sexta-feira, 26 de maio de 2017

SPRINT RACE: CLAUDIO BUSCHMANN FOCA EM BUSCA LIDERANÇA EM CASCAVEL.

                                                                                 

Com 72 pontos e torcida a favor, piloto objetiva o primeiro lugar na próxima etapa, no Autódromo Zilmar Beux, para a conquista da liderança no campeonato.
                                                                             
O piloto do Sprint Race #12, Claudio Buschmann, já se prepara para a terceira etapa da Sprint Race neste final de semana (26 a 28 de maio), no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR). O vice-líder da GP, com 72 pontos no campeonato, conta com a torcida a favor como incentivo em busca do pódio na categoria, e assim conquistar a liderança. "A vitória na categoria GP será meu principal objetivo", avisa.
                                                                      
Em Cascavel, Buschmann se sentirá praticamente em casa. "É uma cidade linda, simpática onde já morei e mantenho muitos amigos. Será um prazer enorme disputar a terceira etapa no circuito mais rápido do campeonato". Para garantir um desempenho excelente, o piloto revela seu talismã. "Nesta etapa, pretendo seguir os conselhos dos mais experientes e, assim, ‘acertar a mão’ neste circuito desafiador. Vou explorar as dicas de um grande amigo, Miguel Beux, filho de Zilmar, grande piloto, amigo e incentivador do automobilismo".
                                                                         
O autódromo Zilmar Beux é reconhecido internacionalmente e considerado um desafio extra para os pilotos das classes de Turismo. O traçado paranaense é caracterizado pelas suas desafiadoras e "perigosas" curvas em alta velocidade. A principal delas, a primeira do circuito, também conhecida por "Bacião", é uma curva longa em descida íngreme para a esquerda, na qual os carros da Sprint Race contornam com velocidade próxima aos 200 km/h.
                                                                             
Para o piloto sul-mato-grossense, competir na Sprint Race em 2017 é uma grande experiência. "Sem dúvida nenhuma, a sensação de pilotar ao lado de grandes nomes do automobilismo brasileiro, o convívio com os organizadores e colaboradores da categoria e os resultados que venho obtendo são combinação perfeita para garantir a emoção", afirma.

A estratégia de Buschmann para a Sprint Race é simples, porém forte e objetiva. "O campeonato é longo. Vou construir minha trajetória com calma, mas bem focado. O importante é ter regularidade e avançar nos momentos corretos, com o carro muito bem alinhado e organizado, mantendo a constância e sempre marcar pontos em toda corrida", declara.

As exibições serão dos canais BandSports e PlayTV, como também do Programa Acelerados no SBT e Programa Ultrapassagem. 

O piloto Claudio Buschmann conta com o patrocínio da Agropantanal MS.

Classificações da Sprint Race Brasil 2017, após a segunda etapa (quatro corridas):

GP
1) 87 Kau Machado/ Jorge Martelli, 80 pontos
2) 12 Claudio Bushmann, 72 
3) 82 Gerson Campos, 70
4) 213 Nuno Pagliato, 36
5) 09 Ale Navarro/ Mario Boering, 28
6) 55 Caê Coelho/ M. Rodriguez, 28 
7) 55 André Melo, 26
8) 55 Caito Vianna, 22

PRO
1) 17 Berlanda Junior, 95 pontos
2) 07 Vinícius Margiota, 60
3) 58 João Rosate, 59
4) 21 Sérgio Crispim, 52
5) 13 Raphael Campos, 44
6) 11 Erik Mayrink, 38
7) 22 Gabriel Lusquiños, 38
8) 27 Luiz Gustavo Túrmina, 30


Programação

Sábado, 27 de maio
09h50 às 10h30 - 1º Treino OFICIAL
12h00 - Estudo de telemetria
12h50 - Briefing
13h35 às 14h15 - 2º Treino OFICIAL
15h00 - Estudo de telemetria
16h10 - Classificatório
18h00 - Estudo de telemetria

Domingo, 28 de maio
08h00 - 08h10 - Shakedown (Exclusivo para organização)

Calendário 2017 - próximas etapas:
Etapa 3 - 28/05 - Cascavel (PR) - #Inverse 
Etapa 4 - 30/07 - São Paulo - Interlagos - #Guest Race
Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree
Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città
Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge
Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados


SIG Comunicação - sig@sigcomunicacao.com.br
fotos: Luciano Santos/Sigcom e Rodrigo Guimarães/Sprint Race

DANILO DERANI ESTÁ DE VOLTA NAS PISTA A BORDO DOS PESADOS NA COPA TRUCK.


