quarta-feira, 31 de outubro de 2018

BMW K 1600 BAGGER LEVA PREMIO MOTO DO ANO 2019


BMW K 1600 Bagger é eleita a Moto do Ano 2019


Fabricante conquistou ainda prêmio com a novata BMW G 310 GS. 

São Paulo, 30 de outubro de 2018 — A nova BMW K 1600 Bagger é a "Moto do Ano 2019", da revista Duas Rodas. A premiação foi decidida pelos votos de diversos jornalistas especializados de todo o país e teve a participação de mais de 40 motocicletas lançadas neste ano, pelas principais empresas do mercado das duas rodas. 

Os testes em pista consideraram sete quesitos: motor, freios, suspensões, agilidade, conforto, design e custo-benefício.

A nota média conquistada pela BMW K 1600 Bagger foi 9,5, sendo que o motor de seis cilindros em linha, com 160 cv de potência e 175 Nm de torque, recebeu nota 10 de todos os avaliadores — único quesito avaliado com nota máxima por unanimidade nesta edição do prêmio.

Com visual elegante, pilotagem fácil e inúmeros equipamentos de segurança e tecnologia, a BMW K 1600 Bagger é ideal para quem almeja encarar longas distâncias de forma imponente e tranquila. Além do prêmio principal, a fabricante alemã conquistou troféus em outras duas categorias: "Touring", com a própria K 1600 Bagger; e "Trail", com a BMW G 310 GS.

Lançada neste ano, a G 310 GS marca a entrada da BMW Motorrad no segmento trail abaixo de 500 cc. Compacta, leve e versátil, fabricada na unidade para produção de motocicletas do BMW Group em  Manaus (AM), ela traz propulsor de 313 cc, com 34 cv de potência e 28 Nm de torque. Ágil no trânsito e robusta em trilhas leves, a “baby” GS herda o DNA da linha GS, referência mundial entre as motocicletas. 

"É um orgulho este reconhecimento após a diversificação de nosso portfólio de produtos, seguindo os lançamentos nacionais da marca. A tecnologia, a dirigibilidade e o DNA da BMW Motorrad estão bem representados nos diferentes segmentos", celebra Gabriela Sterenberg, Gerente Sênior de Marketing da BMW Motorrad no Brasil.

Considerado o maior teste comparativo de motos do Brasil, o prêmio Moto do Ano é um dos mais tradicionais da imprensa de motocicletas no país e completou 20 anos nesta edição. A premiação ocorreu no sábado (27) e os testes ocorreram entre os dias 25 e 26 deste mês na pista do Haras Tuiti, interior de São Paulo.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

GRANDE VITORIA DE VIÑALES NA AUSTRÁLIA LEVA YAMAHA ÃO TOPO

MOTOGP: VIÑALES VENCE NA AUSTRÁLIA E QUEBRA JEJUM DE VITÓRIAS DA YAMAHA
                                                                                 
Em uma atuação brilhante, Maverick Viñales vence o GP da Austrália enquanto Valentino Rossi conquista a sexta colocação.

A Yamaha volta a ocupar o topo do pódio no MotoGP. Maverick Viñales deu um show de pilotagem e venceu o Grande Prêmio da Austrália, disputado em Phillip Island.

O começo da corrida não foi dos mais fáceis para o jovem piloto espanhol. Viñales, que largou em segundo, perdeu várias posições na primeira volta e caiu para a décima colocação. A reação veio na terceira volta, quando recuperou duas posições.

Pouco tempo depois, aproveitando a colisão entre Johann Zarco e Marc Márquez, Viñales lançou seu ataque e assumiu a liderança, forçando o ritmo até cruzar a linha de chegada em primeiríssimo lugar.
                                                                               
Já Valentino Rossi, que largou em sétimo, chegou a ocupar a segunda colocação após belíssimas disputas, mas o resultado ao final da corrida foi um sexto lugar, a 5.132s de seu companheiro de equipe.

Os resultados da etapa australiana mostram Rossi em terceiro lugar na classificação do campeonato com uma diferença de 15 pontos para o segundo. Viñales permanece em quarto lugar e, graças à sua esplêndida vitória, ele atualmente tem uma diferença de 15 pontos em relação ao seu companheiro de equipe.

A Yamaha detém o terceiro lugar no Campeonato de Construtores depois da corrida na Austrália, com uma margem de 44 pontos para o segundo, enquanto a equipe Movistar Yamaha MotoGP permanece na segunda posição na classificação entre as equipes, agora com uma diferença de 16 pontos.

A equipe Movistar Yamaha MotoGP voltará à ação no Circuito Internacional de Sepang, no próximo fim-de-semana, onde disputará o Grande Prêmio da Malásia, no dia 4 de novembro.


