sábado, 30 de dezembro de 2017

DRINQUES ARTESANAL NESTE VERÃO

Drinques de Verão :Drinques com cerveja 
artesanal para refrescar no verão.

Que tal sair do lugar comum e experimentar um drinque com cerveja para refrescar nos dias quentes de verão? O brewpub francês Les 3 Brassseurs (ou 3B Brasil ) tem várias opções no cardápio. Vale lembrar que as cervejas artesanais utilizadas são fabricadas no próprio local e dão um toque especial às bebidas. 
                                                                       

Entre as opções, o TANGO leva cerveja Blonde e calda de pêssego ou romã (R$ 14); o PANACHE é feito com cerveja Blonde e soda limonada (R$ 14); o MONACO é de cerveja Blonde, soda limonada e calda de romã (R$ 14)); o LA BLANCHE BANANA tem cerveja Blanche e licor de banana (R$ 15); o RUSSIAN BIÈRE é uma combinação de cerveja Blonde, vodka e limão siciliano (R$ 15); o AZTECA leva cerveja Blanche, tequila José Cuervo Ouro e suco de limão (R$ 15); o LIMONADE STRAWBERRY é de xarope de morango, suco de limão e cerveja Blonde (R$ 15) e o BIRRA COLADA é feito com cerveja Blonde, rum Malibu, suco de abacaxi e suco de laranja (R$ 15).                                                                               

3B Brasil (Les 3 Brasseurs)   Desde 2013 quando a primeira filial da rede de microcervejaria francesa Les 3 Brasseurs chegou ao Brasil, mudou-se o conceito sobre a cerveja produzida pelos franceses. Com grande tradição na fabricação da bebida, bastou pouco tempo e bons goles para o sabor peculiar da cerveja originária do norte da França cair no gosto dos brasileiros. 
                                                                   

No cardápio, cervejas que conquistaram prêmios internacionais - um reconhecimento à dedicação e expertise da marca, que tem quase 60 filiais pelo mundo. Além das fixas, são fabricadas também as com edições limitadas. 
                                                                     

Junto à produção da cerveja artesanal francesa aqui no Brasil, a casa propõe um cardápio variado com cozinha tipo “brasserie”, com grande influência francesa, mas com “aquele” toque brasileiro: uma cozinha simples e convival. Todos os pratos – petiscos, massas, carnes, sanduíches e flammes - têm sugestão de harmonização com as cervejas.
                                                                    

Inspirado em antigas fábricas francesas, o ambiente é apropriado para reunir os amigos em um bom bate-papo ou a família em um saboroso almoço de domingo. Lustre de cerveja, jornais, barris e fotos antigas são alguns detalhes da decoração. O espaço mais concorrido do brewpub é o beer truck com palmeiras, teto retrátil e um caminhão Ford 1928, transformado em um charmoso bar.

3B Brasil | Les 3 Brasseurs 

Rua Jesuíno Arruda, 470, Itaim Bibi - São Paulo/SP

Tel: (11) 3167 -4145

www.les3brasseurs.com.br

www.facebook.com/3brasseursbrasil

Instagram: instagram.com/3brassseursbrasil

Funcionamento: de domingo a quarta, das 12h até 00h; quinta das 12h à 01h; sexta e sábado das 12h às 02h

F: VGCOM

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

SBK : DIEGO VIVEIROS LEVOU DOIS TÍTULOS BRASILEIRO E PAULISTA .

                                                                            
Piloto Diego Viveiros #23 leva contigo para 2018 dois Títulos de Moto Velocidade.
                                                                           

Final do Super Bike Brasil de Moto Velocidade 2017

Focamos na categoria Pro Amador, que larga junto com feras como Eric Granado, Alex Barros e  muitos outros pilotos feras da categoria 1000cc.

Falamos dele Piloto da Tecfil Racing Diego Viveiros , que subiu ão pódio duas vezes consecutivas na final, uma com 2° lugar, mas Viveiros ainda queria fechar na 1° primeira posição e logo na segunda bateria  deu certo.
                                                                         

Mais que merecido levou titulo de Brasileiro e Paulista de 2017 do Super Bike Brasil pela pro amador, que para nossa equipe, que acompanhou ótima campanha do Piloto da Tecfil Racing Team #23 Viveiros.

