quarta-feira, 19 de setembro de 2018

STOCK CAR : CHEGA EM MOGI COM AÇÃO DO TORCEDOR MECÂNICO

Mogi Guaçu recebe ação Mecânico Por Um dia da Stock Car

Evento acontece nesta quinta-feira (20) do meio-dia às 13h30 dentro do Buriti Shopping; público pode realizar a troca de pneu no carro da Stock Car.

A principal categoria do automobilismo brasileiro começa a agitar Mogi Guaçu (SP). A cidade do interior de São Paulo – distante 170 quilômetros da capital – recebe a nona etapa da Stock Car no domingo (23) e nesta quinta-feira (20) o público poderá sentir de perto toda a adrenalina vivida pelos mecânicos durante um pit stop.
                                                                      

O torcedor que estiver no Buriti Shopping poderá, de meio-dia às 13h30 poderá participar da ação “Mecânico Por Um Dia”, na qual as pessoas podem formar duplas para realizar uma troca rápida de pneu no carro da Stock Car, igual aos mecânicos fazem durante os pit stops nas provas – um dos momentos mais tensos, determinantes e de maior pressão em uma corrida de automobilismo.

A Stock Car volta ao interior paulista depois de uma etapa de sucesso em 2017. No Velo Città, um dos mais novos, modernos e seguros autódromos do país, a principal categoria do automobilismo brasileiro fez sua estreia no ano passado em provas que tiveram as vitórias de Felipe Fraga e Átila Abreu.

O Velo Città é uma das praças que proporciona a melhor experiência ao torcedor. Os ingressos estão à venda e todas as informações sobre preços e pontos de venda podem ser encontradas aqui. www.stockcar.com.br

F. Vipcomm

terça-feira, 18 de setembro de 2018

RALLY BAJA : POLARIS SAI NA FRENTE E VENCE NO CEARÁ

                                           
  
Polaris RZR Turbo S vence mais uma prova. com Piloto Leonardo Beleza tocando muito bem.
                                                                              

Baixada a poeira da participação no Rally dos Sertões, representante do Team Polaris vence na 5ª etapa do Cearense de Rally Baja.

 Ao melhor estilo do cinema Hollywoodiano, UTV Polaris RZR Turbo S vence em mais uma importante prova do rally nacional, o Cearense de Baja, realizado no último fim de semana (15/09) em Caucaia (CE). Dos 48 participantes, o único Turbo S inscrito tinha Leonardo Beleza atrás do volante, ao melhor estilo dos filmes onde apenas um guerreiro derrota toda uma legião de adversários.

O dia 15 de setembro ficará marcado na memória do piloto Leo Beleza, que finalmente pôde conquistar uma vitória no disputadíssimo campeonato cearense. Superando as dificuldades e os adversários, graças a sua habilidade e experiência e também ao desempenho superior do RZR Turbo S, a parceria homem / máquina provou seu valor.

Estou realmente admirado com o desempenho do Turbo S na prova, esperava ir bem e ficar entre os 5 primeiros colocados, até que no começo da segunda volta percebi que já estava em 2º e parti para o ataque. Me sentindo confiante nas curvas, acelerei fundo buscando baixar ainda mais o tempo e, chegando na ultima volta, vi que tinha colocado 28 segundos em cima do adversário mais próximo. Estou muito contente com esta conquista e o lugar mais alto do pódio, uma tremenda alegria para a família Polaris, contou Leonardo Beleza logo após a corrida. 

Competindo pela categoria Pro Turbo, o piloto cravou o melhor tempo geral da prova, que teve aproximadamente 25km, sendo 4 voltas completas e 1 descartada. A fazenda Garrote fica a 30km de Fortaleza e o terreno é predominantemente plano e arenoso, mas a organização tratou de traçar um percurso com diversos desafios, saltos e trechos de desnível, exigindo técnica e perícia dos participantes.

Não faltou emoção nem velocidade ao longo da prova, e os resultados ficaram bem próximos, mas o pacote tecnológico do melhor RZR de todos os tempos, que inclui suspensão inteligente com comandos pela central multimídia e os 170cv originais do motor turbo de 925cc, além do sistema de tração AWD ou 2WD sob demanda, mostraram a superioridade do valente UTV e garantiram a vitória para a Polaris.

