quarta-feira, 15 de setembro de 2021

DI GRASSI AGORA E PILOTO DA VENTURI RACING

 Novo contratado da Venturi para tentar o título mundial

Equipe do vice-campeão Edoardo Mortara tem um carro veloz e confiável

Vencedora da última etapa do Mundial e considerada uma das melhores equipes do grid, a ROKIT Venturi Racing anunciou a contratação do brasileiro Lucas Di Grassi para a temporada 2022 da Fórmula E. Feito nesta quarta-feira (15), o texto do anúncio declara que “a Venturi volta seu olhar para a conquista dos dois títulos mundiais (de pilotos e equipes), unindo dois dos mais competitivos pilotos da Fórmula E”. O trecho aludia também ao ítalo-monegasco Edoardo Mortara, que conquistou o vice-campeonato em 2021.

Depois de sua mais bem-sucedida temporada na categoria, a Venturi traz como principal reforço o campeão mundial Lucas Di Grassi, considerado o principal nome da Fórmula E. Além de ter sido um dos criadores do Mundial, Di Grassi também soma dois vice-campeonatos e dois terceiros lugares na categoria.

Após uma parceria de praticamente uma década com a Audi, que disputou sua última temporada na F-E neste ano, Di Grassi agora competirá por outro time. “Qualquer um que me conhece sabe como sou competitivo. Defender uma equipe que me dê chance de brigar na frente é essencial para mim”, disse o brasileiro. “A Venturi é excelente e estou muito feliz por fazer parte desse time. Eu acompanhei a evolução da equipe desde a primeira temporada. No ano passado eles tiveram um desempenho muito forte”.

Novo parceiro – Edoardo Mortara e Lucas já se conhecem e suas carreiras já se cruzaram em outras oportunidades. “Eu e o Edo nos conhecemos há muitos anos. Nós fomos companheiros no programa de pilotos da Audi. Eu o respeito como piloto e como pessoa. É muito talentoso e um grande sujeito. Acredito que vamos trabalhar muito bem juntos”, avaliou Di Grassi.

Para a chefe de equipe Susie Wolff, Lucas e Mortara formarão uma dupla muito forte. “Edo agora terá como parceiro Lucas, um campeão mundial que irá trazer uma enorme experiência para o time. Eles vão puxar um ao outro em termos de desempenho e vão nos levar adiante como equipe. Estamos bem otimistas”, ponderou a dirigente.


segunda-feira, 13 de setembro de 2021

GT SPRINT RACE: FRANCESCO GANHANDO VELOCIDADE E PODIOS

 "Tudo pode acontecer até a última corrida da GT Sprint Race", diz Francesco Franciosi

Piloto da Bahia vem confiante, já que na última corrida, em Curitiba, ele pegou mais um pódio. O próximo desafio será no Autódromo Potenza, no dia 03 de outubro.

Francesco Franciosi, inscrito na categoria PROAM, em sua segunda temporada na GT Sprint Race, compõe do grid do campeonato Brasil e do minitorneio Special Edition. Com evolução e autoconfiança, o piloto comanda o GTSR#73 e figura entre as primeiras colocações na tabela de classificação, com seis etapas disputadas, é o vice-líder do Overall, com 226 pontos.

Franciosi foi ao pódio por quatro vezes na segunda posição ao longo do ano. Ele assegura também a vice-liderança no torneio nacional, com 138 pontos. “A edição está sendo bem disputada. E a nossa expectativa continua boa e é ganhar. Ainda estou um pouco longe mais pode acontecer de tudo”, destacou o piloto de 20 anos representante da cidade de Luís Eduardo Magalhães, localizada na região Oeste da Bahia.

“Vai ser ótimo o próximo desafio, pista nova, estou ansioso [pela final do Special Edition no Autódromo Potenza]”, disse. “Este ano temos um time forte de jovens talentosos que mostraram grande atuação nas suas categorias como Pedro Aizza, Pedro Ferro, Rafael Dias, Giovani Girotto, Adriano Ramos, e ainda temos grandes estrelas do automobilismo nacional, além dos pilotos campeões da GT”, completou, antes de dizer que se considera competitivo como eles.                                                                    

O campeonato caminha para as três etapas finais do calendário, a decisiva prova do GT Sprint Race Special Edition, dia 03 de outubro, e mais duas do campeonato Brasil previstas para 31 de outubro e 03 de dezembro. Portanto, são nove etapas e 21 corridas na 10ª edição do evento.

A GT Sprint Race é patrocinada pela Pirelli e Militec1, têm apoio da TecPads, Fremax, Tekbond, Graxa e Gold Springs.

Classificação do Campeonato Overall (após seis etapas)

