domingo, 28 de novembro de 2021

ENDURANCE :ORIGE E KIRYLA COM AJR VENCE BONITO

 


Kiryla e Orige fazem barba, cabelo e bigode em Santa Cruz do Sul


Dupla da Motorcar dominou a disputa da penúltima etapa do campeonato; Cacá e Baptista deram as cartas na GT3

Gustavo Kiryla e Vicente Orige dominaram a penúltima etapa da temporada 2021 do Império Endurance Brasil praticamente de ponta a ponta e conquistaram, neste sábado, a vitória das Quatro Horas de Santa Cruz do Sul. Foi a terceira vez que a dupla da equipe Motorcar que compete a bordo de um protótipo AJR subiu ao degrau mais alto do pódio na categoria geral e na P1 este ano.

“Estamos muito felizes com mais esta conquista. Fizemos uma prova muito boa aqui em Santa Cruz, com um carro que apresentou um ritmo muito forte tanto na corrida quanto na classificação e agora vamos para a final com sede de brigar pelo título”, disse Vicente Orige após a prova. A dupla que largou na pole também emplacou a volta mais rápida da prova com a marca de 1min15s647.

No pódio, tiveram a companhia de Pedro Queirolo e David Muffato, que ficaram na segunda colocação; Jindra Kraucher, Aldo Piedade e Luiz Floss terminaram em terceiro; Henrique Assunção, Fernando Fortes e Fernando Ohashi acabaram a prova na quarta posição. Todos competem na categoria P1, que reúne os protótipos mais rápidos do grid.                                                                     

Quinta colocada na geral, a dupla da Mercedes Cacá Bueno e Ricardo Baptista dominou a disputa na GT3 e venceu entre os carros de Gran Turismo sem sofrer qualquer ameaça dos adversários ao longo das quatro horas de prova. Desta forma, assumiram a liderança da categoria.

"A equipe toda está de parabéns por essa vitória. Nós fizemos uma corrida praticamente perfeita, mantivemos a liderança a prova toda e esse resultado é muito importante para buscamos o título na decisão em Goiânia. O carro estava muito bom de guiar durante o final de semana e agora vamos focar na final”, afirmou Cacá Bueno.

"Estou bem feliz, é nossa terceira vitória no ano. Nós conseguimos acertar bem o carro para a corrida e mantivemos o desgaste de pneus sob controle. Levamos um pequeno susto no final porque estava superaquecendo o óleo do freio, mas nós fomos controlando bem e no final deu tudo certo, então estamos bem felizes”, completou Ricardo Baptista.                                                                         

  Na GT4, que teve a estreia do Ford Mustang GT, quem levou a melhor foi a BMW M4 do trio Henry Visconde, Lucas Kohl e Lucas Foresti. Já na disputa direta pelo degrau mais alto do pódio da  GT3 Light, a dupla do Aston Martin Sérgio e Guilherme Ribas cruzou a linha de chegada à frente do trio da Ferrari formado por Ricardo Mendes, Tom Filho e Marçal Muller. E na P3, a vitória ficou com Salim Carlesso, Guilherme Ghizo e Gustavo Vilella.

A grande final do Império Endurance Brasil está marcada para o dia 18 de Dezembro, em Goiânia.

Fotos:
Bruno Terena/MS2

F:MS2

sábado, 27 de novembro de 2021

KAWASAKI MOSTRA MAIS DOIS LANÇAMENTO DA FAMILIA Z

 

Kawasaki atualiza Família Z e antecipa dois lançamentos da linha 2022

A fabricante japonesa apresenta durante o 'Festival 2021', que acontece até domingo em Interlagos, os novos modelos Z650 RS e Z900 R Edition, todos da linha 2022. Os lançamentos, que chegam ao mercado somente no ano que vem, integram o calendário comemorativo de 50 anos de criação da Família Z  

Em comemoração aos 50 anos de lançamento do primeiro modelo da Família Z no mercado mundial, a Kawasaki irá atualizar seu line-up de nakeds no Brasil e apresentará dois novos lançamentos da linha 2022 durante o ‘Festival 2021’ [antigo Festival Duas Rodas], maior evento de test ride do país aberto ao público, que acontece entre nos dias 26 e 28 de novembro no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). A apresentação oficial dos modelos Z650 RS 2022  e Z900 R Edition 2022 aconteceu ontem à tarde  em evento exclusivo à imprensa e convidados. Na ocasião, também será celebrado os 13 anos do início da operação da Kawasaki Motores do Brasil – subsidiária da fabricante japonesa no país.

                                                                  

Completando o importante marco de meio século de existência em 2022, a Família Z da Kawasaki segue cada dia mais relevante após conquistar o mercado mundial ao longo das últimas cinco décadas e ajudar a popularizar os modelos com motorização de quatro cilindros em linha. A clássica Z1, também conhecida por ‘900 Super Four’, foi a precursora da categoria. Lançada em 1972, a moto fez sucesso com seu motor carburado DOHC de quatro cilindros refrigerado a ar. O então lançamento foi tão exitoso, que conquistou a preferência do público ante seus principais concorrentes e, nos quatro anos em que esteve no mercado, somou cerca de 85 mil unidades fabricadas.

A partir de então, essa história de sucesso seguiu com mais de 25 diferentes lançamentos e completa, em 2022, 50 anos de existência com apresentação das novas Z650 RS e Z900 R Edition, que estarão presentes no estande da Kawasaki durante o ‘Festival 2021’. O  modelo RS – que chega as Concessionárias Autorizadas Kawasaki apenas em 2022 – resgatam o estilo retrô e o design atemporal, que lembra a clássica Z1 da década de 70, porém, equipadas com a tecnologia mais recente da Kawasaki.  A nova a Z900 R Edition mantém o estilo agressivo e moderno da Família Z, recebendo as mesmas atualizações que sua versão clássica, com novos pacotes de freio e amortecedor.