Resultado 5ª etapa Cearense de Rally Baja - UTV’s
____________________________________

Categoria PRO TURBO

Colocação / Piloto / Número / Tempo de Prova

1º — Leonardo Beleza (#4) RZR Turbo S –– 00h16m27seg

2º — Riamburgo Ximenes (#2) — 00h16m56seg

3º — Neto Valentim (#24) —00h16m59seg

4º — Ruan Lima (#6) –– 00h17m48seg

5º — Bruno Dantas (#5) –– 00h20m18seg

____________________________________

Geral

Colocação / Piloto / Número / Tempo de Prova

1º — Leonardo Beleza (#4) RZR Turbo S –– 00h16m27seg

2º — Riamburgo Ximenes (#2) — 00h16m56seg

3º — Ruan Pablo (#11) —00h16m57seg

4º — Neto Valentim (#24) —00h16m59seg

5º — Fabio Sales (#7) –– 00h17m02seg


Informações Adicionais: PolarisDoBrasil.com

Sobre a Polaris:  Com faturamento de US$ 5,4 bilhões em 2017, a Polaris desenvolve, produz e comercializa veículos off-road inovadores e de alta qualidade, incluindo quadriciclos (ATVs) e side-by-sides (UTVs). Com 62 anos de história, possui 8.000 funcionários diretos e está presente em mais de 130 países, com 11 subsidiárias (Alemanha, Austrália, Brasil, China, Espanha, França, Índia, Inglaterra, México, Noruega e Suécia). Atualmente seus produtos são distribuídos através de 1.850 revendedores nos Estados Unidos e por mais de 1.400 no restante do mundo. A empresa norte-americana está entre os líderes globais no segmento de powersports (ATVs, UTVs e Snowmobile) e é detentora da marca de motocicleta de alta cilindradas Indian Motorcycle® e do inovador SlingShot®.   A Polaris também está presente no segmento de veículos elétricos com as marcas GEM, Goupil e Aixam Mega, além de uma linha completa de acessórios e vestuário com as marcas Klim®, Kolpin®, Cycle Country® e Pro Armor®.

 F. VGCOMM




NOVA REGRA PIT STOP NÃO MAIS OBRIGATÓRIO NA STOCK LIGHT


Stock Light revê procedimentos; pit stop deixa de ser obrigatório.
                                                                           

Aumento do número de carros no grid e estrutura reduzida de boxes em alguns autódromos levou a organizadora do evento a tomar a decisão em nome da segurança.

Maior celeiro de jovens talentos para a Stock Car, a Stock Light revisou alguns de seus procedimentos de corrida e decidiu suspender a obrigatoriedade do pit stop de reabastecimento. A medida entra em vigor já durante a sexta etapa da temporada, que acontece nos dias 22 e 23 de setembro no circuito do Velo Città, em Mogi Guaçu (SP).

A decisão que levou a alteração, tomada em conjunto pela Vicar, organizadora do evento, e a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), se baseou no aumento do grid da categoria e no tamanho do espaço entre cada box nos autódromos brasileiros, para trazer maior segurança para pilotos e membros das equipes.

“Elaboramos o regulamento pensando na preparação para os jovens talentos que desejam ingressar na Stock Car, por isso era um sistema semelhante, com paradas de box. Entretanto, o alto número de carros no grid, com pilotos disputando ponto a ponto pela chance de estar na Stock Car no próximo ano, nos fez repensar o formato, junto do fato de que alguns autódromos não comportam esta quantidade de carros utilizando as baias de pit stop ao mesmo tempo”, explicou Rodrigo Mathias, CEO da Stock Car.

A Stock Light já revelou e revela grandes talentos no automobilismo brasileiro. Pilotos como Marcos Gomes, Felipe Fraga, Daniel Serra, para citar somente três, foram destaque na categoria de acesso antes de serem campeões na Stock Car. Hoje, a Stock Light premia seu campeão com subsídios para que ele dispute a temporada seguinte na classe principal – custos com inscrição, pneus e aluguel de motor -, enquanto o melhor estreante terá ajuda financeira para disputar a segunda temporada no acesso. São incentivos que chegam a R$ 650 mil, ajudando sobremaneira no orçamento dos pilotos.