SOBRE A YAMAHA MOTOR DO BRASIL

A marca dos três diapasões – menção ao conhecido escudo com três diapasões sobrepostos, se estabeleceu no Brasil em 1970 com a Yamaha Motor do Brasil Ltda. Foi a primeira fabricante de motocicletas a se instalar efetivamente no País. Já em outubro de 1974 passou a produzir em Guarulhos, São Paulo, o primeiro modelo nacional, a Yamaha RD 50. Em 1985 se estabelece em Manaus, Amazonas com uma segunda unidade fabril, a Yamaha Motor da Amazônia Ltda. Hoje são 56 diferentes versões e 27 modelos de motocicletas, 10 modelos WaveRunner (veículos aquáticos), 26 modelos de motores de popa e uma Rede com mais de 340 concessionárias e pontos de venda autorizados e capacitados no atendimento e serviços com qualidade. O Grupo Yamaha Motor no Brasil é constituído por oito empresas, como a Yamaha Motor do Brasil Ltda, Yamaha Motor da Amazônia Ltda, Banco Yamaha Motor do Brasil S/A, Yamaha Administradora de Consórcio Ltda, Yamaha Motor do Brasil Corretora de Seguros Ltda, Yamaha Motor Componentes da Amazônia Ltda, Yamaha Motor do Brasil Serviços e Participações Ltda e a Yamaha Motor do Brasil Logística Ltda. Fazem parte do grupo também as subsidiárias Yamaha Motor Selva del Peru S/A, Yamaha Motor Uruguai S/A e Yamaha Motor Argentina S/A. A Yamaha do Brasil é um importante polo produtor e exportador para grupos seletos e exigentes como, Europa, Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e Mercosul.  




segunda-feira, 29 de outubro de 2018

RAIJAN VENCE E COLOCA UMA MÃO NA TAÇA : MERCEDES BENZ CHALLENGE

Mercedes-Benz Challenge: Raijan e Moraes triunfam em Curvelo.
                                                                            

Na CLA AMG Cup, vitória faz Raijan colocar uma mão na taça; já na C250, diferença entre líder Gottschalk e Moraes cai para apenas seis pontos. Decisão acontece dia 2 de dezembro, em Curitiba (PR).

Raijan Mascarello venceu diante de 14 mil pessoas na manhã deste domingo a etapa de Curvelo (MG) do Mercedes-Benz Challenge, contou com os azares dos rivais e ampliou ainda mais a liderança do campeonato da CLA AMG Cup restando apenas uma etapa para a conclusão da temporada 2018, enquanto André Moraes Jr. levou a melhor na C250 Cup.
                                                                      

Largando em quarto, na primeira visita da categoria a Minas Gerais, Mascarello se beneficiou do toque entre os então líderes Roger Sandoval e Luiz Carlos Ribeiro para ser o segundo colocado, herdando a ponta após Adriano Rabelo cometer uma irregularidade no pit stop obrigatório e terminar em terceiro. Entre os dois ficou Felipe Tozzo, que largou de último. Na Master, Fernando Amorim levou a melhor após José Vitte abandonar - mesmo assim, garantiu o P2.
                                                                            

"Estou muito feliz em ser o primeiro vencedor da categoria em Curvelo, assim como aconteceu em Rivera. Ganhar é bom demais! Pelo sofrimento que tivemos no fim de semana com um acerto difícil, minha pilotagem não estava adequada, também, só me achei na classificação. São vários fatores: garra, determinação e persistência para ganhar. Apesar de levar uma pancada na largada, consegui me segurar. Graças a Deus deu certo", resume Mascarello, que agora tem 111 pontos, 26 a mais que o vice-líder Fernando Jr.
                                                                        

Já a C250 contou com uma belíssima disputa entre os líderes do campeonato, Peter Gottschalk e André Moraes Jr., que viu Moraes levar a melhor no pit stop e vencer pela quinta vez consecutiva nesta temporada, diminuindo a diferença para apenas seis pontos na tabela. Já Flavio Andrade superou a dupla Marcos Paioli/Beto Rossi - outra vítima dos diversos toques que tiraram da corrida gente como Betão Fonseca, Claudio Simão e Pierre Ventura - para vencer e se isolar ainda mais na C250 Master Cup.
                                                                      

"Com o clima dificil, não fizemos o qualy e sabíamos que seria uma corrida difícil. A gente estava rápido mas o Peter me segurava, então tive de ter cabeça, não dar espaço para quem vinha atrás e demos o bote nos boxes, saíndo na frente dele. Depois foi só trazer para casa. Agora são só seis pontos e vamos para a guerra em Curitiba", resume André Moraes Jr.

