quarta-feira, 18 de abril de 2018

KART :CAMPEONATO CCSKA ESTA ESQUENTANDO A CADA ETAPA BICHO PEGA

                                            

Kartismo: Mais quatro vencedores inéditos na terceira etapa do CCSKA.
                                                                     

Das cinco categorias, apenas a Light repetiu vencedor em 14 provas disputadas nesta temporada.

O Campeonato Click Speed de Kart Amador (CCSKA) continua mostrando uma enorme competitividade e equilíbrio entre os competidores. Afinal, em 14 provas disputadas em 2018 pelas cinco categorias, apenas um piloto repetiu vitória. Na terceira etapa, disputada no último final de semana (15/4) no Kartódromo de Interlagos, em São Paulo, os novos vencedores foram Everton Carajeleascow/Thiago Barros (Mini-endurance), Thiago Barros (Elite), Roberto Sakayanagui (Graduados), Ellen Lopes (Corrida das Princesas), e Matheus Barros (Light) que venceu pela segunda vez na temporada.
                                                                         

“As corridas nesse final de semana foram especiais. Corridas na chuva, com pole e vitória nas categorias Elite e Mini-Endurance. E ainda fechando com a pole e segunda vitória do meu irmão Matheus na Light. Um excelente final de semana para a família Barros”, comemorou Thiago Barros.
                                                                               

Desta vez o Mini Endurance teve 50 minutos de duração e a dupla Everton Carajealescow/Thiago Barros (Agaxtur Racing) largou pela segunda vez consecutiva da pole position, estabeleceu a volta mais rápida e venceu de ponta a ponta. Com isto, também assumiram a liderança do campeonato, jogando os então líderes empatados Ryan Nishioka e Gustavo Ariel (UFX Sky) para a vice-liderança e Alberto Otazú/Henrique Morbi (Kazzo) para o terceiro posto.
                                                                

Principal categoria do CCSKA, a Elite viu Thiago Barros em grande forma, largando da pole position e vencendo de ponta a ponta, enquanto o seu parceiro no Mini-Endurance Everton Carajealescow foi o autor da volta mais rápida. Chegando atrasado e largando dos boxes na 23ª posição, Gustavo Ariel terminou em 11º na categoria e manteve a liderança no certame, apenas um ponto na frente de Ryan Nishioka. O equilíbrio está tão grande que os seis primeiros colocados estão separados por apenas 10 pontos.
                                                                            

Entre os Graduados, Yvis Rodrigues foi o autor da volta mais rápida na tomada de tempos e na corrida, mas a vitória ficou com Roberto Sakayanagui, que estava estreando no CCSKA. Com o segundo lugar Rodrigues é o novo líder da categoria.
                                                                          

A Corrida das Princesas fez apenas a sua segunda etapa, com pole e melhor volta da então líder Gabriella Morais, que foi obrigada a abandonar a corrida depois de poucas voltas. Melhor para Ellen Lopes, que conquistou a sua primeira vitória no kartismo e de quebra assumiu a liderança do campeonato.
                                                                  

“Foi a minha primeira vitória. Corro desde o ano passado e nesta temporada comecei a participar também da categoria Light, onde garanti o segundo lugar correndo na chuva. E por pouco não ultrapasso o vencedor em determinado momento, terminei bem perto”, festejou Ellen.
                                                                             

As meninas correram junto com a categoria Light, onde Matheus Barros foi dominador, largando a pole position, fazendo a volta mais rápida e vencendo pela segunda vez consecutiva. Com isto ele também assumiu a ponta da tabela de pontuação. 
                                                                      


A quarta etapa do CCSKA será no dia 13 de maio, no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). 

Resultado da 3ª etapa do Mini-Endurance: 1) Agaxtur Racing - Everton Carajealescow/Thiago Barros, 33 voltas em 43min43s569; 2) UXF - Everson Nishioka/Stefano Paladini, a 49s169; 3) UXF Click Speed - Ryan Nishioka/Gustavo Ariel, a 1min09s341; Os Vingadores, a 1 volta; 5) Kazzo - Alberto Otazú/Henrique Morbi, 1 volta; 6) YM – Yvis Rodrigues, a 1 volta.