De acordo com Mathias, pela quantidade maior de carros – somente na última etapa foram 27 -, o risco de acidentes é maior com a intensa movimentação na área de pit stops, além da estrutura de alguns autódromos brasileiros, que não comportam tal movimentação. “O espaço entre os boxes é reduzido, deixando pouca margem de manobra para os pilotos e aumentando o risco de acidentes. Optamos por neutralizar este fator”, justificou.


F.Vipcomm Assessoria 

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

SBK : ETAPA DE GOIÂNIA DANILO LEWIS DISPAROU E VENCEU BONITO

                                                                                   
Grande Prova da Pro ficou por conta do Piloto Danilo Lewis (#17) O piloto da Tecfil Havoline Racing Team, que a tempos buscava um lugar melhor no pódio, e nessa prova  mostrou que sua maquina estava muito afinada.
                                                                    

Piloto Lewis começou a crescer a cada volta, remetendo para cima , de Granado e Alex Barros que no momento estavam a frente.

Era muito visível que os dois feras que se encontrava a frente de Lewis, estavam um pouco apreensivo, pois a pista encontrava se molhada.

Piloto da Tecfil voando baixo e tocando cada vez mais forte remete para cima de Granado, e quando Alex fecha  Lewis da o bote pelo outro lado da curva.
                                                           

E nada segurava mais Lewis tocando até a bandeirada para o grande publico que aplaudiu e acompanhou toda narração do locutor.
                                                                            
O SuperBike Brasil passou mais uma vez por Goiânia! Neste domingo (16), pilotos e equipes aceleraram na pista do Autódromo Internacional Ayrton Senna e concluíram mais uma etapa da temporada do maior campeonato das Américas. Em um dia quente e aberto praticamente o tempo todo, a maior surpresa ficou para quando choveu no local e a pista ficou molhada.
                                                                           



Na segunda corrida da SuperBike, categoria principal, pela 6ª etapa do SBK Brasil, Danilo Lewis (#17) foi a surpresa. O piloto da Tecfil Havoline Racing Team quebrou a hegemonia de quase dois anos de Eric Granado (#51) e Alex Barros (#4) ao vencer a prova.
                                                                       

Foi a primeira vez desde o início da temporada passada que um piloto diferente de Granado e Barros conquistou uma corrida válida pelo Campeonato Brasileiro do SBK. De quebra, Lewis, da Tecfil voltou a vencer depois da terceira etapa do torneio de 2016, em 12 de junho daquele ano, quando foi vice-campeão.

Antes, Eric Granado (#51) e Alex Barros (#4) repetiram a dose da última etapa e protagonizaram um duelo eletrizante na primeira corrida da SuperBike, Granado, da Honda Racing Brasil, ultrapassou o adversário perto do fim e venceu por diferença de 0s559.
                                                                     

Entre os pilotos da SuperBike Extreme, Rodrigo Dazzi (#146) venceu a primeira da rodada dupla. O piloto da Zitto MotorSport colocou dois segundos de vantagem para cima de Diego Viveiros (#23), da Picoloko/PRT - Pitico Race Team, e ficou ainda mais perto do título brasileiro na categoria. Na segunda rodada, Diego Viveiros cruzou a linha de chegada antes dos rivais.

Na SuperBike Light, Márcio Ferreira Bortolini (#37) fechou com chave de ouro a 6ª etapa do SBK Brasil. Além de liderar os treinos, o piloto da Tecfil Havoline Racing Team conseguiu a dobradinha ao vencer as duas corridas da categoria. De quebra, ele liderou o grid na segunda sessão.

Bruno Corano (#34), por sua vez, garantiu o primeiro lugar nas duas provas da Evolution, neste domingo. O piloto da BMW Motorrad MotorSport foi o mais rápido com sobra na capital de Goiás.

Já na SuperBike Master, Guilherme Neto foi o grande nome. O piloto da Pro Racing Team venceu a primeira prova, e teve certa tranquilidade para confirmar a dobradinha.

Fechando o grid das 1000cc, Rodrigo Torroglosa (#55), da HG Motos Racing/Friends Car, foi o mais rápido da SuperStock. Ele liderou a primeira e segunda provas e acabou o dia na 6ª etapa do SBK Brasil também com dobradinha.

Entre as motos de 600cc também não faltou emoção! Ton Kawakami (#127) foi o único a correr na casa dos 14 minutos na primeira corrida da SuperSport. O piloto da Yamaha Racing, porém, foi desbancado por Matheus Barbosa (#260), da Motonil Motors/UsatecBSB, na segunda sessão.