A prova final da temporada 2018, dia 2 de dezembro em Curitiba, valerá o dobro de pontos para ambas as categorias. Confira abaixo o resultado completo e a classificação dos campeonatos:

Corrida

CLA AMG Cup
1. Raijan Mascarrello, 26 voltas em 47min26s474
2. Felipe Tozzo, à 7s903
3. Adriano Rabello, 16s762
4. Cello Nunes, 25s806
5. Fernando Amorim, 27s491
6. Fernando Junior, 1 volta
7. Fabio Scorpioni, 2 voltas
8. Luiz Carlos Ribeiro, 3 voltas
9. José Vitte, 4 voltas

Não completaram:
Pierre Ventura, a 8 voltas
Roger Sandoval, a 10 voltas
Cesare Marucci, a 16 voltas
Betão Fonseca, a 20 voltas

C250 Cup
1. André Moraes Jr., 26 voltas
2. Peter Gottschalk, a 1 volta
3. Miro Cruz, a 1 volta
4. M. Paioli/B.Rossi, a 1 volta
5. Flavio Andrade, a 2 voltas
6. Junior Victorette, a 2 voltas
7. Max Mohr, a 6 voltas

Não completou:
Cláudio Simão, a 9 voltas


CLA AMG Cup
1. Raijan Mascarello, 111 pontos
2. Fernando Jr., 85
3. Roger Sandoval, 84
4. Adriano Rabelo, 81
5. Luiz Carlos Ribeiro, 79
6. Felipe Tozzo, 74
7. Betão Fonseca, 60
8. Fabio Escorpioni, 60
9. Fernando Amorim, 55
10. Cello Nunes, 54
11. Cesar Fonseca, 46
12. Pierre Ventura, 38
13. Cesare Marrucci, 32
14. José Vitte, 24
15. Renato Braga, 15
16. Fernando Poeta, 15
17. Sergio Ribas, 8
18. Paulo Varassim, 0

CLA AMG Master Cup
1. Fernando Amorim, 98 pontos
2. Cesar Fonseca, 80
3. Betão Fonseca, 77
4. Cesare Marrucci, 74
5. Pierre Ventura, 65
6. José Vitte, 51
7. Fernando Poeta, 33
8. Sergio Ribas, 15
9. Roger Sandoval, 0
10. Paulo Varassim, 0

C250 Cup
1. Peter Gottschalk, 114 pontos
2. André Moraes Jr., 108
3. Miro Cruz, 92
4. Flavio Andrade, 87
5. Marcos Paioli/Beto Rossi, 82
6. Claudio Simão, 61
7. Max Mohr, 49
8. Junior Victorette, 41
9. João Lemos, 40
10. Angelo Giombelli, 18
11. Jared Wilson, 15
12. Alexandre Navarro, 11
13. Luc Monteiro, 11
14. Pedro Muffato, 11
15. Roberto Santos, 9
16. Alencar Jr., 9
17. C.Pamplona/M.Pamplona, 8
18. Paulo Rosa, 7
19. Rodrigo Soares, 5
20. Paulo Gomes, 5
21. V.Fugi/A.Carvalho, 4

C250 Master Cup
1. Flavio Andrade, 118 pontos
2. M.Paioli/B.Rossi, 109
3. Claudio Simão, 80
4. Max Mohr, 68
5. João Lemos, 55
6. Angelo Giombelli, 24
7. Luiz Fernando Barcello, 19
8. Alexandre Navarro, 17
9. Alencar Jr., 13
10. Roberto Santos, 11
11. Paulo Rosa, 10
12. Paulo Gomes, 10

F. Imprensa Truck

KART: ALBERTO OTAZÚ SE MANTÊM MAIS FIRME NO MASTER DE KART

Kartismo: Alberto Otazú amplia liderança no Campeonato Master de Kart.

Piloto largou na pole position, fez a volta mais rápida, foi jogado pra fora por retardatário e ainda terminou em segundo na chuva.

O que a princípio parecia ser o caminho para a conquista de sua sétima vitória no 17º Campeonato Master de Kart, acabou se tornando numa grande batalha para o piloto Alberto Otazú (Alpie Escola de Pilotagem/Instituto Desenvolve/AVSP/Imab/Rolley Ball/Mundo Koi), na chuvosa noite de sexta-feira (26/10) no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). Depois de conquistar a pole position, estabelecer a volta mais rápida da corrida e abrir uma boa diferença na frente, o líder do campeonato foi jogado pra fora da pista, retornou para a competição com 16 segundos de atraso, para terminar em segundo, a apenas 0s690 do campeão de 2017 Milton Koyama.

“Quando eu alinhei na pole position debaixo de chuva, olhei pra trás e vi um grid de 29 kart, sendo que a metade eram convidados que estavam iniciando, pressenti que a coisa poderia não acabar bem”, previu Otazú, que em sete voltas abriu oito segundos de vantagem sobre o segundo colocado.