Resultado da 3ª etapa da categoria Elite do CCSKA: 1) Thiago Barros, a15 voltas em 18min56s007; 2) Everton Carajealescow, a 2s272; 3) Ryan Nishioka, a 10s428; 4) Everson Nishioka, a 11s065; 5) Kleberson Félix, a 12s799; 6) Alberto Otazú, a 22s591.

Resultado da 3ª etapa da categoria Graduados do CCSKA: 1) Roberto Sakayanagui; 2) Yvis Rodrigues; 3) Ronielle Santos Batista; 4) Marcos Nogueira; 5) Bruno Fernandes Pinto; 6) Marcello Batista.

Resultado da 3ª etapa da categoria Light do CCSKA: 1) Matheus Barros, 15 voltas em 19min45s915; 2) Ellen Lopes, a 1s664; 3) Talita Compagnone, a 17s379; 4) Sheldon dos Santos, a 19s133; 5) Juliana Gonçalez, a 37s721; 6) Filipe Pelegi, a 44s984.

Resultado da 2ª etapa da Corrida das Princesas: 1) Ellen Lopes; 2) Talita Compagnone; 3) Juliana Gonçalez; 4) Luciana Rossi; 5) Leslie Candia; 6) Jackeline Bragini.

Classificação do Mini-Endurance após a terceira etapa: 1) Agaxtur Racing - Everton Carajealescow/Thiago Barros, 106 pontos; 2) UXF Sky - Ryan Nishioka/Gustavo Ariel, 99; 3) Kazzo - Alberto Otazú/Henrique Morbi, 93; 4) UXF - Everson Nishioka/Stefano Paladini, 88; 5) No Brakes - Kleberson Felix/Denis Urbanavicius, 73; 6) Deustch Hangar Racing - Yvis Rodrigues/Bruno Galli, 70; 7) Kartudos - Roni Batista/Fernando Leandrin, 66; 8) Kamikaze- Allisson Gonçalez e Felpe Ferreo, 69; 9) RKC - Fábio Cunha/Fábio PL, 49; 10) Os Vingadores, 41.

Classificação da Elite após a terceira etapa: 1) Gustavo Ariel, 96 pontos; 2) Ryan Nishioka, 95; 3) Everton Carajeleascow, 93; 4) Alberto Otazú, 89; 5) Kleberson Felix, 87; 6) Thiago Barros, 86; 7) Denis Urbanavicius, 76; 8) Bruno Galli, 70; 9) Everson Nishioka, 69; 10) Stefano Paladini, 63.

Classificação da Graduados após a terceira etapa: 1) Yvis Rodrigues, 98 pontos; 2) Danilo Barbosa, 96; 3) Marcos Nogueira, 85; 4) Roni Batista, 82; 5) José Jurandir Júnior, 75; 6) Fernando Leandrin, 70; 7) Marcelo Batista, 68; 8) Felipe Pais, 64; 9) Luciana Rossi, 64; 10) Bruno Fernandes, 60.

Classificação da Light após a terceira etapa: 1) Matheus Barros, 110; 2) Sheldon dos Santos, 91; 3) Ellen Lopes, 85; 4) Gabriella Morais, 79; 5) Diego Rico, 77; 6) Rafael Tokumori, 75; 7) Filipe Pelegi, 68; 8) Juliana Gonçalez, 67; 9) Walterlei Jesus, 64; 10) Ronielle Santos Batista, 55.

Classificação da Corrida das Princesas depois da segunda etapa: 1) Ellen Lopes, 100 pontos; 2) Gabriella Morais, 95; 3) Juliana Gonçalez, 80; 4) Jackeline Bragini, 70; 5) Talita Compagnone, 47; 6) Luciana Rossi, 41; 7) Gabriela Ferraz Mesa, 39; 8) Leslie Candia, 38; 9) Maira Nóbrega, 38; 10) Priscila Riviello, 36.