Copa Truck é o novo desafio na carreira de Danilo Dirani

O piloto paulista vai integrar a equipe do piloto Roberval de Andrade, comandando o Scania "bicudo" do Corinthians.

Foi no dia seis de junho de 2011 que Danilo Dirani venceu sua primeira corrida no comando de um Truck. Passados quase seis anos daquela conquista no autódromo Raul Boesel, em Curitiba (PR), o piloto paulista volta a acelerar um caminhão.

O reencontro de Danilo, com uma de suas maiores paixões no automobilismo, que é pilotar um caminhão de corrida, vai acontecer neste fim de semana, no Autódromo Internacional de Goiânia (GO), palco da primeira etapa da Copa Truck, a mais nova categoria do país.

A Copa Truck será disputada em rodadas duplas aos domingos com um campeonato no qual será composto por três copas distintas, Copa Centro-Oeste, Copa Nordeste e Copa Sudeste, num total de seis datas com 12 corridas.

Além da presença de Danilo, a competição vai contar com outros experientes e renomados pilotos, o que tem gerado grande expectativa quanto a primeira corrida da categoria.

Para Dirani, este é um momento singular no automobilismo brasileiro e representativo, no qual um grupo de pilotos decidiu transformar em realidade um sonho conjunto de uma nova categoria de caminhões, que nasce estruturada e com grande potencial de crescimento.

"Eu acredito muito nessa nova categoria, até porque as pessoas que estão envolvidas conhecem as corridas de caminhões. Junto com o Carlos Col, que comandou a Stock Car por muito anos, ela tem tudo para crescer como evento e isso é muito bom para os pilotos que vivem de corrida. A Copa Truck tem tudo para ser um sucesso, com uma boa administração a categoria vai chegar a um lugar muito bacana no automobilismo brasileiro, e espero que as montadoras possam apoiar a categoria", salientou Danilo, que está contando as horas para poder dominar o Scania "Bicudo" do Corinthians com mais de 1.000 cavalos de potência.
O competidor integra a escuderia do também piloto Roberval de Andrade, que será seu companheiro de equipe.

"É muito divertido guiar um caminhão. A guiada é muito bacana, porque é muito técnico, muito específico. Eu nunca escondi minha paixão por pilotar um "bruto" desses, exige muita precisão, e tudo que exige precisão me encanta, assim como os karts shifter, que também piloto. É tudo muito prazeroso, e gosto bastante. É muito bom dominar o truck, usando o câmbio H, usar embreagem para subir e descer marchas, as vezes câmbio com marcha reduzida, isso tudo deixa a guiada mais pura. Sensacional!!", ressaltou um entusiasmado piloto.

Sobre a corrida de estreia, Danilo acredita que todos seguirão a mesma receita, que é começar do zero, e buscando mais quilometragem ao longo dos treinos livres. "Nunca entro em uma corrida pensando em não lutar pela vitória, mas sabemos que a cautela será uma máxima para todos os pilotos. É um recomeço, e vamos fazer tudo passo a passo e fazer bom trabalho para ganhar confiabilidade do caminhão. Vai ser muito bacana poder ser um dos integrantes desse novo capítulo da história das competições no Brasil", concluiu.

A atividade de pista tem início sexta (26) com a realização de duas sessões de treinos livres de 60 minutos cada a partir das 13 horas. No sábado (27) acontece mais uma sessão de treinos livres e a classificação para as duas corridas do domingo (28), ambas com duração de 25 minutos.

Danilo Dirani, que tem o apoio da Nutty Bavarian, é um dos maiores campeões de Kart Profissional da história do País, categoria onde ainda hoje disputa provas oficiais, teve uma passagem marcante pela Fórmula Três Sulamericana na qual detém o recorde de vitórias (14), pole positions (14) e melhores voltas (18) em 18 corridas disputadas. Passou pela Fórmula Três Inglesa, Formula Atlantic nos Estados Unidos. Na Europa integrou o programa de desenvolvimento de jovens pilotos da BAR-Honda na Fórmula Um, e foi piloto em competição de caminhões nos anos de 2011 a 2014. Junto com o irmão Denis Dirani, coordena uma programa de coach para pilotos na DDirani Coaching.

Texto: Robério Lessa
Fotos: Gilmar Rose/Divulgação.

Contatos: 
Robério Lessa - Jornalista
85 - 996032344
roberiolessa@gmail.com

COPA TRUCK : ADALBERTO JARDIM ACERTA PARCERIA PARA DISPUTAS.