Além dos  lançamentos, os visitantes do ‘Festival 2021’ poderão conferir de perto inúmeros modelos da fabricante japonesa. O estande da Kawasaki contará com 18 motos em exposição, de diversas categorias, como as trails Versys 1000 GT, Versys 650 e Versys X 300, a estradeira Vulcan S, as nakeds Z1000 R, Z900, Z650, Z400, as off road KX250 e KX450 e as superesportivas Ninja ZX-6R, Ninja 650, Ninja 400, incluindo a ZX-10R – sete vezes campeã do Mundial de SuperBike – e a H2R, a moto mais veloz do mundo já fabricada.

Já para o test ride, os participantes do ‘Festival 2021’ terão disponibilidade de se inscrever para testar na pista do Autódromo de Interlagos ao menos 12 modelos diferentes da Kawasaki. Entre eles estão as trails Versys 1000 GT, Versys 650, Versys X 300, as nakeds Z900 RS, Z900, Z650, Z400, a estradeira Vulcan S e as esportivas Ninja ZX-10R, Ninja ZX-6R, Ninja 650, Ninja 400.


SERVIÇO: Festival

O QUE: Lançamento de modelos 2022 da Família Z da Kawasaki

QUANDO: Até 28 de novembro de 2021;

ONDE: Autódromo de Interlagos;

ENDEREÇO: Av. Sen. Teotônio Vilela, 261 - Interlagos, São Paulo (SP)

F:VGCOM

HONDA RECEBE PRÊMIO MOTO DO ANO COM CBR

 HONDA CBR 1000RR-R SP é a vencedora do Prêmio Moto do Ano 2022


 A moto Honda CBR 1000RR-R SP é a vencedora do Prêmio Moto do Ano 2022. O anúncio foi feito, nesta sexta-feira (26), durante o Festival 2021, o maior evento de motociclismo do país, organizado pela revista Duas Rodas, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Única premiação do setor realizada neste ano, a 24ª edição, apresentada por Karina Simões, Felipe Titto e Leandro Mello, considerou como campeã geral o modelo que obteve a pontuação máxima entre os jurados.

A CBR 1000RR-R SP, também vencedora da categoria Sport, marca um reposicionamento da Honda, em modelos premium, sobretudo em sua linha Dream. "É uma moto com 217 cavalos e que bateu o recorde de velocidade com o Leandro Mello, ultrapassando a barreira dos 310 km/h", diz Márcio Saldanha Marinho, CEO da Duas Rodas. O vice-presidente da Honda Brasil, Keiji Inoue, esteve no autódromo para receber o prêmio (foto). A marca japonesa ainda levou o prêmio de melhor Scooter, com a Honda ADV, e Adventure, com a Honda CRF 1100L Africa Twin.

O Prêmio Moto do Ano consagrou modelos em diferentes categorias, abrangendo também marcas que participaram do Festival 2021 – Royal Enfield, Yamaha, Kawasaki, BMW, Ducati, KTM e Triumph. A BMW G 310 GS venceu a categoria Trail, e a Yamaha MT-03, a Street. Já entre os modelos Sport-touring, a Kawasaki Versys 1000 GT arrematou o troféu. Na categoria Naked, a Ducati Streetfighter V4 S, lançada no festival, foi a grande vencedora. Harley-Davidson Road King Special e Triumph Bonneville T100 venceram nas modalidades Touring e Classic, respectivamente. Uma das surpresas do prêmio foi a inclusão de uma nova categoria, a Destaque Ano 2021, cujo vencedor foi a Meteor 350, da Royal Enfield.


Até domingo, o Festival 2021 reúne em um espaço de 30 mil m2 lançamentos das principais marcas atuantes no Brasil, como a 890 R, da KTM, e o novo modelo Trident, da Triumph. O festival ainda é marcado por diversas opções de entretenimento, como o #ISSOÉCHURRASCO e o show da dupla Fernando e Sorocaba.

Para saber mais sobre a cobertura do Prêmio Moto do Ano 2021 acesse: instagram.com/duasrodasbr

domingo, 21 de novembro de 2021

STOCK LIGHT:LUCAS KOHL VENCE EM SANTA CRUZ DO SUL

Kohl segura Reis e vence "em casa" na Stock Light

Após etapa de Santa Cruz do Sul, Felipe Baptista e Gabriel Robe batalharão pelo título e pelo prêmio de R$ 1,2 milhão na última etapa, em Interlagos

                                                                    


Lucas Kohl venceu neste domingo (21) a corrida que fechou a penúltima etapa da Stock Light, disputada no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul (RS). O piloto da KTF Sports, campeão entre os rookies, largou da pole position beneficiado pela inversão dos dez melhores da corrida de sábado, e se manteve na frente ao longo dos 30 minutos de prova, garantindo a vitória, sua primeira na classificação geral da categoria.

Para triunfar no traçado gaúcho, o piloto do carro número 95 precisou se defender dos ataques de Raphael Reis na volta final, após o adversário da W2 Racing relargar bem e durante o último giro ameaçar seriamente a liderança de Kohl. Os dois cruzaram a linha de chegada separados por apenas 0s190, com o jovem piloto de Santa Cruz do Sul à frente. O pódio Sul ainda contou com outro gaúcho, Gabriel Robe, da Motortech, que terminou em terceiro.

Vitória "em casa" - “Eu não consigo nem colocar em palavras o que eu estou sentindo. Minha primeira vitória na categoria, e em Santa Cruz. Eu administrei a corrida inteira. Veio o Safety Car no final e eu dei uma erradinha na relargada, mas consegui segurar o Raphael e trouxe a vitória para a casa”, disse Kohl, após o encerramento da etapa no autódromo de sua terra natal.