O Campeonato ClickSpeed de Kart Amador (CCSKA) é organizado e promovido pela ClickSpeed, com apoio de Agaxtur Viagens (Shopping Jardim Pamplona) e One Photography Media.


terça-feira, 17 de abril de 2018

REA COMEMORA MUITO VITÓRIA NA ESPANHA PELO MUNDIAL SBK - NADA FÁCIL


KRT soma mais uma vitória na Espanha e Rea segue líder do Mundial de SBK.
                                                              

A Kawasaki Racing Team encerrou a rodada da Espanha com uma vitória e com a manutenção da liderança na categoria principal do Mundial de SuperBike. A 3ª etapa do calendário, realizada nos dias 13, 14 e 15 de abril, no circuito de MotorLand Aragon, foi marcada por grandes disputas entre os ponteiros e também, infelizmente, por um incidente que interrompeu a Corrida 1 realizada no sábado (14). Ainda na terceira volta, os pilotos Leon Camier (#2), Lorenzo Savadori (#32) e Jordi Torres (#81) se enrolaram na pista, na entrada da Curva 11, e os três acabaram indo para o chão. Com a colisão, a prova recebeu bandeira vermelha e teve uma nova largada.
                                                                   

Apesar do início turbulento, o atual campeão, Jonathan Rea (#1), da Kawasaki Racing Team, ocupou a ponta na maior parte da prova e recebeu a bandeirada em primeiro. Mas a vitória não foi fácil. O norte-irlandês encontrou adversários fortes e precisou defender a sua liderança constantemente. Ao longo de quase toda a corrida, Marco Melandri (#33) e Xavi Fores (#12), ambos de Ducati, perseguiram de perto o piloto da Kawasaki e por vezes conseguiram assumir a dianteira. Fores foi quem se saiu melhor e chegou a liderar a prova por um tempo. Porém, nas voltas finais, Rea apertou o ritmo, retomou a ponta e abriu uma pequena vantagem. Os dois adversários acabaram ainda sendo ultrapassados por Chaz Davies (#7), que ficou com o segundo posto.

“As condições de pista foram perfeitas para nós hoje [sábado]. Os pneus funcionaram bem. Consegui desenvolver um bom ritmo e estava confiante, especialmente no final da corrida, quando sabia que seríamos fortes. Eu vi essa prova como nossa chance [de vitória] desde o início. Percebi que todas as cartas estavam ao nosso lado, então, apenas tentei fazer uma corrida limpa. Cometi alguns pequenos erros e, quando Xavi Fores me ultrapassou, tentei entender onde ele era forte para eu melhorar”, comentou Rea.
                                                                         

Já seu companheiro de equipe, Tom Sykes (#66), não teve um grande desempenho na pista espanhola. O britânico largou da terceira posição na Corrida 1 e, com o passar das voltas, foi perdendo colocações. Com um ritmo consideravelmente mais lento que o dos ponteiros, Sykes chegou a cair para oitavo, porém, conseguiu ganhar duas posições e recebeu a bandeirada em sexto.
                                                                  

Na Corrida 2, no domingo (15), a Kawasaki Racing Team voltou a figurar entre os mais rápidos. Apesar disso, não conseguiu assegurar uma nova vitória. Jonathan Rea travou uma bela batalha com Chaz Davies pela liderança, mas dessa vez o piloto da Ducati acabou se saindo melhor. Rea e Davies – primeiro e segundo colocados, respectivamente, no campeonato – aceleraram forte suas motos e duelaram ao longo de todo o último terço de prova. O inglês conseguiu tomar a liderança de Rea e manteve a posição até receber a bandeirada em primeiro. Já o atual campeão, que vinha apenas dois décimos atrás do oponente, cometeu um erro na volta final e ficou com o segundo lugar no pódio.
                                                                       
  

