segunda-feira, 30 de abril de 2018

MAXI GERARDO DA KAWASAKI FOI AO PÓDIO NA TERCEIRA POSIÇÃO SBK



Maxi Gerardo garante 3º lugar na 1ª etapa do SBK Brasil.

JC Kawasaki Racing Team no pódio do Brasileiro de Motovelocidade.

Corrida de ontem - SBK Brasil - 30 de abril de 2018 -   A JC Kawasaki Racing Team ficou muito próxima de abrir a temporada 2018 do SuperBike Brasil com vitória na categoria SuperBike, em prova disputa neste domingo (#29), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). O piloto Maximiliano Gerardo (#41) manteve a liderança por diversas voltas da corrida e, após um pequeno erro, acabou perdendo a ponta e recebendo a bandeirada na terceira posição. Enquanto isso, seu companheiro de equipe, José Duarte (#97), precisou fazer uma corrida de recuperação e encerrou a prova em nono na SuperSport Pro.

Com o céu ensolarado e a temperatura agradável na capital paulista, a 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade rendeu, como já se esperava, grandes emoções e disputas intensas até as voltas finais. Em sua estreia no comando da Kawasaki Ninja ZX-10R de numeral #41, Maxi Gerardo buscou os limites do novo equipamento de 1.000 cilindradas e brigou até o fim pela vitória da SuperBike. Com uma largada excelente, o uruguaio, que largou da terceira posição, ultrapassou os líderes Diego Pierluigi (#84) e Eric Granado (#51) e assumiu a dianteira da corrida ainda nos metros iniciais.
                              

A partir de então, formou-se a disputa que se seguiria até o fim da prova. Um pelotão formado por estes três pilotos e mais Alex Barros (#4) se distanciou dos demais adversários e protagonizou uma série de ultrapassagens com o objetivo de alcançar a ponta. Maxi Gerardo obteve bom desempenho nas voltas iniciais e conseguiu impedir as investidas de Eric Granado na primeira metade da prova. Com um ritmo forte e com os pilotos muito próximos uns dos outros, qualquer erro poderia marcar o fim da briga por uma possível vitória. Gerardo vinha como um dos favoritos nessa disputa. O uruguaio cerrou o punho de sua Kawasaki e manteve suas marcas na casa de 1m37s. Porém, logo na abertura da oitava volta, Maxi perdeu o tempo de frenagem e acabou passando reto na primeira perna da curva do ‘Esse do Senna’. Mesmo conseguindo retornar à pista, perdeu a liderança e caiu para a quarta posição – cerca de três segundos atrás de Barros e de Pierluigi.

A segunda metade da prova se transformou em uma corrida de recuperação para Maximiliano Gerardo. O uruguaio voltou a acelerar forte e cravou seu melhor tempo da corrida em 1m37s138. Esse empenho teve resultado e Maxi voltou a colar nos dois oponentes da equipe Alex Barros Racing. A queda de Pierluigi na 12ª voltou concedeu a terceira posição de graça ao uruguaio, que em seguida passou a pressionar o então vice-líder Alex Barros. Gerardo chegou a tomar a posição, porém, após cometer um novo erro, viu o adversário se distanciar já na penúltima volta. Sem mais tempo para retomadas, Maximiliano Gerardo encerrou a corrida em terceiro e garantiu o pódio.

Enquanto isso, no grid de 600cc, José Duarte (#97) foi o 10º colocado no geral e nono na categoria SuperSport Pro. O piloto de Fortaleza (CE), que largou na 15ª marca, fez um bom início de prova. Duarte acelerou forte sua Kawasaki Ninja ZX-6R e, volta após volta, foi ganhando posições. Na metade da corrida já estava em nono. Porém, perdeu desempenho e se consolidou na 10ª colocação no geral até receber a bandeirada.

Confira abaixo o resultado da 1ª etapa do SuperBike Brasil nas categorias SuperBike e SuperSport:

SuperBike:

1° - Eric Granado (#51), da Honda Racing Brasil: 23min17s911

2º - Alex Barros (#4), da Alex Barros Racing: + 6s460

3º - Maximiliano Gerardo (#41), da JC Kawasaki Racing Team: + 10s061

4º - Pedro Sampaio (#28), da Honda Racing Brasil: + 20s964

5º - Danilo Lewis (#17), da Tecfil Racing Team: + 26s00


SuperSport Pro:

1° - Ton Kawakami (#127), da Yamaha Racing: 21min17s829

2º - Leo Tamburro (#53), da Qatar Racing Team: + 4s316

3º - Fausto "Granton Gallay" (#32), da Yamaha Racing: + 4s714

4º - Lucas Dezeró (#7), da Alemão Pneus: + 12s518

5º - Matheus Barbosa (#260), da Motonil Motors: + 25s113

***
9º - José Duarte (#97), da JC Kawasaki Racing Team: + 41s468

Fotos: Luiz Felipe |Two Wheels | Fala Piloto 

F. Agencia Vgcom

domingo, 29 de abril de 2018

GRANADO VENCE PRIMEIRA ETAPA DO SUPER BIKE ALEX FICA EM SEGUNDO


SUPERBIKE 2018 COMEÇA COM VITÓRIA DE ERIC GRANADO E EMOÇÃO NA 1ª ETAPA

O SuperBike Brasil deu a largada inicial para a temporada 2018! Neste domingo (29), pilotos e equipes entraram em ação no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, para a 1ª etapa do maior campeonato de motovelocidade das Américas. O evento contou com emoção do início ao fim e garantiu muita velocidade para o público presente.

Ao todo, foram sete corridas que agitaram o dia no tradicional circuito da capital paulista. Os fãs de motovelocidade ainda contaram com show de manobras, sessão de autógrafo com os pilotos e visitação aos boxes.

Dada a largada, não faltou disputa na pista!

Na categoria SuperBike, o atual campeão Eric Granado (#51) manteve o domínio na principal divisão do campeonato e faturou a etapa de estreia. O piloto da Honda Racing Brasil cruzou a linha de chegada à frente de Alex Barros (#4), da Alex Barros Racing, e Maximiliano Gerardo (#41), da Kawasaki Racing Team.

