segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

SALÃO MOTO BRASIL

Salão Moto Brasil fechou com bons negócios e diversão para ninguém por defeito
                                                                      

O clima descontraído e de liberdade dos apaixonados por motos dominou o Riocentro, no Rio de Janeiro, nos quatro dias do 7° Salão Moto Brasil, que terminou ontem, domingo, dia 29/01. Acomodado em um pavilhão maior que o da edição anterior, melhor estruturado e distribuído, o Salão ficou mais “confortável”. Os 92.348 visitantes – vindos de diversas vários lugares do Brasil, como Brasília, Espírito Santo, Pernambuco, Goiânia, Paraíba, Campo Grande, Minas Gerias e São Paulo - encontraram entretenimento, negócios, educação e turismo.
                                                                         

Em meio a muita diversão, os negócios tiveram lugar de destaque. A novidade desse ano foi a 1ª Feira de Negócios – um evento dentro do evento com foco em motopeças – destinado a convidados VIP´s para fomentar o B2B. De um lado, expositores (fabricantes, importadores, distribuidores de motopeças e acessórios) e de outro, importantes clientes (melhores atacadistas, distribuidores, grandes lojistas e representantes de vendas). “Unimos quem quer vender com quem quer comprar. E o resultado foi muito bom”, conta Gustavo Lorenzo, da organização do Salão Moto Brasil, já fixado no calendário do motociclista brasileiro.
                                                                      

As empresas que participaram foram Awa Motos, Cinborg Pneus, Dagostin fabricação de peças para motocicletas, Dem Tec, Fábrica Nacional de Amortecedores, Filtran - Filtro Andorinha, Firebreq, Fischer pastilhas e freios especiais, G & B Autopeças, Givi do Brasil, GVS Sport Nordeste, Indústria de Acumuladores e Componentes Motocíclisticos Erbs, Indústria de baterias Raiom, Laquila peças, Nacional motopecas Pioneira, Plasmoto, Pro Tork, Provision, Sportive, Valplas, Vazlog, Vedox, Veran, Viper, Vulcan.Bor e WLS pneumáticos & moto-partes.
                                                                        

Com acesso ao público em geral, que encheu os olhos com as motos, os estandes de grandes marcas como BMW (Autokraft), BRP (Quadricenter), Moto Rio DAFRA KTM, Rio Harley-Davidson, Honda, Indian Motorcycle Rio, Kawasaki (Moto Flecha), Ego Motos Suzuki, Rio Triumph e Yamaha (Trinca Motos) venderam juntas quase 40 motos novas e usadas durante o evento.
                                                                           

Considerando a Feira de Negócios, as vendas de motos e as empresas que comercializaram roupas, acessórios e outros produtos relacionados a duas rodas, como Pirelli e Porto Seguro, houve um número expressivo em vendas. “Os dados parciais já são significativos, mas não param por aí; muitos negócios são iniciados no salão e terminam fora dele”, diz Lorenzo. “O importante é que iremos conseguir movimentar o mercado de motos por pelo menos 3 meses e isso é essencial para o setor”. Mercado e suas vertentes existem: somente o Rio de Janeiro tem uma frota circulante com mais de 900.000 motocicletas, de acordo com o Detran/RJ.

Entretenimento -  Grupos de amigos e muitas famílias passearam pelos corredores do pavilhão e tiveram muito o que curtir. As atrações – pensadas para agradar toda família – foram concorridas.
                                                                               

O Bike & Art Show – uma “galeria” de arte com curadoria de Lord - agrupou respeitados nomes da customização de motocicletas no Brasil e foi passagem quase obrigatória. Nele estavam expostos pinturas, esculturas, tanques e capacetes customizados, peças artesanais e gravação em metais. Motos do Tarso Marques, referência em customização, ganharam lugar especial e atraíram inúmeros olhares. As 10 fotos expostas, resultado de um concurso popular realizado na fanpage do Bike & Art Show, eram de: 1° e 2° lugar de Cellington Pinto; 3°, de Tábata Taninja; 4° lugar de Susana Marques; 5° de Claudio Rosanes; 6° de Eliana Malizia, seguidos por Arlene Melo, Cláudio Rosanes, Victor Daniel e Tábata Taninja.

