domingo, 18 de agosto de 2019

SALUSTIANO FAZ BONITO: MELHOR VOLTA VITÓRIA E LIDERANÇA DO CAMPEONATO

Beto Monteiro e Paulo Salustiano vencem com casa cheia em Santa Cruz do Sul.
                                                                      

Com uma vitória e um terceiro lugar, Salustiano sai do interior gaúcho rumo à Rivera, no Uruguai (palco da próxima etapa) na liderança da Terceira Copa, cinco pontos à frente de Leandro Totti.
                                                                           

A Copa Truck abriu neste domingo a Terceira Copa da temporada 2019 com casa cheia, tempo bom (ao contrário da chuva que foi prevista desde o início da última semana) e vitórias de Beto Monteiro e Paulo Salustiano no circuito de Santa Cruz do Sul (RS). Ambas as provas tiveram de tudo: falhas mecânicas cinematográficas, muitas trocas de tinta e lances que provocaram polêmicas entre os pilotos.
                                                                   

Largando da pole na corrida 1, Beto foi pressionado o tempo todo por Leandro Totti e Paulo Salustiano. Porém, com sangue frio e muita habilidade, o piloto da Volkswagen conseguiu se presentear pelo aniversário de 43 anos (completados neste domingo) com a quinta vitória na temporada em dez corridas realizadas - fazendo dele o nome a ser batido em 2019.
                                                                             

"Realmente sofremos um pouco no fim de semana, somamos nossa primeira pole no ano, o caminhão se comportou muito bem nessa primeira parte da corrida. Este é meu melhor ano profissionalmente e está sendo fantástico. Busquei somar o máximo de pontos, mas não consegui render na segunda corrida. Mesmo assim, saio animado daqui", comentou o piloto pernambucano da Volkswagen.

Já a segunda corrida teve o piloto da casa Régis Boessio largando na ponta por causa do grid invertido. O gaúcho bem que tentou, mas não foi páreo para os concorrentes e foi desabando na tabela após a terceira volta. Coube então a Felipe Giaffone e Paulo Salustiano dominarem o espetáculo e protagonizarem o momento mais polêmico do fim de semana.
                                                                      

Em uma disputa dura, com direito a um enrosco no fim da reta principal, Salustiano conseguiu efetuar a ultrapassagem após os dois esparramarem para a área de escape da curva 1. Giaffone não escondeu a insatisfação pelo incidente, enquanto Salustiano seguiu livre para somar seu terceiro triunfo neste ano.

"Estou emocionado e feliz com essa vitória. Foi uma batalha difícil. Tentei ultrapassá-lo, tomei um toque na traseira, acabamos nos enroscando, mas deu tudo certo e a equipe está de parabéns. Agora é comemorar!", comentou Salu, que sai de Santa Cruz do Sul como maior pontuador e líder da Terceira Copa com 36 pontos, cinco a mais que Totti, quinto na prova 2.
                                                                   

O fim de semana também contou com quebras espetaculares, com direito a muita fumaça, óleo e peças voando: casos de Adalberto Jardim no sábado e Roberval Andrade, Débora Rodrigues e Luis Lopes no domingo - o que chegou até a provocar o fim da primeira prova com Safety Car na pista para a limpeza do óleo no traçado.
                                                                       

Agora, a Copa Truck faz um intervalo de 15 dias até a prova que define a Terceira Copa em Rivera, no Uruguai - única prova internacional de 2019. Confira abaixo os resultados complets do fim de semana:

Corrida 1
1. Beto Monteiro (Volkswagen) - 11 voltas em 25min53s631
2. Leandro Totti (Mercedes-Benz) - a 2.674
3. Paulo Salustiano (Volkswagen) - a 3.850
4. Wellington Cirino (Mercedes-Benz) - a 6.020
5. Renato Martins (Volkswagen) - a 6.952
6. André Marques (Mercedes-Benz) - a 8.009
7. Felipe Giaffone (Iveco) - a 9.814
8. Regis Boessio (Volvo) - a 12.271
9. Luis Zapellini (MAN) - a 13.799
10. Jaidson Zini (Iveco) - a 15.549
11. Djalma Pivetta (Iveco) - a 16.610
12. Pedro Paulo (Mercedes-Benz) - a 18.138
13. José Augusto Dias (Volkswagen) - a 18.808
14. Danilo Alamini (Iveco) - a 39.111
15. Djalma Fogaça (Ford) - a 3 voltas 
16. Débora Rodrigues (Mercedes-Benz) - a 3 voltas
17. Clodoaldo Monteiro (MAN) - a 3 voltas