Sua campanha dentro do campeonato foi realmente inigualável e com certeza sua maquina  respondeu muito bem dentro de cada etapa disputa.
                                                                       


Equipe Tecfil tem muitos pilotos feras, mecânico e chefe de equipe super bacana, que nos sempre são solicito, com nossa equipe.
Entendemos que dentro da categoria Pro Amador só tem o nome, pois o nível técnico dos pilotos são de alto nível.
                                                                            


Piloto  sempre interagindo com seu publico lançou do pódio um boné que esses três feras abaixo  brigaram para pegar, mas o mais forte pegou e ficou feliz .
                                                                   


Fotos : Equipe Gente Fina.

Siga :intragram @juarezfco

Siga : instragrn @ blog gente fina.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

PÓDIOS DA FINAL DO SUPER BIKE 2017

GALERIA DE PÓDIO DA FINAL DO SUPER BIKE BRASIL DE MOTO VELOCIDADE 2017.

Grandes  competidores esportistas, que competem em Duas Rodas seja qual for sua posição no pódio, já e um grande vencedor.

Acesse coluna Motociclismo e veja todos .

Veja todos no link abaixo

sábado, 23 de dezembro de 2017

JUNCOS RACING CONFIRMA CARLOS CUNHA FILHO NA PRO MAZDA EM 2018

                                                                            

Piloto brasileiro fará a segunda temporada na Pro Mazda na equipe campeã do ano passado.
                                                                             

A Juncos Racing confirma, piloto brasileiro Carlos Cunha Filho como um dos seus três pilotos que disputarão a temporada de 2018 na Pro Mazda, categoria de acesso à Fórmula Indy. Carlos Cunha Filho, já “batizado” pela nova equipe como apenas Carlos Cunha, nome de seu pai que também foi piloto, é o terceiro piloto anunciado pela Juncos para 2018. Ele será companheiro de equipe do norte-americano Robert Megennis  e do holandês Rinus Veekay, dois pilotos vindos da categoria anterior à Pro Mazda, a USF2000.

Carlos Cunha Filho, nascido em Campinas, interior de São Paulo, junta-se à Juncos Racing depois de uma temporada onde se destacou como o novato com maior desenvolvimento do ano na Pro Mazda. O jovem brasileiro que completou 18 anos no dia 11 de outubro passado, registrou sete pódios e terminou a temporada em terceiro no campeonato. Sua boa performance também rendeu uma pole position em Mid Ohio e a melhor volta em pista molhada em Watkins Glen.

"É ótimo se tornar uma parte da Juncos Racing", disse Carlos Cunha Filho. "Estou realmente entusiasmado por começar a temporada 2018 com a Juncos Racing. Nos testes de pré temporada pude ver a concentração de todo o time e senti que me tornei parte da família Juncos. Estou confiante de que teremos excelentes resultados no próximo ano e espero aprender e crescer mais com a equipe. Será um grande prazer e também uma grande responsabilidade levar o número 1 no meu carro, graças à Victor Franzoni, Brasileiro campeão do ano passado. Espero devolvê-lo ao time no final do ano".

Carlos Cunha Filho começou a testar com a Juncos Racing no início de outubro no Mid-Ohio Sports Car Course. O piloto brasileiro também fez sua estreia oficial com a equipe para o teste Chris Griffis Memorial no Indianapolis Motor Speedway no primeiro dia com um carro da Pro Mazda. No segundo dia, Carlos Cunha pode conhecer o carro da Indy Lights da Juncos Racing (também campeã da categoria em 2017 com o piloto Kyle Kaiser).

O dono da equipe, Ricardo Juncos, disse: "Estamos entusiasmados em adicionar Carlos (Cunha Filho) ao nosso trabalho no Mazda Road to Indy. Desde o momento em que começamos a testar com ele no início de outubro, vimos que ele seria uma ótima aquisição para a nossa equipe. Carlos foi muito rápido nos testes e até teve uma exibição  impressionante no carro da Indy Lights no teste Chris Griffis. Ele fez uma ótima temporada passada na série Pro Mazda e estamos confiantes de que ele terá esse mesmo ímpeto para a temporada 2018. Quero agradecer a Carlos, sua família, Fernando Avallone da Ava Sports pela oportunidade de trabalhar com ele neste próximo ano! "
                                                                        

O Campeonato Pro Mazda 2018 começa de 9 a 12 de março nas Ruas de São Petersburgo, Flórida.