Nessa mesma “galeria” aconteceu dois concursos: um com voto popular, que escolheu entre as 12 motos customizadas participantes a do carioca Mauricio Fazzi, da Fazzi Custom, como a favorita. Já entre o júri técnico, houve empate entre as motos de Célio Dobrucki, de Curitiba, e Eric Nobre,  da Redlad Garage, do Rio de Janeiro, no primeiro lugar.
                                                                                        
Mauricio Fazzi venceu o concurso de voto popular; Célio Dobrucki e Eric Nobre empataram em 1º no entre o júri técnico; Lord. Foto: Eduardo Azeredo/VGCOM

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

FITTIPALDI LARGA NA POLE EM DAYTONA.

Trio luso brasileiro formado por (e/d) Felipe Albuquerque, João Barbosa e Christian Fittipaldi, larga na frente nas 24 Horas de Daytona com o novo #5 Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R da equipe Action Express Racing. 
Clique aqui e saiba mais na nossa página Competição.  

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

SPRINT RACE BRASIL

Sprint Race Brasil divulga calendário e insere Velo Città na programação
                                                                          

A sexta edição do campeonato mantém atrações e o custo mais acessível do turismo nacional.

Por ter um regulamento consolidado, diversificado e aprovado por todos os pilotos a categoria mantém fórmula do sucesso para 2017. A competição este ano, contará com a entrada no calendário na sétima etapa ((24 de setembro) do autódromo do Velo Città, localizado em uma propriedade particular no município de Mogi Guaçu, São Paulo, a 180 quilômetros da capital paulista (Rodovia SP 342, Km 187, S/n - Nova Louza). O calendário será encerrado no dia 03 de dezembro no Autódromo de Curitiba.
                                                                   

Um dos mais novos circuitos do automobilismo nacional teve sua homologação assinada pela Confederação Brasileira de Automobilismo em junho de 2012, mede 3.430 metros e 14 curvas. O autódromo no interior paulista abrigará a quinta etapa da Sprint Race, sendo que estão programadas oito etapas (16 corridas para titulares e a Corrida de Convidados) para o ano.
                                                                   

"Estou ansioso para ver a performance dos carros nessa pista, nunca sequer fizemos testes particulares. Então, a expectativa é grande por parte dos pilotos e da organização em estrear nesse circuito tão bem falado por todos", destaca Thiago Marques, organizador do evento.
                                                                

"Tecnicamente, chegamos muito próximos do que gostaríamos com os carros da Sprint Race. Faremos um ano voltado a maior divulgação da categoria e de nossos pilotos. A presença no Velo Città junto com os 500km de São Paulo vão de encontro ao que estou falando. Já confirmamos também nossas transmissões com BandSports, Play TV e uma bela novidade está por vir na parceria com o programa do Acelerados, transmitido pelo SBT ", acrescenta Thiago.

"Teremos sete diferentes traçados em oito etapas. Repetiremos apenas uma etapa em Interlagos. "É um calendário eclético que pega os principais traçados do país. Estou realmente muito satisfeito com essa possibilidade repassada aos nossos pilotos", confirma.

As grandes atrações continuarão a acontecer. Além do Velo Città, o campeonato terá uma corrida em Londrina (corrida noturna) e Cascavel (setup livre), duas em Interlagos/SP (a última com pontos dobrados), três na pista de Curitiba (etapa no circuito misto, etapa no circuito inverso e grid inverso e etapa no anel externo) e a Corrida de Convidados inserida no ano passado também permanece.

O tempo de pista para os 18 carros no grid será o mesmo com o 'lastro' (peso extra) aos líderes dos campeonatos na seguinte proporção: 55kg ao primeiro colocado, 40kg ao segundo e 25kg ao terceiro de ambos os campeonatos, PRO e GP. "O objetivo é dar continuidade a igualdade para todos os pilotos", explica Marques.

A Sprint Race Brasil é dividida em duas categorias a PRO para pilotos estreantes com até 28 anos e, acima desta idade, estão os inscritos na Sprint Race GP, que é disputada também por pilotos gentlemen drivers. Os carros são preparados pela TM 7 Competições, que é responsável também pela logística e manutenção dos veículos.