Zezinho Muggiati ficou com a quarta posição, chegando logo à frente de Gabriel Lusquiños, seu companheiro de equipe na equipe W2 ProGP. Líder do campeonato, Felipe Baptista foi muito conservador neste domingo, especialmente na volta final, e terminou em sexto com o carro da KTF Sports. O top-10 ainda contou com Pietro Rimbano, Raphael Teixeira, Raphael Abbate e Arthur Leist.

Após a rodada dupla de Santa Cruz do Sul, Felipe Baptista segue na liderança do campeonato, agora com 303 pontos, contra 261 de Gabriel Robe, o segundo colocado. Apenas os dois têm chances de título. Zezinho Muggiati é o terceiro, somando 235. Arthur Leist, com 228, e Raphael Reis, com 223, completam a lista dos cinco melhores da classificação.

A decisão do campeonato da Stock Light está marcada para os dias 11 e 12 de dezembro, no autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

Resultados - Confira o resultado final da corrida 2 da Stock Light em Santa Cruz do Sul:

1º - Lucas Kohl - KTF Sports - 20 voltas

2º - Raphael Reis - W2 Racing - a 0s190

3º - Gabriel Robe - Motortech - a 1s709

4º - Zezinho Muggiati - W2 ProGP - a 1s919

5º - Gabriel Lusquinhos - W2 ProGP - a 2s308

6º - Felipe Baptista - KTF Sports - a 3s282

7º - Pietro Rimbano - KTF Racing - a 6s259

8º - Raphael Teixeira - Motortech Motorsports - a 3 voltas

9º - Raphael Abbate - Piquet Sports - a 3 voltas

10º - Arthur Leist - Motortech - a 5 voltas


Classificação do campeonato (top-10):

1º - Felipe Baptista - 303 pontos

2º - Gabriel Robe – 261

3º - Zezinho Muggiati – 235

4º - Arthur Leist – 228

5º - Raphael Reis – 223

6º - Matheus Iorio – 212

7º - Pietro Rimbano – 200

8º - Gabriel Lusquiños – 163

9º - Lucas Kohl – 162

10º - Felipe Papazissis - 137

Fotos : Duda Bairros / Stock car 

sábado, 20 de novembro de 2021

THIAGO CAMILO E O GRANDE POLE POSITION EM SANTA CRUZ

 


Camilo crava 27ª pole da carreira

Líderes Casagrande e Serra dividem a terceira fila na reta final da temporada

Thiago Camilo foi uma sombra incômoda para o líder do campeonato, Gabriel Casagrande, durante praticamente todo o treino classificatório que definiu a pole position para a 11ª etapa da Stock Car Pro Series, que será disputada em duas provas consecutivas neste domingo, no Autódromo de Santa Cruz do Sul. Com o jovem Casagrande sendo o nome mais cotado para a pole position por sua performance consistente durante todo o dia, foi Camilo quem finalizou a jornada garantindo a posição de honra do grid. Casagrande dividirá a terceira fila com o vice-líder Daniel Serra, seu principal rival na briga pelo título de 2021 – o que promete mais um duelo espetacular pela ponta da tabela.

Julio Campos completa a primeira fila, ao lado de Camilo, largando no segundo lugar. A seguir se classificaram Allam Khodair e Cesar Ramos – mas este perderá dez posições devido a uma punição gerada pela queima de largada na etapa anterior, disputada há um mês no Autódromo Velocitta. Novamente a Stock Car mostrou seu vigor ao colocar 23 carros em menos de um segundo no Q1, a fase inicial do classificatório, quanto todos os carros entram na pista.

Estilo explosivo – Thiago Camilo desceu de seu carro no já tradicional estilo explosivo, comemorando com a equipe de maneira efusiva. Não é para menos. A pole position é a 27ª de sua carreira, em uma história que registra quase uma pole a cada dez corridas na Stock Car (ele disputou 288 largadas). Camilo também é dono de 35 vitórias (12,1% de aproveitamento), 74 pódios (25,7%) e 31 melhores voltas (10,8%). Entre os pilotos em atividade, só perde para o pentacampeão Cacá Bueno nestas estatísticas.

A pole position vem em um momento em que a Stock Car experimenta uma tensão que preenche a atmosfera do paddock. A etapa de Santa Cruz do Sul será a última antes dos descartes dos quatro piores resultados – fazendo com que os pilotos partam para a etapa final, dia 12 de dezembro, em Interlagos, no estilo tudo ou nada.                                                                 

Embora, matematicamente, os nove primeiros possuem chances de chegar ao título, os grandes protagonistas neste cenário são Casagrande (309 pontos totais e 302 com os descartes neste momento) e Serra (296 e 283, respectivamente). Terceiro colocado, com 251 pontos totais e também após os descartes, Ricardo Zonta ficou com o 20º tempo do dia e precisará executar quase um milagre para se manter na briga. Rubens Barrichello (251 totais e 249 após descartes) largará em nono, em outra missão difícil. O pole Thiago Camilo soma 236 pontos totais – mesma contagem após descartes –, total que o coloca na sétima posição da tabela.

A 11ª etapa da Stock Car terá largada às 13h55 para duas provas consecutivas de 30 minutos, com transmissão ao vivo pela Band, Sportv e mídias da categoria (Facebook e Youtube). Confira abaixo os tempos do classificatório, a pontuação do campeonato com e sem descartes e também a programação deste domingo.