“Eu joguei tudo para a última volta, mas ‘cozinhei’ demais na Curva 12. Apesar disso, foi divertido. A configuração da moto estava muito boa, embora eu estivesse lutando para desacelerar depois que o pneu traseiro perdeu grip. Com isso, reduzi a tração na entrada das curvas. Parecia que o Chaz tinha o mesmo problema que eu, mas quando ele cometia erros, conseguia manter o mesmo tempo de volta. Parece que agora temos que ser muito precisos durante toda a corrida. Eu não tinha informações de como a corrida iria se sair com a escolha de pneus que fizemos e com o aumento da temperatura. Eu não sabia o que esperar no final, mas fiquei muito feliz. Eu terminei a prova com os pneus sobrando e ainda era capaz de lutar. Agora vamos para Assen”, finalizou Rea.

Enquanto isso, seu companheiro de equipe não teve muito que comemorar no circuito espanhol. Tom Sykes voltou a ter problemas com sua moto e ficou novamente apenas com a sexta posição na Corrida 2.
                                                                          

“Estou realmente sofrendo nas curvas e isso é uma pena. Somos bons em algumas áreas, mas sofri demais na entrada e na finalização das curvas longas. É decepcionante, mas suponho que tenha sido um desses finais de semana. Fiquei surpreso com isso porque na sexta-feira [treinos] fomos mais competitivos, porém, obviamente, todo mundo melhorou e nós não. Hoje [domingo] não consegui muito mais de mim mesmo e estou decepcionado por isso”, lamentou Sykes.

Com os resultados da etapa da Espanha, Jonathan Rea manteve a liderança do Mundial de SuperBike e agora soma 114 pontos. Já Tom Sykes ocupa a sétima posição com 63 pontos. Na disputa entre fabricantes, a Kawasaki manteve a vice-liderança da categoria com 123 pontos.

Dando andamento a sequência do calendário em solo europeu, a Holanda recebe a 4ª etapa do Mundial de SuperBike. Sem intervelos, a próxima rodada será realizada no autódromo TT Assen Circuit, neste final de semana, nos dias 20, 21 e 22 de abril.

Fonte:  - Agencia VGCOM 


Siga : instagram@bloggentefina 


www.facebook.com/bloggentefina

segunda-feira, 16 de abril de 2018

PORSCHE CUP GT3 .MIGUEL PALUDO VENCE EM GRANDE ESTILO.

                                                                                
Porsche Império Carrera Cup 2018 GT3 . Miguel Paludo tocando forte venceu com ótima margem de tempo.
                                                                      

Um grid de ouro na categoria 4.0 assim foi Miguel Paludo que largou a frente, com feras  como Pilotos Baptista e  Müller ao seu lado, em busca de assumir a liderança, que não  seria nada fácil.

Com  decorrer da prova grandes e acirradas disputas e rodagem  não demorou para que tudo estivesse em suas mão, nada mais que assumir a liderança.
                                                                          

Um bom histórico do Piloto e com muita experiencia estratégica do traçado Paludo  buscou tocar cada vez mais forte, se distanciando dos demais. tocando  bonito  ate bandeirada.
                                                                       

Outras categoria também foram  bem disputadas e algumas escapadas, toques e rodagem , não  tirou brilho da competição que segue cada vez mais competitiva.
                                                                       


Veja demais pódio   . Click na telinha ;

                                                                            
Primeira Corrida . 4.0

1) Miguel Paludo
2) Lico Kaesemodel
3) Ricardo Baptista
4) Daniel Schneider
5) JP Mauro
6) Constantino Jr
7) Marçal Müller

Segunda Corrida .

1) Constantino Jr
2) Ricardo Baptista
3) Lico Kaesemodel
4) JP Mauro
5) Miguel Paludo
6) Werner Neugebauer
7) Pedro Queirolo
8) Marçal Müller
                                                                              
                                                              
Festa também na GT3 Cup 3.8

Primeira Corrida.