Melhor volta: Beto Monteiro, 1min44s481

Corrida 2

1. Paulo Salustiano (Volkswagen) - 14 voltas em 25min25s385
2. Felipe Giaffone (Iveco) - a 8.394
3. André Marques (Mercedes-Benz) - a 10.410
4. Wellington Cirino (Mercedes-Benz) - a 10.722
5. Leandro Totti (Mercedes-Benz) - a 11.036
6. Regis Boessio (Volvo) - a 12.987
7. Pedro Paulo (Mercedes-Benz) - a 13.467
8. Clodoaldo Monteiro (MAN) - a 20.805
9. Luis Zapellini (MAN) - a 22.822
10. Renato Martins (Volkswagen) - a 28.502
11. Beto Monteiro (Volkswagen) - a 31.270
12. José Augusto Dias (Volkswagen) - a 53.190
13. Djalma Pivetta (Iveco) - a 1:08.331
14. Danilo Alamini (Iveco) - a 1:34.733

Melhor volta: Paulo Salustiano, 1min46s815


Classificação da Terceira Copa:

1. Paulo Salustiano, 36 pontos
2. Leandro Totti, 31
3. Felipe Giaffone, 29
4. André Marques, 28
5. Wellington Cirino, 28
6. Beto Monteiro, 27
7. Regis Boessio, 22
8. Renato Martins, 21
9. Luiz Carlos Zapelini, 18
10. Pedro Paulo, 17
11. Djalma Pivetta, 12
12. José Augusto Dias, 11
13. Jaidson Zini, 10
14. Clodoaldo Monteiro, 8
15. Danilo Alamini, 8
16. Djalma Fogaça, 5

Sem pontos: Adalberto Jardim, Witold Ramasauskas, Roberval Anrade, Luiz Lopes, Débora Rodrigues e Fábio Fogaça.

Fotos :Duda Bairros/Copa Truck

sábado, 17 de agosto de 2019

KELEMEN E BETÃO DITARAM RITMO EM SANTA CRUZ DO SUL

Fonseca e Kelemen ficam com as poles em Santa Cruz do Sul.

Equipe Sambaíba domina as posições de honra nas duas classes, CLA 45 AMG e C250, respectivamente; piloto da casa, Fernando Jr. sai em nono.

Betão Fonseca e Daniel Kelemen foram os nomes do sábado no Mercedes-Benz Challenge em Santa Cruz do Sul, conquistando as pole positions das categorias CLA 45 AMG Cup e C250 Cup para a quinta etapa da temporada, que acontece neste domingo a partir das 10h40 (de Brasília).

Com uma volta espetacular, Betão Fonseca registrou sua melhor volta em 1min32s718 na primeira saída e se deu ao luxo de ficar esperando seus rivais tentarem superá-lo para, caso precisasse, fazer uma nova tentativa, o que não aconteceu, já que seu principal rival na sessão, Felipe Tozzo, ficou 0s198 atrás, em segundo.

"Tive um irmão que teve um infarto há 60 dias e foi muito bom ter ele aqui comigo e queria agradecer por ter ele aqui comigo. Agradeço a pole, mas queria ver ele correndo de novo", celebrou Betão, referindo-se ao irmão Cesar Fonseca. "Fiquei no carro torcendo para ninguém superar a gente no fim do treino. Agora vamos trabalhar com garra na corrida para tentar descontar a desvantagem para o Fernando Jr.", completa Betão, que somou sua segunda pole na categoria e a quinta na temporada.
                                                                              


Piloto da casa e líder do campeonato, Fernando Jr. sairá apenas em nono lugar, mas os gaúchos terão outros dois pilotos na segunda fila, com Lorenzo Varassim e Roger Sandoval. Pierre Ventura e Raijan Mascarello, atual líder do campeonato, fecham a lista dos seis melhores no grid.
                                                                         

Já na C250, Cláudio Simão, o líder da tabela, não conseguiu fazer prevalecer seu favoritismo e, sem Max Mohr (fora por conta de compromissos profissionais) para atrapalhar, viu Daniel Kelemen surpreender com uma volta mágica, superando em um segundo o tempo de Simão para registrar sua primeira posição de honra no Mercedes-Benz Challenge.
                                                                          


"A ficha ainda não caiu. É meu primeiro ano no Mercedes-Benz Challenge e vamos brigar pela vitória", afirma Daniel, que, mesmo com a enorme vantagem, não quis sair da pista. "Eu queria voltar, tava sentindo algo no freio, e por isso que não quis sair da pista. Como temos corrida amanhã, quis resolver isso ainda hoje. Amanhã precisarei fazer uma corrida de inteligência para brigar pela vitória", resume.

"Meu carro apresentou algum problema de suspensão, estava inguiável. Não era para tomar tanto tempo. Por sorte, tem uma corrida amanhã para tentarmos reverter esse resulfado", conformou-se Simão. Boiko Jr., Beto Rossi e Wilson Pinheiro fecharam o top 5 da C250 Cup no grid de largada.