Tomadas de tempo – 11ª etapa

Autódromo de Santa Cruz do Sul

1º - Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) - 1min23s552

2º - Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) - 1min23s618

3º - Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) - 1min23s643

4º - Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) - 1min23s748

5º - Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) - 1min23s802

6º - Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) - 1min23s944

Eliminados no Q2

7º - Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) - 1min23s724

8º - Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) - 1min23s801

9º - Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla) - 1min23s811

10º - Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) - 1min24s037

11º - Guga Lima (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) - 1min24s121

12º - Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze) - 1min24s203

13º - Pedro Cardoso (KTF Racing/Chevrolet Cruze) - 1min24s405

14º - Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) - 1min37s378

15º - Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) - 1min38s227

Eliminados no Q1

16º - Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) - 1min23s723

17º - Guilherme Salas (KTF Sports/Chevrolet Cruze) - 1min23s787

18º - Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze) - 1min23s811

19º - Matías Rossi (Full Time Sports/Toyota Corolla) - 1min23s845

20º - Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla) - 1min23s870

21º - Felipe Lapenna (Hot Car/Chevrolet Cruze) - 1min23s872

22º - Sergio Jimenez (Scuderia CJ/Toyota Corolla) - 1min23s998

23º - Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) - 1min24s009

24º - Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) - 1min24s141

25º - Gaetano di Mauro (KTF Racing/Chevrolet Cruze) - 1min24s174

26º - Christian Hahn (Blau Motorsport II/Chevrolet Cruze) - 1min24s194

27º - Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla) - 1min24s257

28º - Beto Monteiro (Crown Racing/Chevrolet Cruze) - 1min24s294

29º - Tony Kanaan (Full Time Bassani/Toyota Corolla) - 1min24s5586

30º - Valdeno Brito (Hot Car/Chevrolet Cruze) - 1min24s672

31º - Gustavo Frigotto (RKL/Chevrolet Cruze) - 1min24s925

Classificação do Campeonato

Piloto / Pontuação total / Com descartes

1º - Gabriel Casagrande – 309 (302)

2º - Daniel Serra – 296 (283)

3º - Ricardo Zonta – 251 (251)

4º - Rubens Barrichello – 251 (249)

5º - Ricardo Maurício – 243 (243)

6º - Cesar Ramos – 240 (240)

7º - Thiago Camilo – 236 (236)

8º - Átila Abreu – 213 (213)

9º - Allam Khodair – 204 (204)

10º - Diego Nunes – 194 (194)

11º - Bruno Baptista – 184 (184)

12º - Denis Navarro – 181 (181)

13º - Guilherme Salas – 179 (179)

14º - Marcos Gomes – 178 (178)

15º - Rafael Suzuki – 165 (165)

16º - Gaetano di Mauro – 153 (153)

17º - Cacá Bueno – 148 (148)

18º - Julio Campos – 141 (141)

19º - Galid Osman – 97 (97)

20º - Lucas Foresti – 97 (97)

Programação

Domingo, 21/11

08h13 - Corrida 02 categorias A e B, Turismo Nacional (20min)

09h08 - Corrida 02 categoria Super, Turismo Nacional (20min)

10h03 - Corrida 03 categorias A e B, Turismo Nacional (20min)

10h58 - Corrida 03 categoria Super, Turismo Nacional (20min)

13h55 - Corrida 01 Stock Car (30min + 1 volta)

14h20 - Corrida 02 Stock Car (30min + 1 volta)

15h40 - Corrida 02 Stock Light (30min + 1 volta)

16h43 - Corrida 04 categorias A e B, Turismo Nacional (20min)

17h38 - Corrida 04 categoria Super, Turismo Nacional (20min)


Fotos :Duda Bairros/Stock Car

STOCK CAR : JULIO CAMPOS LARGA NA PRIMEIRA FILA

Pole escapa por 0.066, mas Campos larga na primeira fila em Santa Cruz do Sul

Vencedor na última passagem da categoria mais importante do país, na cidade do interior gaúcho, o paranaense espera um grande resultado neste domingo

Sábado movimentado na programação da 11ª etapa da Stock Car, em Santa Cruz do Sul (RS), com dois treinos livres e o treino classificatório, em dia de muito calor, com o piloto Lubrax | Podium Stock Car Team, Julio Campos ocupando sempre as primeiras posições. No quali, a pole escapou por 0.066, mas Campos deixou o Chevrolet Cruze #04, na segunda colocação do grid, largando amanhã na primeira fila.

Essa foi a primeira vez na temporada, que o piloto paranaense conquistou o direito de largar na primeira fila, ao lado de Thiago Camilo na primeira bateria da rodada dupla deste domingo com largada marcada para 13h45, ao vivo na Band e no Sportv.

                                                                      


Campos tem um ótimo histórico na cidade do interior gaúcho, onde na última passagem da categoria largou na pole e venceu, também pela sua atual equipe a R.Mattheis, comandada pelo experiente Rodolpho Mattheis. “Foi uma classificação muito boa. Largar na primeira fila sempre é muito bom! A ideia era brigarmos pelas três primeiras posições do grid, pois sabíamos desde o primeiro treino que estávamos muito rápidos. Faltou muito pouco para conquistarmos a pole, mas Stock Car é isso, todo mundo disputando no mesmo segundo e qualquer detalhe te tira uma posição. Nosso carro estava um pouco traseiro no Q1 e sabíamos com isso que iríamos sofrer um pouco no Q2 e Q3, mas está ótimo! Amanhã é buscarmos um grande resultado nas duas corridas”, analisou o paranaense.