Granado iniciou a corrida na ponta do grid, mas passou a primeira metade da corrida vendo os rivais alternarem na liderança. Foi somente a partir da sétima volta que Eric – que estreou nova moto neste fim de semana – reassumiu a primeira posição e liderou até a bandeirada final.

Logo atrás, o veterano Alex Barros protagonizou grande duelo com Gerardo pela segunda posição. Ele levou a melhor sobre o uruguaio, que estreia na categoria SuperBike em 2018 e vinha de duas vitórias seguidas na Copa Pirelli.

Pedro Sampaio (#28), da Honda Racing Brasil, ficou com a quarta posição do grid. Diego Pierluigi (#84), da Alex Barros Racing, vinha brigando forte pelas primeiras colocações, mas sofreu com queda ao longo da corrida e terminou em nono no geral.

"Estou muito feliz. É um início difícil, estou em evolução e a moto está ficando cada vez melhor. Hoje estava muito calor e as condições da pista ficaram difíceis, mas imprimi meu ritmo e abri vantagem para controlar. Tenho que agradecer à Honda e meus patrocinadores. O Alex Barros trocou de moto agora e o Gerardo subiu da SuperSport. Vai ser cada vez mais difícil ao longo do ano, mas tenho que pensar em fazer meu melhor", destacou Eric após a vitória.

Pela Extreme, o destaque foi Rodrigo Dazzi (#146), da Ello Racing, que venceu pela primeira vez na categoria. O piloto já vinha de grande resultado na Copa Pirelli, quando bateu o recorde pessoal em Interlagos. Jeferson Friche (#6), da HG Motos Racing / Sky Comp, e Davi Costa (#12), da JC Racing Team, completaram o pódio.

No grid que contou com motos da SuperBike Light, Evolution e SuperStock, o mais rápido foi Felipe Comerlatto (#186), da Pro Racing Team. Ele faturou a Evo1000 à frente de Pablo Flores Nunes (#28) e Fabricio de Freitas (#131), ambos da Motonil Motors / UsatecBSB.

Entre as motos da Evolution, Bruno Corano (#34), da equipe BMW Motorrad MotorSport, foi o vencedor. Ele liderou a categoria superando Mauricio "Linguiça" (#80) e James Michael (#137) - os dois da Misano Racing Team.

Na SuperBike Light, Marcio Ferreira Bortolini, (#37) da Tecfil Havoline Racing Team, levou a melhor. André Veríssimo, (#93) da Paulinho SuperBikes, e Carlos Sakurai "Kaka", (#13) da Kaka Ks Racing vieram logo na sequência. Raphael "Fletado", (#96) da PRT - Pitico Race Team, e Henrique Poli Junior, (#97) da Errera Racing, fecharam o top 5.

Na Master, Guilherme Neto, (#66) da Pro Racing Team, ficou com a primeira colocação, à frente de Rogerio Gentil, (#31) da HB Automotive/Duda Racing Team, e de Cristiano Nogueira, (#26) da WRT Racing Team. Completaram os cinco primeiros Nelson Gonçalves "Mágico", (#45) da equipe Os Impossíveis, e Célio Campagnolo "WR", (#613) da Qatar Racing Team Brasil.

Outra categoria que começou com briga acirrada foi a SuperSport. Ton Kawakami (#127), da Yamalub Racing, venceu a disputa, que conta com nomes promissores para a temporada. Ele foi seguido por Leo Tamburro (#53), guiando moto da equipe Qatar Racing Team. A terceira posição ficou com Fausto "Granton Gallay" (#32), também da Yamalub Racing.

Na Pro Amador, o vencedor foi Breno Barbosa, (#44) da Pitico Race Team, seguido por Felipe Bazolli, (#790) também da PRT, enquanto Júlio Cesar Neto Parra (#91), da Giant Racing Team, foi o terceiro.

Na Pro Extreme, Luis Ferraz, (#13) da Tecfil Havoline Racing Team, garantiu o primeiro lugar. A segunda posição ficou com Juninho Garcia, (#27) da JR Motos Racing. Henrique Daniel, (#42) da Qatar Racing Team Brasil, foi o terceiro colocado. Na Master, a vitória ficou com Valter Rubino, (#65) da Misano Racing Team.

Cristiano Souza (#200) foi o destaque da Stock 600cc guiando uma moto da equipe Tecfil Havoline Racing Team. Pela RRE Racing, Ricardo Barlete (#33) foi o segundo, enquanto Samuel Salla (#41), da Salla Racing, terminou na terceira posição.

Após dominar todo o fim de semana na 959 Panigale Cup, Massao Nishimoto (#41), da Motonil Motors/UsatecBSB, venceu a corrida da categoria estreante do SuperBike Brasil. Da mesma equipe, Rodrigo "Cabecinha" (#181) ficou na segunda colocação, enquanto Rodrigo Simon (#999) foi o terceiro a bordo de moto da equipe Colorado Doctor Racing Team.

Em corrida emocionante, Arthur Costa (#99), da JC Racing Team, venceu a prova da Copa Honda CBR 500R. Ele ficou à frente do segundo colocado, Ademilson Peixer (#43), da equipe MotoSchool Racing Team, por apenas 0.011s. Na classificação geral, Fabio Florian (#88), da Moretti Racing Team, foi o terceiro, com João Carneiro (#14), da Light Team/Cajuru Racing, em quarto. Fechando os cinco primeiros, Marcelo Moreno "MM" (#7), da equipe Motonil Motors / UsatecBSB.

Pela categoria Pro, Arthur foi o vencedor, seguido por Peixer e Florian, enquanto Indiana Muñoz (#199), da equipe Moretto Racing Team, foi a quarta colocada. Os cinco primeiros foram completados por Marciano Santin (#9), da SantinRacing.

Na categoria Teen, Florian terminou a prova no primeiro lugar. Carneiro (#14) foi o segundo colocado, com Luiz Felipe (#444) em terceiro. Na Light, Carneiro levou a melhor, enquanto Luiz Felipe ficou em segundo, à frente de Raphael Ramos, (#90) da MotoSchool Racing Team.