Três acidentes fortes impedirão três carros de correr neste domingo: Adriano Rabelo pela CLA AMG Cup, enquanto Vinicius Fugi e Carlos Tock/Cristiano Girolla, pela C250 Cup - todos por conta de batidas na reta dos boxes. O caso mais grave foi o de Rabelo, impedido de continuar competindo pelos médicos; já Fugi e Tock/Girolla tiveram danos que não serão consertados à tempo para amanhã.
                                                                     


A corrida do Mercedes-Benz Challenge está marcada para as 10h40 (de Brasília); dez minutos antes, acontece a abertura das transmissões no Band Sports, no Facebook da categoria e no Portal Catve. Confira abaixo o grid de largada.

1. Betão Fonseca (CLA 45 AMG), 1min32s718
2. Felipe Tozzo (CLA 45 AMG), 1min32s916
3. Lorenzo Varassim (CLA 45 AMG), 1min33s081
4. Roger Sandoval (CLA 45 AMG), 1min33s092
5. Pierre Ventura (CLA 45 AMG), 1min33s318
6. Raijan Mascarello (CLA 45 AMG), 1min33s558
7. Fernando Poeta/João Santanna (CLA 45 AMG), 1min34s559
8. Cello Nunes (CLA 45 AMG), 1min33s775
9. Fernando Jr. (CLA 45 AMG), 1min34s028
10. Cesar Fonseca (CLA 45 AMG), 1min34s200
11. Fernando Amorim (CLA 45 AMG), 1min34s367
12. Paulo Varassim (CLA 45 AMG), 1min34s519
13. Daniel Kelemen (C250), 1min36s620
14. Claudio Simão (C250), 1min37s682
15. Boiko Jr. (C250), 1min39s023
16. Beto Rossi (C250), 1min39s229
17. Wilson Pinheiro (C250), 1min40s311

Programação do fim de semana

Domingo, 18 de agosto
08h00 – 08h15: CLA AMG e C250 – Warm Up
08h20 – 08h35: Copa HB20- Warm Up
08h40 – 08h55: Copa Truck – Warm Up
08h55 – 09h45: Ação Promocional Speed Truck
09h00 – 09h45: Visitação aos Boxes/Atrações de Pista
09h55 – 10h15: Desfile dos Pilotos
10h40: Mercedes-Benz Challenge - corrida
12h00: Copa HB20 – Corrida 2
13h05: Copa Truck – Corrida 1
13h46: Copa Truck – Corrida 2

B.Vacaria 

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

MOTO : BMW DAYS CHEIA DE ATRAÇÕES JÁ TEM DATA MARCADA

BMW Motorrad Days Brasil tem atrações imperdíveis Moto, música, amizade e diversão
                                                                      


Um encontro imperdível com música, motocicletas e seus entusiastas, amizade e muita diversão: o BMW Motorrad Days, o maior evento de motocicletas do mundo, chega à quinta edição no Brasil em 2019, nos próximos dias 14 e 15 de setembro, na cidade de Socorro, interior de São Paulo — distante cerca de 135 quilômetros da capital paulista. O primeiro lote dos ingressos já está à venda no site oficial do evento www.bmwmotorraddays.com.br 
                                                                      


Há opção de meia entrada social, que garante 50% de desconto no valor integral do ingresso, mediante doação de um quilo de alimento não perecível para o evento. Essa opção pode ser selecionada pelo site ou na bilheteria do local.  
                                                                          


Nesta edição, a programação oferecerá para clientes e não clientes da marca uma série de atrações inéditas e imperdíveis, que poderão testar motocicletas pela primeira vez, o modelo R 1250 GS e R 1250 GS Adventure além de outros modelos da linha BMW Motorrad em circuitos on e off-road, participar de ações como palestras e treinamentos do BMW Rider Experience, entre outras atividades. 
                                                                            


A infraestrutura do evento contará ainda com espaço kids, espaço beauty, espaço de gastronomia, boutique BMW Motorrad e exposição de motos. Além disso, o evento sediará a grande final das qualificatórias brasileiras para o GS TROPHY 2020, a maior competição de motociclismo amador do mundo, que definirá os finalistas que irão para a grande final na Nova Zelândia em 2020.
                                                                        


Data: 14 e 15 de setembro

Local:  Centro de Exposições Orlandi Pagliusi - Rodovia Pompeu Conti, 3210

Horário: 9h até 20h

terça-feira, 13 de agosto de 2019

CAMILO VENCE E DIMINUI DISTÂNCIA DO LIDER

Thiago Camilo volta a vencer no Dia dos Pais.
                                                                       

Campo Grande (MS), 11 de agosto - Depois da etapa de Santa Cruz do Sul (RS), onde largou em segundo e ficou sem pontos em consequência da quebra do motor, Thiago Camilo teve um fim de semana dominante em Campo Grande: fez a quinta pole position em seis etapas na temporada 2019 e venceu pela quarta vez a corrida principal. Muito emocionado ao sair do Chevrolet número 21 da Ipiranga Racing, o piloto dedicou a vitória a Luísa, que nasceu em fevereiro.