Grid de Largada

Q3

1 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla), 1:23.552

2 Julio Campos (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze), 1:23.618 a 0.066

3 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze), 1:23.643 a 0.091

4 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla), 1:23.748 a 0.196

5 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze), 1:23.802 a 0.250

6 Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze), 1:23.944 a 0.392

Q2

7 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze), 1:23.724

8 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze), 1:23.801 a 0.801

9 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla), 1:23.811 a 0.811

10 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze), 1:24.037 a 1.037

11 Guga Lima (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze), 1:24.121 a 1.121

12 Lucas Foresti (KTF Sports/Cruze), 1:24.203 a 1.203

13 Pedro Cardoso (KTF Racing/Cruze), 1:24.405 a 1.405

14 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze), 1:37.378 a 14.378

15 Felipe Massa (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze), 1:38.227 a 15.227

Q1

16 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze), 1:23.723

17 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze), 1:23.787 a 0.702

18 Cacá Bueno (Crown Racing/Cruze), 1:23.811 a 0.726

19 Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla), 1:23.845 a 0.760

20 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla), 1:23.870 a 0.785

21 Felipe Lapenna (Hot Car Competições/Cruze), 1:23.872 a 0.787

22 Sergio Jimenez (Scuderia CJ/Corolla), 1:23.998 a 0.913

23 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze), 1:24.009 a 0.924

24 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla), 1:24.141 a 1.056

25 Gaetano di Mauro (KTF Racing/Cruze), 1:24.174 a 1.089

26 Christian Hahn (Blau Motorsport II/Cruze), 1:24.194 a 1.109

27 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla), 1:24.257 a 1.172

28 Beto Monteiro (Crown Racing/Cruze), 1:24.294 a 1.209

29 Tony Kanaan (Full Time Bassani/Corolla), 1:24.586 a 1.501

30 Valdeno Brito (Hot Car Competições/Cruze), 1:24.672 a 1.587

31 Gustavo Frigotto (RKL Competições/Cruze), 1:24.925 a 1.840


Fotos:Rodrigo Guimarães/MS2

F:MS2


Júlio Campos e Felipe Massa

quinta-feira, 18 de novembro de 2021

ARENA CROSS GRANDE FINAL TEM FERAS ESTADOS UNIDOS E EUROPA

 Super Final do Arena Cross terá participação de mais pilotos estrangeiros

Quatro novos competidores dos Estados Unidos e Inglaterra confirmam presença na decisão da temporada 2021, que será realizada no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo; Brasileiro Enzo Lopes 80 também disputará a prova                                                                    

A expectativa é grande para a Super Final do Arena Cross. A decisão da temporada 2021, nos dias 27 e 28 de novembro, no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo (SP), contará com a participação de mais pilotos estrangeiros no gate da principal categoria: a Pró. Mais quatro nomes internacionais confirmaram presença: Adam Chatfield, da Inglaterra, que já fez várias temporadas no Brasil, além de Tyler Bowers, Cade Clason e Henry Miller, dos Estados Unidos, que competem aqui pela primeira vez. O brasileiro Enzo Lopes, representante do país em provas de supercross e motocross no exterior, também estará na disputa da categoria AX2.                                                       

Os currículos desses pilotos são de peso. Adam Chatfield tem o título do Arena Cross de 2012 e do Brasileiro de Motocross de 2013 na MX1; Tyler Bowers é tetracampeão do Arena Cross USA; Cade Clason tem pódio no Canadense de Supercross e participações no Main Event do AMA Supercross. Já Henry Miller acumula experiências no AMA Pro Motocross.

Assim, eles se juntam aos outros pilotos, o que deve apimentar mais a competição. Dos 15 que integram a Pró, oito são de fora do país. Nomes como o equatoriano Jetro Salazar, o português Paulo Alberto, os venezuelanos Humberto Martin e o atual líder da categoria, Anthony Rodriguez já são bem conhecidos do público. Pelo lado brasileiro estão confirmados Hector Assunção, Fábio Santos, Caio Lopes, Ricardo Carneiro, Gustavo Pessoa, Rafael Faria e Jean Ramos.

Há mais de cinco anos sem correr no Brasil, o gaúcho Enzo Lopes está animado com esse retorno. “Como dizem, o bom filho à casa torna. Estou muito feliz em voltar a correr no Brasil na final do Arena Cross. Não tenho palavras para agradecer todos que fizeram isso possível. Tenho um carinho imenso pela minha casa e minha nação. Conto com a presença de todo mundo nas arquibancadas e nos boxes para assistir às corridas”, destaca Lopes, tricampeão do Arena Cross, com dois títulos na Júnior em 2013 e 2014 e um na 50cc em 2009.

“A Super Final do Arena Cross 2021 promete um grande show de pilotagem para o público. A chegada de mais pilotos estrangeiros aumenta ainda mais o nível técnico da prova e agita também a torcida pelos competidores nacionais. É isso o que a gente quer proporcionar: grandes disputas e muita emoção do início ao fim de cada corrida”, diz Carlinhos Romagnolli, diretor geral do Arena Cross.

Conheça um pouco mais dos novos pilotos estrangeiros que estarão na Super Final do Arena Cross 2021: 

Adam Chatfield – Inglaterra

Campeão Brasileiro de Motocross na MX1 em 2013

Campeão do Arena Cross Brasil em 2012

Campeão inglês de Arena Cross


Tyler Bowers – Estados Unidos

Tetracampeão do Arena Cross USA (2011-2014)

3 vezes pódio no Supercross Americano na 450SX 

1 vitória no Supercross na categoria 250SX, 4 pódios e 11 vezes top 5

Mais de 30 vezes campeão Nacional Amador de Motocross do AMA


Cade Clason – Estados Unidos

Pódio Canadense de Supercross

3º lugar na Tríplice Coroa Canadense

10 vezes no Main Event AMA Supercross 2021

4 vezes 17º lugar no AMA Supercross

14º no Ironman AMA Motocross


Henry Miller – Estados Unidos

16º lugar no AMA Pro Motocross 2019

18º lugar no AMA Pro Motocross 2020

2 vezes top 10 AMA Pro Motocross 450cc

O evento seguirá todas as normas de segurança e prevenção à Covid-19 estabelecidas pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de São Paulo, como uso de máscara obrigatório e distanciamento social nos locais pré-determinados.