1) Paulo Totato
2) Chico Horta
3) Nelson Monteiro
4) Patrick Choate
5) André Gaidzinski
6) Alan Turres
7) Sangho Kim
8) Alexandre Auler

Segunda Corrida.

1) Alan Turres
2) Nelson Monteiro
3) Marco Billi
4) Paulo Totato
5) Patrick Choate
6) André Gaidzinski
7) Chico Horta
8) Sangho Kim

                                                                              


Siga : Instagram @bloggentefina
           Instagram @juarezfco

domingo, 15 de abril de 2018

COPA TRUCK : CIRINO MUITO EMOCIONADO É O CAMPEÃO DA COPA SUL

Wellington Cirino é campeão da Copa Sul
                                                                     

Vitória e um sexto lugar garantiram o título da primeira copa da temporada. Giuliano Losacco e André Marques finalizaram com trofeu prata e bronze.
                                                                   

Wellington Cirino é o vencedor da Copa Sul. Com uma vitória na Corrida 1 e um sexto lugar na segunda prova o paranaense conquistou o título da primeira copa do ano e se garantiu como um dos postulantes ao título na Grande Final, que acontecerá em dezembro, em Curitiba. O pódio da primeira prova foi completado por Beto Monteiro e Adalberto Jardim. Na segunda prova Felipe Giaffone venceu, seguido por Giuliano Losacco e Renato Martins. Os resultados garantiram Losacco e André Marques com os troféus prata e bronze respectivamente. Os dois também se garantiram na disputa pelo título no final do ano.
                                                               
    
"Hoje tivemos uma disputa muito dura, mas extremamente limpa. Vamos comemorar esse título. Tudo aconteceu como o planejado. Nós buscamos ir muito bem na primeira corrida, para na segunda focar apenas no que precisaríamos fazer para ser campeão e deu certo", comentou Cirino.
                                                               

Mesmo garantido na Grande Final, o piloto da Mercedes acredita que não pode relaxar. "Temos que trabalhar ainda mais na próxima copa. Nosso motor precisa ser melhorado. O chassi é muito bem construído e o caminhão é muito bom. Hoje na segunda prova eu cuidei muito do equipamento e pudemos ter uma leitura completa, para que daqui pra frente o caminhão seja aperfeiçoado", acrescentou.

Como foram as corridas:

A Corrida 1 teve duas largadas. Na primeira, o pole Roberval Andrade enfrentou problemas de motor e nem conseguiu iniciar a disputa. Luiz Renato Luhrs rodou na curva 1 ainda na segunda volta e a bandeira vermelha foi acionada pela direção de prova, para retirar o caminhão que ficou parado na pista. Giaffone e Régis Boessio haviam sido punidos na primeira volta por excesso de velocidade no radar e como a prova foi interrompida a punição foi retirada.

Na segunda largada Giaffone pressionou o líder Wellington Cirino. A pressão foi aumentando até que na quarta volta o piloto da Volkswagen ultrapassou e abriu vantagem. No entanto, Giaffone foi punido por excesso de velocidade no radar e teve de pagar um drive through. A punição jogou Giaffone para trás e o piloto da Volkswagen teve de fazer uma corrida de recuperação para terminar em sexto lugar. O gaúcho Boessio vinha em terceiro e na última volta enfrentou problemas mecânicos que o tiraram do pódio.
                                                                           

Para a segunda corrida, com a inversão dos dez primeiros colocados, Renato Martins largou na frente, com Giuliano Losacco em segundo e Giaffone em terceiro. Giaffone fez uma excelente largada e superou os dois adversários logo na curva 1. Após a ultrapassagem Giaffone abriu vantagem.
                                                                       

Losacco superou Renato Martins na largada e conseguiu segurar a posição até o final. André Marques em quarto e Beto Monteiro em quinto completaram o pódio da segunda prova. No entanto, Beto foi punido com o acréscimo de 20 segundos em seu tempo final de prova por alinhar fora de sua posição no grid. Adalberto Jardim herdou a quinta posição.