 “Essa foi minha terceira vitória em uma corrida de Stock Car realizada no Dia dos Pais (as outras foram em Curitiba, 2006, e Ribeirão Preto, 2013), e a primeira como pai. O nascimento da Luísa mudou minha vida e me transformou numa pessoa melhor, em vários sentidos. Também tenho que dedicar a vitória ao meu pai (Bel Camilo, que subiu ao pódio para entregar o troféu de vencedor), pois sem ele eu não estaria aqui”.
                                                                                  

 Camilo foi o maior pontuador do fim de semana (35 pontos) e diminuiu a distância para o líder do campeonato, Daniel Serra, de 30 para 22 pontos. Mas não estava 100% feliz ao fim da Corrida 2, onde largou em 10º e chegou em 16º.  Em sua opinião, Julio Campos não fez uma primeira corrida inteligente. “Ele largou em segundo e me pressionou o tempo todo, fez com que nós dois usássemos todos os botões de ultrapassagem e desgastássemos demais os pneus, e aí ficamos sem carro para a segunda corrida. Ele poderia ter poupado o carro quando viu que não conseguiria me ultrapassar”. Camilo abasteceu por cerca de cinco segundos a mais que o terceiro colocado, Cacá Bueno, que ainda assim cruzou a linha de chegada outros cinco segundos atrás do vencedor. “Não havia necessidade de forçar tanto o carro, não estávamos sendo ameaçados”, concluiu.

 Com Bia Figueiredo, que largou em 22º lugar, a Ipiranga Racing adotou a estratégia de fazer um pit stop longo na primeira corrida, trocando os quatro pneus, e apostar numa boa Corrida 2. Bia chegou em 13º na corrida principal, posição em que largou na Corrida 2. Fez uma excelente largada, pulando para oitavo, e já disputava o sexto lugar a quatro voltas do fim da prova – vencida por Rubens Barrichello -, quando foi atingida por Pedro Cardoso. “Mesmo com o carro falhando por problemas de superaquecimento, eu provavelmente chegaria entre os cinco, o que me daria a maior pontuação do ano. Não entendi até agora o que o Pedro fez. Mas vamos para a próxima, o mais importante é que nunca tive um carro tão competitivo”. A próxima etapa é a Corrida do Milhão, dia 25, em Interlagos (SP).   

 Fotos Carsten Horst: Hyse

F. kacelnik

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

SUPERBIKE NOVO COMUNICADO OFICIAL

SuperBike Brasil posterga 5ª etapa para 1º de setembro em Curitiba.

No dia 29 de maio de 2019, a Secretaria Municipal de Turismo expediu notificação expressa na Carta 03/2019 – SMTUR – DAUTO, referente à suspensão das atividades de motovelocidade no Autódromo de Interlagos. 

Desde então, a Organização do SuperBike Brasil orquestrou uma estruturada força-tarefa para analisar em profundidade a questão de segurança das corridas e propôs ações concretas e eficientes em todas as frentes nas quais a segurança pudesse ser aprimorada, movida pela constante preocupação e empenho que sempre teve em relação a esse tema.

Em 26 de abril de 2019, foi criada a Comissão de Segurança da Motovelocidade (CSM), formada pela diretoria do campeonato: Bruno Corano, Mário Tamburro Filho, Ennison Biecha Júnior, Paulo Gouvêa e Dr. Flávio do Valle e por notáveis representantes do motociclismo esportivo, tais como: 

Alexandre Barros, Cesar Barros, Décio Fantozzi e Leonardo Tamburro, além de um amplo grupo de consultores especializados, entre eles engenheiros, psicólogos e profissionais do setor. 

Essa Comissão trabalhou arduamente, com visitas técnicas ao autódromo, perícias técnicas e exaustivas reuniões, que culminaram na elaboração de um documento de revisão das regras e procedimentos de segurança do SuperBike Brasil.

Como benchmarking, a força-tarefa analisou os regulamentos desenvolvidos pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM), órgão máximo do motociclismo esportivo, sobretudo as regras inerentes ao Campeonato Mundial de Superbike, referência de robustez técnica na motovelocidade em nível mundial. Mas foi além, pois buscou referências e suporte de profissionais de outros setores em que a segurança é vista sob uma ótica extremamente rígida, como a aviação comercial, tida como a indústria mais avançada e madura em termos de segurança, onde colheu informações e modelos de alto impacto para aplicar no SBK Brasil. 