O Arena Cross 2021 tem patrocínio da Honda, Pro Honda, Monster Energy e copatrocínio da KTM. O evento conta com a parceria da Prefeitura de São Paulo e da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME). O apoio é da revista Pró Moto, revista Dirt Action e Moto Channel Brasil. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). A realização é da Romagnolli Promoções e Eventos e Linem (Liga Nacional de Esportes a Motor). 

Serviço:

Arena Cross 2021 – Super Final

Data: 27 e 28 de novembro (sábado e domingo)

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – Setor Norte Indoor

Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1.451 – São Paulo (SP)

Ingressos: Vendas disponíveis em www.arenacross.com.br/ingressos

Arquibancada geral inteira – R$ 40 por dia

Arquibancada geral meia entrada – R$ 20 por dia

Torcida Vip Premium – R$ 160 por dia


Programação:


Sábado (27/11)

13h – Abertura dos portões

16h30 – Treinos classificatórios

19h – Abertura do evento

19h30 – Início das provas

22h30 – Encerramento


Domingo (28/11)

9h – Abertura dos portões

9h30 – Warm-up

11h – Abertura do evento

11h30 – Início das provas

15h30 – Encerramento

F:VGCom

quarta-feira, 17 de novembro de 2021

COLUNA DO BOTANA: NICOLAS PROST E CARMEN JORDA NA PISTA

Título de Nicolas  Prost em Estoril e a volta de Carmem Jorda  as  pistas.

Nicolas Prost aos 40 anos e com uma carreira consolidada no automobilismo, voltou este ano a correr de monopostos: Um historico muito bom ,ele correu esse ano também no Francês de  GT  com  um Alpine onde terminou o campeonato em 5° lugar.

Prost tevepassagens  pela Fórmula E, Wec,  participou este ano do campeonato  da  Ultimate Cup  Séries com  um monoposto da  Tatus ,os chassis  da categoria  são também  da Renault, foram ao todo  6 etapas  durante o ano, todas na França, e uma em Portugal no Estoril, sendo duas  em Paul Ricard e uma em Le Mans, em Magny Cours e uma em Dijon,  com 17 carros por etapa.

 Nicolas  Prost  fazia tempo que não corria de monopostos desde quando saiu da FE  em 2018, e  uma novidade nesta última Etapa foi a estréia na  categoria  da Espanhola Carmen  Jorda( que anos não corria de  nada e correu esta última etapa como companheira de Nicolas Prost).

Na  corrida 1, são 3 por etapa, Prost  chegou em 3° lugar e Jorda em 9° lugar,na corrida 2 Prost chegou em segundo lugar e Jorda em 11°, na 3 em terceiro  lugar e  Jorda em 12° lugar, o único piloto que tinha condições de  tirar o título de Prost era o Suiço Theo Vaucher que terminou em  2° lugar.

Prost  correu pela equipe CmR e  Vaucher  pela Graff, a categoria  Ultimate Cup Series começou ano passado, é uma categoria de baixos custos, para pilotos  novos, a maioria  são pilotos recém saídos do kart , caso de  Vaucher no seu segundo ano na categoria, tendo corrido de  kart até  2019, Prost correu  contratado pela equipe, CMR,Nicolas  Prost chegou a  testar um f1, um Renault  em Magny Cours mas não conseguiu apoio para entrar na categoria e hoje  ele ganha para correr.

Rodrigo Botana  colunista do   blog gente fina

Rodrigo  Botana  45 anos ator e  locutor comercial  por formação, apaixonado por automobilismo desde  os 10 anos, assisto corridas de tudo que é categoria,, colunista dos sites nobres do grid e velocidadenosangue e agora colaborador do blog, corro em  campeonatos de  kart rental, meu instagram  é @botanarodrigo

terça-feira, 16 de novembro de 2021

BOAT SHOW MAIS DE TREZENTAS EMBARCAÇAO VENDIDAS


 Sucesso de público, São Paulo Boat Show movimenta R$ 300 milhões em negócios em sua 24ª edição

Foram 320 embarcações comercializadas no evento que ocorreu entre os dias 04 e 09 de novembro e reuniu diversas novidades do universo náutico

“Mesmo com a pandemia, o São Paulo Boat Show, entendendo seu papel, nunca parou”. As palavras do presidente do Grupo Náutica e idealizador do evento, Ernani Paciornik, fazem referência à inédita edição que ocorreu ano passado na Raia Olímpica da USP e foram ratificadas após o balanço final da 24ª edição do São Paulo Boat Show. Durante seis dias, o evento recebeu cerca de 36 mil pessoas, reafirmando o título de maior evento náutico indoor da América Latina. Além disso, os números obtidos pela feira superaram as expectativas da organização, com a comercialização de 320 embarcações e geração de R$ 300 milhões em negócios.  Para este ano, era esperado retomar os resultados de 2019, quando foram movimentados R$ 220 milhões e venda de 215 embarcações.                                                                          

Um dos primeiros eventos de grande porte a acontecer sem restrição de público, o Boat Show trouxe para o salão do São Paulo Expo as principais novidades do setor, como o sucesso de compartilhamento de barcos, que permite que embarcações sejam adquiridas por meio de cotas. A feira também contou com mais de 50 lançamentos entre barcos, equipamentos, acessórios e serviços. Foi possível ainda conhecer os principais destinos náuticos do país, ficar próximo de relíquias do universo das águas, como o barco do Rei Pelé, e negociar com descontos a compra dos produtos em exposição.