Pela categoria Extreme, Marcelo Moreno "MM", da Motonil Motors / UsatecBSB, venceu. Marco Bastos "Maça" (#74) ficou na segunda posição pela equipe PRT - Pitico Race Team. A Moretti Racing Team ficou na terceira colocação com o piloto Rafael Touche (#8).

Enzo Valentim (#29), da Misano Racing Team, foi o sexto no grid de largada, mas no fim levou a melhor e venceu a corrida da Yamalube R3 Cup. O piloto da Misano Racing Team superou Lincoln Melo, (#129) da Tecfil Havoline Racing Team, na linha de chegada por apenas 0.054s. O pódio ainda teve Matheus Barbosa, (#260) da Motonil Motors / UsatecBSB, Bruno Cesar Borges, (#51) da PRT - Pitico Race Team , e Kevin Fontainha, (#26) da Moretti Racing Team.

Já na Yamalube R3 Cup Stock, o grande vencedor foi Kaywan Freire "Kaka Fumaça" (#36), enquanto Davi Gomide (#31) ficou em segundo, seguido por Felipe Macan (#54). Humberto Turquinho (#12) e Rodrigo Gregório "Diguinho" (#8) completaram o pódio.

O vencedor da 1ª etapa da SuperBike Escola foi Arthur Gontijo (#7), da Qatar Racing Team Brasil. Na sequência veio Cleber Miranda (#210), da IBMM Racing, com Rafael Ferreira (#512) levando a HG Motos à terceira posição. Marcos Antonio Pereira Junior (#15) foi o quarto colocado entre as 1000cc com moto da Forza Racing. Murilo Tom, (#90) da Moretti Racing Team, fechou o pódio com a quinta colocação.

Na SuperSport Escola, Antonio David "Toninho" (#62), da Forza Racing, garantiu o primeiro lugar. Claudio (#26), da ELB Escola, foi o segundo. Marco Ferreira (#118), da Club Track Day, ficou em terceiro. Walyson Trautenmuller (#86) e Franco Lopes "Mineiro" (#21), da Club Track Day, fecharam a lista dos cinco primeiros.

A prova foi encerrada na terceira volta, após acidente envolvendo os pilotos Walyson Trautenmuller e Edilson Bastos (#144), da Tom Racing Team.

A 2ª etapa do SuperBike Brasil será realizada nos dias 25, 26 e 27 de maio, em Curitiba.

F. Supe bike 

sábado, 28 de abril de 2018

MAXI GERARDO VAI LARGAR DA PRIMEIRA FILA NESTE DOMINGO

Piloto da JC Kawasaki Racing Team, Maxi Gerardo largará em 3º na abertura do Brasileiro de Motovelocidade.

A equipe JC Kawasaki Racing Team alcançou bom desempenho nos treinos classificatórios para a 1ª etapa do SuperBike Brasil, realizados neste sábado (28) no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), e vai largar na primeira fila da categoria SuperBike. O piloto Maximiliano Gerardo (#41) acelerou forte sua Kawasaki Ninja ZX-10R e garantiu a terceira posição no grid com o tempo de 1m36s541. Enquanto isso, seu companheiro de equipe, José Duarte (#97), não teve a mesma sorte. Com problemas na disputa da SuperPole, o piloto de Fortaleza (CE) não conseguiu fechar voltas rápidas e larga na 15º marca do grid da categoria de 600cc e 10º na SuperSport Pro.
                                                          
A estreia do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade promete muitos pegas emocionantes e o uruguaio Maxi Gerardo já entrou nessa disputa como um dos favoritos. O piloto da JC Kawasaki Racing Team voltou a baixar suas marcas neste segundo dia de treinos e se manteve, o tempo todo, na briga direta pela pole position. Gerardo abriu o dia como o quarto mais rápido da SuperBike, com a volta de 1m37s950. Em seguida, ocupou a vice-liderança da segunda sessão, com o tempo de 1m37s049, e se classificou para a SuperPole com a marca de 1m37s007 no terceiro classificatório.
                                                                     

Após reduzir vários décimos volta após volta, Maxi Gerardo iniciou o treino decisivo da SuperPole com o foco centrado em ser o mais rápido na pista de Interlagos. E esse objetivo chegou muito perto de ser concretizado. Logo em sua primeira tentativa, o uruguaio cravou a ótima marca de 1m36s541 – meio segundo mais rápido que anteriormente. Com este tempo, Gerardo ocupou temporariamente a vice-liderança da sessão, porém, sem conseguir melhorar seu desempenho, acabou caindo para a terceira posição. Ainda assim, Maxi Gerardo larga na primeira fila, logo atrás de Eric Granado (#51), na pole, e de Diego Pierluigi (#84), em segundo.
                                                                      

Pela categoria SuperSport Pro, José Duarte (#97) alcançou boa regularidade ao longo dos treinos classificatórios deste sábado. Entretanto, após enfrentar problemas na SuperPole, obteve apenas a 15ª marca no grid geral. O jovem piloto da JC Kawasaki Racing Team voltou a testar sua Kawasaki Ninja ZX-6R de numeral (#97) e buscar os limites do novo equipamento. Nos primeiros treinos do dia, figurou na quarta posição com os tempos de 1m43s740 e 1m44s010. Sem conseguir baixar a sua marca na terceira sessão, José Duarte partiu para a disputa da SuperPole. Porém, o piloto enfrentou problemas e não conseguiu realizar voltas rápidas. Dentre as três tentativas concluídas, fechou a melhor em 1m56s778 e ficou em último no treino decisivo com apenas os 15 mais rápidos.
                                                                          

Finalizados os treinos, a dupla da JC Kawasaki Racing Team retorna à pista de Interlagos, neste domingo (29), para a disputa das corridas válidas pela 1ª etapa do SuperBike Brasil. A largada da SuperSport está programada para às 11h42. Já a principal corrida do dia, da categoria SuperBike, tem início previsto para as 12h32. Todas as corridas serão transmitidas, ao vivo, pelo canal oficial do SuperBike Brasil no YouTube.