O primeiro piloto a cruzar a linha de chegada na SuperSport Extreme foi Gustavo da Silveira “Gão” (#85), da Motonil Motors/UsatecBSB. Depois, foi Luiz Ferraz (#13), da Tecfil Havoline Racing Team, o mais veloz.

Na 959 Panigale Cup, Massao Nishimoto (#41) superou os rivais e venceu a primeira corrida. O piloto da Motonil Motors, no entanto, viu Rodrigo "Cabecinha" (#181), da Equipe Motonil Motors, ficar com o lugar mais alto do pódio na segunda bateria.

No grid das 500cc, a disputa foi acirrada nas diversas categorias. Arthur Costa (#99), da Tecfil Racing Team, venceu o disputado duelo deste domingo (16), e conquistou a Copa Honda CBR 500R Pro. O piloto venceu Fábio Florian (#88), o melhor dos treinos, por 0s259.

Marcelo Moreno “MM” (#7), da Motonil Motors/UsatecBSB, faturou o título da categoria Extreme da 500R. Na Light, o grande ganhador da etapa de Goiânia foi João Carneiro (#14), Light Team/Cajuru Racing. Já pela Teen, Fábio Florian (#88), da Moretti Racing Team, foi o mais rápido, enquanto Indiana Muñoz, também da Moretti Racing Team, liderou a feminina com folga.

Na Yamalube R3 Cup, a diferença foi mínima, apenas 0s006, mas Enzo Valentim (#29), da Colorado Doctor Racing Team, superou os rivais e venceu a prova. Na Yamalube R3 Stock, o grande vencedor foi Felipe Macan (#54), da Yamaha Racing, que, assim como a maioria dos pilotos, conseguiu acompanhar os pilotos da Pro na corrida de Goiânia.

Theo Manna (#77) venceu a briga acirrada entre sete pilotos para levar a primeira corrida da Honda Junior Cup na temporada. João Arratia (#26) e Pedro Balla (#10) ficaram com a segunda e terceira colocação, respectivamente.

Por fim, Fabio Pitta (#126), da Zitto MotorSport, que foi líder nos treinos, venceu com folga a corrida da SuperBike Escola.

Confira os resultados de todas as corridas deste domingo no SBK Brasil:

SUPERBIKE (1ª CORRIDA)
1) 51-Eric Granado 
2) 4-Alex Barros 
3) 17-Danilo Lewis 
4) 28-Pedro Sampaio 
5) 41-Maximiliano Gerardo

SUPERBIKE (2ª CORRIDA)
1) 17-Danilo Lewis 
2) 51-Eric Granado
3) 4-Alex Barros
4) 28-Pedro Sampaio
5) 41-Maximiliano Gerardo

SUPERBIKE EXTREME (1ª CORRIDA)
1) 146-Rodrigo Dazzi 
2) 23-Diego Viveiros 
3) 56-Julio Fortunato
4) 12-Davi Costa
5) 777-Luciano Pokemon

SUPERBIKE EXTREME (2ª CORRIDA)
1) 23-Diego Viveiros 
2) 146-Rodrigo Dazzi 
3) 56-Julio Fortunato

SUPERBIKE LIGHT (1ª CORRIDA)
1) 37-Marcio Ferreira Bortolini
2) 13-Carlos Sakurai Kaka
3) 12-Ramon Cruz
4) 4-Tiago Crespo
5) 76-Cleber Pires

SUPERBIKE LIGHT (2ª CORRIDA)
1) 37-Marcio Ferreira Bortolini
2) 76-Cleber Pires
3) 13-Carlos Sakurai Kaka
4) 12-Ramon Cruz
5) 4-Tiago Crespo

SUPERBIKE EVOLUTION (1ª CORRIDA)
1) 34-Bruno Corano
2) 33-Juliano Ferrante

SUPERBIKE EVOLUTION (2ª CORRIDA)
1) 34-Bruno Corano
2) 33-Juliano Ferrante
3) 99-Edson Luiz

SUPERBIKE EVOLUTION 1000 (1ª CORRIDA)
1) 186-Felipe Comerlatto
2) 96-Raphael Fletado
3) 22-Cassiano Macedo
4) 28-Pablo Flores Nunes
5) 131-Fabricio de Freitas