Na programação da Sprint Race 2017, serão dois treinos, duas classificações e duas corridas, com duração de 23 minutos e mais uma volta cada uma. Isso permite que as duplas tenham o mesmo tempo de pista e sem interferência no potencial do parceiro de equipe, já que o piloto classifica para sua corrida, sem inversão do grid ou algo do gênero. Cada uma das provas conta pontos para a classificação geral do campeonato.

A primeira etapa está programada para o dia 09 de abril no Autódromo Internacional de Curitiba no circuito oval (anel externo) e os treinos coletivos acontecem no sábado (08). Antes disso, está previsto um treino extra no dia 12 de março também na pista da capital paranaense.

As transmissões continuam no canais BandSports, Play TV e Programa Acelerados no SBT, com edição de Beto Borguesi e narração de Luc Monteiro.

A Sprint Race têm patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Ecopads, Vaz, Fremax e Rio Custom.

Calendário 2017

12/03 - Curitiba (PR) - AIC - Treino Coletivo Oficial
09/04 - Curitiba (PR) - AIC - #Oval
30/04 - São Paulo (SP) - Interlagos - #SuperPole
28/05 - Cascavel (PR) - #SetUpFree
30/07 - São Paulo - Interlagos - #Guest Race
20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #Inverse Track/Grid
24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città
05/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge
03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

Mais informações: www.sprintrace.com.br.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

SALÃO MOTO BRASIL.

 Salão Moto Brasil otimista com o segmento

Rio de Janeiro tem frota ativa de mais de 946.000 motocicletas, 157.000 motonetas, 3.191 triciclos e cerca de 37.000 ciclomotores.

                                                                           

Depois de um 2016 com o mercado de moto inseguro, 2017 começa acelerando. Já em janeiro – entre os dias 26 e 29 - quem dá a primeira arrancada é o Salão Moto Brasil – um dos maiores eventos do segmento do país – que promete fomentar os negócios e aquecer o primeiro trimestre.  

                                                                         

Otimista em promover o aquecimento do setor, a grande novidade do “Salão” é a 1ª Feira de Negócios Moto Brasil. “Será um evento dentro do evento; um espaço destinado a um público qualificado e interessado em comprar”, explica Gustavo Lorenzo, da organização do evento. “O ano passado foi difícil para o segmento e queremos com este evento movimentar os negócios até pelo menos os três próximos meses”, diz.

Mercado para isso existe. De acordo com dados da ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares - o Brasil tem uma frota de mais de 25 milhões de motocicletas e a produção anual é de quase 900 mil unidades. Somos o 6 maior país produtor de moto. Para 2017 a projeção de produção é de 910 mil unidades; um aumento de 2,5 %. E o Rio de Janeiro é um mercado com números expressivos: mais de 946.000 motocicletas, 157.000 motonetas, 3.191 triciclos e cerca de 37.000 ciclomotores, de acordo com dados de dezembro de 2016 do DETRAN/RJ.  

A criação dessa feira voltada somente para business to business foi motivada pelo número crescente de negócios gerados nas edições anteriores e no potencial desse nicho. Na última edição – em janeiro deste ano – foram movimentados R$ 9 milhões em volume de negócios e mais de 86.000 visitantes, desses 93% com intenção de voltar em 2017. “São números expressivos que não podemos desconsiderar. Daremos mais destaque para a parte de negócios e teremos como expositores, fabricantes, importadores, distribuidores de motopeças e acessórios, que apresentarão suas linhas de produtos e lançamentos e consolidarão suas marcas para grandes clientes”, diz Lorenzo. “Fica mais organizado e centralizado e isso deve otimizar tempo, alavancar vendas, além de fomentar novas parcerias, ampliar mix de produtos e promover mais integração entre fornecedores e compradores”, completa.
                                                                          


Entre os expositores só da Feira de Negócios estão Awa Motos, Cinborg Pneus, Dagostin fabricação de peças para motocicletas, Dem Tec, Fábrica Nacional de Amortecedores, Filtran - Filtro Andorinha, Firebreq, Fischer pastilhas e freios especiais, G & B Autopeças, Givi do Brasil, GVS Sport Nordeste, Indústria de Acumuladores e Componentes Motocíclisticos Erbs, Indústria de baterias Raiom, Laquila peças, Nacional motopecas Pioneira, Plasmoto, Pro Tork, Sportive, Valplas, Vazlog, Vedox, Viper e WLS pneumáticos & moto-partes.