No meio da oitava volta, quando Alberto foi ultrapassar um retardatário, ele levou uma forte batida e ficou atolado fora da pista, e retornou apenas 16 segundos depois. Ai Otazú voltou a imprimir um forte ritmo, foi ultrapassando todos os pilotos, para receber a bandeirada em segundo, bem próximo do vencedor.

 "Consegui andar rápido na chuva, mas levei muitos sustos com os retardatários. Foi uma corrida que parecia fácil no começo, mas que ficou muito difícil para recuperar. Pelo menos ampliei a minha vantagem na liderança do campeonato. Espero continuar assim para conquistar o meu segundo título aqui”, completou Otazú, que foi campeão do máster de Kart em 2016, quando estreou no kartismo. Agora ele tem 15 pontos de vantagem sobre o vice-líder George Shi Wen NG, que terminou na 10ª posição.

A 11ª e penúltima etapa do Campeonato Master de Kart acontecerá no dia 30 de novembro, no Kartódromo de Interlagos.

Resultado da 10ª etapa do Campeonato Master de Kart: 1) Milton Koyama, 17 voltas em 15min22s659; 2) Alberto Otazú, a 0s690; 3) Fernando Akamine, a 9s317; 4) Galvane Vieira, a 13s282; 5) Anthony Peperone, a 22s461; 6) Aurílio dos Santos, a 22s610; 7) Everson Soares, a 36s357; 8) Eduardo Tazi, a 37s516; 9) Thiago Cezar, a 38s142; 10) George Shi Wen, a 38s449.

Classificação do Campeonato Master de Kart depois de dez etapas (com descartes): 1) Alberto Otazú, 145 pontos; 2) George Shi Wen NG, 130; 3) Milton Koyama, 120; 4) Galvane Ruivo, 114; 5) Marco Carletto, 96; 6) Everson ‘Reco’ Soares, 94; 7) Rodrigo Cachioni, 76; 8) Sandro Godoi, 71; 9) Gustavo Pincelli, 65; 10) Carlos Funari, 63 pontos.

Alberto Cesar Otazú tem o apoio de Alpie Escola de Pilotagem, Instituto Desenvolve, Autódromo Virtual de São Paulo (AVSP), Rolley Ball, No Fire Services, Imab Fechaduras, Mundo Koi, Studio 67 Design e LEAG. O jovem apoia as ações da Associação Cruz Verde e Direção para a Vida.




Visite http://www.avsp.com.br

Curta www.facebook.com/autodromovirtualsaopaulo

domingo, 28 de outubro de 2018

ANDRÉ MARQUES : CAMPEÃO DA COPA SUDESTE


André Marques é campeão da Copa Sudeste em Curvelo.
                                                                           

Em decisão dramática diante de 14 mil pessoas, piloto da Mercedes-Benz conta com problemas do rival Roberval Andrade - que ainda perderia o terceiro lugar no campeonato para Renato Martins; fora da briga Felipe Giaffone vence as duas corridas.
                                                                         

Evitando o temporal previsto para o início da tarde na região de Curvelo (MG), a Copa Truck entregou uma de suas etapas mais disputadas para as 14 mil pessoas que compareceram na manhã de domingo no Circuito dos Cristais. Além de duas corridas imprevisíveis, um novo campeão foi coroado nesta temporada: André Marques. Já as duas vitórias ficaram nas mãos de Felipe Giaffone.
                                                                        

Piloto mais consistente do ano, Marques chegou a Minas Gerais na vice-liderança da Copa Sudeste, seis pontos atrás de Roberval Andrade. Contudo, uma série de problemas envolvendo o rival o deixou em uma situação um pouco mais favorável, mas não menos tranquila, uma vez que um drive-through na primeira prova e uma perda de rendimento na segunda acenderam a luz de alerta nos boxes de sua equipe. "Foi pra lavar a alma!", descreve. "É o que falo faz tempo, é muito trabalho, dedicação, esforço, tudo, e o resultado foi esse. Chegamos com problemas desde sexta no caminhão, ajustamos ontem e fizemos uma prova com a cabeça, controlando todos os parâmetros de segurança do caminhão. Tivemos uma regularidade exemplar. Um título já chegou e o outro está na mira", completa.
                                                                     

No entanto, Roberval não estava no seu fim de semana: desclassificação por problemas de fumaça o jogaram para o fundo do grid; em seguida, um problema o fez ficar a maior parte da primeira corrida nos boxes. Por fim, na prova complementar, o piloto da Scania ficou preso em uma batalha com Débora Rodrigues pelo oitavo lugar. Quando se desvencilhou de Débora, no entanto, já era tarde demais. "Já larguei com problemas. Salvar esses oito pontos, no fim das contas, acabou sendo a salvação de um fim de semana difícil. O prejuízo foi pequeno perto do que poderia ter acontecido."