Para mais informações ou entrevistas com Carlos Cunha Filho, favor entrar em contato

Dinho Leme

dinholeme@uol.com.br

Para mais informações sobre a Juncos Racing





sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

ARENA CROSS : PILOTOS DA KAWASAKI AVALIA MUITO POSITIVO PARTICIPAÇÃO.

                                                                          
Kawasaki Brasil encerra sua participação no Arena Cross 2017
São Paulo, dezembro de 2017 – Lençóis Paulista no interior de São Paulo recebeu a gra
nde final do Arena Cross Brasil 2017. Onde apenas os melhores pilotos convidados pelo evento tem a oportunidade de participar. E os irmãos Lima da EMG Racing | Kawasaki, estiveram juntos entre os escolhidos para a categoria MX Pró. A dupla fez uma boa campanha durante a temporada e comentam como foi o encerramento da temporada na modalidade Motocross. 
                                                                            

Marcello Lima #5 | MXPró
“Fiz uma temporada constante, estava sempre entre os 6 primeiros. O arena é uma competição muito intensa e qualquer erro te tira pontos importantes. Na última etapa eu estava muito bem, tive boas largadas. Mas alguns cometi muitos erros que me tiraram da briga por um boa colocação. Ficando fora do pódio, mais o principal é que colocamos as motocicletas KX 450F em uma competição somente para convidados e com transmissão ao vivo na TV para milhares de espectadores!” 
                                                                       

Eduardo Lima #2 | MXPró 
“Foi um ano bom pra mim, consegui andar sempre entre os ponteiros e as pistas do Arena tiveram uma evolução nessa temporada, ficando bastante técnicas o que é bom para mim e meu irmão. Mas também é preciso contar com boas largadas e com a sorte de não errar nenhuma sessão pois um erro estraga toda a sua noite no Arena. Infelizmente tivemos alguns imprevistos na temporada que atrapalharam nosso resultado final, mesmo assim fui o 7º no ranking final numa prova onde só competiram profissionais de equipes convidadas!” 
                                                                           

Essa foi a última competição da temporada para os pilotos da Kawasaki Brasil, que retornam em março de 2018 com as provas oficiais da próxima temporada! 

                                                                         

Fotos: 
Tiago Lopes | Kawasaki | VGCOM 

Fonte: Agencia VGCOM.

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

KART: PILOTO ALBERTO CESAR FECHA ANO COM CHAVE DE OURO


Kartismo: Alberto Cesar Otazú encerra temporada vencendo.

Jovem terminou o ano subindo 63 vezes ao pódio, com 35 vitórias, largando 32 provas da pole position e estabelecendo 42 voltas mais rápidas.

O kartista Alberto Cesar Otazú (Braspress/Alpie Escola de Pilotagem/HTPro Nutrition/Mega Kart) terminou a temporada de 2017 da mesma forma que começou em janeiro: vencendo. No último domingo (17/12) ele participou como convidado da última etapa do Rotary Kart Club (RKC), no Kartódromo de Interlagos, e largou da pole position e venceu com a margem de 0s937 sobre Fábio Cunha, que conquistou o bicampeonato.
                                                                            
“Foi uma prova muito difícil, pois além dos karts estarem bem equalizados, os três primeiros do campeonato estiveram no meu encalço até a antepenúltima volta. Fiquei feliz com a vitória, mas ainda mais com a acolhida destes rotarianos, que me encantaram”, comemorou no pódio a sua 35ª vitória em 2017.

Na tomada de tempos Alberto Cesar conquistou a sua 32ª pole position do ano, com 0s301 de margem sobre Fábio Cunha, então segundo colocado do campeonato, com quem dividiu a primeira fila. Em terceiro largou Hilheus Wagner (0s304 atrás), terceiro na tabela de pontuação. O líder do certame Fábio Tadeu PL estava largando em quinto, o que prometia uma bela decisão.
                                                                       

“Na realidade o meu kart não estava tão rápido de reta quanto o do Fábio (Cunha) e do Hilheus (Wagner), mas eu peguei um vácuo justamente do Fábio na última volta e garanti a pole”, contou.