Adalberto Jardim comemora parceria, e já entra para disputa confiante neste final de semana  pela Copa Truck

Piloto renova pelo sétimo ano consecutivo com a Morelate Distribuidora de Peças para Caminhões e volta a correr com o seu reconhecido e famoso número 5

Um dos principais protagonistas das corridas de caminhões, depois de passagem vitoriosa pela Stock Car, o piloto Adalberto Jardim seguiu para Goiânia (GO), que será palco da etapa de abertura da Copa Truck neste final de semana (26 a 28/5), com ânimo dobrado. Afinal, seu profissionalismo foi mais uma vez reconhecido e renovou importante parceria, além de voltar a correr com o numeral que o deixou famoso em todas as pistas brasileiras.

"Estou muito feliz pelo reconhecimento do nosso trabalho. A Morelate Distribuidora, uma empresa de vanguarda na distribuição de peças para caminhões enxerga que a Copa Truck é uma ferramenta de marketing muito boa, tanto para fixação de imagem como de relacionamento com fornecedores e clientes. Principalmente com esse novo formato privilegiando os parceiros envolvidos e o público que é o que mais interessa. E concluiu positivamente pela continuidade de nossa parceria pelo sétimo ano consecutivo", comemora Jardim.

Com sua equipe AJ5 Sports voltando ao numeral cinco, que ficou marcado e reconhecido pelo público pelas várias vitórias por mais de 20 anos na Stock Car, Adalberto Jardim poderá utilizar novamente o número que sempre o acompanhou. Desta vez na Copa Truck, uma inovadora categoria de competições automobilísticas voltada para promoções, com o envolvimento do público com os pilotos e equipes, com muitas atividades diferenciadas e interativas. 

"Estou muito animado com as novidades conceituais da Copa Truck", afirma Adalberto, com 11 anos de experiência na pilotagem de caminhões. Um exemplo é o Speed Truck, que é uma ação envolvedora e emocional, em que o convidado dá uma volta na pista no próprio caminhão de corrida, ao lado de seu piloto favorito, que demonstra como é a pilotagem e o circuito da competição, além de muitas outras atrações. "Quero agradecer muito a confiança da Morelate, e com certeza com a Copa Truck vamos fazer um trabalho muito melhor do que já fazíamos nesse tempo todo, voltando a fazer o número cinco brilhar com sucesso em todas as corridas", anima-se Jardim.

Programação para a etapa de Goiânia:
Sexta-feira (26/5):
13h00 à 14h00 - 1º Treino Livre
15h20 à 16h20 - 2º Treino Livre
Sábado (27/5):
08h00 à 09h00 - 3º Treino Livre
12h10 à 13h40 - Treino Classificatório
15h30 à 16h30 - Speed Truck
Domingo (28/5):
14h00 - Largada - 1ª corrida
14h45 - Largada - 2ª corrida
15h20 - Pódio

Confira o calendário da Copa Truck 2017:
28/05 - Goiânia (GO) - Copa Truck Centro-Oeste
11/06 - Campo Grande (MS) - Copa Truck Centro-Oeste
09/07 - Caruaru (PE) - Copa Truck Nordeste
23/07 - Fortaleza (CE) - Copa Truck Nordeste
15/10 - Curvelo (MG) - Copa Truck Sudeste
17/12 - São Paulo (SP) - Copa Truck Sudeste

A Copa Truck será transmitida a partir das 14 horas de domingo (28/5), pelo canal de assinatura Sportv.

Visite www.adalbertojardim.com.br
Visite www.copatruck.com.br

VINÍCIUS MARGIOTA MUITO CONFIANTE PARA SPRINT RACE EM CASCAVEL.

Vinícius Margiota disputa 3ª etapa da Sprint Race em Cascavel.
                                                                           

Piloto Jundiaiense quer repetir boa performance de 2016, quando garantiu dois pódios, sendo uma vitória, no circuito do Oeste do Paraná.

A Sprint Race chega à Cascavel, cidade localizada a cerca de 500 km a oeste da capital Curitiba, neste fim de semana (27 a 28 de maio). O Autódromo Zilmar Beux, de 3.058 metros de extensão, é palco da 3ª etapa do campeonato. Os pilotos terão 75 pontos em jogo, sendo 25 para o pole position no classificatório no sábado e mais 50 para os vencedores das corridas do domingo, com duração de 23 minutos e mais uma volta cada. Desta vez, o grid é invertido entre os oito melhores colocados para as duas corridas.
                                                                       

Para Vinícius Margiota, a pista é uma das mais esperadas do ano. "Gosto muito da pista de Cascavel, não só pela alta velocidade, mas é um traçado muito legal e diferente, que exige uma coragem a mais", afirmou o piloto do carro #07.