Fotos: Luiz Felipe |Two Wheels | Fala Piloto

F. VGCOM

MAXI GERARDO SE MANTÉM A FRENTE NOS TREINOS .SBK 2018


JC Kawasaki Racing Team estreia no Brasileiro de Motovelocidade com Maxi Gerardo na liderança dos treinos da SuperBike
                                                                  

Os pilotos da equipe JC Kawasaki Racing Team tiverem grande desempenho no primeiro dia de testes para a abertura da temporada 2018 do SuperBike Brasil, disputados no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). O uruguaio Maximiliano Gerardo (#41) foi o mais rápido no acumulado dos treinos livres desta sexta-feira (27) e liderou a SuperBike Pro - a categoria de elite da motovelocidade brasileira. Já seu companheiro de equipe, José Duarte (#97), garantiu o quinto tempo dentre as motos de 600 cilindradas da SuperSport.
                                                                        

Logo no treino inicial da 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, os jovens pilotos da JC Kawasaki Racing Team se adaptaram bem aos novos equipamentos da Kawasaki e obtiverem bons resultados na pista de Interlagos. O atual campeão Brasileiro da categoria SuperSport – que neste ano corre pela categoria de 1.000cc –, acelerou forte sua Ninja ZX-10R de numeral #41 e foi o mais rápido nas sessões livres. Maxi Gerardo abriu o dia com a impressionante marca de 1m37s449 e não deu chances aos adversários. Com este tempo, que não foi superado por nenhum oponente, o uruguaio liderou a primeira sessão e também o acumulado do dia. Nos treinos seguintes, Gerardo voltou para a pista mas não conseguiu baixar sua marca. Na segunda sessão fechou 1m38s390 e na terceira, 1m37s995.

Pela SuperSport Pro, José Duarte (#97) alcançou grande regularidade em sua estreia no comando de sua Kawasaki Ninja ZX-6R. O piloto de Fortaleza (CE) se manteve entre os mais rápidos da categoria e cravou sua melhor marca em 1m44s359. Com este tempo, obtido na segunda sessão, Duarte garantiu a quinta marca.
                                                                     

Encerrado o primeiro dia de testes, os pilotos da JC Kawasaki Racing Team retornam ao Autódromo de Interlagos neste sábado (28) para a disputa dos treinos classificatórios que definem a ordem do grid de largada. A SuperPole – treino decisivo apenas com os pilotos mais rápidos – da categoria SuperSport está marcada para as 14h54 e o da SuperBike, logo na sequência, para as 15h07.


F. VGCOM

sexta-feira, 27 de abril de 2018

SUPER BIKE : ALEX BARROS E GERARDO SÃO DESTAQUE NOS TREINOS LIVRES

                                                                         
   
BARROS E  GERARDO SÃO DESTAQUES NOS TREINOS LIVRES DA 1ª ETAPA DO SBK.

Os pilotos do SuperBike Brasil fizeram os últimos ajustes para a 1ª etapa da temporada 2018. Nesta sexta-feira (27), competidores e equipes estiveram no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, para as sessões de treino livre. Esse foi o teste final antes da definição do grid de largada – os treinos classificatórios serão realizados neste sábado (28), partir das 7h.

Os destaques do dia na categoria SuperBike foram Maximiliano Gerardo (#41) e Alex Barros (#4). O uruguaio da JC Racing Team registrou o melhor tempo do dia ao cravar 1m37s449 logo na primeira sessão. Barros liderou os dois treinos seguintes e terminou com a segunda volta mais rápida desta sexta: 1m37s454. O atual campeão Eric Granado (#51), da Honda Racing Brasil, apareceu logo na sequência, ao completar o percurso em 1m37s610.

Entre as motos da Extreme, Alex Borges (#44), da Pitico Race Team, foi dominante ao longo do dia. Ele liderou as três sessões e teve a melhor volta com 1m41s229, à frente de Rodrigo Dazzi (#146), da Ello Racing, e Davi Costa (#12), da JC Racing Team – eles registraram volta em 1m41s273 e 1m41s812, respectivamente.

Pela SuperBike Light, o mais veloz foi Carlos Sakurai "Kaka" (#13), da Kaka Ks Racing, com tempo de 1m43s513. Marcio Ferreira Bortolini (#37), da Tecfil Havoline Racing Team, fechou em 1m43s673, e Fernando Amaral de Alencar (#299), da Forza Racing, completou em 1m44s038.

Na Light Master, Rogerio Gentil (#31), da HB Automotive/Duda Racing Team, foi o melhor ao finalizar em 1m44s076. Em seguida, vieram Guilherme Neto (#66), da Pro Racing Team, com 1m44s477, e Marcos Ramalho (#9), da Pitico Race Team, com 1m45s882.

Na categoria Evo1000, Felipe Comerlatto (#186), da Pro Racing Team, foi o mais rápido do dia: 1m42s329. Ele foi seguido por Fabricio de Freitas (#131), guiando moto da Motonil Motors / UsatecBSB, com tempo de 1m45s425 - mesma equipe do terceiro colocado, Pablo Flores Nunes (#28), que cravou 1m46s086.

Na Evolution, Mauricio "Lingüiça" (#80), da Misano Racing Team, foi o líder: 1m45s113. Bruno Corano (#34) foi o segundo pela BMW Motorrad MotorSport, com 1m45s222. A terceira posição ficou com Edson Luiz (#99), da BMW Grand Brasil - PRT, com melhor volta de 1m46s344.

O mais rápido na categoria SuperStock foi Rodrigo Torroglosa (#55), da HG Motos Racing / Sky Comp, com tempo de 1m46s090. Na sequência, Guto Figueiredo (#18), conduzindo uma PRT - Pitico Race Team, anotou 1m47s035. Fechando os três primeiros colocados, Peterson "Pet" (#6) fez 1m49s614 pela equipe Pro Race Team.

Léo Tamburro dominou os treinos livres da SuperSport. O piloto #53 da Qatar Racing Team Brasil fez o melhor tempo nas três sessões e liderou a categoria com 1m43s636. Atrás dele, vieram Rafael Rigueiro (#52), da Pitico Race Team, com 1m43s743, e Ton Kawakami (#127), da Yamalub Racing, com 1m43s820.