Na corrida, a briga pela vitória foi intensa, com Alberto Otazú liderando o maior número de voltas, e Cunha, Wagner e PL grudados em sua traseira o tempo todo. “Na 14ªvolta eu fiz a minha volta mais rápida e percebi que o Fábio aproveitou o meu vácuo e foi oito milésimos de segundo mais rápido. Então resolvi caprichar nas três últimas voltas para abrir uma vantagem segura e garantir a vitória”, explicou o jovem que completou 17 anos recentemente. Com a segunda colocação Fábio Cunha garantiu o título do RKC, enquanto Fábio Tadeu PL ficou com o vice-campeonato ao receber a bandeirada em quarto. Terceiro colocado, Hilheus Wagner manteve o terceiro posto no certame.
                                                                     
   
Ainda no pódio - o 63º do ano -, Alberto Cesar Otazú foi convidado pelos pilotos e organizadores do Rotary Kart Club para participar integralmente do campeonato de 2018, além de compor o time do RKC em algumas provas longa. “Fiquei muito orgulhoso pelo reconhecimento do meu trabalho pelo pessoal do Rotary Club e aceitei o convite. Da mesma forma como já havia aceitado um convite similar da The Heart Racing (THR), para correr no campeonato deles e fazer parte do time no Interclubes e nas 500 Milhas. Fecho o ano com chave de ouro”, festejou.
                                                                        

Confira os dez primeiros na última etapa do RKC: 1) Alberto Cesar Otazú, 17 voltas em 18min01s084; 2) Fábio Cunha, a 0s937; 3) Hilheus Wagner, a 1s310; 4) Fábio Tadeu PL, a 7s831; 5) Samer Ghosn, a 12s048; 6) Sidney Menezes, a 12s589; 7) Fernando Telles, a 12s692; 8) Alejandro Pomponio, a 12s736; 9) Jorge Felipe, a 14s428; 10) Fernando U., a 19s129.

Alberto Cesar Otazú tem o patrocínio de Braspress, Mega Kart, Alpie Escola de Pilotagem e Instituto Desenvolve, com apoio de HTPro Nutrition, Pilotech, BraClean, No Fire Services, Carnes del Sur, Click Pix Kart, Studio 67 Design e LEAG. O jovem apoia as ações da Associação Cruz Verde e Direção para a Vida.

Acompanhe www.facebook.com/albertocesar.otazu

Curta  www.facebook.com/associacaocruzverde

Curta www.facebook.com/DirecaoParaAVida

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

MARGIOTA MUITO FELIZ COM NOVA EQUIPE AN09 DISPUTARA STOCK LIGHT EM 2018

Vinícius Margiota assina com AN09 para a Stock Light em 2018.
                                                                     

O calendário prevê oito etapas, sendo sete rodadas duplas e a final em corrida única valendo pontuação dobrada.

O piloto de Jundiaí (SP) Vinícius Margiota, do Grupo Financial Racing, assinou na manhã desta quarta-feira (20/12), o contrato com a equipe AN09 para as disputas do campeonato da Stock Light em 2018. Vinícius, que fez duas grandes temporadas na Sprint Race na categoria GP foi campeão em 2016 e, em 2017, foram cinco pódios, uma vitória, um segundo lugar e três terceiro lugares, fechando o ano com chave de ouro, disputou até a última corrida do ano com chances de conquistar o título.
                                                                  

“Estou muito feliz em anunciar que no ano que vem vou competir com a nova equipe AN09, do amigo Alexandre Navarro. O time é novo, mas os componentes são tradicionais no automobilismo. Estou certo que iremos nos ajudar e como consequência lutar pelas vitórias desde o começo do Campeonato”, comentou Margiota.

Vinícius acredita que será mais um ano de bastante sucesso a bordo do Stock Light #07. "Tivemos um ótimo ano de resultados expressivos", destaca o piloto de 22 anos. "Sei da importância desse campeonato, por isso a temporada será de muita dedicação para andar na frente", disse o piloto que fez uma etapa inaugural na categoria de acesso à Stock Car no mês de setembro (sexta etapa).

“Estou muito feliz por terminar de forma positiva a temporada. Agradeço a todos os membros da Sprint Race que me ajudaram muito no decorrer da temporada, principalmente ao Thiago Marques por todo o desprendimento e ensinamento transmitido. Aprendi muito e serei sempre grato a eles, bem como, a todos que estiveram conosco neste ano. Como também ao Grupo Financial Racing e da nova equipe AN09 pela acolhida.  Tenho certeza que, em 2018, teremos muitos motivos para comemorar”, finaliza.

A Stock Light


A nova categoria de acesso trará incentivos para seus melhores pilotos: em 2018, serão distribuídos mais de R$ 650 mil em premiação ao campeão e ao melhor estreante do ano, somados. 