Ele teve um bom resultado na sua passagem nesta pista em 2016, tendo sido a penúltima etapa do campeonato, quando conseguiu a sua primeira vitória na categoria na primeira corrida e um segundo lugar na segunda disputa, e que o deixou mais perto do título conquistado na GP naquele ano. 
                                                                               

"Andei bem lá, é um circuito que mais me identifico e conquistei dois bons resultados. Acredito que podemos ter um carro competitivo novamente nesse fim de semana", ressaltou o piloto Jundiaiense. 

Margiota está inscrito na categoria PRO e busca o bicampeonato inédito da competição. "Estamos ainda no início da temporada, muito chão pela frente, e vamos buscar cada vez mais essa evolução na tabela", finalizou o piloto.
                                                                        

Ainda restam seis etapas, dentro delas 13 corridas, para o fim do campeonato, marcado para dezembro em Curitiba (PR).

As exibições serão dos canais BandSports e PlayTV, como também do Programa Acelerados no SBT e Programa Ultrapassagem. 

Classificações da Sprint Race Brasil 2017, após a segunda etapa (quatro corridas):

PRO
1) 17 Berlanda Junior, 95 pontos
2) 07 Vinícius Margiota, 60
3) 58 João Rosate, 59
4) 21 Sérgio Crispim, 52
5) 13 Raphael Campos, 44
6) 11 Erik Mayrink, 38
7) 22 Gabriel Lusquiños, 38
8) 27 Luiz Gustavo Túrmina, 30

GP
1) 87 Kau Machado/ Jorge Martelli, 80 pontos
2) 12 Claudio Bushmann, 72 
3) 82 Gerson Campos, 70
4) 213 Nuno Pagliato, 36
5) 09 Ale Navarro/ Mario Boering, 28
6) 55 Caê Coelho/ M. Rodriguez, 28 
7) 55 André Melo, 26
8) 55 Caito Vianna, 22

Programação

Sábado, 27 de maio
09h50 às 10h30 - 1º Treino OFICIAL
12h00 - Estudo de telemetria
12h50 - Briefing
13h35 às 14h15 - 2º Treino OFICIAL
15h00 - Estudo de telemetria
16h10 - Classificatório
18h00 - Estudo de telemetria

Domingo, 28 de maio
08h00 - 08h10 - Shakedown (Exclusivo para organização)

Corrida 1
08h30 - Alinhamento dos carros
09h00 - Placa de 5 minutos
09h05 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta

Corrida 2
12h00 - Alinhamento dos carros
12h45 - Placa de 5 minutos
12h50 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta
13h20 - Pódio

Calendário 2017 - próximas etapas:
Etapa 3 - 28/05 - Cascavel (PR) - #Inverse 
Etapa 4 - 30/07 - São Paulo - Interlagos - #Guest Race
Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree
Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città
Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge
Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

Informações:

fotos: Luciano Santos
Sigcom e Rodrigo Guimarães/Sprint Race

quarta-feira, 24 de maio de 2017

SBK :ALEX BARROS. DIEGO PIERLUIGI E JOSÉ DUARTE : PILOTOS PROMETEM ACELERAR FORTE NESTE FINAL DE SEMANA.


Equipe Honda Alex Barros Racing está otimista para a segunda etapa do SuperBike Brasil

Alexandre Barros e Diego Pierluigi prometem acelerar na SBK. Enquanto José Duarte espera brigar pelo pódio na SuperSport 600cc. As disputas acontecem neste fim de semana no autódromo de Interlagos.
                                                                         
Confiança e otimismo são as palavras de ordem na equipe Honda Alex Barros Racing. O time vem embalado pela reestreia de Alexandre Barros nas competições, que conquistou o segundo lugar na etapa inaugural, há um mês. E também pela recuperação total de Diego Pierluigi. Agora, a motivação do elenco está ainda maior, pois houve mais tempo para desenvolver as motos Honda CBR 1000 RR. E desde a última etapa, todos vêm trabalhando intensamente para encontrar a melhor configuração para os equipamentos. A prova no domingo (28), com previsão de largada às 11h50, terá transmissão ao vivo do site Globo.com e do canal do Youtube do SuperBike Brasil. 

Alexandre Barros, piloto e chefe da equipe, destacou o intenso trabalho de seu elenco na oficina para que tudo estivesse pronto, com as motos bem preparadas e competitivas. Ele acredita que a dupla de pilotos de seu time vão ter boas chances de brigas pelas primeiras posições. 