Todas as áreas com potencial de melhoria que estão sob o domínio e responsabilidade da Organização do SBK Brasil foram minuciosamente estudadas, na busca do melhor cenário possível para a segurança do evento

As ações que estarão sendo implementadas no SBK Brasil abrangem diversos temas, como: 

- Critérios de elegibilidade dos pilotos por categoria;
- Concessão de licença em diferentes níveis (A, B, C e Superlicença);
- Critérios para concessão de licença (Cursos de pilotagem, exames teóricos e práticos);
- Critérios rígidos para equipamentos de segurança;
- Exame de bafômetro (em todos os pilotos e mecânicos) e antidoping (amostral);
- Atestado médico amplo e rigoroso;
- Exame clínico em todos os pilotos, em todas as etapas;
- Aprimoramento do procedimento de Medical Car;
- Avaliação e acompanhamento psicológico para todos os pilotos;
- Grade obrigatória de Treinamento, palestras sobre condicionamento, nutrição etc.;
- Curso para credenciamento de mecânicos em parceria com SENAI;
- Aprimoramento das vistorias de equipamentos, motos e boxes, com registro fotográfico;
- Detalhamento minucioso do tipo e local de colocação de barreiras de proteção em todos os autódromos onde o SuperBike Brasil realiza corridas;
- Auditoria externa de todas as atividades propostas, garantindo execução plena.

Várias dessas medidas já foram implantadas na 4ª etapa em Goiânia, e as demais serão implementadas nas próximas etapas de 2019, seguindo um cronograma pré-estabelecido.

E para dar ainda maior consistência ao Campeonato, o SuperBike Brasil firmou importante parceria com a CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), passando a ter a homologação dessa representativa entidade, a qual se uniu ao processo para contribuir no fomento e desenvolvimento do esporte e da segurança, colocando toda sua estrutura e conexões internacionais em favor do SBK Brasil.

Essas mudanças todas colocam o SuperBike Brasil entre os campeonatos com maior rigor nas regras de segurança do mundo. Mais que isso, pioneiro em muitas medidas, podendo ser destacado os exames psicológicos/psicotécnicos nos pilotos, prática comum na aviação, mas jamais realizado em pilotos de motovelocidade. Para tanto, todas as ações e medidas estão exigindo da Organização investimento da ordem de R$ 1,8 milhão ao longo dos próximos 10 meses.

Com esse plano robusto, em 11 de julho, o SuperBike Brasil encaminhou à Secretaria de Turismo do Município de São Paulo, gestora do Autódromo de Interlagos, todas as melhorias e mudanças obtidas após os estudos e trabalhos realizados.

Tudo refletido através de inúmeros documentos, podendo ser destacado;

- Atas de constituição, reuniões e deliberações da Comissão de Segurança da Motovelocidade;
- Ato de homologação e reconhecimento da CBM ao SBK Brasil;
- Caderno de Revisão de Segurança da Motovelocidade Nacional com 16 novas práticas e regras;
- Matriz de segurança estudada;
- Homologação técnica detalhada do Autódromo de Interlagos pela CBM, pertencente ao sistema FIM, homologação esta com a descrição técnica detalhada das condições de uso, e necessidades de uso de dispositivos complementares de segurança.

Com base nisso, foi solicitada a revogação da suspensão do uso do autódromo para as competições de motovelocidade. 

As tratativas com os responsáveis sempre denotavam que a suspensão seria revogada a partir desse inédito plano de ação. Foram várias reuniões e todas as solicitações das entidades e autoridades responsáveis pela revogação da suspensão foram totalmente atendidas. Dessa forma, decidimos manter a realização da 5ª etapa para a data de 18 de agosto no Autódromo de Interlagos. Lembrando que em última análise o SBK detém um contrato com o Autódromo, e a suspensão para a realização da corrida foi emitido por 60 dias, prazo esse já vencido, e jamais estendido.

Todos compromissos assumidos foram mantidos, tais como pagamento à RedeTV, comunicação aos pilotos, planejamento de ações com patrocinadores, propaganda e publicidade, entre outros.

Até a vinda do diretor de provas da MotoGP Nicolás Tortone foi concretizada. Nicolás é membro oficial do time de diretores da FIM e atual Diretor de Prova da etapa da MotoGP de Termas de Rio Hondo, na Argentina, função que ocupa desde 2014. Estará trabalhando junto com a atual equipe de direção de prova, agregando enorme valor em função de sua competência, experiência e espírito de equipe.  