O vencedor do título da Stock Light terá subsidiados os custos com inscrição, pneus e aluguel de motor para entrar na Stock Car, por meio de parceria com a Pirelli e a JL. O estreante melhor classificado na pontuação final do campeonato também terá ajuda financeira com os mesmos itens para disputar uma segunda temporada na Light e, assim, buscar o título. 

O calendário prevê oito etapas, sendo sete rodadas duplas e a final em corrida única valendo pontuação dobrada. Todas as provas terão o uso do push to pass – o botão de ultrapassagem – e o pit stop para reabastecimento obrigatório, além da inversão do grid na segunda corrida das rodadas duplas.


Siga-nos nas redes sociais:



Foto: Rodrigo Guimarães

F.  SIG Comunicação - sig@sigcomunicacao.com.br

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

VW MAN LEVA O TRI DE MONTADORAS DA COPA TRUCK

                                                                              
Última conquista do ano veio na decisão do regional Sul/Sudeste em Interlagos.
                                                                           

A VW-Man mandou bem, conquistou o regional Sul/Sudeste e fechou com aproveitamento de 100% a disputa entre as montadoras da Copa Truck. Graças aos bons resultados do encerramento do primeiro ano da categoria neste domingo em Interlagos, a marca alcançou os 174 pontos e deixou a Iveco e seus 146 na segunda colocação. 

A boa campanha de Roberval Andrade, primeiro pole e dono de três vitórias ao longo de 2017, inclusive a de abertura da temporada, e o título de Beto Monteiro na Copa Centro-Oeste contribuíram para fazer da Iveco a principal adversária da VW-Man.
                                                                                 
A VW-Man entrou em Interlagos na ponta da tabela da Copa Sul/Sudeste, mas a briga entre o líder dos pilotos Felipe Giaffone (VW) e Monteiro, que também corriam atrás do anel de ouro e brilhantes que premiou o campeão das copas, tornava o prognóstico imprevisível. No entanto, como os dois conquistaram resultados iguais (uma vitória e um terceiro), acabaram se anulando e as diferenças foram praticamente mantidas. A Scania, que vinha de ótima performance e a vitória de Danilo Dirani em Tarumã, não mostrou o mesmo fôlego em São Paulo e terminou em 3º.

A classificação final das montadoras na Copa Sul/Sudeste:

1 – VW-Man, 174 pontos

2 – Iveco, 146

3 – Scania, 86

4 – Ford, 44

5 – Mercedes-Benz, 39

6 – Volvo, 32


Fotos: Geraldo Carvalho


Fonte: MF2

ARENA CROSS BRASIL JEAN RAMOS É BICAMPEÃO


Jean Ramos é bicampeão do Arena Cross Brasil com a Yamaha YZ450F 

Depois de faturar o tetracampeonato Brasileiro de Motocross na principal categoria, a MX1, a Equipe Yamaha Geração conquista outro importante título nacional 

Jean Ramos conquistou neste sábado, 16 de dezembro, seu segundo título consecutivo do Arena Cross Brasil pela equipe Yamaha Geração Monster Energy, cujas corridas finais aconteceram na cidade de Lençóis Paulista, interior de São Paulo. 

O triunfo de Jean Ramos e sua Yamaha YZ450F começou em abril, na abertura do campeonato, quando piloto e máquina venceram uma etapa complicada, realizada sob muita chuva em Caraguatatuba, São Paulo. 

Na etapa seguinte, em Criciúma, Santa Catarina, o piloto conquistou mais uma brilhante vitória, permitindo que ele abrisse 18 importantes pontos de vantagem na liderança. 

Na terceira rodada, em Ourinhos, São Paulo, Jean enfrentou alguns problemas e viu sua vantagem diminuir para 17 pontos. Mesmo assim, o piloto paranaense seguiu para a etapa final como o favorito ao título da competição. Com sabedoria, controlando as duas baterias da noite para evitar que um erro grave lhe tirasse o troféu, Jean Ramos somou duas vezes os pontos do quarto lugar, o suficiente para que ele se sagrasse bicampeão do Arena Cross. "O Arena Cross é emoção até a última volta. 

Na primeira bateria fui um pouco mais agressivo e na segunda administrei o resultado. Foi uma das provas mais longas da minha vida. Mas graças a Deus deu tudo certo. O campeonato não foi vencido só hoje, mas ao longo de toda temporada. Gostaria de agradecer muito aos patrocinadores e as pessoas que me apoiam sempre. 