"Nós continuamos trabalhando o acerto das motos. Fizemos várias configurações de motores. E, no começo desta semana, mais precisamente na noite de segunda-feira, acertamos uma boa configuração que me deixou mais confiante. Realmente trabalhamos intensamente desde a última prova na motorização. Estamos montando os equipamentos para a corrida, confiantes de que estaremos melhores e mais competitivos do que na primeira etapa. Mas só vamos saber o quão mais forte estaremos, na quinta-feira, quando começarem os treinos extras. Estamos animados para essa etapa. Apesar de sabermos que ainda tem mais margem para trabalhar, e outros upgrades a serem feitos nas motos", comentou Barros, dono da moto #4, que está em segundo na classificação, com 20 pontos. 
                                                                           
Diego Pierluigi vem de um sétimo lugar na primeira etapa. E agora, quer trabalhar para estar no Top-3 durante toda a etapa. Seu objetivo é alcançar o pódio. 
                                                                     

"A expectativa é boa e melhor do que a primeira corrida. As motos estão mais preparadas e tivemos mais tempo para desenvolver os motores. Também estou mais bem treinado, com uma preparação física melhor. E com muita vontade de pilotar para testar as mudanças nas configurações das motos. Acredito que se os equipamentos estiverem bons, como imaginamos que estarão, vamos poder brigar pelo pódio para a equipe, tanto comigo, como com o Alex. Quero trabalhar para estar sempre entre os três mais rápidos e todos vem trabalhando para isso", declarou o argentino, que ocupa o sétimo lugar na tabela, com nove pontos. 
                                                                        
Eric Granado e Alex Barros
A etapa prevê treinos extras a partir quinta-feira (25). Os testes oficiais acontecem na sexta-feira (26). Ficando para o sábado (27) os classificatórios. No domingo, a largada da SBK, categoria principal do evento, está prevista para as 11h50. 
                                                                            

SuperSport 600 cc: José Duarte aposta em aprendizado para buscar bom resultado 
O cearense José Duarte segue o mesmo otimismo e confiança de sua equipe Honda Alex Barros Racing. Depois de estrear na SuperSport com um quinto lugar, o piloto da Honda CBR 600 RR #97 está animado e quer avançar alguns degraus. Ele espera virar tempos mais rápidos do que na primeira etapa e quer encerrar o fim de semana no Top-3. 

"Nessa etapa eu só vou conseguir viajar na quinta-feira à tarde, por conta dos compromissos com a faculdade. E não vou poder participar dos treinos extras. Mas, espero chegar na sexta-feira bem e já conseguir ter um tempo bom e mais rápido do que na virei na primeira etapa. E assim, nos classificatórios de sábado, espero ter condições de brigar pela primeira fila do grid. Na corrida, vou focar para ter uma boa largada e farei o meu melhor para brigar no pelotão da frente e vou tentar buscar o pódio", disse o cearense José Duarte, em quinto na classificação da categoria, com 11 pontos. A largada da SuperSport no domingo está prevista para as 12h50.

Classificação da temporada - após 1ª etapa (Top-10): 

Categoria SBK 
1) 151-Eric Granado, 26 pontos
2) 4-Alex Barros, 20
3) 68-Diego Faustino, 16
4) 55-Marco Solorza, 13
5) 51-José Luiz T. Cachorrão,11
6) 15-Wesley Gutierrez, 10
7) 84-Diego Pierluigi, 9
8) 12-Davi Lara Costa, 8
9) 177-Marcelo Skaf, 7

Categoria SuperSport600cc 
1) 28-Pedro Sampaio, 25
2) 22-Alex Schultz, 21
3) 77-Sebastian Salom, 16
4) 82-Gerson Campos, 13
5) 97-José Duarte, 11
6) 7-Lucas Dezero, 10
7) 9-André Veríssimo, 9
8) 56-Julio Cesar Fortunato, 8
9) 110-Dudu Costa Neto, 7 
10) 90-Alessandro Ferraz, 6

Fotos : Gente fina 3

Fotos:Sampafotos 3
FGCom
fernanda@fgcom.com.br / beatriz@fgcom.com.br 
www.fgcom.com.br

terça-feira, 23 de maio de 2017

YAMAHA CELEBRA 500° VITÓRIA NO CIRCUITO LE MANS BUGATTI GRAND PRIX NA FRANÇA.