Como estratégia, a 1ª Feira de Negócios será destinada a convidados VIP´s - os melhores atacadistas, distribuidores, grandes lojistas e representantes de vendas - da região sudeste, que compreende Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. E também alguns selecionados do Rio Grande do Sul. “Teremos a nata dos pontos de venda desses estados na feira”, comenta o organizador.
                                                                           

Como ocorre com eventos de sucesso, a expansão é natural e a 7ª edição do Salão Moto Brasil dessa vez será no pavilhão 4 do Riocentro, que tem quase 23.000 m² quadrados de área. Dessa área, 2.800 m² foi destinada à 1ª Feira de Negócios. Os dias e horários serão diferenciados: dia 26/01 (das 16 h às 22 h) e 27 e 28/01 (das 14h às 22h). 

Salão Moto Brasil

Na sua 7ª edição, o Salão Moto Brasil, já está consolidado no calendário anual do motociclismo nacional e é um dos maiores do setor no Brasil. Com o intuito de gerar negócios, entretenimento, educação e turismo, o evento tem expositores das principais montadoras, fabricantes e distribuidoras de motopeças e acessórios, além de shows, atrações e um público qualificado e apaixonado por duas rodas. Tem como principais apoiadores AMO-RJ (Associação dos Motociclistas do Estado do Rio de Janeiro), Prefeitura do Rio de Janeiro, Rio Conventions & Visitors Bureau e RioTur e patrocínio da Assim Saúde.  

7° Salão Moto Brasil - 2017

Dias: 26, 27, 28 e 29 de janeiro
Pavilhão 4 do Riocentro
Av. Salvador Allende, 6555 
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro – RJ
Horários:
quinta e sexta das 14 às 22h,
sábado das 12h às 22h e domingo das 12h às 20h


1ª Feira de Negócios Moto Brasil
Dias: 26, 27 e 28 de janeiro
Pavilhão 4 do Riocentro 
Av. Salvador Allende, 6555
Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ
Horários:
quinta-feira, das 16h às 22h e sexta e sábado, das 14h às 22h.
*Somente para profissionais do setor com CNPJ e convidados VIP´s

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

COPA PIRELLI

1ª Etapa da categoria Super Sport

Alex Schultz (#22): Esse é nome do piloto da equipe Dynel’s Racing Team, que fez um ótimo tempo na classificatória e largou muito bem. Andando muito forte, começou a por distância nos adversários a cada volta, já com pódio na mão.


Nossa equipe acompanhou a trajetória do piloto fera em todos os pontos do autódromo. A impressão que se tinha era a mesma do piloto, certeza que ninguém  teria condições de tomar a sua posição. 


O fera foi ao pódio, com merecimento, sem perder o foco, ótimo tempo e com a melhor volta na competição. Fechou as 12 voltas bem perto de ultrapassar o último colocado. Acreditamos que se tivesse mais voltas ele teria buscado realizado o feito. Realmente uma corrida eletrizante.

A vice-liderança da prova ficou com Ives Moraes (#23), da equipe Motom. O piloto ultrapassou Andre Verissimo (#9), da Paulinho SuperBike, logo nas primeiras voltas e manteve a posição até receber a bandeirada. O terceiro lugar no pódio ficou com Verissimo, seguido por Lucas Dezeró (#7), da equipe Alemão Pneus. Leandro Ramos Esposito (#32), da Pitico Race Team, – que disputa a categoria Pro Amador – foi o quinto colocado no geral. Já a quinta posição da Pro seguiu para Julio Cesar Fortunato (#56), da equipe Sport Plus Racing.

Fonte: SuperBike

sábado, 21 de janeiro de 2017

SPRINT RACE

Erik Mayrink se diz preparado para a estréia na Sprint Race Brasil


O Grande Campeão do Paulista de Marcas e Pilotos não  vê a hora de ir para pista nessa nova  categoria. 
                                                                           


Serão 16 corridas em oito etapas do calendário 2017 na categoria que atrai pilotos de todo o país.