Feliz pelo bicampeonato e ano que vem vamos buscar o tri. Agora todas as atenções se voltam para o AMA Supercross, que vou correr nos Estados Unidos a partir de janeiro", disse Jean Ramos tomado pela emoção de sua conquista. Com este resultado em Lençóis Paulista, a Yamaha comemora em 2017 a conquista dos dois principais troféus do motocross nacional, o Brasileiro de Motocross com Carlos Campano e o Arena Cross com Jean Ramos. Fabio Santos, piloto da Yamaha Geração Monster Energy, finalizou a temporada de estreia na 450cc do Arena Cross com a 12ª colocação geral. Na etapa final, Fabinho teve seu melhor desempenho, o sexto lugar na bateria decisiva. 
  
Resultados da final do Arena Cross 2017 
1. Paulo Alberto / 1º-1º nas baterias 
2. Hector Assunção / 3º -2º nas baterias 
3. Humberto Martin / 5º -3º nas baterias 
4. Jean Ramos / 4º -4º nas baterias 
5. Jetro Salazar / 7º -5º nas baterias 

Classificação final do campeonato 
1. Jean Ramos / 126 pontos 
2. Hector Assunção / 117 pontos 
3. Paulo Alberto / 113 pontos 
4. Humberto Martin / 106 pontos 
5. Adam Chatfield / 102 pontos 

Para mais informações, acesse: 

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

KART : ALBERTO OTAZÚ E CAMPEÃO DA FORMULA MASTER DE KART.

Fórmula Master de Kart: Alberto Cesar Otazú vence novamente e é campeão.
                                                                       

Jovem conquistou a quinta pole position, fez a volta mais rápida pela sexta vez e alcançou a sexta vitória consecutiva para ser campeão.

Os números não negam. Desde o mês de agosto Alberto Cesar Otazú (Braspress/Instituto Desenvolve/Alpie Escola de Pilotagem/HTPro Nutrition) vem dominando a Fórmula Master. Primeiro conquistou o título de campeão do Fórmula Master Brasil Festival de Kart e depois não saiu mais do lugar mais alto do pódio. Com a quinta pole position, a volta mais rápida pela sexta vez e com a sexta vitória consecutiva, na noite de quinta-feira (14/12) no Kartódromo de Interlagos o jovem que recentemente completou 17 anos sagrou-se campeão da temporada 2017 da Fórmula Master.
                                                                        

“É uma sensação muito gratificante ser campeão do Fórmula Master, um campeonato extremamente competitivo até a última etapa. Eu trabalhei muito para que esse título fosse possível, e estou satisfeito com os frutos do meu trabalho. Ainda não deu para assimilar muito bem a conquista, mas estou feliz, acima de tudo por fechar o campeonato e o ano com chave de ouro, com barba, cabelo, e bigode novamente”, comentou Alberto Otazú.
                                                                              

Na tomada de tempos Alberto Cesar mostrou que estava focado na conquista do título. Ele garantiu a pole position com a margem de 1s172 sobre Valdo ‘Nenê’ Gregório de Oliveira, o segundo no grid. Depois de largar bem, ele foi abrindo vantagem volta a volta, para receber a bandeirada da vitória com a vantagem de 12s892 sobre ‘Nenê’, que também não foi incomodado na segunda posição. Como que um requinte de crueldade sobre seus adversários, Otazú estabeleceu a volta mais rápida em todas as 16 voltas, culminando com a melhor marca (1min07s027) na última passagem.
                                                                         

“Eu não queria deixar dúvidas sobre a minha capacidade. No decorrer da prova eu já havia garantido o título, mas eu quis ser campeão com as melhores marcas do campeonato, para ser digno do título. Por isto, estou satisfeito e orgulhoso do meu trabalho”, completou o novo campeão.
                                                                   

O retrospecto de Alberto Cesar Otazú na Fórmula Master mostra que ele subiu no em nove oportunidades nas 11 etapas, com seis vitórias, uma terceira, uma quarta e uma quinta posições, além de cinco pole positions e seis voltas mais rápidas. O vice-campeão foi Eduardo Abrantes, que não compareceu na etapa final.

Na categoria Super Sênior o título de campeão ficou para David Simão, segundo colocado na 11ª e última etapa, enquanto o vencedor Valdo ‘Nenê’ Gregório de Oliveira foi o vice-campeão.