Veja como terminou a Corrida 1:

6 Wellington Cirino (Mercedes) - 14 voltas em 20min59s333
88 Beto Monteiro (Iveco) - 9.721
5 Adalberto Jardim (Volkswagen) - 10.555
77 André Marques (Mercedes) - 10.682
7 Débora Rodrigues (Volkswagen) - 23.300
4 Felipe Giaffone (Volkswagen) - 32.709
90 Giuliano Losacco (Iveco) - 35.267
9 Renato Martins (VW MAN) - 37.140
83 Régis Boessio (Volvo) - 39.820
30 Rogerio Castro (Volkswagen) - 41.658
47 Duda Bana (Volvo) - 56.134
99 Luiz Lopes (Iveco) - 1:13.293
13 Witold Ramasauskas (VW MAN) - 1:14.069
333 Alex Fabiano GG (Mercedes) - a 3 voltas

Não completaram 75% da prova:

27 Fábio Fogaça (Ford)
72 Djalma Fogaça (Ford)
15 Roberval Andrade (Scania)
46 Luiz Renato Luhrs (Scania)


Corrida 2:

4 Felipe Giaffone (Volkswagen) - 16 voltas em 24:08,780
90 Giuliano Losacco (Iveco) - a 6.805
9 Renato Martins (VW MAN) - a 10.628
77 André Marques (Mercedes) - a 10.784
5 Adalberto Jardim (Volkswagen) - a 15.505
6 Wellington Cirino (Mercedes) - a 18.129
88 Beto Monteiro (Iveco) - a 34.698*
13 Witold Ramasauskas (VW MAN) - a 35.854
333 Alex Fabiano GG (Mercedes) - a 53.478
7 Débora Rodrigues (Volkswagen) - a 1 volta
47 Duda Bana (Volkswagen) - a 1min23s037
99 Luiz Lopes (Iveco) - a 2 voltas
Não completaram 75% da prova:

72 Djalma Fogaça (Ford) - a 5 voltas
30 Rogério Castro (Mercedes) - a 7 voltas
83 Régis Boessio (Volvo)
27 Fábio Fogaça (Ford)
15 Roberval Andrade (Scania)
46 Luiz Renato Luhrs (Scania)
* Punido com o acréscimo de 20 segundos por alinhamento fora de sua posição no grid


Classificação final da Copa Sul:

Wellington Cirino - 70 pontos
Giuliano Losacco - 60
André Marques - 57
Felipe Giaffone - 52
Beto Monteiro - 52
Renato Martins - 52
Débora Rodrigues - 45
Régis Boessio - 34
Witold Ramasauskas - 33
Alex FAbiano GG - 31
Adalberto Jardim - 29
Luiz Lopes - 29
Rogério Castro - 16
Duda Bana - 14
Zé Maria Reis - 11
Djalma Fogaça - 10
Fábio Fogaça - 8
Luiz Renato Luhrs - 0
Roberval Andrade - 0
Eurípedes Reis - 0

Fotos: (Duda Bairros/ Copa Truck)

PORSCHE CUP 2018 INTERLAGOS ETAPA 2

PILOTO PIPO DERANI CONFIRMADO NAS 24 HORAS DE LE MANS

Pipo Derani é confirmado na equipe oficial da Ferrari nas 24 Horas de Le Mans.

O brasileiro Pipo Derani foi escolhido pela Ferrari para fazer parte de sua equipe oficial que contará com três carros na edição de 2018 das 24 Horas de Le Mans.

O jovem piloto, que venceu pela segunda vez as 12 Horas de Sebring no mês passado, estará ao lado de Toni Vilander e Antonio Giovinazzi no novo #52 Ferrari 488 GTE para brigar pela vitória na super competitiva categoria LMGTE Pro.

Para Derani, o convite marca a realização de um sonho que ele sempre teve em sua carreira, de um dia competir pela famosa e mundialmente conhecida montadora italiana.

