h35 – Copa Kawasaki Ninja 300

RALLY DOS SERTOES: BRUNO VARELA MUITO CONFIANTE QUER VITORIA ENTRE OS UTV.


Irmãos Varela: Rodrigo (E), Gabriel (C) e Bruno (D) dominam os UTV

Diferença entre os líderes no último dia é de apenas 1min24s.
                                                                        
Gabriel Varela (C) brincando com o seu irmão Bruno e João Arena
A categoria UTV continua emocionante até o último dia do Rally dos Sertões, que termina neste sábado (26/8) em Bonito (MS). Afinal, depois de seis dias e percorridos mais de 2.500 km por três Estados do Centro-Oeste, Lucas Barroso/Breno Rezende (Can-Am Maverick X3) e Bruno Varela/João Arena (Can-Am Maverick X3/Divino Fogão/Blindarte) chegam para a reta final separados por apenas 1min24s.

“Ontem (quinta-feira) estávamos na liderança e hoje caímos pra segundo. Como aconteceu comigo, ainda pode acontecer com os líderes. Hoje tivemos alguns probleminhas, mas amanhã vamos sentar o pau”, avisa Bruno Varela, que nos dois últimos anos terminou a prova mais importante do off-road nacional na terceira posição.

O penúltimo dia de competição foi o mais curto, com 429,45 km entre Coxim e Aquidauana (MS), e com apenas 194,91 km cronometrados. A Especial da sexta-feira (25/8) foi bem travada e dura no início, com trechos de piçarra com muitas pedras e lombas. Na segunda parte da Especial, após a descida da serra, seguiu por estradas mais planas e continuou rápida até o final.

“Foi uma Especial curta, mas difícil. Saímos com 39 segundos de vantagem, no entanto, tivemos algumas dificuldades no primeiro trecho e perdemos muito tempo. No fim, hoje terminamos em terceiro e perdemos dois minutos na Especial toda. A diferença agora é de 1min24s e não vamos relaxar, vamos atrás desta vitória”, completa Varelinha, de apenas 21 anos de idade.
                                                                                     

No fim das contas, a Família da Poeira foi muito bem novamente, com Gabriel Varela/Gabriel Morales e Rodrigo Varela/Idali Bosse terminando o dia logo a seguir, respectivamente em quarto e quinto. “Mesmo comboiando o Bruno nós fomos muito bem. Amanhã vamos manter a nossa estratégia de ficar seguindo ele para o caso de ser necessária alguma ajuda. Estamos torcendo pela vitória do nosso irmão caçula nesta edição histórica do Rally dos Sertões”, torce Rodrigo, o filho mais velho do campeoníssimo piloto Reinaldo Varela.

O 25º Rally dos Sertões ainda vai guardar algumas surpresas para o último dia da prova, exigindo muito dos concorrentes, notadamente de Varela/Arena e Barroso/Rezende, que não poderão aliviar nos 420,78 km entre Aquidauana e Bonito. A sétima Especial de 240,45 km começa bem rápida e segue por fazendas com trechos bem sinuosos, seguido por trechos de trial com muitas pedras. Nos últimos quilômetros, a prova volta a ficar rápida até a chegada. Depois é só se deslocar por 51,71km para comemorar o resultado.
                                                                        

“O Rally dos Sertões é difícil e as vezes ingrato. Já aconteceu várias vezes de a vitória ser decidida nos últimos quilômetros, a favor de quem não estava na liderança. Ainda tem muito chão pela frente e muita coisa pode mudar”, acredita Gabriel Varela.

A equipe Divino Fogão Rally Team participa do 25º Rally dos Sertões com uma picape protótipo e três UTVs, contando com organograma formado por 60 pessoas e estrutura composta por dois caminhões, um motor-home, dois trailers para 10 pessoas cada um, três camionetes, dois carros e duas motos de apoio.

Confira os dez primeiros (extra-oficial) na categoria UTV no sexto e penúltimo dia do Rally dos Sertões 2017: 1) Lucas Barroso/Breno Rezende, Can-Am Maverick X3, 2h11min44s15; 2) Denisio Nascimento/Emilio Rockenbach, Can-Am Maverick X3, 2h13min12s75; 3) Bruno Varela/João Arena, Can-Am Maverick X3, 2h13min47s74; 4) Gabriel Varela/Gabriel Morales, Can-Am Maverick X3, 2h14min45s81; 5) Rodrigo Varela/Idali Bosse, Can-Am Maverick X3, 2h17min18s90; 6) Enrico Almeida/Fabio Pedroso, Can-Am Maverick X3, 2h18min43s14; 7) Ismar Junior/André Galvão de Sá, Can-Am Maverick X3 XRS, 2h19min08s23; 8) Cristiano Batista/Robledo Nicoletti, Can-Am Maverick X3 RS, 2h20min42s70; 9) Edu Piano/Solon Mendes, Can-Am Maverick X3 XRS, 2h21min11s12; 10) Marcelo Gastaldi/Claudio Silveira, Can-Am Maverick X3, 2h21min12s26.

Após seis etapas, os dez primeiros (extra-oficial) na classificação dos UTV são: 1) Lucas Barroso/Breno Rezende, Can-Am Maverick X3, 22h33min18s34; 2) Bruno Varela/João Arena, Can-Am Maverick X3, a 1min24s; 3) Ismar Junior/André Galvão de Sá, Can-Am Maverick X3 XRS, a 36min20s; 4) Edu Piano/Solon Mendes, Can-Am Maverick X3 XRS, a 38min54s; 5) Marcelo Gastaldi/Claudio Silveira, Can-Am Maverick X3, a 39min46s; 6) Enrico Almeida/Fabio Pedroso, Can-Am Maverick X3, a 1h02min55s; 7) Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama, Can-Am Maverick X3, a 1h22min22s; 8) Gabriel Cestari/Edgar Fabre, Can-Am X3 XRS, a 1h41min37s; 9) Daniel Mahseredjian/Sano Chermont, Can-Am Maverick X3 XRS, a 1h46min18s; 10) Rodrigo Betti/Daniel crema, Can-Am Maverick X3, a 2h10min22; 11) Rodrigo Varela/Idali Bosse, Can-Am Maverick X3, a 2h39min55s; 12) Gabriel Varela/Gabriel Morales, Can-Am Maverick X3, a 3h07in30s.

Foto: Magnus Torquato/Fotop

Contatos com a assessoria de imprensa:

Tel/WhatsApp: 11-99681.3549 com Otazú

Acompanhe: http://www.sertoes.com/