Com um sétimo e um quarto lugares, Marques fechou a Copa com 59 pontos, enquanto Roberval ainda perderia o vice-campeonato para Renato Martins, o aniversariante do dia, que completou 60 anos com a última vaga para a final, marcada para dezembro em Curitiba. "Foi um presentão maravilhoso. Já tava pensando no terceiro, mas o vice foi melhor ainda! Agora vamos curtir!"
                                                                       

Alheio a tudo isso, Felipe Giaffone conseguiu reverter um fim de semana difícil, largando de 13º e transformando isso em duas vitórias, repetindo o feito de Buenos Aires ao ser o único piloto no ano a vencer as duas provas de uma etapa. Sem chance de campeonato, ele correu sem nenhuma pressão e isso acabou representado no resultado da etapa. "Foi legal demais. Juro que não esperava. Ontem tivemos problemas com fumaça, meu caminhão não estava muito bem acertado mas hoje acertei em cheio. A primeira corrida teve um pouco de sorte, mas a segunda foi bom demais".
                                                                           

Com isso, estão classificados para a final os seguintes pilotos: Marques (128 pontos), Roberval (126), Giaffone (124), Wellington Cirino (122), Martins (110) e Giuliano Losacco (110). "Eu imagino e sonho com esse título Brasileiro. E vou lutar por ele com todas minhas forças", afirma o líder Marques. "Fui campeão pela primeira vez em Curitiba e pretendo ganhar meu primeiro título da Truck lá", destaca Roberval. "Vai ser apertado e teremos a certeza de um grande show. A Copa Truck merece", completa Cirino.
                                                                                 

A grande decisão da Copa Truck está marcada para o dia 2 de dezembro, em Curitiba (PR).

Classificados para a Grande Final:

1. André Marques, 128 pontos
2. Roberval Andrade, 126
3. Felipe Giaffone, 124
4. Wellington Cirino, 122
5. Giuliano Losacco, 110
6. Renato Martins, 110

Classificação final da Copa Sudeste:
1. André Marques, 59 pontos
2. Renato Martins, 51
3. Roberval Andrade, 48
4. Witold Ramasauskas, 46
5. Felipe Giaffone, 40
6. Luciano Burti, 34
7. Danilo Dirani, 32
8. Fabio Fogaça, 31
9. Rodrigo Belinati, 29
10. Wellington Cirino, 27
11. Debora Rodrigues, 27
12. Beto Monteiro, 24
13. Leandro Totti, 23
14. Adalberto Jardim, 22
15. Rogerio Castro, 20
16. Regis Boessio, 20
17. Alex Fabiano, 17
18. Luiz Lopes, 10
19. Duda Bana, 10
20. Pedro Paulo, 6
21. Giuliano Losacco, 0
22. Djalma Fogaça, 0


Resultado da corrida 1:
1. Felipe Giaffone (Volkswagen), 14 voltas em 25min55s067
2. Regis Boessio (Volvo), a 0s374
3. Danilo Dirani (Mercedes-Benz), a 5s708
4. Witold Ramasauskas (MAN), a 15s375
5. Beto Monteiro (Iveco), a 16s816
6. Renato Martins (Volkswagen), a 33s618
7. André Marques (Mercedes-Benz), a 34s400
8. Leandro Totti (Scania), a 34s911
9. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 38s736
10. Rodrigo Belinati (Volkswagen), a 40s718
11. Adalberto Jardim (Ford), a 55s380
12. Debora Rodrigues (Volkswagen), a 56s390
13. Duda Bana (Volvo), a 1min17s751
14. Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz), a 1 volta
15. Luiz Lopes (Iveco),a 1 volta

Não completaram:
Djalma Fogaça (MAN), a 7 voltas
Roberval Andrade (Scania), a 8 voltas
Giuliano Losacco (Iveco), a 11 voltas
Fabio Fogaça (Ford), a 11 voltas

Melhor volta: Danilo Dirani, 1min48s147


Resultado da corrida 2:
1. Felipe Giaffone (Volkswagen), 14 voltas em 25min47s603
2. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 0s772
3. Danilo Dirani (Mercedes-Benz), a 10s695
4. André Marques (Mercedes-Benz), a 13s342
5. Leandro Totti (Scania), a 14s174
6. Renato Martins (Volkswagen), a 34s195
7. Beto Monteiro (Iveco), a 34s850
8. Roberval Andrade (Scania), a 52s733
9. Debora Rodrigues (Volkswagne), a 54s679
10. Witold Ramasauskas (MAN), a 55s976
11. Luiz Lopes (Iveco), a 57s991
12. Fabio Fogaça (Ford), a 1min00s481
13. Duda Bana (Volvo), a 1min00s589
14. Rodrigo Belinati (Volkswagen), a 1 volta