Os dez primeiros da Fórmula Master depois de onze etapas foram: 1) Alberto Cesar Otazú, 320 pontos; 2) Eduardo Abrantes, 294; 3) Enzo Sala, 240; 4) João Ferreira, 236; 5) Bruno Viegas, 193; 6) Arthur Hercovitch, 157; 7) André Millan, 151; 8) Marcelo Argenton, 109; 9) Rodrigo Montebello, 97; 10) Yastaro Paulino, 96 pontos.
                                                                     

Os dez primeiros da categoria Super Sênior da F-Master foram: 1) David Simão, 325 pontos; 2) Valdo ‘Nenê’ Gregório de Oliveira, 318; 3) Flávio Perillo, 300; 4) Maurizio Sala, 206; 5) Jean Szepilovski, 200; 6) Paulo Leirer, 182; 7) Sandro Ferrari, 86; 8) Unnion Lee, 73; 9) Binho KTT, 33; 10) Anacleto Freitas, 30 pontos.

Alberto Cesar Otazú tem o patrocínio de Braspress, Mega Kart, Alpie Escola de Pilotagem e Instituto Desenvolve, com apoio de HTPro Nutrition, Pilotech, BraClean, No Fire Services, Carnes del Sur, Click Pix Kart, Studio 67 Design e LEAG. O jovem apoia as ações da Associação Cruz Verde e Direção para a Vida.

Acompanhe www.facebook.com/albertocesar.otazu

Curta  www.facebook.com/associacaocruzverde

Curta www.facebook.com/DirecaoParaAVida

NOTA DE REPÚDIO - MATRIX TRADING -INCIDENTES 500 MILHAS DE KART.



A Matrix Energy Trading - maior trading independente de energia do Brasil e forte apoiadora do esporte a motor nos últimos quatro anos - vem a público manifestar seu total repúdio ao ocorrido na noite deste sábado (dia 16) nas voltas finais das 500 Milhas de Kart, realizadas no kartódromo da Granja Viana, em Cotia (SP).

Como patrocinadora da equipe MDG Matrix, liderada por Felipe Massa e Lucas di Grassi, gostaríamos de ressaltar que somos totalmente contrários a qualquer tipo de atitude antidesportiva e atos de agressão, como infelizmente ocorreram.

Um fato isolado, que tirou o brilho de um grande evento de confraternização e companheirismo, reunindo as principais estrelas do automobilismo nacional.

A Matrix Energy Trading acredita fortemente no apoio ao automobilismo brasileiro e seguirá investindo em projetos de desenvolvimento do esporte e na formação de carreira de jovens talentos do país.

No entanto, faz questão de destacar que jamais concordará com este tipo de atitude dentro de uma competição esportiva, ferindo o espírito de fair play.

Diretoria Matrix Energy Trading

domingo, 17 de dezembro de 2017

GRANDE CAMPEÃO FELIPE GIAFFONE LEVOU A COPA TRUCK 2017


Giaffone é o grande campeão da Copa Truck em 2017

Piloto da VW leva títulos do regional Sul/Sudeste e das copas em Interlagos.

SÃO PAULO – Uma vitória e um terceiro lugar na rodada dupla deste domingo em Interlagos transformaram Felipe Giaffone no grande nome do ano de estreia da Copa Truck nas pistas brasileiras. O piloto da Volkswagen conquistou o regional Sul/Sudeste, terceiro e último da temporada, e de quebra levou também o anel de ouro e brilhantes que premiou o campeão das copas na soma dos pontos das três competições. Num dia de calor intenso e ótimo público nas arquibancadas e áreas de convidados, Roberval Andrade (Iveco) inverteu os resultados de Giaffone e ficou com o vice das duas disputas em aberto, fechando em grande estilo um 2017 aberto com a pole e a vitória na prova inaugural da categoria em Goiânia.
                                                                       

Giaffone cumpriu uma campanha quase irretocável. Estreou ganhando as duas corridas na segunda etapa em Campo Grande, onde Beto Monteiro (Iveco) sagrou-se campeão da Copa Centro-Oeste. Voltou a vencer uma prova tanto em Caruaru quanto em Fortaleza e ficou com o título do regional Nordeste. Chegou à liderança geral e da Sul/Sudeste depois da passagem por Tarumã (RS) e sacramentou o ano de sucesso em São Paulo com a quinta vitória.