SUPERBIKE EVOLUTION 1000 (2ª CORRIDA)
1) 186-Felipe Comerlatto
2) 96-Raphael Fletado
3) 131-Fabricio de Freitas
4) 28-Pablo Flores Nunes

SUPERBIKE MASTER (1ª CORRIDA)
1) 66-Guilherme Neto
2) 26-Cris Nogueira
3) 613-Célio Campagnolo WR
4) 45-Nelson Gonçalves Mágico
5) 147-Rene Ferreira

SUPERBIKE MASTER (2ª CORRIDA)
1) 66-Guilherme Neto
2) 26-Cris Nogueira
3) 613-Célio Campagnolo WR
4) 45-Nelson Gonçalves Mágico
5) 147-Rene Ferreira

SUPESTOCK (1ª CORRIDA)
1) 55-Rodrigo Torroglosa
2) 6-Peterson Pet
3) 78-Magno Menino de Ouro
4) 75-Ricardo Silveira
5) 191-Anderson Gomes LHP

SUPESTOCK (2ª CORRIDA)
1) 55-Rodrigo Torroglosa
2) 18-Guto Figueiredo
3) 6-Peterson Pet
4) 78-Magno Menino de Ouro
5) 191-Anderson Gomes LHP

SUPERSPORT (1ª CORRIDA)
1) 127-Ton Kawakami 
2) 32-Fausto Granton Gallay
3) 52-Rafael Rigueiro 
4) 53-Leo Tamburro 
5) 7-Lucas Dezeró 
6) 23-Ives Moraes

SUPERSPORT (2ª CORRIDA)
1) 260-Matheus Barbosa 
2) 53-Leo Tamburro 
3) 127-Ton Kawakami 
4) 52-Rafael Rigueiro 
5) 7-Lucas Dezeró

SUPERSPORT EXTREME (1ª CORRIDA)
1) 85-Gustavo da Silveira Gão 
2) 42-Henrique Daniel 
3) 13-Luis Ferraz 
4) 20-Regis Santos 
5) 44-Breno Barbosa

SUPERSPORT EXTREME (2ª CORRIDA)
1) 13-Luis Ferraz
2) 85-Gustavo da Silveira Gão 
3) 42-Henrique Daniel 
4) 20-Regis Santos 
5) 77-Marcos Kawasaki

959 PANIGALE CUP (1ª CORRIDA)
1) 41-Massao Nishimoto 
2) 99-Marcos Fortunato 
3) 999-Rodrigo Simon 
4) 181-Rodrigo Cabecinha

959 PANIGALE CUP (2ª CORRIDA)
1) 181-Rodrigo Cabecinha 
2) 41-Massao Nishimoto 
3) 999-Rodrigo Simon

CBR 500R PRO
1) 99-Arthur Costa 
2) 199-Indiana Muñoz
3) 88-Fábio Florian
4) 43-Ademilson Peixer
5) 59-Enzo Valentim

CBR 500R TEEN
1) 88-Fábio Florian
2) 59-Enzo Valentim
3) 14-João Carneiro
4) 444-Luiz Felipe
5) 90-Raphael Ramos

CBR 500R LIGHT
1) 14-João Carneiro
2) 444-Luiz Felipe
3) 90-Raphael Ramos
4) 711-Mario Nicoli Netto
5) 77-Rodrigo de Medeiros

CBR 500R EXTREME
1) 7-Marcelo Moreno MM 
2) 9-Marciano Santin
3) 27-Alexandre Colorado 
4) 277-Denis Peppe 
5) 227-Marcelo Lemes

CBR 500R FEMININA
1) 199-Indiana Muñoz
2) 19-Raquel Vaz
3) 22-Mafe Rocha

YAMALUBE R3 CUP
1) 29-Enzo Valentim 
2) 44-Gui Brito
3) 260-Matheus Barbosa
4) 51-Bruno Cesar Borges 
5) 45-Rafael Rosa

YAMALUBE R3 CUP STOCK
1) 54-Felipe Macan 
2) 36-Kaywan Freire Kaka Fumaça
3) 12-Humberto Turquinho
4) 50-Rafinha Fernandes 
5) 8-Rodrigo Gregório Diguinho

HONDA JUNIOR CUP
1) 77-Theo Manna 
2) 26-João Arratia
3) 10-Pedro Balla
4) 13-João Henrique Fascineli
5) 91-Caique Lanna