Os barcos luxuosos expostos na feira também chamaram a atenção das celebridades. Quem, inclusive, aproveitou as vantagens especiais do Boat Show foi o cantor Luan Santana, que adquiriu uma lancha avaliada em mais de R$ 1 milhão. Além disso, prestigiaram o evento a atriz, apresentadora e cantora, Mariana Rios, que está participando do Show dos Famosos, no Domingão com Huck; o ator e apresentador Julio Rocha; o empresário e apresentador Roberto Justus e sua esposa Ana Paula Siebert Justus; o estilista e uma das maiores referências brasileiras da moda, Ricardo Almeida; o ex-jogador Emerson Sheik; o pai do jogador Neymar, Neymar da Silva Santos; e Tamara Klink, filha de Amyr Klink, recém-chegada ao Brasil, e que passou os últimos três meses percorrendo o Atlântico e se tornando a brasileira mais jovem a cruzá-lo sozinha à vela.

“Estamos muito felizes com os números alcançados pela edição 2021 do São Paulo Boat Show. Sabíamos que iria ser um sucesso, mas esperávamos resultados expressivos parecidos com os de 2019. Isso evidencia que a feira é uma das principais iniciativas de fomento ao setor náutico brasileiro e mostra que o Brasil tem um potencial enorme para o segmento e que pode ser mais bem explorado”, ressalta Thalita Vicentini, diretora geral do evento.

Além dos negócios gerados, o Boat Show trouxe importantes discussões sobre o setor náutico brasileiro com a realização do 6º Congresso Internacional Náutica. O evento fechado foi idealizado para prefeitos, secretários e agentes do setor que discutiram a retomada e as tendências do turismo pós-pandemia. O encontro contou também com a participação do ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, que, na ocasião, anunciou a volta da navegação dos cruzeiros na costa marítima brasileira depois de quase 18 meses de medidas restritivas impostas em decorrência da pandemia de Covid-19. Outros destaques do congresso foram o painel Programa Novo Rio Pinheiros, apresentado por Luiz Ricardo Santoro, secretário executivo de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, e o projeto do Lago Paranoá, de Brasília, com a presença da secretária de estado de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Chaves de Mendonza.

Paralelamente ao evento, também ocorreu o Espaço dos Desejos, que reuniu tudo o que há de mais inovador e luxuoso no mercado. O espaço foi integrado pelo BTG Pactual, que patrocinou o maior salão náutico da América Latina que contou com importantes marcas, como Mercedes Benz, Audi Helicópteros, Maserati, Melie, dentre outras. Outra atração foi a parceria com o Motorgrid Brasil, reunindo 571 carros e cerca de 2 mil pessoas, adquirindo o recorde de maior encontro de carros superesportivos de luxo da América Latina.

O São Paulo Boat Show é um verdadeiro termômetro para a indústria náutica brasileira, mostrando que o setor continua aquecido desde o início da pandemia de Covid-19. A expectativa é que, em 2021, o setor fature R$ 840 milhões, segundo dados da Associação Brasileira dos Construtores de Barcos e Implementos (Acobar). O segmento vem em uma crescente desde o início da pandemia, quando se fez necessário o isolamento e a busca por diversão em segurança, seguindo todos os protocolos de saúde.

A próxima parada agora é o Rio de Janeiro, onde será realizado o Rio Boat Show 2022, reunindo os amantes do mundo náutico em um grande evento na Baía de Guanabara. Mais informações serão divulgadas em breve pela organização da feira.  

Sobre o Grupo Náutica

Com mais de 40 anos de mercado, o Grupo Náutica traz soluções em infraestrutura, eventos e comunicação náutica.  É formado pela Revista Náutica, pioneira e líder absoluta no setor náutico; o Boat Show, com as edições São Paulo Boat Show e Rio Boat Show; a Metalu, uma das maiores construtoras de píeres do mundo; e a Ilha dos Coqueiros, perfeita para comemorações. O Grupo Náutica também se preocupa com as questões sociais e é detentora de ações, como “Só Jogue na Água o que Peixe pode Comer”, “Por Uma Cidade Navegável”, assim como desenvolve os principais Guias de Turismo Náutico do País.


segunda-feira, 15 de novembro de 2021

IMSA : FELIPE FRAGA VITORIA ESPETACULAR EM ATLANTA


 Felipe Fraga vence Petit Le Mans e leva Riley Motorsports ao título do IMSA

Piloto tocantinense encerra temporada do IMSA com quatro vitórias e cinco pódios na classe LMP3

Vice-campeão mundial de Endurance em 2021, Felipe Fraga venceu a prova Petit Le Mans, em Road Atlanta, disputada com 10 horas de duração. De quebra, o brasileiro ainda levou a equipe Riley Motorsports ao título do IMSA.

"Estou feliz demais de conquistar essa importantíssima vitória. Foram 10 horas de corrida e foi incrível conseguir esse troféu para o Brasil", diz Fraga, que é o mais jovem campeão da história Stock Car com título conquistado em 2016.

                                                                            


Fraga vem de uma temporada recheada de conquistas, com vice nas 24 Horas de Le Mans, vitória nas 6 Horas do Bahrein e bom desepenho também no Intercontinental GT Challenge. Nos EUA, Fraga venceu duas provas do IMSA em Watkins Glen, uma em Mid-Ohio e esta última em Road Atlanta.

"Foram cinco corridas de protótipo no ano e conseguimos quatro vitórias e um terceiro lugar, então foi uma temporada bem especial na LMP3. Gostaria de agradecer o time todo e em especial ao Gar Robinson e Scott Andrews, meus companheiros de equipe", diz Fraga, que é piloto de fábrica da Mercedes.