Na SuperSport Pro Amador, Regis Santos (#20), da Pitico Race Team, terminou na frente, com 1m47s623. Gustavo da Silveira "Gão" (#85), da Motonil Motors / UsatecBSB, com 1m48s006, e Júlio Cesar Neto Parra (#91), da Giant Racing Team, com 1m48s811, completaram os mais rápidos.

Pela SuperSport Pro Extreme, Luiz Ferraz (#13), da Tecfil Havoline Racing Team, liderou com 1m47s827. Juninho Garcia (#27), da JR Motos Racing, com 1m48s455, veio em seguida.

Na SuperSport Naked, Rafael Paschoalin (#113), da Yamalub Racing, fez volta em 1m44s399. Valter Rubino (#27), da Misano Racing Team, fechou em 1m55s984 na Master.

Na Stock 600cc, Victor Luciano (#61), da X Moto/EVO Motos Print, teve a volta mais rápida das atividades, com 1m46s417, à frente de Cristiano Souza (#200), da Tecfil Havoline Racing Team, com 1m49s285, e Ricardo Barlete (#33), da RRE Racing, com 1m53s313.

Massao Nishimoto (#41), da equipe Motonil Motors / UsatecBSB, com tempo de 1m45s652, foi o mais veloz do dia na categoria 959 Panigale Cup. O segundo colocado foi Rodrigo "Cabecinha" (#181), da mesma equipe do líder, cravando 1m47s877. Rodrigo Simon (#999), correndo pela Colorado Racing Team, cravou 1m50s877.

Na Copa Honda CBR 500R, o destaque foi Enzo Valentim (#59), da Misano Racing Team, que liderou as duas primeiras sessões e conseguiu volta mais rápida do dia na categoria: 1m55s012. Ele foi seguido por Arthur Costa de Araújo (#99), da JC Racing Team, com 1m55s226, e João Carneiro (#14), da Light Team/Cajuru Racing, com 1m56s956.

Entre as motos da CBR 500R Light, Luiz Felipe (#444), da MotoSchool Racing Team, registrou volta de 1m57s772 e foi o mais rápido. Renan Fui (#62), da Avia Lubrisint Racing, veio na sequência com 1m58s083, e Leonardo Panades (#2), da Alemão Pneus, com 2m00s744, fechou a lista dos mais rápidos.

Pela CBR 500R Teen, Luiz Felipe teve também o melhor tempo, seguido por dois pilotos da Moretti Racing Team – Fábio Florian (#88), com 1m58s792, e Mafe Rocha (#22), com 2m00s289.

Bruno Cesar Borges (#51), piloto da PRT - Pitico Race Team, foi o mais rápido no dia na categoria Yamalube R3 Cup, com tempo de 1m58s499. Kevin Fontainha (#26), da Moretti Racing Team, veio logo na sequência: 1m58s615. Fechando os três primeiros, Rafael Traldi (#28), da equipe Traldi Racing, cravou 1m58s845. Pela Yamalube R3 Cup Stock, a liderança foi de Kaywan Freire (#36): 1m59s771. Humberto Turquinho (#12) ficou na segunda posição, com tempo de 1m59s787. O terceiro foi Davi Gomide (#31), que anotou 2m00s115.

O mais rápido do dia na categoria SBK Escola foi Pedro Buffoni (#170), da Club Track Day: 1m49s636. Saulo Serafim "SERAFA" foi o segundo, anotando 1m50s391. A terceira colocação foi de Arthur Contijo (#7), guiando pela equipe Qatar Racing Team Brasil, com tempo de 1m50s536. Já na SuperSport Escola, Antonio David "Toninho", da Forza Racing (#62), anotou 1m52s542 e foi o melhor do dia. Na sequência vieram Marco Ferreira (#118), com 1m52s912; e Franco Lopes "Mineiro" (#21), 1m54s524 - ambos da Club Track Day.

A categoria Honda Junior Cup teve João Arratia (#26) como piloto mais rápido do dia, com tempo de 2m29s412. Pedro Santos Melo (#10) finalizou na sequência: 2m29s451. O terceiro colocado no somatório das sessões do dia foi Caique Lanna (#91), cravando 2m29s568. 

F: SUPER BIKE 

quinta-feira, 26 de abril de 2018

ESTA CHEGANDO A FORMULA ACADEMY SUDAMERICANA BRASILEIRA

Automobilismo brasileiro ganha Fórmula Academy Sudamericana.

Categoria-escola chega para ocupar lacuna nas categoria brasileiras de monopostos.

Finalmente a nova geração de pilotos brasileiros terá uma nova e excelente opção para o desenvolvimento dos jovens talentosos esportistas do automobilismo nacional. A Linardi Sports, empresa que atua no automobilismo brasileiro há 30 anos lança no próximo dia 2 de maio em São Paulo, a Fórmula Academy Sudamericana com sete provas em território brasileiro (calendário abaixo). O objetivo da categoria é garantir o próximo passo na difícil carreira dos pilotos recém-saídos do kart na busca pelo topo do esporte mundial.

A Fórmula Academy Sudamericana traz os monopostos já conhecidos do meio automobilístico brasileiro, usados na Fórmula Futuro em 2010 e 2011, e a Fórmula 4 sul-americana, de 2014 a 2016. Os carros têm os padrões de tecnologia e segurança europeus e norte-americanos e são construídos pela fábrica francesa Signature seguindo os padrões da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

O chassi Signatech é feito de fibra de carbono, com gaiola, tanque de combustível, cintos e sistema de prevenção contra incêndios fabricados na Europa e Estados Unidos sob licença da FIA. O motor de 1.8 litro e 16 válvulas tem 160 HP, cárter seco, injeção eletrônica e acelerador eletrônico, acoplado à uma transmissão SADEV de cinco velocidades sequencial, também de fabricação francesa.