SUPERBIKE ESCOLA
1) 126-Fabio Pitta 
2) 33-Douglas Russo 
3) 64-Sérgio da Silva Serginho
4) 128-Alexandre Dante

SUPERSPORT ESCOLA
1) 118-Marco Ferreira 
2) 39-Bruno Eduardo 
3) 21-Franco Lopes Mineiro 
4) 43-Gabriel Melo

Fotos: Danilo Lewis.
Geraldo Carvalho 

Fonte resultado.
Imprensa SBK

domingo, 16 de setembro de 2018

UMA É POUCO : GIAFFONE VENCE DUAS COM DISPUTA ACIRRADÍSSIMA

                                                                               
Rodada dupla espetacular contou com chuva, tempo seco, muitas disputas e, mesmo com o triunfo duplo do atual campeão, disputa da Copa Mercosul segue inteiramente aberta.
                                                                               


Felipe Giaffone venceu as duas corridas da Copa Truck em Buenos Aires, na Argentina, após uma rodada dupla eletrizante que contou com chuva, tempo seco, pegas do início ao fim e muita emoção. Com isso, o piloto da Volkswagen, campeão da Copa Centro-Oeste, dá um passo muito importante para tentar garantir mais um caneco na Copa Mercosul.
                                                                         

As provas aconteceram com o tempo muito instável: começou a chover cinco minutos antes da volta de apresentação, com alguns pontos da pista ficando bem molhados. No entanto, eles encararam a corrida 1 com pneus de pista seca e deram um show de pilotagem e habilidade. A disputa tripla entre Giaffone, o pole Wellington Cirino e Roberval Andrade levantou os presentes no Autódromo Juan y Oscar Gálvez.
                                                                          

Os três se alternaram na liderança até o momento em que o caminhão de Giaffone se adaptou melhor às condições e ele recebeu a bandeirada com 2s3 de vantagem para Cirino, enquanto Roberval completava o pódio, seguido de Leandro Totti, Danilo Dirani, Beto Monteiro, André Marques e Adalberto Jardim, que garantiu a pole da corrida 2 com o oitavo lugar.
                                                                       

A segunda corrida do dia, no entanto, conseguiu ser melhor que a primeira. Em duas atuações de gala, Giaffone e Monteiro engoliram todos e se engalfinharam na briga pela vitória, com o piloto da Volkswagen levando a melhor após Monteiro sofrer com um vazamento de água - decorrência de um toque com Totti. Mesmo assim, o competidor da Iveco não desistiu e seguiu no encalço de Giaffone, que venceu com apenas 0s3 de vantagem. Marques garantiu mais um pódio na temporada ao ser terceiro, com Dirani e Cirino fechando o Top 5.
                                                                   

"A primeira corrida eu ganhei na pista, na raça. Na largada eu passei um pouco da conta e fui para a grama, mas o caminhão tracionava bem e era muito bom nessas condições. Já na segunda eu tive sorte, pois todo mundo estava muito competitivo. Não estava dando conta do Beto, mas ele teve o problema e eu tive um pouco de sorte. Foi muito melhor que eu imaginava", destaca Giaffone.
                                                                     

"Em um toque com o Roberval eu acabei ficando com um pneus inutilizável e o início foi uma situação difícil para todos. Mas fico feliz por sair em segundo no campeonato e agora ir para Rivera, uma pista que gosto e onde já venci", comenta Cirino, que sai de Buenos Aires com 31 pontos, apenas nove atrás do líder Giaffone.
                                                                  

Já Roberval ficou com sentimentos mistos após a rodada dupla: "Foi um fim de semana meio perfeito com o pódio e um problema de motor que me fez ficar fora da corrida 2. Mas essas dificuldades servirão de motivação para Rivera. Sabemos que a quebra veio de um erro de regulagem e para a próxima etapa vou lutar para tentar garantir um lugar entre os três e mais pontos para a final."