                                                       

A Yamaha se orgulha de celebrar um momento marcante na sua bem sucedida história de corridas de motocicletas, tendo assegurado a sua 500ª vitória no circuito de Le Mans Bugatti Grand Prix na França.
                                                                     

A Yamaha Factory Racing Team é conhecida como uma das equipes vitoriosas nos grandes prêmios e enalteceu ainda mais esta reputação. 
                                                                           

Maverick Viñales fez uma corrida brilhante no circuito Le Mans, na França, e selou a vitória 500 dos grandes prêmios para Yamaha.

A Federação Internacional de Motociclismo (FIM) declarou oficialmente que, de acordo com seus registros estatísticos, a Yamaha ganhou vitórias nas 125cc (47 vitórias), 250cc (165 vitórias), 350cc (63 vitórias), 500cc (120 vitórias) e MotoGP (105 vitórias), somando-se a um número sensacional de 500 vitórias em grandes prêmios no total.

De todos os pilotos da Yamaha, o atual piloto de MotoGP Valentino Rossi é o que mais conquistou. Sua história de amor com a YZR-M1 é intensa e duradoura, resultando em 55 vitórias até o momento. O companheiro de equipe Viñales só competiu na equipe de MotoGP Movistar Yamaha em cinco corridas, mas estabeleceu uma taxa de vitória impressionante de 60% na marca, graças às suas vitórias no Qatar, Argentina e França.
                                                                    

Outras estrelas na lista de vencedores dos grandes prêmios são: Jorge Lorenzo (44 vitórias), Phil Read (39 vitórias), Eddie Lawson (26 vitórias), Wayne Rainey (24 vitórias), Kenny Roberts Sr. (24 vitórias), Bill Ivy (21 vitórias), Carlos  YAMAHA CELEBRA UM MARCO HISTÓRICO COM SUA 500ª VITÓRIA EM GRANDES PRÊMIOS.
                                                                                
Lavado (19 vitórias), Luca Cadalora (13 vitórias), Giacomo Agostini (12 vitórias) e muito mais.

Para dar uma visão geral da magnitude do empenho de todos os seus pilotos, a Yamaha criou uma página (https://www.yamahamotogp.com/500-victories) com um vídeo da 500ª vitória (https://www.youtube.com/watch?v=D1N1YaRG7OU&feature=youtu.be), um infográfico, além de fotografias com alguns fatos históricos da Yamaha durante os 56 anos de corridas, bem como visões gerais de todas as vitórias, pilotos e motos que fizeram esta importante realização possível.

Hiroyuki Yanagi
Presidente da Yamaha Motor Co., Ltd.

"Ao alcançar 500 vitórias no Campeonato Mundial, aprecio muito o apoio contínuo às nossas atividades a motovelocidade e quero agradecer aos nossos clientes, patrocinadores e fornecedores da Yamaha e aos fãs da Yamaha em todo o mundo. Em 1955, desde o início da nossa empresa, nós, como Yamaha, sempre fomos empenhados em competir e assumimos o novo desafio do Campeonato Mundial de 1961. Os funcionários da jovem empresa partilhavam a convicção do fundador da Yamaha – “Não é um produto se não é de nível mundial ". A primeira moto fez a sua estreia no Grande Prêmio apenas seis anos após o nascimento da Yamaha. Fumio Ito (250cc classe) trouxe a primeira vitória no Grande Prêmio da Bélgica (Spa-Francorchamps) em 1963, primeiro passo da Yamaha para o marco das 500 vitórias. Pelo meio século que temos corrido na principal classe sob o nome de Yamaha Factory Racing, nós oferecemos homenagem a todos os nossos pilotos, que lutaram e ainda lutam por vitórias, bem como os nossos parceiros e os organizadores, que estão envolvidos nas corridas, assim como também os engenheiros da Yamaha que são altamente qualificados. Vemos este marco como um ponto de partida para a busca de novas vitórias e desenvolvimento sem fim. Como a Kando*, criado por nós, pretendemos realizar "Revs your Heart". Peço seu compromisso contínuo e apoio nestes desafios. "

Kouichi Tsuji
Gerente Geral Motorsports Division & Yamaha Motor Co., Ltd.
"Em primeiro lugar, sou profundamente grato aos nossos predecessores que contribuíram para a história da Yamaha. Em 1961, Yamaha juntou-se ao Campeonato Mundial e conseguiu a sua primeira vitória na classe de 250cc em 1963, que foi o primeiro passo no caminho para 500 vitórias. Durante mais de 56 anos, a Yamaha Motor manteve o desenvolvimento para ganhar corridas. Acreditamos que a Yamaha oferece produtos ao mundo para criar recordes e criar memórias duradouras com os nossos pilotos. Também lançamos novas tecnologias e usamos o feedback da pista de corrida para uso em nossos produtos de rua. Exemplos são o quadro Deltabox da Yamaha e o virabrequim do Crossplane. Na verdade, nossos clientes em todo o mundo podem desfrutar da tecnologia de corrida Yamaha e sentir a essência do automobilismo no coração de sua própria máquina. A vitória de número 500 é um grande marco, mas é apenas um dos muitos. A Yamaha continuará a oferecer corridas emocionantes através da nossa tecnologia e alcançar ainda mais vitórias".