Para dar a robustez documental necessária, a FIM e a CBM emitiram todos os documentos e recomendações para a revogação da suspensão, e, tudo isso posto, jamais imaginávamos que não seria revertida a suspensão no prazo que estava alinhado com os envolvidos. Para surpresa da Organização do SuperBike Brasil, a suspensão não foi revertida no prazo esperado. Sendo que até o momento não há posicionamento oficial, nem a negativa nem a liberação. A falta de informação até o dia de hoje inviabiliza a realização da 5ª etapa no Autódromo de Interlagos.

Diante disso, o SuperBike Brasil posterga a 5ª etapa para o dia 1º de setembro, com início dos treinos no dia 30 de agosto, transferindo-a para o Autódromo de Curitiba. E seguirá normalmente com seu calendário, confirmando as demais etapas para: 22 de setembro em Goiânia, 20 de outubro em Goiânia, 10 de novembro em Curitiba e 08 de dezembro de volta ao Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

O SuperBike Brasil, junto com a CBM, segue trabalhando para agilizar a liberação do Autódromo de Interlagos, o que esperamos que ocorra em breve, e implementando todas as ações programadas na busca da melhoria contínua das regras e procedimentos de segurança.

O SuperBike Brasil conta com o entendimento e apoio de todos os envolvidos com o maior campeonato de motovelocidade das Américas.

Bruno Corano
Organizador do SuperBike Brasil


Fonte : 
Imprensa SBK
Agencia :  VGCOM

domingo, 11 de agosto de 2019

BARRICHELLO VENCE EM CAMPO GRANDE E FOCA NA CORRIDA DO MILHÃO

Stock Car: Barrichello comemora vitória em Campo Grande: "Feliz por vencer no Dia dos Pais".
                                                                      


Piloto da Mobil Full Time Sports sobe ao lugar mais alto do pódio pela terceira vez na temporada.

Campo Grande (MS) era uma das poucas pistas onde Rubens Barrichello ainda não havia ido ao pódio pela Stock Car. E a primeira vez já veio com uma vitória. O piloto da equipe Mobil Full Time Sports venceu neste domingo (dia 11) a corrida 2 da sexta etapa da temporada e subiu ao lugar mais alto do pódio pela terceira vez em 2019.
                                                                           

Depois de largar em 20º no grid da corrida 1, Barrichello fez uma estratégia visando a corrida 2 e o resultado deu certo. O piloto colocou mais combustível no primeiro pit stop obrigatório, voltou aos boxes para troca de pneus e terminou a primeira prova em 14º lugar.

Na segunda corrida, Barrichello foi pra cima com o Stock #111 e, com um grande trabalho da equipe nos boxes, voltou na frente após o pit obrigatório e venceu. O paulista Thiago Camilo foi o vencedor da corrida 1. Daniel Serra, que chegou em oitavo e quinto lugares, segue na liderança. Barrichello está em quarto lugar no campeonato.
                                                                             

A comemoração foi grande, principalmente com o filho Eduardo Barrichello presente no autódromo. “Estou muito feliz com essa vitória, no Dia dos Pais, com o Dudu presente”, comemorou Rubinho, que também é pai de Fernando (Fefo).

“Foi um dia muito especial. Depois de ter começado um sábado não tão bom, classificando lá atrás, a estratégia das corridas deu certo”, declarou.
                                                                          

“Estou realmente muito feliz e encarando com uma expectativa muito positiva a etapa de Interlagos”, finalizou o piloto que é o atual campeão da Corrida do Milhão. A prova será disputada este ano na pista paulista e acontecerá no dia 25 de agosto.

Barrichello corre há sete temporadas na Stock Car, todas pela equipe Full Time Sports, comandada por Maurício Ferreira. O piloto tem agora 12 vitórias na categoria e o título de 2014.

Os resultados em Campo Grande:

Corrida 1
1 . Thiago Camilo ( Ipiranga Racing ), 28 voltas em 45min10s
2 . Julio Campos ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 0.286
3 . Cacá Bueno ( Cimed Racing ), a 5.389
4 . Gaetano di Mauro ( Shell Helix Ultra ), a 6.173
5 . Felipe Fraga ( Cimed Racing ), a 21.021
6 . Ricardo Maurício ( Eurofarma RC ), a 21.863
7 . Max Wilson ( RCM Motorsport ), a 23.393
8 . Daniel Serra ( Eurofarma RC ), a 25.954
9 . Allam Khodair ( Blau Motor Sports ), a 30.045
10 . Marcos Gomes ( KTF Sports ), a 30.368
11 . Marcel Coletta ( Cimed Racing ), a 31.016
12 . Pedro Cardoso ( Hot Car Competições ), a 1:23.624
13 . Bia Figueiredo ( Ipiranga Racing ), a 1:27.924
14 . Rubens Barrichello ( Full Time Sports ), a 1 volta
15 . Bruno Baptista ( RCM Motorsport ), a 1 volta
16 . Galid Osman ( Shell Helix Ultra ), a 1 volta
17 . Gabriel Casagrande ( Crown Racing ), a 1 volta
18 . Nelson Piquet Jr ( Full Time Sports ), a 2 Voltas
19 . Ricardo Zonta ( Shell V-Power ), a 3 Voltas
20 . Guga Lima ( Vogel Motorsports ), a 3 Voltas
21 . Lucas Foresti ( Vogel Motorsports ), a 5 Voltas
22 . Rafael Suzuki ( Hot Car Competições ), a 10 Voltas
23 . Diego Nunes ( KTF Sports ), a 11 Voltas
24 . Denis Navarro ( Cavaleiro Sports ), a 12 Voltas
25 . Felipe Lapenna ( Cavaleiro Sports ), a 14 Voltas
26 . Átila Abreu ( Shell V-Power ), a 15 Voltas
27 . Valdeno Brito ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 18 Voltas
28 . Cesar Ramos ( Blau Motor Sports ), a 28 voltas

Corrida 2
1 . Rubens Barrichello ( Full Time Sports ), 24 voltas em 43min12s
2 . Ricardo Maurício ( Eurofarma RC ), a 1.325
3 . Gabriel Casagrande ( Crown Racing ), a 1.888
4 . Felipe Fraga ( Cimed Racing ), a 2.045
5 . Daniel Serra ( Eurofarma RC ), a 4.962
6 . Guga Lima ( Vogel Motorsports ), a 5.380
7 . Átila Abreu ( Shell V-Power ), a 5.724
8 . Diego Nunes ( KTF Sports ), a 5.890
9 . Denis Navarro ( Cavaleiro Sports ), a 6.195
10 . Max Wilson ( RCM Motorsport ), a 6.584
11 . Lucas Foresti ( Vogel Motorsports ), a 7.674
12 . Cacá Bueno ( Cimed Racing ), a 9.244
13 . Julio Campos ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 9.497
14 . Marcos Gomes ( KTF Sports ), a 10.022
15 . Bruno Baptista ( RCM Motorsport ), a 13.087
16 . Thiago Camilo ( Ipiranga Racing ), a 13.847
17 . Galid Osman ( Shell Helix Ultra ), a 15.003
18 . Nelson Piquet Jr ( Full Time Sports ), a 15.596
19 . Allam Khodair ( Blau Motor Sports ), a 26.375
20 . Ricardo Zonta ( Shell V-Power ), a 31.936
21 . Bia Figueiredo ( Ipiranga Racing ), a 4 Voltas
22 . Pedro Cardoso ( Hot Car Competições ), a 4 Voltas
23 . Rafael Suzuki ( Hot Car Competições ), a 8 Voltas
24 . Cesar Ramos ( Blau Motor Sports ), a 13 Voltas
25 . Valdeno Brito ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 13 Voltas
26 . Felipe Lapenna ( Cavaleiro Sports ), a 20 Voltas
27 . Marcel Coletta ( Cimed Racing ), a 21 Voltas
28 . Gaetano di Mauro ( Shell Helix Ultra ), a 23 Voltas

Classificação do campeonato, após seis de 12 etapas (Top-10):
1º Daniel Serra - 190 pontos
2º Ricardo Maurício – 175
3º Julio Campos - 169
4º Rubens Barrichello - 168
5º Thiago Camilo - 166
6º Felipe Fraga - 128
7º Max Wilson - 122
8º Cacá Bueno – 110
9º Marcos Gomes – 102
10º Gabriel Casagrande – 99

STOCK CAR : PILOTOS CURTINDO DIA DOS PAIS JUNTOS

Rafael e Hideo Suzuki 
No Dia dos Pais, Stock Car vive fim de semana em família.
Sempre presentes nas pistas apoiando os filhos, pais trocam a tradicional macarronada de domingo para passar data especial ao lado das "crias" que aceleram forte no autódromo de Campo Grande neste domingo (11).

No mundo do automobilismo é comum ouvir a frase "pai de piloto é igual a mãe de miss". Figuras comuns nos autódromos, os pais quase sempre estão à sombra de seus filhos nos finais de semana de corrida. E neste domingo (11) em Campo Grande (MS), palco da sexta etapa da temporada da Stock Car, é mais uma oportunidade de se estreitar os laços entre pai e filho.