O dia chegou e o brasileiro está honrado e feliz em poder representa-los na maior e mais celebrada corrida do mundo. “Estou muito feliz em fazer parte da equipe AF Corse Ferrari em Le Mans em junho”, disse Derani.

“É um dia especial em minha carreira, porque desde que eu era criança pilotar pela Ferrari era um sonho. A Ferrari é um dos nomes mais importantes do automobilismo. Meu pai é um grande fã da marca, então é um dia de muito orgulho”, continuou o piloto.

“Vou dar o meu melhor para a equipe nesta prova e não vejo a hora de trabalhar com um time tão profissional e dedicado. Eu só tenho a agradecê-los por essa oportunidade fantástica”, completou Derani.

O brasileiro vai conhecer o novo Ferrari 488 GTE nos próximos meses, antes dos testes oficiais para a lendária corrida.

As 24 Horas de Le Mans, onde Derani já terminou em segundo na categoria LMGTE Pro na temporada passada, será realizada no dia 16 de junho, com três carros da AF Corse Ferrari brigando pelo título contra Chevrolet, Ford, Aston Martin, Porsche e BMW em uma das disputas que promete ser a mais acirrada na recente história da categoria GT.


KART : EQUIPE RKC VENCE ENDURANCE 5 HORAS DE KART

                           

Endurance 5 Horas de Kart Interlagos: Equipe RKC Kart sobe no pódio

Depois de liderar e sofrer com alguns problemas com karts, time se supera e termina em quarto.

A equipe RKC Kart começou bem a temporada de provas de Endurance. No último sábado (14/4) os pilotos que participam do Campeonato RKC Rental Kart - certame do Rotary Club Ponte Estaiada São Paulo – subiram no pódio do primeiro Endurance 5 Horas de Kart Interlagos, disputado no Kartódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

“Como sempre estamos felizes e nos divertimos muito. Foi um bom começo de temporada, pois chegamos a liderar a prova e ainda fizemos a terceira melhor volta entre todos os 32 concorrentes, para subirmos no pódio em quarto. Não é nada pouco. Agora vamos nos organizar ainda mais para esta prova ser o ponto de partida para conquistas ainda maiores”, comentou Fábio Cunha, campeão do RKC no ano passado, sobre a quarta posição que a equipe RKC Kart conquistou.

O principal time do RKC Kart largou da sexta posição, depois de ter enfrentado tráfego na tomada de tempos. Mas isto não foi empecilho: com dez minutos de prova o piloto Alberto Otazú (Alpie Escola de Pilotagem/Instituto Desenvolve) assumiu a liderança da corrida e abriu uma vantagem confortável até entregar o kart para o próximo parceiro.  Depois a equipes teve vários problemas com alguns equipamentos, e mesmo tendo estabelecido a terceira volta mais rápida da corrida não teve condições de brigar pela vitória.
Alberto Otazú e Fábio PL -quarto lugar 

“Não tivemos nenhum problema de pilotagem. Todos os pilotos do RKC foram rápidos, constantes e responsáveis. Apenas a sorte não foi nossa companheira desta vez. Sem desmerecer a atuação dos outros times, mas pelo que os pilotos da equipe andaram merecíamos alguns degraus mais para cima no pódio”, opinou Otazú, campeão do primeiro turno do Campeonato RKC Rental Kart 2018.

A equipe RKC Kart participou com quatro Karts, conduzidos por 12 pilotos: Alberto Otazú, Alejandro Pomponio, Charles Vittorio, Fábio Cunha, Fábio Noronha, Fábio PL, Fernanda Jardim, Fernando Telles, Nelson Reple, Paulo Leierer, Samer Ghosn e Vivi Gola.

Os seis primeiros no Endurance 5 Horas de Kart Interlagos foram: 1) F-Kart Endurance 1, 5h00min29s757; 2) Monsters Kart/THR 2, a 1 volta; 3) Karteiros 2, a 1 volta; 4) RKC1, a 2 voltas; 5) GPK 2, a 2 voltas; 6) F-Kart 2/ACKA, a 3 voltas.