Subiu ao pódio acompanhado dos filhos Nicolas e Tito. Debaixo de sol de rachar, lembrou que o trabalho realizado ao longo das duas baterias foi literalmente suado. “A temperatura aumentou demais hoje e fiquei o tempo todo preocupado em olhar os relógios. Também recebia informações sobre a posição do Roberval, já que ele era meu único adversário pelo título das copas”, lembrou. Giaffone saiu na pole na primeira bateria e só deixou a ponta brevemente ao ser ultrapassado pelo parceiro Paulo Salustiano, mas recuperou a posição na mesma volta. Na segunda, largou em oitavo pelo sistema de grid invertido e foi beneficiado por quebras e punições de pilotos que iam à frente. Sem forçar o ritmo, ainda terminou em terceiro grudado no companheiro Renato Martins.

                                                                      

Giaffone lembrou que o fim de semana terá um significado especial em sua longa e vitoriosa carreira. “É uma conquista que ficará para a história, porque estamos concluindo o primeiro ano da Copa Truck. Ela mostrou que chegou para ficar e tem um belo futuro pela frente. Temos ainda alguns ajustes para fazer, é claro, mas o importante é que há muito espaço para crescimento”, analisou. Sobre o sonho do bicampeonato, que passará a ter status de brasileiro, disse que ainda é cedo para projeções. “Eu mesmo ainda nem tenho nada acertado. Este mês foi muito corrido e nem tive tempo para conversar sobre 2018. Agora é que vou me preocupar com isso.”

                                                                    

Feliz como um torcedor do Timão depois de ver o clube ser campeão do Brasileirão, Roberval – cuja equipe representa o Corinthians na Copa Truck - festejou bastante a terceira vitória no ano, número superado somente por Giaffone. Mesmo lutando contra todas as probabilidades, mostrou muita determinação para buscar um resultado que sempre pareceu complicado. Partiu e chegou em terceiro na corrida 1 e foi o quinto e último a liderar o complemento da programação, depois de largar em sexto. Foi outro dos grandes destaques da temporada. Salustiano e Débora Rodrigues completaram o Top 5 da corrida 2.

Os resultados em Interlagos:


Corrida 1


1 – Felipe Giaffone (VW), 12 voltas em 26min42s005

2 – Paulo Salustiano (VW), a 0s272

3 – Roberval Andrade (Iveco), a 1s796

4 – Beto Monteiro (Iveco), a 14s295

5 – Adalberto Jardim (VW), a 23s223

6 – Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 30s351

7 – Renato Martins (VW), a 39s462

8 – Witold Ramasauskas (Man), a 40s848

9 – Débora Rodrigues (VW), a 58s377

10 – Jaidson Zini (Scania), a 59s379

11 – Luiz Lopes (Iveco), a 1min12s191

12 – Pablo Alves (Volvo), a uma volta

13 – Zé Maria Reis (Scania), a uma volta

Não completaram: Fábio Fogaça (Ford), Regis Boessio (Volvo), Danilo Dirani (Scania), Joel Mendes Jr. (Scania), André Marques (Mercedes), Djalma Fogaça (Ford) e Duda Bana (Scania).

Corrida 2


1 – Roberval Andrade, 24min48s188

2 – Renato Martins, a 2s648

3 – Felipe Giaffone, a 2s754

4 – Paulo Salustiano, a 11s075

5 – Débora Rodrigues, a 11s554

6 – Regis Boessio, a 13s243

7 – Luiz Lopes, a 15s251

8 – Adalberto Jardim, a 56s678

9 – Fábio Fogaça, a 1min05s032

10 – Zé Maria Reis, a 2min15s116

Não completaram: Wellington Cirino, Witold Ramasauskas, Beto Monteiro, Duda Bana, Jaidson Zini, Pablo Alves, Danulo Dirani, Joel Mendes Jr., André Marques e Djalma Fogaça.

Classificação final da Copa Sul/Sudeste:

1 – Felipe Giaffone, 87 pontos

2 – Roberval Andrade, 84

3 – Paulo Saluastiano, 62

4 – Adalberto Jardim e Débora Rodrigues, 59

6 – Witold Ramasauskas e Renato Martins, 50

8 – Luiz Lopes, 48

9 – Danilo Dirani, 38

10 – Beto Monteiro, 34


Campeão das copas: Felipe Giaffone, 233 pontos; vice-campeão das copas: Roberval Andrade, 214.

Fabio Davini/MF2

Márcio Fonseca (MTb 14.457)