A Fórmula Academy Sudamericana surgiu também de uma parceria com o piloto e promotor argentino radicado no Uruguai, Gerardo Tato Salaverria, que passou os direitos dos carros da extinta Fórmula 4 sudamericana para a Linardi Sports. “Estou feliz por ver esses carros com tecnologia atual correndo novamente no País conhecido como um dos melhores celeiros de talentos no automobilismo. Tenho certeza que os pilotos brasileiros ficarão felizes com a novidade”, comemora Gerardo Salaverria.

Novo conceito promocional no Automobilismo Brasileiro

A grande novidade da Linardi Sports, empresa que teve equipes nas maiores categorias brasileiras, será o formato das provas do calendário que passará por vários autódromos do País. Muito semelhante aos eventos do automobilismo norte-americano, a Fórmula Academy Sudamericana trará um novo conceito para o público que curte as emoções de disputas em alta velocidade. Na programação de algumas provas deste ano da Fórmula Academy Sudamericana a Linardi Sports promoverá uma serie de atrações para toda a família e amigos do aficionado em esporte a motor.

As atrações começam pela parceria com uma das mais famosas duplas da música brasileira: Fernando e Sorocaba. “Nosso projeto promove a corrida como um evento de entretenimento nos mesmos moldes do automobilismo norte-americano. Pretendemos colocar atrações dentro do autódromo no final de semana das provas onde o público poderá se divertir com seus familiares”, conta animado o promotor Linneu Linardi da Linardi Sports.

Cobertura de Televisão

A Fórmula Academy Sudamericana terá a transmissão do canal especializado BandSports com a prova e imagens editadas para ir ao ar no domingo seguinte ao da prova. Todas as corridas terão apresentação dos pilotos, equipes e seus patrocinadores na abertura da transmissão, garantindo de cara o retorno televisivo dos patrocinadores de cada piloto. “A Fórmula Academy Sudamericana pretende ocupar a lacuna que existe há alguns anos no automobilismo brasileiro que hoje ainda tem categorias com custos perto de 1 milhão de reais ou mais. Nossa intenção é profissionalizar cada vez mais o esporte e dar oportunidade aos jovens pilotos para desenvolverem o potencial que adquiriram com o kart”, lembra o promotor Linneu Linardi. Com participações em várias categorias como a Fórmula Atlantic nos Estados Unidos, Stock Car Light e Mercedes-Benz Challenge no Brasil, o promotor frisa que o interesse da categoria é acima de tudo o piloto. “A peça principal para nós é o piloto e faremos tudo para a promoção do talento de cada um na pista”, completa Linneu Linardi.

A Fórmula Academy Sudamericana utilizará o sistema de monogestão, que proporcionará condições técnicas iguais para todos os pilotos, como logística, suporte em pista, organização e manutenção, para garantir ao piloto as melhores condições para treinos e corridas do fim de semana.

O formato dos finais de semana conta com treinos livres e classificatórios e duas corridas. O grid da segunda prova tem os seis primeiros colocados na primeira com inversão de posições. O sistema de pontuação segue o critério da Fórmula 1: 1º 25 pontos, 2º 18, 3º 15, 4º 12, 5º 10, 6º 8, 7º 6, 8º 4, 9º 2, 10º 1 ponto. A melhor volta e o pole position de cada corrida recebem um ponto.

O carro

Chassi

Projetado e construído com padrões de tecnologia e segurança da FIA: chassi Signatech de fibra de carbono, bicos, gaiola, tanque de combustível, cintos, sistema de prevenção contra incêndios, todos feitos na Europa e nos EUA sob licença da FIA.

Motor

1.8 de 16 válvulas 160 HP, cárter seco, injeção eletrônica e acelerador eletrônico.

Câmbio

Câmbio SADEV de cinco velocidades sequencial.

Volante

O volante é semelhante ao das principais categorias mundiais, sensores de aquisição de dados de parâmetros de motor, força G, longitudinal e transversal, velocidade, posição do volante, posição do acelerador e pressão dos freios.

Freios

Marca Alcon – fabricação inglesa com discos ventilados nas quatro rodas.

Calendário FORMULA ACADEMY SUDAMERICANA

Rodadas duplas – serão sete etapas no Brasil e a última em Montevideo, Uruguai.

20/05 Interlagos – SP – 1ª etapa

10/06 Cascavel – PR – 2ª etapa

22/07 Londrina PR – 3ª etapa

19/08 Curitiba ou SP – 4ª etapa

23/09 Campo Grande – MS – 5ª etapa

14/10 Velo Cittá – RS – 6ª etapa

25/11 Interlagos – SP – 7ª etapa

09/12 – Montevideo – UY – 8ª etapa

F: Dinho Leme : Comunicação

SBK : PILOTO JOSÉ DUARTE MUITO FELIZ VAI COMPETIR PELA JC KAWASAKI RACING TEAM

José Duarte vai competir pela JC Kawasaki Racing Team em  2018 

¨Estava sentindo falta disso¨

Prova de abertura da temporada do maior campeonato de motovelocidade das Américas acontece neste domingo (29) em Interlagos.

Neste fim de semana o autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), vai receber as feras da motovelocidade brasileira para a abertura da temporada 2018 do SuperBike Brasil, e o Ceará, mais uma vez vai estar representado por José Duarte, que desta vez estreia em uma nova equipe, a JC Kawasaki Racing Team.

Vice-campeão brasileiro em 2016 nas 500 cilindradas, Duarte, que conta com o apoio da Le Santé, Capacetes Shark e Prefeitura Municipal de Maranguape, vai pilotar sua Kawasaki Ninja 600R na categoria SuperSport 600.

Após seu acidente no dia 24 de setembro de 2017, em Curitiba, também na SuperSport 600, o Campeão Nordestino já mostrou que é capaz de voltar a andar na frente e, em março deste ano, venceu a Copa Pirelli nas categorias 600 cilindradas largando da pole position e cravando a melhor volta.

Chamado de “O Guerreiro de Maranguape”, em alusão à cidade onde mora no Ceará, o jovem piloto de 20 anos parece ter nascido para superar barreiras e, desde que começou a pilotar, aos 14 anos de idade, cada dia que passa é uma etapa vencida em sua vida dedicada ao objetivo de ser um piloto rápido, constante, competitivo e vencedor.