PRO

1) #21 Thiago Camilo, 243 pontos

2) #01 Alex Seid, 228

3) #11 Weldes Campos, 218

4) #25 Eduardo Trindade/Sérgio Ramalho, 217

5)#19 Nathan Brito, 211

6) #83 Gabriel Casagrande/Eduardo Pavelski, 199

7) #82 Gerson Campos, 192

8) #04 Julio Campos /Léo Torres, 136

9) #01 Marcelo Henriques, 130

10) #03 Pedro Ferro, 122

11) #21 Beto Cavaleiro, 121

12) #19 Luciano Zangirolami, 94

13) #37 Lourenço Beirão, 88

14) #11 Cesar Ramos, 73

15) #37 Zezinho Muggiati, 52

AM

1) #17 Walter Lester, 250 pontos

2) #31 Adriano Ramos, 179

3) #37 Luis Debes, 176

4) #72 Giovani Girotto, 171

5) #31 Caê Coelho, 136

6) #59 Danny Candia, 88

7) #33 Bruno Campos, 50

8) #04 Leandro Parizotto/Cassio Cortes, 48

9) #31 Vinny Azevedo/Luiz Arruda, 46

10) #59 Ernesto Benidez, 35

11) #37 Ricardo Siqueira, 32

12) #33 Emilio Padron, 30

16) #12 Rafael Maeda/Marcus Índio, 28

17) #59 Oscar Bittar, 25

13) #90 José Vitte, 24

14) #21 Cesar Fonseca, 16

15) #07 Pedro Bezerra, 16

PROAM

1) #35 Pedro Aizza, 311 pontos

2) #73 Francesco Franciosi, 226

3) #13 Rafael Dias, 198

4) #793 Adalberto Baptista, 196

5) #161 Pedro Costa/Antonio Junqueira, 194

6) #03 Pedro Ferro, 122

7) #373 Raphael Teixeira, 82

8) #13 Marcus Índio, 66

9) #373 Kleber Eletric, 60

10) #69 Daniel Correa, 49

11) #03 Lourenço Beirão , 39

12) #12 Zezinho Muggiati/Edgar Bueno Neto, 26

13) #373 Roberto Possas, 22

Classificação da GT Sprint Race Brasil (após oito corridas)

AM

1) #37 Luis Debes, 176 pontos

2) #17 Walter Lester, 156

3) #31 Caê Coelho/Adriano Ramos, 150

4) #72 Giovani Girotto, 70

5) #59 Danny Candia, 53

6) #33 Bruno Campos, 50

7) #33 Emilio Padron, 30

8) #12 Rafael Maeda/Marcus Índio, 28

9) #59 Oscar Bittar, 25

10) #90 José Vitte, 24

11) #07 Pedro Bezerra, 16


PRO

1) #04 Julio Campos /Léo Torres, 150 pontos

2) #01 Alex Seid/Marcelo Henriques, 130

3) #83 Gabriel Casagrande/Eduardo Pavelski, 125

4) #21 Thiago Camilo/Beto Cavaleiro, 121

5) #82 Gerson Campos, 119

6) #11 Weldes Campos, 109

7) #25 Eduardo Trindade/Sérgio Ramalho, 105

8) #19 Nathan Brito/Luciano Zangirolami, 84


PROAM

1) #35 Pedro Aizza, 169 pontos

2) #73 Francesco Franciosi, 138

3) #13 Rafael Dias, 132

4) #03 Pedro Ferro, 122

5) #161 Pedro Costa/Antonio Junqueira, 105

6) #793 Adalberto Baptista, 97

7) #03 Lourenço Beirão, 39

8) #12 Zezinho Muggiati/Edgar Bueno Neto, 26


Calendário GT Sprint Race 2021:

Etapa 7 – 03 de Outubro – Lima Duarte/MG (#SpecialEdition)

Etapa 8 – 31 de Outubro – A confirmar (Brasil)

Etapa 9 – 05 de Dezembro – Curitiba/PR (Brasil/#MatchPoint)


Fotos: 

Luciano Santos/SiGCom

www.sprintrace.com.br


domingo, 12 de setembro de 2021

MOTOGP ARAGON : PECCO NO LUGAR MAIS ALTO DO PODIO

Vitória extraordinária para Pecco Bagnaia, que conquista seu primeiro sucesso no MotoGP. 

O Grande Prêmio de MotoGP de Aragão, disputado esta tarde no MotorLand Aragón em Alcañiz, terminou com uma vitória extraordinária para Pecco Bagnaia, que alcançou o seu primeiro sucesso no MotoGP. 

O piloto da Ducati Lenovo Team, que garantiu a pole position ontem com um novo recorde (quinquagésimo na categoria principal para a Ducati) e o primeiro novamente esta manhã no warm up, conseguiu hoje uma verdadeira obra-prima. Imediatamente assumindo a liderança após a largada, Pecco manteve a liderança até a bandeira quadriculada, conseguindo acompanhar Marc Márquez sempre muito próximo com a sua Desmosedici GP 21. Apenas três voltas do fim, o espanhol começou a atacar Bagnaia, que, no entanto, foi capaz de responder a todas as suas investidas, permanecendo no comando. Depois de um duelo muito acalorado na última volta, a vermelha da Borgo Panigale finalmente conseguiu levar a melhor sobre Márquez, cruzando a linha na primeira posição com uma diferença de 673 milésimos de segundo sobre o adversário.

Jack Miller, segundo na qualificação de ontem, fecha a décima terceira etapa da temporada de 2021 do MotoGP em quinto lugar. Terceiro depois da primeira volta, o australiano tentou seguir o seu companheiro de equipe e o espanhol, mas um problema no meio da corrida o levou a cometer um erro. Miller foi ultrapassado por Mir e Aleix Espargaro terminando em quinto lugar, posição em que finalmente cruzou a linha de chegada. 

Após a corrida de hoje, Bagnaia sobe para o segundo lugar na classificação geral com 53 pontos atrás do líder Quartararo, enquanto Miller é quinto com 85 pontos do topo da classificação. A Ducati, por outro lado, retorna ao topo da classificação de Construtores, enquanto a Ducati Lenovo Team é a segunda na classificação de Equipes.

Francesco Bagnaia (# 63 Ducati Lenovo Team) - 1º

“A vitória de hoje foi realmente incrível. Sabíamos que éramos fortes, mas também que Marc Márquez foi particularmente rápido neste circuito. Desde a primeira volta tentei forçar muito porque sabia que ele estava atrás de mim. As últimas quatro voltas foram muito difíceis e estava ansioso pela corrida, pois o Marc continuava a tentar me ultrapassar. No final conseguimos e é uma emoção indescritível. A vitória de hoje não foi nada óbvia: cheguei aqui com muitos pontos de interrogação, pois nunca consegui ser rápido e terminar a corrida na zona de pontos de 2019 até hoje na MotorLand. Mas este ano, desde o FP1, tudo está perfeito. Estou muito feliz mesmo”.