O próximo desafio de Fraga será nas 9 Horas de Kyalami, na África do Sul, na decisão do Intercontinental GT.

Fotos :

Riley Motorsports

F:Paulista Digital

sábado, 13 de novembro de 2021

CLASSICOS ANTIGOS E MUITO MAIS NO ANHEMBI


 Mundo Motor acontece no próximo dia 16 de novembro no Sambódromo do Anhembi em São Paulo

O encontro estima receber mais de 500 modelos entre carros antigos, clássicos, preparados, pick-ups, de competições, super carros, off road, dift, motocicletas e caminhões

Os automóveis são paixão entre os brasileiros, especialmente os clássicos, considerados verdadeiras relíquias, mas com a pandemia, os eventos que reúnem colecionadores, compradores e visitantes foram cancelados. Mas agora com a retomada gradual de eventos e feiras, um novo encontro de veículos, o Mundo Motor Brasil, inicia a retomada do setor, seguindo todos os protocolos de segurança.

Na terça-feira, 16 de novembro, a partir de 17h30, no Pavilhão do Sambódromo do Anhembi, o Mundo Motor Brasil estima receber em média 500 veículos para visitação, com modelos de diversas categorias, como antigos, hots, superesportivos, drifts, motocicletas, caminhões, customizados e modificados, 4x4, entre outros. 

                                                                    


Além de exposição dos carros, competições, feira de peças, acessórios automotivos e antiguidades, o evento conta com uma área onde veículos à venda. O Mundo Motor Brasil também conta com a participação de alguns clubes, como o Clube das Pick-ups, Chrysler Club do Brasil, entre outros, que costumam sempre participar de encontros de veículos.

O evento é organizado por Junior Abonante da Relicário Autos Antigos, mesmo criador do Encontro Brasileiro de Autos Antigos (EBAA), de Águas de Lindóia, em parceria com André Takeda, da Restaurakar. Ambos são referência no mercado de veículos antigos no Brasil.

“O Mundo Motor Brasil reúne carros clássicos, originais, restaurados e até caminhões gigantes antigos expostos para visitação. E é uma alegria voltar aos poucos depois de tanto tempo parado. Quem gosta de carro sentiu falta dos eventos e da interação”, diz Junior, que ressalta o cumprimento de todos os protocolos de segurança, como o uso de máscara obrigatório. 

Já Takeda mostra a expectativa pela retomada com o encontro, “Será uma enorme experiência com esse grande evento automotivo, sendo um novo recomeço pós-pandemia, onde a expectativa está muito grande em rever os amigos e seus belíssimos carros. Acredito numa grande volta. Estava sentindo muita falta!”

O espaço do Pavilhão do Sambódromo do Anhembi é coberto e conta com praça de alimentação. Os valores dos ingressos, que serão vendidos na hora, variam de acordo com o meio de transporte que levará o público ao evento: R$ 40 para veículos, R$ 20 para motos e R$ 10 para pedestres. Lembrando que não há limites de passageiros para automóveis.

Serviço

Mundo Motor Brasil

Data: terças-feiras - 16 de novembro, terça-feira, às 17h30.

Local: Pavilhão coberto do Sambódromo do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 267, São Paulo - SP). 

Valores: R$ 40 para veículos, R$ 20 para motos e R$ 10 para pedestres. Ingressos comprados na hora.  

Entrada: veículos no Portão 02 (ao lado da Churrascaria Anhembi); pedestres no Portão 0.


quarta-feira, 10 de novembro de 2021

RICARDO ZONTA FECHA DUPLA COM NEUGEBAUER PARA ESTE DOMINGO

 Porsche Cup: Zonta reedita dupla vitoriosa em prova no fim de semana da Fórmula 1

Paranaense retoma dupla com Werner Neugebauer para disputar a All-Star Race, que dará um Porsche 718 Spyder como premiação aos campeões

Ricardo Zonta vai reencontrar um antigo parceiro na etapa deste fim de semana da Porsche Cup Brasil: é o piloto Werner Neugebauer, com quem formou dupla vitoriosa na Endurance Series, o campeonato de provas de longa duração do certame, em 2020. Eles vão participar da All-Star Race, prova especial em que o paranaense foi convidado por seu parceiro para buscar um prêmio especialíssimo: um Porsche 718 Spyder zero quilômetro. A prova faz parte da programação do GP de São Paulo de Fórmula 1, no autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

“Estou muito feliz de acelerar com o Werner outra vez. Passamos muito perto do título da Porsche Endurance Series quando corremos juntos no ano passado, então será a chance de buscarmos algo que deixamos de ter por muito pouco”, afirmou Zonta. “Vencemos juntos a abertura daquele campeonato, que foi justamente aqui em Interlagos. Serão provas curtas, com exigência diferente, mas confio em nosso entrosamento para buscar esse prêmio sensacional”, continuou.

                                                                 

A All-Star Race será disputada em duas corridas curtas: na primeira, irão competir os titulares, em prova válida pelo campeonato Sprint da Porsche Cup de 2021. Na segunda prova, uma série de convidados com experiência internacional, como Zonta, assume o comando dos carros. “Será um grid de altíssimo nível e uma prova especial, em meio ao clima da volta da Fórmula 1 ao Brasil e com um prêmio fabuloso em jogo. Esperamos que, depois de pilotar um Porsche na pista, possamos sair do autódromo a bordo de um Porsche também”, brincou.

As provas da All-Star Race da Porsche Cup Brasil acontecem neste domingo (14), horas antes da largada da prova de Fórmula 1. A primeira bateria ocorre às 9h30, enquanto a segunda prova, com os convidados a bordo dos carros, inicia às 11h. As provas terão transmissão por TV ao vivo para todo o país pela Band.


F: MS2