Pedro e Sérgio Cardoso
São os mais variados perfis: filhos de ex-pilotos, como Daniel Serra (filho de Chico Serra), Marcos Gomes (filho de Paulo Gomes), Thiago Camilo (filho de Bel Camilo) e Nelsinho Piquet (filho de Nelson Piquet), filhos de pais famosos, como Cacá Bueno (filho de Galvão), e pais que, até os filhos demonstrarem a paixão pelo automobilismo, passaram a se dedicar a tornar o sonho dos filhos realidade.

Na equipe Hot Car Competições, Sérgio Cardoso e Hideo Suzuki são presenças confirmadas em praticamente todas as corridas do calendário. Ortodontista, 66 anos, Hideo é pai de Rafael. Fã de automobilismo – e que passou a acompanhar ainda mais graças ao filho. 

“É um orgulho ver o caminho que o Rafael percorreu para chegar até aqui. Apesar de gostar de automobilismo, nunca tivemos nenhum envolvimento com esse esporte - aliás, eu tentei direciona-lo ao beisebol quando ele era pequeno. Então foi algo que ele sempre quis muito, se esforçou demais, e nós sempre apoiamos como pudemos. E que bom que conseguimos estar juntos aqui neste Dia dos Pais, torcendo por ele em mais uma corrida”, disse o ‘senhor’ Suzuki, que admitiu ter feito algumas loucuras para ver o filho correr, como em 2012, quando estava em um congresso na Austrália enquanto Rafael corria no Japão. Hideo não teve dúvidas: pegou um avião e fez um ‘bate-volta’ de dois dias para ver o filho em ação.
                                                                     

Rafael destaca os ensinamentos do pai e o apoio dado. “Meu pai sempre me apoiou muito, mas não é o típico ‘pai de piloto’. Ele fica na dele nas corridas, não pergunta sobre questões técnicas, mas me dá um suporte legal, gosta de assistir das arquibancadas. Meu pai sempre me passou valores muito importantes, que eu aplico dentro e fora das pistas. Eu corri muito tempo no exterior, então era difícil ele acompanhar as corridas. Agora na Stock, ele se esforça bastante para estar presente. Às vezes, ele chega de uma viagem de trabalho e vem direto para as pistas, então fico muito feliz por ele estar aqui em Campo Grande comigo neste Dia dos Pais”, afirmou o piloto do carro #8.

No carro #143, Sérgio Cardoso só não é visto ao lado de Pedro, 20 anos, quando o estreante está pilotando. E Pedro aprecia a parceria com o pai. “Meu pai sempre foi o meu maior incentivador, estando sempre comigo nos autódromos e nas viagens. Sempre trocamos muitas ideias e temos uma proximidade que não tenho certeza se todo mundo tem, talvez por compartilharmos da mesma paixão. Então, tê-lo comigo na pista no Dia dos Pais só me estimula mais para dar um belo presente para ele”, conta.
                                                                          

“Comemorar o Dia dos Pais na Stock Car com o filho pilotando é um presente que a vida me deu e tenho certeza que todo pai que vive a carreira de um filho no automobilismo sente também muita satisfação e orgulho, sabendo das dificuldades, do longo caminho, mas quando temos a sorte de comemorar o Dia dos Pais com o filho na pista, é fantástico.”, diz Sérgio, de 55 anos.

Pai e filha nas pistas

Os laços entre pai e filho vão além da pilotagem e se estendem até a administração da equipe. Desde 2018, Amadeu Rodrigues conta com o suporte “24 horas” da filha caçula Bárbara, veterinária por formação, que auxilia o pai na administração do time sediado em Cajamar (SP).

Bárbara e Amadeu Rodrigues
“Trabalhar junto do meu pai, que tem tanta experiência e história nas pistas, já é algo por si só incrível. É uma escola vê-lo trabalhando, a sensibilidade que ele tem. E poder fazer parte deste mundo é sensacional, mas é mais legal ainda trabalhar com a paixão que ele sempre me ensinou a ter sobre o esporte a motor. Com ele é assim: ele transformou uma paixão em profissão, e este é um privilégio que poucas pessoas alcançam. Para mim é mais que um trabalho, é fazer parte da história dele. Eu estar do lado dele e saber que ele pode contar comigo é muito bom. É amor, é apoio”, afirma Bárbara.

“A Hot Car sempre foi uma família. E dentro da minha casa eu tive a sorte de contar com uma esposa que sempre me apoiou muito e duas filhas espetaculares. A Juliana é advogada e sempre que pode vem às corridas, e a Bárbara, veterinária, largou a profissão dela para me ajudar dentro da equipe e faz um trabalho fantástico cuidando do time e também de mim, e me orgulho muito disso. Estarmos juntos trabalhando no fim de semana do Dia dos Pais é fantástico, embora já tenhamos comemorado no início da semana junto do meu aniversário”, declara Amadeu, que completou 64 anos no último dia 6.

P1 Media Relations