Jack Miller (# 43 Ducati Lenovo Team) - 5º

“Hoje as coisas não correram como eu esperava. Gostaria de ter conseguido algo mais, mas tivemos um pequeno problema técnico no meio da corrida que me levou a cometer alguns erros. No início me senti muito bem com a moto e consegui dar o máximo para tentar ficar com o Pecco e o Marc. Mas depois, quando comecei a lutar, cometi um erro ao deixar Mir e Aleix Espargaró passarem e daí só pude tentar a minha quinta posição e manter os pneus. Em todo o caso, estou muito feliz pelo Pecco e por todos da equipe! Ele tem sido rápido este ano e finalmente conseguiu sua primeira vitória, então eu o parabenizo!"

Luigi Dall’Igna (Diretor Geral da Ducati Corse)

“Foi uma corrida incrível e estou muito entusiasmado. Pecco foi incrível! Ele realmente fez uma obra-prima, pilotando na perfeição e batendo um Marc Márquez que se mostrou em grande forma hoje. Este primeiro sucesso foi muito importante para Pecco e ele merece 100%, assim como para todos da Ducati Corse que trabalharam muito para alcançar esta vitória. Estou muito feliz mesmo.”                                                           

Os pilotos da Ducati Lenovo Team estarão de volta à pista em menos de uma semana, de 17 a 19 de setembro, para o segundo Grande Prêmio da equipe bolonhesa em casa, o GP de San Marino e Riviera di Rimini, agendado para o Circuito Mundial de Misano Marco Simoancelli. 

F: Ducati

sexta-feira, 10 de setembro de 2021

SUZUKI OBTÉM SUA MERECIDA VITÓRIA NA STOCK CAR

                                                                                    


Piloto havia sido punido por irregularidades no combustível. 

Cabe recurso por parte da CBA

O piloto Rafael Suzuki recuperou na noite desta quinta-feira (9), em julgamento de primeira instância, a vitória que havia obtido durante a Corrida 1 da sétima etapa da Stock Car Pro Series, disputada no anel externo do Autódromo de Curitiba, no dia oito de agosto. O piloto da equipe Full Time Sports havia sido punido com desclassificação por suposta irregularidade de combustível utilizado na prova. A decisão foi tomada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) após recurso impetrado pela equipe.

Ainda cabe recurso por parte da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), órgão que fiscaliza as provas do esporte a motor nacional, que tem até três dias para se manifestar após a publicação do acórdão da decisão do STJD. A entidade deve decidir se entra ou não com o recurso nos próximos dias. No momento, Suzuki volta a ser o vencedor da prova, com Daniel Serra voltando a ocupar o segundo lugar.

“O combustível de todos os carros passa por um teste específico realizado na pista antes e depois das corridas. Após a prova, o combustível do carro do Rafael Suzuki apresentou uma micro variação, o que acarretou a desclassificação. Por isso, amostras foram levadas para um laboratório independente contratado pela VICAR, com o objetivo de realizar a análise definitiva”, explica Fernando Julianelli, CEO da Stock Car.

Alteração residual - “O resultado deste último teste indicou aos membros do Tribunal que não houve dolo por parte da equipe e do piloto, já que aconteceu apenas uma micro alteração circunstancial do combustível em níveis bastante residuais. Então, pelo menos nesta primeira instância, a decisão foi favorável ao apelo da equipe. É algo que nós esperávamos também, uma vez que a alteração residual é um fenômeno natural que pode ocorrer sob determinadas condições. Além disso, sabemos da qualidade do combustível oferecido pelo nosso parceiro e fornecedor”, frisou Julianelli.

A nova pontuação da Stock Car ainda será publicada pela Confederação Brasileira de Automobilismo e deve estar disponível no início da próxima semana, também após a divulgação do Acórdão por parte do STJD. Além da vitória e pole position, Suzuki também recuperou em primeira instância o sexto lugar na Corrida 2, passando a somar 47 pontos aos 87 que possuía – o que o alçará do 17º para o 12º lugar. Daniel Serra segue líder, agora com 239 pontos. A Stock Car realizará a oitava e nona etapas já na semana que vem, nos dias 18 e 19 de setembro, em Goiânia.

Fotos:

Victor Eleutério/Stock Car

F: Imprensa Stock car 

quinta-feira, 9 de setembro de 2021

PORSCHE : NEUGEBAUER FOCO NA BUSCA DA LIDERANÇA

 Após vitória em Interlagos, Werner Neugebauer busca liderança na Porsche Carrera Cup em Curitiba

Piloto do carro #8 é atualmente o terceiro colocado na classificação da temporada 2021

Depois de triunfar na etapa passada da Porsche Carrera Cup em Interlagos, o gaúcho Werner Neugebauer corre neste final de semana no Autódromo Internacional de Curitiba em busca da liderança do campeonato. Com 94 pontos conquistados, o piloto do carro #8 é atualmente o terceiro colocado na classificação e acredita em um um bom resultado no Paraná.