                                                                       

O campeão de 2016 do Campeonato Paulista de Marcas e Pilotos, o paulista Erik Mayrink, confirmou seu nome no grid da Sprint Race Brasil para a próxima temporada no seu ano de aprendizado na categoria de turismo nacional e o objetivo principal será subir ao pódio. Antes da etapa de abertura do calendário em março, haverá um treino extra programado para o dia 12, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR).                                                                         


"Em 2016 fiz a minha estreia no turismo através do Campeonato Paulista de Marcas e Pilotos, no qual fui campeão com cinco vitórias e nove segundos lugares, pilotando um Chevrolet 1.6 de tração dianteira", disse o piloto nascido em Juiz de Fora (MG) e que mora atualmente em São Bernardo do Campo (SP). 


Além do título do Paulista, aos 21 anos, Mayrink acumula uma bela carreira no kart. " Comecei no kart aos seis anos de idade, correndo nos kartódromos de Itu, Atibaia e Piracicaba. De lá pra cá tive a oportunidade de participar de diversos outros campeonatos, desde pequenos regionais como o sul goiano até os maiores como o Campeonato Brasileiro e o Paulista de kart", contou Erik.

O piloto estará na categoria PRO e comandará o Sprint de número 11 na estreia nos autódromos nacionais em 2017. "Minha expectativa para a primeira etapa da Sprint Race é poder conhecer e me acostumar com o carro. A mudança de categoria vai ser um degrau bem grande, pois os carros são muito diferentes. Me anima muito poder pilotar um carro de corrida com tração traseira e um motor V6. Quero conseguir evoluir rápido para tentar ganhar alguma corrida na temporada de 2017", concluiu. 

As transmissões continuam no canais BandSports, Play TV e Programa Acelerados no SBT. 

A Sprint Race têm patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Ecopads, Vaz, Fremax e Rio Custom.

Mais informações: www.sprintrace.com.br.

 Fotos: Luciano Santos/Sigcom

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

SALÃO MOTO BRASIL

Salão Moto Brasil veja tudo sobre a programação para esta visitando o Rio de Janeiro  durante o Salão são ótimas dicas de onde se hospedar e dicas de passeios.
                                                                                  

Evento terá atrações para toda família como shows, customização de motocicletas, Bikers Bar, museu temático, food trucks, manobras radicais e palestras educativas
                                                                                                                            
Janeiro de 2017 - Dica de viagem de fim de férias, em janeiro? A cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro. Além de conhecer lindas paisagens, belas praias e todo o legado de melhorias e revitalização deixado pelos Jogos Olímpicos, o turista ainda poderá ir ao Salão Moto Brasil, um dos maiores eventos do segmento no país, que acontece de 26 a 29 de janeiro, no Riocentro. “A cidade mudou muito depois de sediar a Olimpíada, vale a pena a viagem. Até quem já conhecia antes de agosto desse ano, vai se surpreender. É um novo Rio”, diz Gustavo Lorenzo, um dos organizadores do evento. “Sem falar que é uma boa oportunidade de conhecer as novidades gastando bem menos que naquela concorrida época”, diz.

Novos pontos turísticos, acesso facilitado, rede hoteleira aprimorada e muito entretenimento no Salão Moto Brasil é o que se pode esperar das férias no Rio de Janeiro, em janeiro de 2017.
                                                                            

A hora de início do evento – quinta e sexta a partir das 14h e sábado e domingo às 12h - permite aproveitar toda a manhã na praia ou com passeios em pontos turísticos e depois seguir para o Salão Moto Brasil para se divertir. Entre as atrações do evento, shows, Bike Art & Show (customização de motocicletas), Bikers Bar, Museu temático, food trucks, shows com manobras radicais, palestras educativas e 1 Feira de Negócios. É aconselhável comprar os ingressos antes; para facilitar eles são vendidos pelo www.ingressorapido.com.br.

Uma das novidades já confirmadas no “Salão” é um reboque portátil, que pesa 65 kg e desmontado fica com dimensões fáceis de carregar: 95 cm (comprimento) x 45 cm (altura e largura). Não precisa de ferramenta para montar e nos seus 3,05 m (comprimento) x 1,67 m (largura) transporta de Scooters a motos até 510kg. O RE.BO.Q, do Rio de Janeiro, é novo no mercado – lançado em julho do ano passado - e desde então vem despertando a curiosidade dos motociclistas, principalmente dos que por algum motivo precisam transportar suas motos.

