MOTOS E PILOTOS


PASCHOALIN MANDOU BEM NA SUBIDA PIKES PEAK  NO COLORADO

RAFAEL PASCHOALIN CONQUISTA, COM SUA YAMAHA MT-09, O TERCEIRO LUGAR EM PIKES PEAK
                                                                             

Correndo na categoria middleweight pela primeira vez com uma MT-09, Paschoalin fica a 2s da segunda colocação, conquistada pelo piloto com maior número de vitórias em mais de 100 anos de competição.

Mais uma vez Rafael Paschoalin e Yamaha fizeram história em Pikes Peak, a famosa e desafiadora corrida de subida de montanha, disputada no Colorado, Estados Unidos.
                                                                      

Rafa, pilotando uma Yamaha MT-09, conquistou o terceiro lugar na categoria Middleweight. Ele foi capaz de percorrer os 20 km de subida até o topo de Pikes Peak em apenas 10min 04s – a dois segundos de segundo colocado, Davey Durelle, o maior vencedor da competição de todos os tempos.
Esta é a terceira vez que o piloto da Yamaha disputa essa prova. No ano passado, ao guidão de uma Yamaha MT-07, Paschoalin conseguiu um histórico segundo lugar na categoria middleweight, até então, disputada por motos com capacidade cúbica entre 501 e 750cc
                                                                                      
Neste ano, uma repentina mudança no regulamento, que ampliou a capacidade cúbica da categoria middleweight para 850cc, fez com que a vantagem conquistada em termos de desenvolvimento de sua MT-07 fosse perdida, voltando à estaca zero todo o trabalho necessário para tornar sua nova moto, a Yamaha MT-09, em uma máquina ainda mais competitiva.
                                                                                 

Segundo Rafael, a Yamaha MT-09 tem grande potencial para vencer em Pikes Peak. Embora tenha tido pouco tempo para desenvolver sua moto, o piloto da Yamaha Racing afirma que o enorme torque de seu motor, a agilidade do modelo e seus freios poderosos são seus grandes trunfos. "Cabeça erguida pelo empenho de todas as pessoas que estiveram ligadas a esse projeto. Não fiquei feliz com o resultado mas entendi que depois de tantos problemas só o fato de participar da prova já foi válido! Depois que os problemas se foram pude curtir a pilotagem da minha Yamaha MT-09 na subida de montanha mais insana que existe e essa sensação já me faz pensar na prova do ano que vem. Voltaremos mais fortes em 2019! ”, declarou Paschoalin ao final da competição.
                                                                    

PIKES PEAK, A CORRIDA PARA POUCOS

Peculiar, famosa e para poucos. PPIHC (Pikes Peak International Hill Climb) é uma corrida centenária que elege – entre diversas categorias de motocicletas e carros – o piloto mais rápido a subir uma sinuosa estrada com 20 km de percurso e nada menos que 156 curvas dos mais variados raios. Em alguns pontos, é preciso reduzir da quinta para a primeira marcha!

A largada acontece a cerca de 2300 m de altitude e a chegada a mais de 4300m. Na prática, isso afeta diretamente na performance das motos e seus pilotos, já que em função do ar rarefeito, as motocicletas perdem desempenho e os pilotos sofrem pelo cansaço.

Mas os desafios não param por aí. Da largada à chegada em Pikes Peak, a queda de temperatura pode superar os 20 graus, muitas vezes gerando o eminente risco do asfalto congelar nas curvas finais do percurso e consequentemente comprometendo a aderência dos pneus.

Levando em conta que a maior parte das curvas são à beira de precipícios, sem qualquer tipo de proteção ou contenção, além da perícia e habilidade, Pikes Peak é uma corrida para poucos... E corajosos!