“O objetivo é conquistar o máximo de pontos possíveis, assim como foi na última etapa que tivemos em Curitiba, onde fui o maior pontuador. Foi muito legal vencer em Interlagos também, me trouxe uma confiança bacana e vamos em busca da liderança nesta segunda metade da temporada”, diz Werner, que também foi destaque em Interlagos com uma prova de recuperação ao ganhar 16 posições na corrida 1                                                             

Bicampeão da Porsche Cup com o título overall em 2019 e o da Sprint em 2018, Werner conta também com um bom retrospecto na categoria em Curitiba. Mais cedo neste ano, em julho, o gaúcho foi o maior pontuador da etapa da Porsche Carrera Cup no Paraná com dois segundos lugares.

Além disso, Werner venceu no Autódromo Internacional de Curitiba em 2018 e 2019, e agora busca sua terceira vitória na categoria no traçado.

“A vitória ficou muito próxima em julho, foram dois segundos lugares e vamos trabalhar bastante nesta semana para vencer. Voltar a triunfar aqui seria muito emocionante porque é uma pista que eu gosto bastante, então vamos acelerar com tudo”, diz Werner, que, com os descartes obrigatórios, está a apenas quatro pontos do líder Miguel Paludo.

As atividades de pista da Porsche Carrera Cup em Curitiba começam nesta sexta-feira (10) com um treino livre às 15h25, enquanto o classificatório acontecerá no sábado (11), a partir das 09h30. A corrida 1 está marcada para o mesmo dia às 12h20 e a segunda prova será no domingo (12), às 13h20.

Programação completa:

Sexta-feira, 10 de setembro

15:25 – 16:10 – Treino livre 1 – Carrera Cup

Sábado, 11 de setembro

09:30 – 09:45 – Quali – Carrera Cup

09:55 – 10:05 – Quali (top10) – Carrera Cup

12:20 – 13:05 – Formação de grid para corrida 1 (25 min +1 volta) – Carrera Cup

Domingo, 12 de setembro

13:20 – 14:05 – Formação de grid para corrida 2 (25 min +1 volta) – Carrera Cup

Classificação:

Carrera Cup

1. #7 Miguel Paludo 103 pontos

2. #544 Marçal Müller 98

3. #8 Werner Neugebauer 94

4. #1 Alceu Feldmann 80

5. #73 Enzo Elias 77

6. #21 Eloi Khouri 55

7. #11 Pedro Boesel 52

8. #3 Fran Lara 52

9. #16 Renan Pizii 37

10. #29 Rodrigo Mello 36

11. #19 Cristiano Piquet 33

12. #20 Matheus Iorio 32

13. #80 Rouman Ziekmiewicz 26

14. #20 Pedro Aguiar 24

15. #85 Eduardo Menossi 13

16. #100 Urubatan Jr. 13

17. #90 Eduardo Azevedo 10

18. #5 Sylvio de Barros 10

19. #9 Franco Giaffone 9

20. #77 Francisco Horta 8

21. #88 Georgios Frangulis 3

22. #199 Nelson Marcondes 3

23. #84 Fernando Croce 3

24. #12 João Barbosa 2


Fotos:

Bruno Terena/RF1

F:RF1


segunda-feira, 6 de setembro de 2021

ENDURANCE: TRIO RENAN- PADRON E VIANA VENCE COM AJR

Renan Guerra dá show com AJR e conquista vitória no Velocittà ao lado de

 Padron e Vianna

Piloto disputou categoria P1 como convidado e foi o grande destaque da quinta etapa do Império Endurance Brasil; Cacá e Baptista voltam a vencer na GT3                                                  

O autódromo do Velocittà recebeu neste final de semana a quinta etapa da temporada 2021 do Império Endurance Brasil e assistiu a um show de velocidade do piloto Renan Guerra. Competindo como convidado ao lado de Emílio Padron e Marcelo Vianna, o piloto garantiu a vitória do trio do AJR #11 preparado pela equipe Motorcar ainda na primeira metade da prova, emplacando duas voltas sobre o segundo colocado em apenas duas horas de corrida. Padron e Vianna tiveram apenas o trabalho de conduzir o carro até o final na categoria e geral, resultado que colocou os dois na liderança do campeonato. 

“Só tenho a agradecer ao Padron e ao Marcelo Vianna pela oportunidade que eles me deram de guiar este carro fantástico. Estou muito feliz com este resultado, conseguimos aproveitar a oportunidade que tivemos de tomar a liderança e dosar o equipamento para ir até o final da prova e conquistar esta importante vitória”, afirmou Renan Guerra após a prova. “O Renan foi um piloto acima da média e mostrou que é um dos grandes nomes da categoria. Infelizmente o Lucas Kohl não pode participar desta etapa, chamamos o Renan de última hora e só tenho a agradecer pelo grande trabalho que fez a bordo do nosso carro”, completou Padron. 

Completaram o pódio da geral Ricardo Baptista e Cacá Bueno, vencedores na GT3 a bordo de uma Mercedes AMG, Oswaldo Scheer e Gustavo Martins, Marcelo Visconde e Ricardo Maurício, da Porsche, e Alexandre Auler e Guilherme Salas, que também competem a bordo de uma Mercedes.

“Muito bacana volta a vencer, conseguir duas vitórias seguidas aqui no Império Endurance Brasil, estamos muitos felizes. Hoje estava calor demais no Velocitta, não teve safety car enquanto estive na pista e eu estava controlando o desgaste dos pneus para caso ele entrasse. No finalzinho tinha um protótipo chegando para pegar nosso segundo lugar na geral, então eu acelerei no limite ali nas últimas voltas e conseguimos esse ótimo resultado. O Ricardo (Baptista) também está de parabéns pelos dois stints que ele fez e a chave da vitória foi o bom ritmo dele”, disse Cacá.