Mais experiente, José Duarte embarca nesta quinta (26) para São Paulo, ao lado do Pai e ex-piloto Wagner Duarte, sua grande inspiração e maior incentivador, e renova seu ânimo quando percebe que vai começar mais uma temporada, dando início à toda aquela correria de sair da faculdade, se preparar fisicamente, ir para nutrólogo, pilates, arrumar a mala e despedir-se de sua mãe Paula Duarte com um forte abraço e a esperança de trazer de volta para casa um bom resultado para ser comemorado em família.

“Vai começar tudo de novo. Estava sentindo falta disso. No começo do ano meu pai me permitiu participar da Copa Pirelli e pude provar para mim mesmo que seria capaz de andar rápido novamente. Etapa vencida, agora temos a chance de começar em uma casa nova, novos profissionais, um time forte, um time experiente com um piloto na categoria principal que é o Maximiliano Gerardo, e sei que vou poder aprender com ele também. Vamos trabalhar a partir do primeiro minuto e ver o que podemos trazer desta etapa. Quero agradecer ao meu pai, minha mãe e toda minha família. Estou de Volta, e com fé em Deus, vou continuar minha carreira, vou poder dar sequencia aquilo que amo e que me realiza”, afirmou José Duarte.

Ao ver a felicidade estampada no sorriso largo do filho, Wagner emociona-se e poupa as palavras, mas o breve silêncio é rompido por uma frase que diz muito do amor de pai e filho, da relação de pai piloto que respeita o desejo do filho piloto. “Qual pai não quer seu filho feliz?”, disse.  

Depois, contendo a emoção falou. “Ele escolheu esse caminho e eu só tenho que apoiá-lo, Eu e a Paula (sua mãe) estaremos ao seu lado para tudo e sempre. Agora é hora de começar. Quero agradecer a confiança da JC Kawasaki Racing Team por acreditar no Duarte, e espero que possamos, juntos, fazer um bom trabalho”, completou.

José Duarte iniciou na motovelocidade em 2014 nas 250 cilindradas, na qual disputou também a temporada de 2015. Em 2016 transferiu-se para as 500 cilindradas e em 2018 inicia seu segundo ano nas 600 cilindradas.  É campeão Cearense e Nordestino das 250 cilindradas em 2014. Campeão Cearense e Nordestino das 600 cilindradas em 2016. Vice-Campeão Brasileiro das 500 cilindradas em 2016. Campeão Nordestino das 600 cilindradas em 2017. Vice-Campeão Cearense das 600 cilindradas em 2017

F: Roberio Lessa 

terça-feira, 24 de abril de 2018

MOTO : CONFIRMADO ALEX BARROS E DIEGO PIERLUIGI NAS DISPUTAS 2018


Alexandre Barros e Diego Pierluigi serão os pilotos da equipe Alex Barros Racing no SuperBike 2018.

Temporada que terá oito etapas começa neste fim de semana no autódromo de Interlagos.

Neste fim de semana, dias 28 e 29 de abril, começa no autódromo de Interlagos, a temporada 2018 do SuperBike Brasil. E a equipe Alex Barros Racing está muito motivada para mais um ano de disputas em um dos maiores eventos de motovelocidade das Américas. Para tentar o título inédito no campeonato, o elenco será representado por Alexandre Barros, atual vice-campeão da competição e ex-piloto da MotoGP, com 276 largadas em mundiais. E, ao seu lado, estará o argentino Diego Pierluigi, piloto também bastante experiente, e que já vem defendendo as cores da equipe desde 2016, sempre com bons resultados.

Aos 47 anos, Alexandre Barros vai novamente fazer uma temporada regular. Em 2017, o piloto e chefe do time que leva seu nome, voltou a competir, depois de dez anos de ‘aposentadoria’. E conquistou o vice-campeonato da categoria SBK Pro. Agora, ele vem com ainda mais vontade e ritmo para tentar o título.  

“Estamos muito animados e ansiosos para mais uma temporada. Pensamos bastante, e decidimos que vou correr novamente. Acredito que será bom para mim e para a equipe. Sinto-me muito bem e queremos estar bastante competitivos, desde a primeira etapa. Estamos trabalhando muito para que tudo fique pronto. Vamos competir a bordo das máquinas BMW S 1000 RR, e apesar de já termos atuado com elas, estaremos com os modelos 2018, e sempre tem os ajustes a serem feitos. Mas, a nossa motivação é grande”, diz o Vovô Barros.

Diego Pierluigi será o outro representante da equipe Alex Barros Racing. O argentino tem se mostrado bastante competitivo e na última temporada ficou em quinto lugar na tabela de classificação. Pierluigi é um piloto bastante consciente, experiente e equilibra bem técnica e ousadia. Além disso, ele já competiu com a moto BMW S 1000RR (em 2016, quando participou de seis provas e venceu três), demonstrando rápida adaptação ao equipamento. O piloto natural de Bueno Aires também está animado.

“Tenho boas expectativas para mais um ano de disputas no SuperBike Brasil. Fiz uma pré-temporada muito boa. Tenho treinado bastante, e acredito que estou em minha melhor forma física. Fico feliz de voltar a correr com a BMW. É uma moto que se adapta melhor à minha pilotagem. E a equipe também já tem bastante experiência com o equipamento. Isso nos dá mais tranquilidade para trabalhar. Acredito que temos boas chances de sermos competitivos. Estou muito ansioso para voltar ao Brasil e acelerar novamente”, comenta Pierluigi.

MOTO VELOCIDADE TUDO PRONTO E NESTA SEMANA BICHO VAI PEGAR


PRO MAZDA :CARLOS CUNHA SOBE ÃO PÓDIO NO ALABAMA E JÁ FOCA INDIANÁPOLIS


Carlos Cunha Filho sobe novamente ao pódio da Pro Mazda
                                                                           

Piloto brasileiro teve problemas na primeira corrida e foi terceiro na prova de domingo.