Lin Jarvis
Diretor Senior da Yamaha Motor Racing
"Alcançar um marco monumental, como 500 vitórias no Grande Prêmio, faz uma parada por um momento no tempo para colocar as coisas em perspectiva. Quando você sabe quanto esforço nossa equipe atualmente coloca em obter uma única vitória no MotoGP, então é quase impossível compreender a quantidade de energia, esforço, sangue, suor e lágrimas que existiram ao longo dos anos para alcançar 500 vitórias. No final do dia, embora se trate de um esporte tecnológico, os resultados e todas as vitórias só são alcançados pela qualidade e energias e, acima de tudo, pelo trabalho em equipe de todas as pessoas envolvidas. A contribuição de cada pessoa desempenha um papel importante em cada vitória. Nossos pilotos, técnicos, mecânicos, engenheiros, designers, pessoal de escritório, pessoal de hospitalidade, equipe de apoio dos pilotos, equipe de relações públicas, fornecedores, parceiros técnicos, patrocinadores e executivos desempenham um papel vital. Posso dizer que estou orgulhoso de ter me envolvido pessoalmente na conquista deste marco e gostaria de parabenizar todos os pilotos e cada pessoa que participou de cada vitória".
                                                                           

Valentino Rossi

Piloto da equipe de MotoGP Movistar Yamaha 
"É realmente uma grande honra para mim ser o artilheiro da 500 vitórias da Yamaha. Eu contribuí com 55 vitórias e estou muito feliz por isso. Lembro-me de muitos destes momentos e é ótimo poder continuar a pilotar uma Yamaha depois de tantos anos. Ser um piloto da equipe é sempre especial, porque você não está apenas pilotando uma moto incrível, mas também faz parte de uma equipe especial. Foi uma pena não ter estado no pódio hoje para celebrar a ocasião, mas ainda tenho várias corridas para fazer com a minha Yamaha M1 e espero aumentar ainda mais o meu número de vitórias ".
                                                                               

Maverick Viñales

Piloto da equipe de MotoGP Movistar Yamaha
"A 500ª vitória do Grande Prémio para a Yamaha é realmente muito legal, fizemos um trabalho incrível neste fim de semana e fazer parte de um grande marco como este é sempre muito bom e ainda mais quando escrevemos história com a Yamaha. Estou muito contente e feliz por fazer parte da 'família Yamaha'. "
Nota:

* Kando é uma palavra japonesa para os sentimentos simultâneos de profunda satisfação e emoção intensa que experimentamos quando encontramos algo de valor excepcional.
A próxima etapa da MotoGP é no dia 06 de junho, no circuito de Mugello, na Itália!


Para mais informações, acesse:

PAULISTA DE KART INSCRIÇÃO JÁ COMEÇOU COM TREINO JÁ NESTA QUARTA FEIRA.

                                                                                
Treinos tem início na quarta-feira e as provas na sexta-feira. Evento no kartódromo de Interlagos deve receber mais de 160 pilotos de todo o Brasil.
                                                                 

O tradicional Campeonato Paulista de Kart, que volta ao mítico kartódromo de Interlagos nesta semana com a expectativa de participação de mais de 160 pilotos de todo o Brasil, tem as inscrições abertas a partir de terça-feira (23/5), e poderão ser efetuadas diretamente na Secretaria de Prova no Kartódromo Ayrton Senna, na zona sul de São Paulo (SP). Os treinos oficiais têm início na quarta-feira e as provas serão realizadas na sexta-feira (26/5) e sábado (27/5).