Na categoria GT4, quem levou a melhor também foi a Mercedes, com vitória do trio formado por André Moraes Jr, Cássio Homem de Mello e Flávio Abrunhoza. Já na GT4 Light, venceu a Ginetta de Guilherme Bottura, Pedro Burger e Gaetano di Mauro. Na GT3 Light Tom Filho, Marçal Muller e Ricardo Mendes colocaram a Ferrari no topo do pódio.


Já na P2, Alan Hellmeister e Renato Turelli conquistaram o primeiro lugar na disputa de quatro horas realizada no interior de São Paulo. Na P3, vitória de Hugo Cebien, Leandro Totti, Luiz Cesar Jr e Eduardo Pimenta.

A próxima etapa do Império Endurance Brasil está marcada para o dia 02 de outubro, em Curitiba.

Fotos:

Bruno Terena/MS2

F: MS2

domingo, 5 de setembro de 2021

ENDURO DA INDEPENDENCIA FINALIZA NOS CIRCUITO DAS AGUAS

 Socorro (SP) se prepara para receber a chegada da 39ª edição do Enduro da Independência

Largada promocional foi em São Lourenço - MG e a chegada com premiação em Socorro, no Circuito das Águas Paulista

Socorro e seus moradores se preparam para ouvir o ronco dos motores e sentir na pele as emoções da chegada do Enduro da Independência que já está movimentando a economia local e atraindo entusiastas do motociclismo e esportes fora de estrada. A cidade entrou no calendário da prova através do projeto Socorro, Destino Duas Rodas e toda população abraçou a ideia                                                                       

Tradicionalmente disputada na data da celebração da Independência do Brasil, a 39ª edição da prova alcança a marca de 300 participantes. Para encarar os desafios entre montanhas e trilhas, os pilotos partem da cidade mineira de São Lourenço com destino a Socorro, no interior de São Paulo. A contagem regressiva já começou e está regada a altos níveis de ansiedade.

Percorrendo locais de visual maravilhoso rodeados pela Serra da Mantiqueira, os competidores podem se preparar, pois a organização promete uma prova bastante técnica e com muita trilha. Pelo caminho estão regiões que não integravam a prova há quase 20 anos, para os veteranos isso significa nostalgia, para os novatos, algo inédito e desafiador.

                                                                                


Nas categorias, uma amostra da abrangência da prova que vai dos estreantes aos veteranos, das mulheres as duplas, sem limite de idade, distribuídos em 16 categorias. O 39º Enduro da Independência coloca cerca de 300 pilotos para desbravar o Circuito das Águas Paulistas e Mineiras. De 4 a 7 de setembro de 2021, os trilheiros levantam poeira por onde passam, partindo de São Lourenço (MG), Caxambu (MG), Itajubá (MG) até chegar a Socorro (SP). Lúcio Pinto Ribeiro, coordenador geral da prova comenta: “quando largamos de Aparecida (SP) em comemoração aos 300 anos da imagem de Nossa Senhora, viemos trabalhando com o objetivo de alcançar os 300 pilotos em 2022, mas já nesta edição (2021) alcançamos este marco.”.

Além de integrar o Circuito das Águas Paulistas, Socorro é conhecida internacionalmente pelas belezas naturais da Serra da Mantiqueira e pelo pioneirismo no turismo de ‪acessibilidade. A estância hidromineral é capital da aventura, do ecoturismo e oferece atividades para aqueles que não desgrudam de seus pets. São diversas opções de lazer e atividades, como: rafting, caving, rapel, tirolesa, escalada, mountain bike, trilhas e muitas outras, somando mais de 23 modalidades oferecidas com toda infraestrutura, guias e segurança, de acordo com a ASTUR (Associação de Turismo da Estância de Socorro), COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) e ACE (Associação Comercial e Empresarial de Socorro).

Mas se você prefere o contato com a natureza de um jeito mais tranquilo, pode visitar os mirantes e pontos de visitação mais altos da cidade, chegando a até 1400m do nível do mar. Apreciar o pôr do sol, assistir e acompanhar os saltos de paraglider e admirar a vegetação natural que cerca a cidade e torna o clima tão agradável e acolhedor. Experimente a gastronomia local enquanto se delicia com a vista, relaxe em banhos de água mineral ao som do vento, o canto dos pássaros e descubra os motivos para se encantar com Socorro! 

39º Enduro da Independência

Promocional – 03/09/2021 – Sexta, São Lourenço/MG

1º dia – 04/09 – Sábado, São Lourenço/MG x Caxambu/MG

2º dia – 05/09 – Domingo, Caxambu/MG x Caxambu/MG

3º dia – 06/09 – Segunda-Feira, Caxambu/MG x Itajubá/MG

4º dia – 07/09 – Terça-Feira, Itajubá/MG x Socorro/SP (Chegada e premiação)

Programação sujeita a alteração sem aviso prévio.

Informações adicionais: endurodaindependencia.com

https://socorro.tur.br/ 

MARQUES :VENCE TUDO DUAS PROVAS DUAS MELHOR VOLTAS E LEVA A LIDERANÇA

André Marques domina sétima etapa e vira novo líder do campeonato

José Augusto Dias e Danilo Alamini triunfam na Super Truck; próxima etapa acontece no novo Autódromo Potenza, em Minas Gerais                                                               

Com muita competência e uma boa dose de sorte, André Marques conquistou as duas vitórias da sétima etapa, disputada em Curitiba (PR) neste domingo (5) e assumiu a liderança do campeonato. Além dele, pela Super Truck, José Augusto Dias e Danilo Alamini (pela primeira vez na categoria) subiu no lugar mais alto do pódio                                                   

A conquista de Marques - e toda a história da etapa - acabou determinada na primeira curva, quando uma confusão provocada entre companheiros de equipe tirou três caminhões da equipe R9. Roberval Andrade acabou acertando o pole, Beto Monteiro, que acabou, desta forma, tocando na traseira de Paulo Salustiano. Enquanto Roberval foi se arrastando até ser oitavo, Beto e Salu foram forçados a abandonar.                                                                 

Alheio a isso, André Marques tomou a ponta e por lá ficou. Mesmo uma bandeira amarela provocada por óleo na pista não foi suficiente para impor um desafio ao caminhão #77, que recebeu a bandeirada com quase nove segundos paa Felipe Giaffone, com Wellington Cirino em terceiro. Na segunda etapa, Marques, que já havia dado show, largou de oitavo e pulou direto para a ponta na primeira curvae de lá não saiu mais, com Giaffone e Salu completando o "top 3".