Beto Monteiro, por sua vez, nem ligou para o problema do vazamento de água, uma vez que ele nem classificou e conseguiu duas corridas entre os seis, com direito a pódio. "Foi uma pena o toque com Totti, que fez vazar água do meu carro cada vez mais, aí perdi rendimento e o Felipe chegou. Os dois resultados aqui foram uma super vitória. Precisávamos do pódio e o caminhão estava realmente bom."
                                                                      

Atual líder do ranking da Grande Final, que acontece dia 2/12 em Curitiba, e maior pontuador da temporada, André Marques garantiu mais um pódio na capital argentina: "Estou feliz ao continuar mantendo a regularidade. Queremos a vitória mas estamos perto. Enquanto ela não chega a gente pensa no campeonato". Já Dirani não repetiu o desempenho de Goiânia, mas aprovou o trabalho de sua equipe, a PPD. "Foi um fim de semana muito bom, de muito aprendizado sobre o caminhão. Temos muita coisa para acertar, trouxemos a 'receita' de Goiânia mas funcionou diferente. Mesmo assim, saíndo de 18º, garanti dois pódios e sigo na briga pela Copa", completa.

A decisão da Copa Mercosul está marcada para os dias 6 e 7 de outubro em Rivera, no Uruguai, com mais 40 pontos em jogo. Confira abaixo os resultados completos de Buenos Aires:


Resultado Corrida 1
1º - Felipe Giaffone, Volkswagen, em 22min47s520
2º - Wellington Cirino, Mercedes-Benz, à 2s390
3º - Roberval Andrade, Scania, à 10s241
4º - Leandro Totti, Mercedes-Benz, à 15s005
5º - Danilo Dirani, Mercedes-Benz, à 19s740
6º - Beto Monteiro, Iveco, à 23s983
7º - André Marques, Mercedes-Benz, à 24s850
8º - Adalberto Jardim, Ford, à 25s007
9º - Renato Martins, Volks, à 26s975
10º - Pedro Paulo, Mercedes-Benz, à 27s795
11º - Regis Boessio, Volvo, 28s114
12º - Witold Ramasauskas, MAN, à 38s192
13º - Giuliano Losacco, Iveco, à 38s333
14º - Luis Lopes, Iveco, à 40s114
15º - Rodrigo Belinati, Volks, à 41s310
16º - Fábio Fogaça, Ford, à 41s636
17º - Débora Rodrigues, Volks, à 43s014
18º - Duda Bana, Volvo, à 46s787
19º - Rogério Castro, Volks, à 1min14s814
Melhor volta: Leandro Totti, 1min49s874

Resultado Corrida 2
1º - Felipe Giaffone, Volkswagen, em 23min35s843
2º - Beto Monteiro, Iveco, à 0s372
3º - André Marques, Mercedes-Benz, à 1s115
4º - Danilo Dirani, Mercedes-Benz, à 2s358
5º - Wellington Cirino, Mercedes-Benz, à 2s957
6º - Leandro Totti, Mercedes-Benz, à 29s499 
7º - Giuliano Losacco, Iveco, à 35s116
8º - Witold Ramasauskas, MAN, à 36s304
9º - Duda Bana, Volvo, à 57s371
10º - Luis Lopes, Iveco, à +1min
11º - Renato Martins, MAN, à +1min
12º - Fábio Fogaça, Ford, à +1min
13º - Débora Rodrigues, Volks, à +1min
14º - Rogério Castro, Volks, à +1min
15º - Regis Boessio, Volvo, à 3 voltas
16º - Adalberto Jardim, Ford, à 5 voltas
17º - Rodrigo Belinati, Volks, à 8 voltas
Melhor volta: Beto Monteiro, 1min39s515

Classificação da Copa Mercosul
1º - Felipe Giaffone, 40 pontos
2º - Wellington Cirino, 31 pontos
3º - Beto Monteiro, 30 pontos
4º - Danilo Dirani, 27 pontos
5º - André Marques, 27 pontos
6º - Leandro Totti, 26 pontos
7º - Roberval Andrade, 18 pontos 
8º - Renato Martins, 16 pontos
9º - Witold Ramasauskas, 16 pontos
10º - Giuliano Losacco, 16 pontos
11º - Luiz Lopes, 12 pontos
12º - Adalberto Jardim, 12 pontos
13º - Regis Boessio, 10 pontos
14º - Pedro Paulo, 10 pontos
15º - Duda Bana, 7 pontos
16º - Rodrigo Belinati, 5 pontos
17º - Fabio Fogaça, 4 pontos
18º - Debora Rodrigues, 3 pontos
19 – Rogério Castro, 2 pontos


Fotos: Duda Bairros/Copa Truck

Fonte de resultados:

Imprensa truck