O tradicional Globo da Morte sempre impressiona e não pode faltar. Com olhares atentos e um frio na barriga, o público acompanha os detalhes e cada nova apresentação é como se fosse única. São pilotos do interior paulista que compõem a equipe e mostram suas habilidades.

As manobras radicais com motos também costumam chamar atenção. Neste ano serão duas equipes: Pro Tork Alto Giro e GTM Show (Grupamento Tático de Motociclistas da PMERJ). A perfeição das manobras executadas pela ALTO GIRO durante as apresentações deve-se ao intenso treinamento, para garantir que no momento dos shows tenham total domínio, confiança e habilidade. Já a GTM Show mostrará todo talento e destreza dos policiais ao dominar a moto.
                                                                                    

O evento também é lugar de arte. Aquela arte que empresta cor, conceito e originalidade às motos. O assunto desperta tanto interessante que, devido ao sucesso da última edição, o Bike & Art Show – uma “galeria” de arte que reúne as principais tendências e importantes nomes da customização de motocicletas no Brasil – ganhou mais espaço. Serão mais de 1.200 m² de área destinada a exposição de todo tipo de arte relacionada ao motociclismo e a temática é “feito à mão”: pinturas, esculturas, fotografias, tanques e capacetes customizados, peças artesanais e gravação em metais.

Uma das atrações desse espaço será um concurso de motos customizadas, assinadas por respeitados customizadores do Brasil. O público poderá votar por meio de terminais digitais no próprio local. Em paralelo haverá outro concurso, dessa vez com um qualificado quadro de juízes: os próprios customizadores.

Com o objetivo de difundir e popularizar o interesse por customização e, principalmente, dar espaço ao “artista de garagem” ou o customizador artesanal, divulgar sua arte, o Bike & Art Show 2017 fará uma ação especial chamada “show your ride”. Durante os quatro dias do evento, diariamente, serão escolhidas no estacionamento 3 motos customizadas para ganharem destaque e serem expostas dentro do Salão Moto Brasil. Qualquer customizador artesanal pode participar, basta ir ao evento com a moto customizada.

No “Salão” também será possível voltar ao melhor do passado. Um museu temático com cerca de 200m² reunirá verdadeiras raridades, que carregam histórias capazes de deslumbrar os mais novos e de despertar fortes emoções nos mais velhos. 

E o rock and roll dará o tom ao evento. Vários shows de bandas de rock se apresentarão em um badalado lounge de 2000 m², com direito a palco e food trucks. O local descontraído promete ser o ponto de encontro animado dos visitantes. Os shows serão diários entre 19h e 21h. Entre as bandas já confirmadas estão a Além do Rock, Blood Mary e Faixa Etária. O Bikers Bar - um bar temático que terá dj animando os presentes - é outro lugar que tem tudo para ser parada obrigatória. 

Passeios
O grande legado da Olimpíada no Rio de Janeiro foi a revitalização urbana da área portuária. Com 3,2 quilômetros de extensão, o Boulevard Olímpico está instalado em um trecho de orla entre a Praça XV e o AquaRio. Nele estão novos e antigos atrativos, como o Museu do Amanhã, o Museu de Arte do Rio (MAR) e a Cidade do Samba. A Praça Mauá e a Avenida Rio Branco foram reformadas, uma linha de VLT surgiu e a região se transformou em um novo polo turístico.
                                                                      

Aliás, o AquaRio - Aquário Marinho do Rio de Janeiro - o maior aquário marinho da América do Sul - é o mais novo ponto turístico da cidade. Com 26 mil m², o espaço abriga 4,5 milhões de litros d’água salgada divididos em 28 tanques e reúne cerca de oito mil animais de 350 espécies. Entre as espécies exposta estão peixes da costa brasileira, do Caribe e do Indo-Pacífico, como tubarões, arraias, moreias, e cavalos-marinhos entre outros. O maior tanque do local, batizado como ‘Recinto Oceânico’, tem 7 metros de profundidade e 500 m² de área, com uma grande arquibancada para visitantes.