"Estou vivendo um sonho nessa temporada e neste domingo estava no lugar certo e na hora certa. Coube a mim aproveitar ao máximo essa situação e é muito importante assumir a liderança do campeonato em um momento crucial como este", comenta Marques.

Na Super Truck, José Augusto Dias também se beneficiou do caos na largada e venceu com competência, andando junto aos pilotos da turma principal (ele foi o quarto no geral) e superando o atual líder do campeonato Felipe Tozzo e Danilo Alamini, que herdou a pole da segunda corrida com o abandono de Roberval Andrade e defendeu sua posição com competência, subindo ao pódio no geral com o P4 e vencendo pela primeira vez na carreira entre os pilotos da Super                                                                     

"Eu lamento pelo meu companheiro de equipe, o Salu, que não teve sorte, mas consegui honrar nossa equipe com mais uma vitória, fruto de muito trabalho", destacou Jô. "A primeira vitória a gente nunca esquece. Um trabalho que iniciamos em 2019 quando troquei a arrancada pela Copa Truck, por isso vamos comemorar bastante", completa Alamini.

Após as quatro corridas realizadas neste fim de semana, André Marques lidera no geral com 213 pontos, quatro a mais que Cirino, com Giaffone em terceiro (196) e Paulo Salustiano em quarto lugar (150). Na SuperTruck, Tozzo segue liderando com 201, contra 186 de José Augusto Dias, 182 de Giuliano Losacco, 173 de Danilo Alamini e 170 de Glauco Barros.

A penúltima etapa da temporada está marcada para os dias 2 e 3 de agosto no novo Autódromo Potenza, localizado em Lima Duarte (MG). Confira fotos, vídeos e resultados abaixo.

RESULTADO CORRIDA 1

1° #77 ANDRE MARQUES MB 14 VTS

2° #4 FELIPE GIAFFONE IVE 8.827

3° #6 WELLINGTON CIRINO MB 11.297

4° #81 JOSÉ AUGUSTO DIAS VW/S 27.184

5° #5 ADALBERTO JARDIM PRO 31.289

6° #57 FELIPE TOZZO IVE/S 31.671

7° #0 DANILO ALAMINI VW/S 32.079

8° #15 ROBERVAL ANDRADE VW 34.148

9° #69 EVANDRO CAMARGO MB/S 35.466

10° #21 DJALMA PIVETTA IVE/S 37.877

11° #27 FABIO FOGAÇA PRO/S 41.949

12° #45 DANIEL KELEMEN MB/S 42.632

13° #43 GLAUCO BARROS MB/S 43.206

14° #90 GIULIANO LOSACCO MB/S 45.075

15° #7 DEBORA RODRIGUES VW 59.055

16° #99 LUIZ LOPES MB 1:01.017

17° #3 RICARDO ALVAREZ SCA/S 1 VT

18° #2 VALMIR BENAVIDES IVE 3 VTS


MELHOR VOLTA: ANDRÉ MARQUES, 1:27.618

CORRIDA 2

1° #77 ANDRE MARQUES MB 10 VTS

2° #4 FELIPE GIAFFONE IVE 0.745

3° #55 PAULO SALUSTIANO VW 6.451

4° #0 DANILO ALAMINI VW/S 7.114

5° #7 DEBORA RODRIGUES VW 9.381

6° #81 JOSE AUGUSTO DIAS VW/S 10.873

7° #5 ADALBERTO JARDIM PRO 14.060

8° #90 GIULIANO LOSACCO MB 14.254

9° #45 DANIEL KELEMEN MB 15.966

10° #57 FELIPE TOZZO IVE/S 16.519

11° #21 DJALMA PIVETTA IVE/S 19.871

12° #43 GLAUCO BARROS MB/S 24.841

13° #88 BETO MONTEIRO VW 30.970

14° #3 RICARDO ALVAREZ SCA/S 44.977

15° #83 REGIS BOESSIO VOL 2 Laps

16° #69 EVANDRO CAMARGO MB/S 3 VTS

MELHOR VOLTA: ANDRÉ MARQUES, 1:44.066

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO

GERAL

1 #77 ANDRE MARQUES 213

2 #6 WELLINGTON CIRINO 209

3 #4 FELIPE GIAFFONE 196

4 #88 BETO MONTEIRO 155

5 #55 PAULO SALUSTIANO 150

6 #99 LUIZ LOPES 126

7 #5 ADALBERTO JARDIM 123

8 #15 ROBERVAL ANDRADE 109

9 #25 JAIDSON ZINI 107

10 #2 VALMIR BENAVIDES 105

11 #7 R DEBORA 96

12 #28 DANILO DIRANI 87

13 #83 REGIS BOESSIO 41

14 #73 LEANDRO TOTTI 29


SUPER TRUCK

1 #57 FELIPE TOZZO 201

2 #81 JOSE AUGUSTO DIAS 186

3 #90 GIULIANO LOSACCO 182

4 #0 DANILO ALAMINI 173

5 #43 GLAUCO BARROS 170

6 #69 EVANDRO CAMARGO 141

7 #21 DJALMA PIVETTA 138

8 #27 FABIO FOGAÇA 134

9 #45 DANIEL KELEMEN 126

10 #3 RICARDO ALVAREZ 90

11 #29 PEDRO PAULO FERNANDES 75

12 #8 RODRIGO PIMENTA 42

13 #26 SERGIO RAMALHO 27

14 #85 MAICON RONCEN 0

15 #115 CARLOS MACHADO 0

MONTADORAS

1 MERCEDES-BENZ 468

2 VOLKS-MAN 383

3 IVECO 329

4 VOLVO 59

5 SCANIA 8


Fotos :