O valor de inscrição para as categorias Junior Menor, Junior, Sprinter, Sênior "B", Sênior "A", Super Sênior e Graduados é de R$ 1.270,00, para a categoria F4 o valor é de R$ 670,00, e R$ 590,00 para as categorias Mirim e Cadete. As categorias Mirim, Cadete e F4 devem pagar ainda uma taxa de locação de motor junto à RBC Preparações de Motores, que serão sorteados para manter um maior equilíbrio nas disputas. Para as categoria menores este valor é de R$ 450,00, enquanto que para a f4 é de R$ 550,00.
                                                                      

O Campeonato Paulista de Kart revelou os principais pilotos do Brasil, desde Emerson Fittipaldi, passando por José Carlos Pace, Ayrton Senna, Felipe Massa, Gil de Ferran, Rubens Barrichello - que venceu na Stock Car no último domingo -, até Tony Kanaan e Hélio Castroneves, que no próximo final de semana estarão lutando por mais uma vitória nas 500 Milhas de indianapolis. 
                                                                   

O Campeonato Paulista de Kart de 2017 será disputado em quatro baterias, com sistema de pontos perdidos, sem descartes, onde a Final tem peso dois. Com isto, cada corrida disputada será super-valorizada. O resultado de cada bateria determinará o grid da prova seguinte. 

Confira todo o regulamento e programação do Campeonato Paulista de Kart no site da Federação de Automobilismo de São Paulo: www.faspnet.com.br

Fotos: Bruno Gorski/Divulgação

DANILO LEWIS DE MOTO NOVA, ESTA PREPARADO PARA 2° ETAPA DO BRASILEIRO DE MOTOVELOCIDADE.

                                                                               
Com moto nova e preparado física e mentalmente, Lewis busca reabilitação na 2ª etapa do Brasileiro.
                                                                       

 A temporada 2017 do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade iniciou com um sabor amargo para Danilo Lewis (#17), da equipe Tecfil Racing Team, e agora o piloto começa sua verdadeira corrida em busca de pontos e da aproximação dos líderes na tabela classificatória. Bastante concentrado, o atual vice-campeão Brasileiro afirma estar preparado para ficar entre os ponteiros na 2ª etapa do SuperBike Brasil - prova que será realizada no dia 28 de maio - e que entrará na pista do Autódromo de Interlagos com o objetivo de sair vitorioso e assim voltar a ocupar o lugar mais alto do pódio.
                                                                       

Os contratempos da abertura do campeonato, quando Lewis abandonou a prova, já são registros do passado. O piloto da Tecfil está concentrado no presente e focado apenas na vitória. E as perspectivas para isso são bastante positivas. Danilo Lewis irá estrear a sua BMW S1000RR 2017, que chegou às mãos dos mecânicos da Tecfil ainda nesta semana – a previsão era a de que o novo equipamento estivesse pronto para a 1ª etapa.

“A moto já está quase pronta para a pista. Agora é colocar as suspensões e fazer os ajustes finais”, ressalta o piloto.
                                                                          

Além dos novos equipamentos, Lewis está fazendo a sua parte para alcançar o melhor desempenho dentro da pista. O piloto mantém um trabalho físico diário e segue com treinamentos de supermoto. “Estou muito focado e quero chegar em primeiro”, resume.

Todo esse trabalho tem um objetivo muito claro: superar o tropeço inicial da estreia. Ainda com uma moto emprestada, Danilo Lewis enfrentou dificuldades ao longo dos treinos com pista molhada e se classificou apenas na oitava posição para a 1ª etapa. Já na corrida fez uma boa largada e ganhou diversas posições. Após saltar para o quarto lugar, Lewis iniciou a perseguição aos ponteiros. Porém, acabou forçando demais o equipamento e sofreu uma queda durante a sétima volta na Curva da Junção.

“Não sei se chegaria no Eric Granado [vencedor da 1ª etapa] se não tivesse caído. Mas no Alex Barros e no Diego Faustino acredito que dava para chegar sim e brigar pela segunda posição”, ressalta.

Sem pontuar na abertura do SuperBike Brasil, Danilo Lewis larga um passo atrás dos adversários e precisa agora, mais do que nunca, de bons resultados.

“Vou fazer todos os treinos para a 2ª etapa, inclusive o de quinta-feira. Serei o primeiro piloto a entrar na pista e o último a sair dela”, completa.

As primeiras movimentações para a 2ª rodada do SuperBike Brasil começam já na próxima quinta (25), no Autódromo de Interlagos, com a realização dos treinos não cronometrados. Na sexta-feira inicia oficialmente a etapa com as sessões livres. No dia seguinte, no sábado, os pilotos retornam à pista para os treinos classificatórios e, por fim, no domingo (28), será realizada a prova.

Acompanhe a Tecfil Racing Team:

Acesse: www.tecfil.com.br

Facebook: facebook.com/tecfilracingteam

Instagram: instagram.com/tecfil

Twitter: twitter.com/filtrostecfil

YouTube: youtube.com/tecfilfiltros


YouTube: youtube.com/tecfilfiltros

VGCOM - VANESSA GIANNELLINI COMUNICAÇÃO
Jornalista Responsável: Vanessa Giannellini