Museu cidade olímpica – Entre as diversas atrações, telão com as últimas cidades que sediaram os jogos olímpicos. Ao clicar nelas, pode-se escolher um ponto turístico e fazer um tour 360 graus da imagem. Tem também uma exposição que fala sobre a história das olimpíadas e simuladores (pode-se fingir ser um atleta, simulando uma corrida, uma prova de remo, por exemplo, ou até contemplar a cidade maravilhosa do alto por meio de um voo de asa delta. 
                                                                          
Palácio do Catete - abriga o Museu da República e foi sede oficial do Governo Brasileiro entre 1897 a 1960, antes da mudança para Brasília. É um bom passeio histórico, pois tem muitas relíquias do período de articulação para a conquista da República.
                                                                                        

Arcos da Lapa - são a maior obra arquitetônica realizada no Brasil durante o período colonial. Serve, hoje, de viaduto para uma outra grande atração: os bondes que ligam a Estação da Carioca ao bairro de Santa Teresa. Símbolo da Lapa, bairro é referência na vida noturna do Rio.
                                                                              
Escadaria Selarón - obra do artista chileno Jorge Selarón que liga o Largo da Lapa e o Bairro de Santa Tereza.
                                                                           

Morro da Urca – promove uma visão panorâmica de várias praias. De lá também partem vários passeios de helicóptero, além de ter muitos shows e festas.

Acesso ao Riocentro

Localizado em frente ao Parque dos Atletas e ao lado da Vila Olímpica, em uma área amplamente atendida pelas opções de transporte público, o Riocentro recebeu este ano 02 estações de BRT, em frente à porta principal. As avenidas Abelardo Bueno e Salvador Allende, vias principais de acesso ao Riocentro, foram duplicadas e têm cinco pistas em cada sentido. O projeto beneficiou diretamente a questão da mobilidade urbana, aumentando a fluidez do trânsito e a capacidade de tráfego na região.

Para chegar ao Riocentro, públicos de todos os bairros têm inúmeras alternativas. Além dos acessos ampliados, novas rotas foram criadas. O principal acesso à Barra, pela Zona Sul, também foi duplicado. E quem vem da Zona Sul até o Riocentro com transporte público pode contar ainda com o metrô que faz integração com as linhas da Transoeste e Transolímpica. Já quem vem da Zona Oeste ou Baixada, conta com linhas da Transolímpica que transportam os passageiros até as novas estações de BRT. A facilidade também se aplica para quem vem ao Riocentro através do Galeão, Linha Vermelha ou Linha Amarela. Integradas, as vias conduzem até o complexo de forma prática e rápida.

Um dos grandes legados dos jogos Olímpicos para o Riocentro, a Transolímpica, deve transportar 70mil passageiros por dia. O corredor é o primeiro a integrar com os dois já existentes (Transoeste e Transcarioca), aumentando as opções dos passageiros. Isso significa que grande parte da cidade está interligada através das novas vias. Enquanto a Transoeste, na Avenida das Américas, liga toda a zona oeste até a Barra e até o Metrô, a Transolímpica tem 18 estações e dois terminais, um na Avenida Salvador Allende e Abelardo Bueno, a poucos metros do Riocentro, e outro na Avenida das Américas, no Recreio.

Hospedagem

Para se hospedar, a dica são os hotéis Grand Mercure e Midas. Da música ambiente à arquitetura e dos objetos de design ao cardápio, tudo no hotel Grand Mercure Rio de Janeiro Riocentro é inspirado no Brasil. Localizado dentro do Riocentro e em frente à Lagoa de Jacarepaguá, cercado por montanhas do Maciço da Pedra Branca e a poucos minutos das praias da região, o hotel tem uma vista única da Barra da Tijuca e uma estrutura completa para receber turistas e cariocas que buscam conforto e comodidade. Ao todo são 300 quartos e seis suítes, dois restaurantes, um rooftop com piscina e vista panorâmica exclusiva do Rio, academia, saunas seca e a vapor e centro de convenções. O Wi-Fi, estacionamento, business center, transfer para shoppings e praias da região estão inclusos em todos os pacotes.

Já o Midas Rio Convention Suites é um hotel novo 4 estrelas localizado em Jacarepaguá. Oferece café da manhã e piscina. Tem Wi-Fi disponível gratuitamente em todas as áreas. Os quartos apresentam singular vista panorâmica, podendo se avistar a Cidade do Rock in Rio, Instalações das Olimpíadas, Lagoa de Jacarepaguá e principais montanhas da região. Dispõe de espaço fitness, sauna a vapor e estacionamento. O hotel fica a 300 metros do RioCentro.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

COPA PIRELLI

1ª etapa da Copa Pirelli SuperBike 2017


Já está tudo pronto para a 1° Etapa do Campeonato de Motovelocidade que acontecerá nesta semana. Os ingressos já estão à venda e o estacionamento é totalmente gratuito.