Rafael Gagliano/Copa Truck

Duda Bairros/Copa Truck

F: Vicaria 

https://copatruck.com.br/

sábado, 4 de setembro de 2021

COPA TRUCK :BETO MONTEIRO DUAS CORRIDA DUAS MELHORES VOLTAS

 Beto Monteiro, Fabio Fogaça e José Augusto vencem em Curitiba

Atual bicampeão domina as duas corridas no geral, enquanto Super Truck vê novo vencedor em Jô; amanhã acontecem mais duas corridas e a Band exibe tudo às 14h.

O campeão voltou. Com duas vitórias nas corridas disputadas neste sábado em Curitiba, correspondentes à sexta etapa da Copa Truck 2021, Beto Monteiro reacendeu suas chances no campeonato de pilotos com uma atuação superlativa.

Se, na primeira prova, a conquista foi de ponta-a-ponta, na segunda o pernambucano foi espetacular, partindo de oitavo por conta da inversão dos oito primeiros e escalando o grid até assumir a ponta para não perder mais. Um espetáculo.

"Nós tínhamos uma esperança de ir bem aqui, mas o resultado foi até acima das novas expectativas, por isso estou muito feliz. Nosso objetivo é tentar sair com o máximo de pontos daqui para brigar no campeonato. Tomara que amanhã nós possamos repetir esses ótimos resultados", comentou Beto.                                                                       

Após as duas corridas realizadas, Wellington Cirino, que foi terceiro nas duas provas, segue na liderança do campeonato com 191 pontos, contra 173 de André Marques, que abandonou a corrida 1 e foi segundo na prova complementar. Felipe Giaffone, top 5 nas duas corridas, é o terceiro com 160, enquanto Beto escalou para quarto com 145.

Na SuperTruck, a emoção foi superior à divisão principal em termos de disputas e emoção. Após muita batalha, Fabio Fogaça e José Augusto Dias triunfaram: foi a segunda seguida de Fogaça e a primeira de Jô na carreira. "Quem me conhece sabe o que eu passei - é algo que poucos aguentariam, mas agora estamos colhendo os resultados e estou muito feliz", destaca Fabio.

"Sempre sonhei com essa vitória e agora é difícil aguentar a emoção. É uma realização para mim", completa Jô. No entanto, a festa vai durar pouco: domingo será dia de mais uma classificação, às 9h45, e as duas corridas restantes da etapa dupla a partir das 14h com transmissão ao vivo da Band, do SporTV2 e das plataformas digitais do campeonato.