Não completaram:
Adalberto Jardim (Ford), a 9 voltas
Regis Boessio (Volvo), a 12 voltas
Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz), a 14 voltas
Djalma Fogaça (MAN), não largou
Giuliano Losacco (Iveco), não largou

Melhor volta: Felipe Giaffone, 1min47s705

Fique por dentro de nossas redes sociais
Instagram: www.instagram.com/copatruck
Facebook: www.facebook.com/copatruck 
Twitter: www.twitter.com/copa_truck 

Fotos:
Vanderley Soares/Copa Truck
Duda Bairros/Copa Truck
F. Imprensa Truck 
Mais notícias, resultados e classificação: 

sábado, 27 de outubro de 2018

WELLINGTON CIRINO E POLE POSITION EM CURVELO COPA TRUCK

Cirino crava a quinta pole na temporada
                                                                            

Mais uma vez nesta temporada da Copa Truck a primeira fila com o caminhão de Wellington Cirino. Depois de São Paulo, Goiânia, Buenos Aires e Rivera, agora ele garantiu a pole-position da etapa de Curvelo, que será disputada neste domingo (28), a partir das 14 horas, com o tempo de 1min46s784.  André Marques vai largar na quarta posição.

“Estou muito feliz por poder retribuir com resultado todo o trabalho que a equipe vem fazendo. Chegamos aqui com o objetivo de evoluir a cada treino e conseguir os melhores resultados. Estamos conseguindo e vamos buscar uma grande corrida amanhã e, se tudo der certo, levar mais um troféu para a equipe na Grande Final”, celebrou Cirino.
                                                                            

André Marques também celebrou a quarta posição no grid de largada. Afinal, ele está à frente de seus principais concorrentes ao título da Copa Sudeste.

“É uma disputa a parte nesta corrida. Poder largar na frente dos outros concorrentes, especialmente em uma pista de difícil ultrapassagem como esta, é muito importante. Vamos pra prova com cabeça boa e fazer uma prova tranquila para buscar mais um troféu para a Grande Final”, contou André Marques, que está seis pontos atrás do líder da copa Roberval Andrade.

A Império Truck Racing tem o patrocínio da Cerveja Império, Dopamina Energy Drink e o apoio do Mercedes Club e da Cresol. O time acelera os caminhões Actros 2646 da Mercedes-Benz.

Grid para a decisão da Copa Sudeste
1º - Wellington Cirino, Mercedes-Benz, 1min46s784
2º - Danilo Dirani, MB, 1min47s309
3º - Regis Boessio, VOL, 1min48s525
4º - André Marques, Mercedes-Benz, 1min48s629
5º - Leandro Totti, SCA, 1min49s124
6º - Djalma Fogaça, MAN, 1min49s219
7º - Giuliano Losacco, IVE, 1min49s307
8º - Rodrigo Belinati, VW, 1min50s252
9º - Débora Rodrigues, VW, 1min50s896
10º - Witold Ramasauskas, MAN, 1min51s713
11º - Duda Bana, VOL, 1min52s726
12º - Luiz Lopes, IVE, 1min53s184
13º - Felipe Giaffone, VW, Sem tempo por excesso de fumaça
14º - Beto Monteiro, IVE, Sem tempo por excesso de fumaça
15º - Fábio Fogaça, FOR, Sem tempo por excesso de fumaça
16º - Renato Martins, MAN, Sem tempo por excesso de fumaça
17º - Pedro Paulo, MB, Sem tempo por excesso de fumaça
18º - Adalberto Jardim, FOR, Sem tempo por excesso de fumaça
19º - Roberval Andrade, SCA, Sem tempo por excesso de fumaça

F. JR Assessoria

RABELO CONFIANTE EM CURVELO


Mercedes-Benz Challenge: Rabelo lidera primeiro dia da história da categoria em Curvelo.
                                                                          

Enquanto isso, atual líder da classe CLA AMG Cup fecha a sexta-feira em um discreto nono lugar; já na C250 Cup, disputa pelo título entre Gottschalk e Moraes Jr. os coloca no tipo da tabela.

O Mercedes-Benz Challenge escreveu nesta sexta-feira mais um capítulo em sua vasta história ao abrir as atividades da penúltima etapa do ano em Curvelo. Esta é a primeira vez da categoria em Minas Gerais (após a estreia fora do Brasil, em Rivera) e quem teve a honra de liderar os treinos iniciais foi Adriano Rabelo.
                                                                            

Quinto colocado no campeonato, Rabelo registrou a marca de 1min34s224 pela divisão CLA AMG Cup, seguido por Fabio Escorpioni e Roger Sandoval, atual vice-lider do campeonato - enquanto isso, o líder da tabela, Raijan Mascarello, encerrou as práticas do dia na nona colocação. Pierre Ventura, Betão Fonseca e Felipe Tozzo completaram a relação dos seis melhores.