Nas duas etapas da Copa Pirelli SBK de 2017, que serão realizadas nos dias 22 de janeiro e dia 05 de março, as arquibancadas estarão indisponíveis, fechadas para o público. Quem for acompanhar de perto a etapa, somente poderá comprar ingressos de acesso aos boxes que serão válidos para o domingo, dia das corridas.
                                                                    


Os ingressos estarão à venda apenas na bilheteria do Autódromo de Interlagos que, para a etapa deste final de semana, vai funcionar nos seguintes dias e horários: sexta-feira, dia 20, e sábado, dia 21/1, das 8 às 18h, e domingo, dia 22/1, das 8 às 16h.

Estacionamentos: Apenas para as etapas da Copa Pirelli SBK o estacionamento interno do Autódromo de Interlagos terá acesso gratuito. Porém o espaço não contará com seguro.

Para mais informações, escreva para email: divulgacao@superbike.com.br ou ligue: 11 5641-4166.

Para as etapas do SuperBike Brasil, sendo a primeira em 23/4, todos os ingressos estarão disponiveis, sendo: arquibancadas gratuitas, ingresso de acesso aos boxes, ingresso de visitação e estacionamento de carro e moto com seguro.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

CLÁSSICOS

Estados Unidos, Flórida, encontro de veículos clássicos.

Fotos que nossa a equipe conseguiu fazer. Realmente sensacional.

domingo, 15 de janeiro de 2017

PNEUS DE MOTOVELOCIDADE

Moto velocidade pneus fazem a diferença.

Já estamos próximo de começar os desafios as competições as disputas. no moto velocidade  2017 fator principal  que inclui uma  serie de itens na segurança dos pilotos, que chegam a andar entre 250 km a  300 km hora, estão  eles os pneus que de pendendo da temperatura da pista os mesmo só resistem a uma etapa um grid, o qual nos treinos são utilizados um outro jogo de pneus no final de cada etapa  o estado de cada pneu e surpreendente; O sucesso garantido mesmo, aos vencedores veja algumas fotos feita por nossa equipe nos finais de cada competição.
                                                                       
Pneus Protegidos antes da competição
                                                           
Antes da competição
                                                                        
Depois da Competição
                                                                                 






Pneus zerado antes da pista
.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

SALÃO MOTO BRASIL

Riocentro já está pronto para o Salão das Motos 2017
                                                                              


O Salão Moto Brasil acontece de 26 a 29 de janeiro, no Riocentro, no Rio de Janeiro, com apoio da Assim Saúde, Petrobrás e Porto Seguro que patrocinam um dos maiores eventos de duas rodas do país.

                                                                                 

Na sua 7ª edição, o Salão Moto Brasil – já está consolidado no calendário anual do motociclismo nacional e é um dos maiores e mais importantes do setor no Brasil. Com o intuito de gerar negócios, entretenimento, educação e turismo, o evento tem a participação dos principais players do mercado duas rodas - expositores de grandes montadoras, fabricantes e distribuidoras de motopeças e acessórios - além de shows, atrações e um público qualificado e apaixonado por moto. A credibilidade do evento é atestada com o patrocínio de respeitáveis empresas como Assim Saúde, Petrobrás e Porto Seguro.

Como ocorre com eventos de sucesso, a expansão é natural e este ano o Salão Moto Brasil ocupará o pavilhão 4 do Riocentro, que tem mais de 23.000 m² de área. Isso para conseguir comportar o crescimento esperado para esta edição. Para se ter noção, em 2016 foram movimentados R$ 9 milhões em volume de negócios e mais de 86.000 visitantes, desses 93% com intenção de voltar em 2017.

Entre as atrações – pensadas para unir toda família no passeio – estão shows, customização de motocicletas, exposição de fotos, Bikers Bar, museu temático, food trucks, palestras educativas, test ride, shows com motos da Equipe Pro Tork Alto Giro e GTM Show (Grupamento Tático de Motociclistas da PMERJ), serviços e a inédita Feira de Negócios.