Alberto Cesar Otazú tem o apoio de Alpie Escola de Pilotagem, Instituto Desenvolve, No Fire Services, Studio 67 Design e LEAG. O jovem apoia as ações da Associação Cruz Verde e Direção para a Vida.








sábado, 14 de abril de 2018

ROBERVAL DOMINOU EM GUAPORÉ E O POLE POSITION


Roberval Andrade voa na chuva e faz a pole em Guaporé

Corrida que decide o título da Copa Sul será disputada no domingo, a partir das 13 horas, ao vivo no SporTV 3.

Roberval Andrade deu show na chuva de Guaporé e garantiu a pole position para corrida que abre a decisão da Copa Sul, a primeira das quatro Copas que compõem, junto com a Grande Final, o calendário da Copa Truck em 2018. O piloto do Scania #15 não esmoreceu e cravou a marca de 1min43s919, ficando pouco mais de meio segundo à frente de Wellington Cirino, líder da Copa Sul.


Falando em disputa da Copa Sul, quem vai sofrer bastante no domingo é o vice-líder Giuliano Losacco. Sem praticamente nenhuma experiência na Truck em pista molhada, o bicampeão da Stock Car optou pela cautela e vai sair da penúltima fila, em 17º lugar. Quem não tem nada a ver com isso é Felipe Giaffone, atual Campeão das Copas, será o terceiro no grid de largada. Ao seu lado sai Renato Martins, enquanto Beto Monteiro e o piloto da casa Regis Boéssio completam a lista dos seis primeiros.
                                                                                 
Regis Boéssio



"O caminhão estava muito bem acertado para a pista molhada. Sabia que se o treino classificatório fosse disputado em condição de chuva nós íamos brigar pela pole e foi isso o que aconteceu. Agradeço muito a equipe pelo trabalho", comentou Roberval. 

A sessão foi marcada pelo acidente de Djalma Fogaça na curva 1. Não foi um acidente forte, mas a pancada foi suficiente para quebrar o diferencial de seu carro, o que dificultou bastante o resgate e atrasou ainda mais a sessão (postergada em três horas por conta da incessante chuva na região, que chegou a 40 mm de volume de água).

A tomada de tempos teve três punições: André Marques (totalmente recuperado do acidente de ontem) e Alex Fabiano perderam suas melhores voltas por desrespeitarem a bandeira vermelha, enquanto Djalma também perdeu a melhor volta por excesso de velocidade no radar. A decisão da Copa Sul acontece neste domingo a partir das 13 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV3.

Grid de largada: 
1. 15 Roberval Andrade (Scania) 1:43.919
2. 6 Wellington Cirino (Mercedes) 1:44.504
3. 4 Felipe Giaffone (Volkswagen) 1:44.766
4. 9 Renato Martins (MAN) 1:46.018
5. 88 Beto Monteiro (Iveco) 1:46.033
6. 83 Regis Boessio (Volvo) 1:46.263
7. 5 Adalberto Jardim (Volkswagen) 1:46.620
8. 7 Debora Rodrigues (Volkswagen) 1:46.701
9. 77 André Marques (Mercedes) 1:47.181
10. 99 Luiz Lopes (Iveco) 1:47.324
11. 72 Djalma Fogaça (Ford) 1:47.541
12. 30 Rogerio Castro (Volkswagen) 1:48.063
13. 47 Duda Bana (Volvo) 1:49.163
14. 13 Witold Ramasauskas (MAN) 1:49.378
15. 333 Alex Fabiano (Mercedes) 1:49.584
16. 27 Fabio Fogaça (Ford) 1:50.476
17. 90 Giuliano Losacco (Iveco) 1:50.684
18. 46 Luis Renato Luhrs (Scania) 1:57.671

Punições:

#77 e #333 = penalizados com a perda da melhor volta por desrespeito à bandeira vermelha
#72 = penalizado com a perda da volta por excesso de velocidade no radar

Fotos :(Duda Bairros/Copa Truck)  
F. Imprensa Truck