Na classe C250 Cup, a disputa pelo campeonato ficou representada no topo da tabela: menos de quatro décimos separaram o mais veloz, André Moraes Jr. (vice-líder do campeonato) de Peter Gottschalk (o melhor na tabela), com Max Mohr representando na terceira posição em um dia que contou com algumas escapadas e acidentes leves - tudo em busca do limite no desafiador traçado de 3.330 metros.
                                                                       

Neste sábado o Mercedes-Benz Challenge realiza mais duas sessões de treinos livres pela manhã antes da tomada de tempos que está marcada para as 13h30, com transmissão ao vivo das redes sociais do campeonato. Confira abaixo o acumulado do dia:

1. Adriano Rabelo, 1min34s224
2. Fabio Escorpioni, 1min34s802
3. Roger Sandoval, 1min34s972
4. Pierre Ventura, 1min35s308
5. Betão Fonseca, 1min35s344
6. Felipe Tozzo, 1min35s507
7. Luiz Carlos Ribeiro, 1min35s558
8. Cesar Fonseca, 1min35s573
9. Raijan Mascarello, 1min35s586
10. Cello Nunes, 1min35s932
11. José Vitte, 1min36s247
12. Fernando Jr., 1min36s353
13. Cesare Marrucci, 1min36s662
14. Fernando Amorim, 1min37s150
15. André Moraes Jr., 1min38s281*
16. Peter Gottschalk, 1min39s618*
17. Max Mohr, 1min39s941*
18. Flavio Andrade, 1min39s941*
19. Claudio Simão, 1min40s112*
20. Miro Cruz, 1min40s140*
21. Marcos Paioli/Beto Rossi, 1min40s229*
22. Junior Victorette, 1min43s387*

* - classe C250 Cup

F. Imprensa Truck

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

SUPER BIKE 2019 FECHA COM DEZ ETAPAS E MAIS

SuperBike Brasil define calendário para temporada 2019; veja as datas

O SuperBike Brasil definiu o calendário da próxima edição do Campeonato Brasileiro. E com uma novidade: a partir de 2019, o evento passará de 9 para 10 etapas ao longo da temporada. A disputa terá início no dia 24 de março e o encerramento acontecerá no dia 8 de dezembro.

Embora algumas praças ainda estejam sujeitas a alteração, as dez datas já foram definidas pela organização do SBK. São Paulo, Goiânia, Curitiba e Londrina são as cidades que estão previstas para receber as etapas do maior campeonato de motovelocidade das Américas.

Além da temporada do SuperBike Brasil, há ainda outras três datas nos meses de janeiro e fevereiro para a realização da Copa Pirelli e 500 milhas, que habitualmente servem de pré-temporada para pilotos e equipes da competição. As datas previstas para as disputas são 20 de janeiro, 3 de fevereiro, e 17 de fevereiro.

Com isso, o SuperBike Brasil totalizará 13 eventos ao longo de 2019.

Confira o calendário do SBK 2019:

1ª etapa - 24 de março (São Paulo)
2ª etapa - 14 de abril (São Paulo)
3ª etapa - 26 de maio (São Paulo)
4ª etapa - 16 de junho (São Paulo)
5ª etapa - 21 de julho (São Paulo)
6ª etapa - 18 de agosto (São Paulo)
7ª etapa - 22 de setembro (Goiânia)
8ª etapa - 20 de outubro (Curitiba)*
9ª etapa - 10 de novembro (Londrina)*
10ª etapa - 8 de dezembro (São Paulo)

*Datas confirmadas; praças sujeitas a alteração

F. Imprensa SBK

CURVELO VAI FERVER : COPA TRUCK E MERCEDES BENZ CHALLENGE



 Mais de 40 máquinas na pista neste fim de semana em Curvelo
                                                                             
                        
Juntas, Copa Truck e Mercedes-Benz Challenge têm 43 pilotos inscritos para inédita etapa no interior de Minas Gerais..

A penúltima e inédita etapa da Copa Truck e do Mercedes-Benz Challenge em Minas Gerais que acontece neste fim de semana terá boxes lotados no Autódromo de Curvelo. Mais de 40 equipamentos estão inscritos para a rodada dupla que define os principais candidatos das duas categorias para a decisão que está marcada para dezembro em Curitiba (PR).

A Copa Truck levará para Curvelo um de seus maiores grids no ano. A relação dos 20 inscritos tem como novidade a volta de Leandro Totti ao Scania da equipe de Roberval Andrade, que luta pelo título da Copa Sudeste e contará com um reforço na disputa contra André Marques - outro que corre escoltado pelo companheiro de Mercedes-Benz, Wellington Cirino.