Para quem gosta de piso molhado como o piloto brasileiro Carlos Cunha Filho, o tempo nublado da manhã deste domingo (22) foi até motivo de alegria depois de ter terminado a corrida de um sábado ensolarado na décima posição. Na segunda prova, Cunha Filho perdeu três posições na largada caindo para sétimo e dando a impressão de que já estaria com um final de semana comprometido. Mas, da metade para o fim da corrida, Cunha Filho usou de sua habilidade no piso molhado e atacou seus adversários até recuperar a terceira posição que lhe deu o segundo pódio da temporada. “Foi um final de semana maluco e fizemos vários tipos de acertos durante os três dias. Ao contrário da grande maioria dos pilotos que vieram da USF2000, eu não conhecia esse circuito e na primeira prova fiquei meio perdido. Terminamos com um pódio e acho que foi um final de semana de muito aprendizado. Temos muito campeonato pela frente”, declarou Carlos Cunha Filho na coletiva de imprensa.
                                                                             

A prova de sábado foi vencida pelo norte-americano Parker Thompson (Exclusive Autosport) e a segunda no domingo pelo inglês Scott Harrison (RP Motorsport Racing) que disse estar acostumado com o clima instável de seu país de origem e por isso não se sentiu prejudicado pela chuva fina.

A próxima etapa do Pro Mazda Championship está marcada para dias 10 a 12 de maio no Grand Prix Circuit, traçado misto de Indianápolis.

Outro brasileiro que participa da Pro Mazda, Rafael Martins (Team Pelfrey) foi oitavo e sexto respectivamente na rodada dupla do GP do Alabama.
                                                                     
Resultado da 1ª prova (para os seis primeiros)

Parker Thompson (CAN) Exclusive Autosport 34min10s658
Scott Harrison (ING) RP Motorsport Racing + 5,226
David Malukas (EUA) BN Racing + 18,116
Andres Gutierrez (EUA) Team Pelfrey + 18,471
Rinus Veekay (HOL) Juncos Racing + 19,401
Rafael Martins (BRA) Team Pelfrey + 21,482
Carlos Cunha (BRA) Juncos Racing + 30,074
Resultado da 2ª prova (para os seis primeiros)

1.Scott Harrison (ING) RP Motorsport Racing 42min11s301

Parker Thompson (CAN) Exclusive Autosport + 0,740
Carlos Cunha (BRA) Juncos Racing 1s720 + 1,487
Rinus Veekay (HOL) Juncos Racing + 1,907
David Malukas (EUA) BN Racing + 2,345
Robert Megennis (EUA) Juncos Racing + 3,776
Classificação do Pro Mazda Championship

Parker Thompson (CAN) – 102 pontos
Rinus Veekay (HOL) – 98 pontos
David Malukas (EUA) – 79 pontos
Scott Harrison (ING) – 77 pontos
Carlos Cunha Filho (BRA) – 75 pontos
Sting Ray Robb (EUA) – 58 pontos

F: Dinho Leme - Comunicação

segunda-feira, 23 de abril de 2018

GINCANA DO CAMINHONEIRO É NESTA SEMANA EM MONTES CLAROS

VAI SER DADA A LARGADA PARA A TEMPORADA 2018 DA GINCANA DO CAMINHONEIRO!
                                                                 

Primeira etapa classificatória da disputa deste ano acontece no Posto D´Angelis, em Montes Claros, de 27 a 29 de abril.

Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, será destino certo para centenas de caminhoneiros nesta Entre os dias 27 e 29 deste mês, a cidade sediará a primeira etapa da 28ª edição da Gincana do Caminhoneiro, competição amadora voltada aos profissionais da estrada, que vai contemplar o grande vencedor com um caminhão da linha IVECO Tector.
                                                                        
A organização da prova – que conta com promoção da Revista Caminhoneiro, patrocínio da IVECO (marca da CNH Industrial) e apoio da IVECO Peças, FPT Industrial e do Banco CNH Industrial – estima que durante três dias, mais de 500 motoristas profissionais categorias C, D ou E mostrem suas habilidades no comando de um caminhão Tector. Tudo sob os olhares atentos de uma equipe de cronometristas homologada pela CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo, que contará com fotocélulas para garantir a precisão dos resultados.
                                                                     

A prova tem início com um teste de garagem, no qual os participantes manobram o caminhão num espaço demarcado pela organização. Na sequência, mostram suas performances numa prova de slalom, que consiste em percorrer um percurso pré-estabelecido, num zigue-zague entre cones, procurando registrar o menor tempo possível e sem derrubar nenhum cone. Os competidores fazem a prova no mesmo caminhão IVECO Tector oferecido pela organização, garantindo a condição de igualdade aos competidores.

Vale explicar que a Gincana é dividida em seis etapas classificatórias, realizadas de abril a outubro de 2018. Os caminhoneiros se inscrevem na hora, gratuitamente. Em cada uma das etapas, classificam-se os caminhoneiros que obtiverem os três melhores tempos. Na grande final, os dezoito “bons de braço” classificados ao longo do ano, disputam o tão cobiçado prêmio: um caminhão da linha IVECO Tector.

Além da competição, a 28ª Gincana do Caminhoneiro inclui a apresentação do aplicativo Parada das Estradas, serviço de utilidade pública na qual os estradeiros podem compartilhar informações sobre postos, locais para descanso, abastecimentos, por exemplo.

O evento conta ainda com a participação da Polícia Rodoviária Federal, com campanhas para um transito mais seguro, e com a presença de equipe de enfermagem para orientações sobre a saúde e bem-estar do caminhoneiro.

Na noite do domingo, 29 de abril, serão apresentados os três caminhoneiros classificados na etapa, que participarão da grande final do evento, prevista para acontecer no Paraná, em outubro.


A primeira etapa da 28ª Gincana do Caminhoneiro acontece de 27 a 29 de abril, no Posto D´Angelis (Rod. BR-251, km 516,2), em Montes Claros/MG, das 8h às 18h.

De acordo com a fila de espera, as inscrições podem ser encerradas antecipadamente.

@comunicacaolilas

nubia@lilascomunicacao.com.br