Resultados da sexta etapa

Corrida 2

1. #88 Beto Monteiro VW 11 Vts

2. #77 Andre Marques MB a 6.385

3. #6 Wellington Cirino MB a 6.783

4. #4 Felipe Giaffone IVE a 10.579

5. #81 Jose Augusto Dias VW a 31.527

6. #7 Debora Rodrigues VW a 36.249

7. #5 Adalberto Jardim PRO a 37.477

8. #27 Fabio Fogaça PRO a 39.582

9. #0 Danilo Alamini VW a 39.882

10. #99 Luiz Lopes MB a 39.898

11. #69 Evandro Camargo MB a 40.158

12. #57 Felipe Tozzo IVE a 42.962

13. #90 Giuliano Losacco MB a 49.461

14. #21 Djalma Pivetta IVE a 52.396

15. #43 Glauco Barros MB a 55.096

16. #45 Daniel Kelemen MB a 55.918

17. #3 Ricardo Alvarez SCA a 1 volta

Melhor volta: Beto Monteiro, 1:44.824

Corrida 1

1. #88 Beto Monteiro VW 15 voltas em 26:23.290

2. #4 Felipe Giaffone IVE a 14.930

3. #6 Wellington Cirino MB a 24.359

4. #7 Debora Rodrigues VW a 36.719

5. #27 Fabio Fogaça PRO/S a 51.732

6. #81 José Augusto Dias VW/S a 52.715

7. #69 Evandro Camargo MB/S a 59.978

8. #0 Danilo Alamini VW/S a 1:00.702

9. #99 Luiz Lopes IVE a 1:05.349

10. #90 Giuliano Losacco MB/S a 1:10.997

11. #21 Djalma Pivetta IVE/S a 1:17.797

12. #8 Rodrigo Pimenta PRO/S a 1:25.308

13. #43 Glauco Barros MB/S a 1:43.943

14. #29 PP Fernandes MB/S a 2 voltas

15. #55 Paulo Salustiano VW a 3 voltas

16. #57 Felipe Tozzo IVE/S a 3 voltas

Melhor volta: Beto Monteiro, 1:43.524

Classificação do campeonato principal

1. Wellington Cirino, 191

2. André Marques, 173

3. Felipe Giaffone, 160

4. Beto Monteiro, 145

5. Paulo Salustiano, 136

6. Luiz Lopes, 113

7. Jaidson Zini, 107

8. Adalberto Jardim, 96

9. Roberval Andrade, 94

10. Valmir Benavides, 93

11. Danilo Dirani, 87

12. Débora Rodrigues, 70

13. Regis Boessio, 32

14. Leandro Totti, 29

Classificação da Super Truck

1. Felipe Tozzo, 170

2. Giuliano Losacco, 157

3. Glauco Barros, 149

4. José Augusto Dias, 148

5.Danilo Alamini, 137

6. Fabio Fogaça, 120

7. Evandro Camargo, 118

8. Djalma Pivetta, 113

9. Daniel Kelemen, 101

10. PP Fernandes, 75

11. Ricardo Alvarez, 72

12. Rodrigo Pimenta, 42

13. Sergio Ramalho, 27

14. Maicon Roncen, 0

15. Carlos Machado, 0


Fotos:(Duda Bairros/Copa Truck)

https://copatruck.com.br/



quinta-feira, 2 de setembro de 2021

FELIPE FRAGA PRONTO PARA TRES HORAS NURBURGRING

 Felipe Fraga acelera nas 3 Horas de Nurburgring com equipe AKKA Mercedes AMG

Piloto da fábrica da Mercedes, Felipe Fraga vai dividir o carro 88 com Raffaele Marciello e Jules Gounon na prova alemã do GT World Challenge Europe.

Depois de subir no pódio pela classe GTE-Am nas 24 Horas de Le Mans, Felipe Fraga disputará as 3 Horas de Nürburgring neste final de semana, em etapa válida pelo GT World Challenge Europe. O piloto oficial de fábrica da Mercedes vai competir junto com Raffaele Marciello e Jules Gounon no carro 88 da equipe AKKA Mercedes AMG. O brasileiro substituirá o espanhol Dani Juncadella, que estará acelerando na DTM.

“Estou muito contente com essa oportunidade. Trata-se de uma chance especial de andar em um carro de ponta e que tem 100% apoio da fábrica. Além disso estarei competindo junto com outros pilotos extremamente bons. Mal posso esperar por esse fim de semana em Nurburgring”, diz Fraga, que foi campeão da Stock Car em 2016.

O piloto brasileiro tem se destacado bastante no cenário do automobilismo internacional. Além do segundo lugar nas 24 Horas de Le Mans, Fraga acumula quatro pódios e três vitórias seguidas no IMSA em 2021, sendo uma em Mid-Ohio e duas em Watkins Glen. Outro foi desempenho veio com o top-10 nas 24 Horas de Spa-Francorchamps, de modo que esse foi seu primeiro desafio oficial como piloto de fábrica da Mercedes no final de julho.

As atividades de pista do GT World Challenge Europe em Nurburgring começam nesta sexta-feira (03) com duas sessões de teste, no sábado (04) ocorre um treino livre e o pré-classificatório. Já na parte da manhã do domingo (05) acontece a classificação e a largada será às 9h45 da manhã (horário de Brasília).


F:Paulista Digital

domingo, 29 de agosto de 2021

FORMULA DELTA: JOVEM PEDRO CLEROT VENCE MAIS UMA

 Aos 14 anos, Pedro Clerot é o mais jovem vencedor do automobilismo no Brasil após triunfo na F-Delta

Jovem promessa do automobilismo brasileiro venceu etapa deste domingo da Fórmula Delta e quebrou recorde histórico do automobilismo Brasileiro

Aos 14 anos de idade, Pedro Clerot se tornou neste domingo, em Interlagos, o mais jovem vencedor de uma prova de automobilismo no Brasil, após vencer a corrida da Fórmula Delta. Este é o quarto pódio conquistado em quatro etapas na atual temporada 2021, que marca seu ano de estreia nos monopostos.                                                                  

O piloto brasiliense já tinha se tornado em julho o piloto mais jovem a conquistar uma pole position em competições oficiais do automobilismo brasileiro. A quebra de recorde foi possível porque, a partir de 2021, seguindo o exemplo de outros países, a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) estabeleceu a faixa etária de 14 anos como idade mínima para participar de competições de automobilismo em autódromos.                                                       

 “É até difícil expressar minha felicidade agora: uma vitória em meu ano de estreia nos fórmulas e com um recorde no automobilismo brasileiro. Este resultado será lembrado para sempre em minha carreira”, diz Clerot, mais jovem vencedor da história do automobilismo brasileiro, estabelecendo o recorde aos 14 anos e 7 meses de idade.

Pedro segue sendo destaque na categoria em 2021 e já acumula duas poles e quatro pódios até aqui na Formula Delta. “Foi um final de semana intenso, que começou difícil e terminou da melhor forma possível. Tivemos um incidente no início da sexta-feira, que me fez perder os treinos livres, mas conseguimos recuperar terreno ontem e hoje com uma vitória bem expressiva. Consegui mais de 13 segundos de vantagem sobre o segundo colocado, mesmo com a pista ainda em condições perigosas: a gente estava de pneus slicks, mas ainda escorregava bastante. Queria agradecer demais ao apoio da minha mãe, do meu pai, do Erick Lutum e toda equipe da Fórmula Delta”, diz Clerot, que corre com patrocínio de Q7 Produções e Jeans Pool.

Na próxima semana, o jovem piloto de 14 anos encara novo desafio, desta vez no kart, para o campeonato paulista no circuito do SpeedPark, em Birigui (SP), como parte de seu preparativo para a disputa do Mundial de Kart neste mesmo circuito no final do ano.

Fotos:

Salvatore Fotosport/RF1

Fernando Silveira/RF1

F: Paulista Digital