Já o Mercedes-Benz Challenge conta com 22 equipamentos e 23 pilotos divididos entre as classes CLA AMG Cup e C250 Cup. Principal divisão do campeonato, a CLA AMG Cup terá 14 carros na pista, contra oito da C250 Cup. Confira abaixo a lista completa de inscritos de ambos os campeonatos:
                                                              

Copa Truck
#4 - Felipe Giaffone (Volkswagen)
#5 - Adalberto Jardim (Ford)
#6 - Wellington Cirino (Mercedes-Benz)
#7 - Debora Rodrigues (Volkswagen)
#9 - Renato Martins (Volkswagen)
#11 - Rodrigo Belinati (Volkswagen)
#13 - Witold Ramasuskas (MAN)
#15 - Roberval Andrade (Scania)
#27 - Fabio Fogaça (Ford)
#28 - Danilo Dirani (Mercedes-Benz)
#29 - Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz)
#47 - Duda Bana (Volvo)
#72 - Djalma Fogaça (MAN)
#73 - Leandro Totti (Scania)
#77 - André Marques (Mercedes-Benz)
#83 - Regis Boessio (Volvo)
#88 - Beto Monteiro (Iveco)
#90 - Giuliano Losacco (Iveco)
#99 - Luis Lopes (Iveco)
A definir (Mercedes-Benz)

Mercedes-Benz Challenge

CLA AMG Cup
#6 - Fernando Junior
#7 - Cesar Fonseca (Master)
#10 - Pierre Ventura
#17 - Raijan Mascarello
#19 - Luiz Carlos Ribeiro
#20 - Roger Sandoval
#33 - Adriano Rabelo
#44 - Cesare Marruci
#55 - Fabio Escorpioni
#57 - Felipe Tozzo
#60 - Betão Fonseca (Master)
#84 - Cello Nunes
#88 - Fernando Amorim (Master)
#90 - José Vitte (Master)

C250 Cup
#12 - André Moraes Jr
#14 - Junior Victorette
#21 - Peter Michel Gottschalk
#26 - Flavio Andrade (Master)
#58 - Claudio Simão (Master)
#111 - Marcos Paioli/Beto Rossi (Master)
#225 - Max Mohr (Master)
#227 - Miro Cruz

As atividades de pista têm início na sexta-feira com os treinos livres; já a quinta contará com uma visita dos pilotos ao Lar dos Idosos (entidade beneficiada pelo Ingresso Solidário) pela manhã e uma carreata que vai do Autódromo à Praça Central de Curvelo às 16h. Confira abaixo a programação completa do fim de semana:

Sexta-feira, 26 de outubro
12h00 - 12h30: Mercedes-Benz Challenge - Treino Livre 1 CLA AMG Cup
12h35 - 13h05: Mercedes-Benz Challenge - Treino Livre 1 C250 Cup
13h15 - 14h05: Copa Truck - Treino Livre 1
14h25 - 14h55: Mercedes-Benz Challenge - Treino Livre 2 CLA AMG Cup
15h00 - 15h30: Mercedes-Benz Challenge - Treino Livre 2 C250 Cup
15h40 - 16h30: Copa Truck - Treino Livre 2
16h50 - 17h30: Mercedes-Benz Challenge - Treino Livre 3

Sábado, 27 de outubro
08h50 - 09h40: Copa Truck - Treino Livre 3
10h10 - 10h40: Mercedes-Benz Challenge - Treino Livre 4 CLA AMG Cup
10h50 - 11h20: Mercedes-Benz Challenge - Treino Livre 4 C250 Cup
11h30 - 12h10: Mercedes-Benz Challenge - Treino Livre 5
12h20 - 13h20: Copa Truck - Classificação
13h30 - 13h50: Mercedes-Benz Challenge - Classificação CLA AMG Cup
13h55 - 14h15: Mercedes-Benz Challenge - Classificação C250 Cup
14h30: Ação promocional Speed Truck
15h30: Visitação aos boxes

Domingo, 28 de outubro
08h00: Warm Up - Mercedes-Benz Challenge
08h25: Warm Up - Copa Truck
09h15: Ação promocional Speed Truck
10h50: Mercedes-Benz Challenge - Corrida
12h00: Visitação aos boxes/Atrações de Pista
14h03: Copa Truck - Corrida 1
14h46: Copa Truck - Corrida 2

Mais notícias, resultados e classificação: 
www.copatruck.com.br

Fique por dentro de nossas redes sociais
Instagram: www.instagram.com/copatruckFacebook:
www.facebook.com/copatruck T
witter: www.twitter.com/copa_truck

F. Imprensa Truck