SOBRE A YAMAHA MOTOR DO BRASIL

A marca dos três diapasões – menção ao conhecido escudo com três diapasões sobrepostos, se estabeleceu no Brasil em 1970 com a Yamaha Motor do Brasil Ltda. Foi a primeira fabricante de motocicletas a se instalar efetivamente no País. Já em outubro de 1974 passou a produzir em Guarulhos, São Paulo, o primeiro modelo nacional, a Yamaha RD 50. Em 1985 se estabelece em Manaus, Amazonas com uma segunda unidade fabril, a Yamaha Motor da Amazônia Ltda. Hoje são 56 diferentes versões e 27 modelos de motocicletas, 10 modelos WaveRunner (veículos aquáticos), 26 modelos de motores de popa e uma Rede com mais de 340 concessionárias e pontos de venda autorizados e capacitados no atendimento e serviços com qualidade. O Grupo Yamaha Motor no Brasil é constituído por oito empresas, como a Yamaha Motor do Brasil Ltda, Yamaha Motor da Amazônia Ltda, Banco Yamaha Motor do Brasil S/A, Yamaha Administradora de Consórcio Ltda, Yamaha Motor do Brasil Corretora de Seguros Ltda, Yamaha Motor Componentes da Amazônia Ltda, Yamaha Motor do Brasil Serviços e Participações Ltda e a Yamaha Motor do Brasil Logística Ltda. Fazem parte do grupo também as subsidiárias Yamaha Motor Selva del Peru S/A, Yamaha Motor Uruguai S/A e Yamaha Motor Argentina S/A. A Yamaha do Brasil é um importante polo produtor e exportador para grupos seletos e exigentes como, Europa, Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e Mercosul.  

Para mais informações, acesse:  www.yamaha-motor.com.br,  






26/06/2018

________________________________________________________________________________



20/05/2018
____________________________________
SALÃO MOTO BRASIL 2018 RIO DE JANEIRO 
                                                                     

Visitante do Salão Moto Brasil poderá conferir de perto que "o Rio de Janeiro continua lindo"...
                            
Belezas naturais da capital fluminense continuam encantando e fazendo parte da história, das artes e dos esportes até o universo das duas rodas.

Maio está se aproximando e com o passar dos dias está cada vez mais próxima a edição 2018 do Salão Moto Brasil que acontecerá de 25 a 27 de maio no Riocentro.
                                                                      

Já cantarolava o poeta... “O Rio de Janeiro continua lindo...” Dona de um dos mais belos cartões postais do País, a capital fluminense mantém sua beleza natural que tanto agrada os olhos de brasileiros e estrangeiros.

Não foi à toa que em 2012 a UNESCO fez dela Patrimônio Cultural da Humanidade sob o título “Rio de Janeiro: Paisagem Carioca entre a Montanha e o Mar”.
                                                                      

A “cidade maravilhosa” que já foi tema para muitas canções, ganhou fama internacional por suas belas praias e pontos turísticos como o Pão de Açúcar. Afinal, como ir ao Rio e não embarcar no bondinho na Urca? Seria o mesmo que ir a Orlando sem visitar Walt Disney World...

Falando no “pai do Mickey Mouse”, na década de 40 ele deu vida a um personagem 100% carioca... Quem? Zé Carioca, o papagaio cheio de artimanhas e apaixonado pela Rosinha. A primeira aparição do personagem foi no filme Alô, amigos (Saludos Amigos), de 1942.
                                                                             

O Rio também foi palco de grandes eventos esportivos, como a última Copa do Mundo e a edição 2016 das Paralimpíadas e Olímpiadas que teve o Riocentro como um dos palcos da realização de diversas modalidades esportivas. Badminton, boxe e levantamento de peso foram algumas das disputas realizadas no segundo maior centro de convenções da América Latina.

Localizado em Jacarepaguá, hoje, o Riocentro também é a nova casa do Salão Moto Brasil. 
                                                                          

Salão Moto Brasil - Na sua 8ª edição, o Salão Moto Brasil, já está estabelecido no calendário anual do motociclismo nacional e é um dos maiores do setor no Brasil. Com o intuito de gerar negócios, entretenimento, educação e turismo, o evento tem expositores das principais montadoras, fabricantes e distribuidoras de motopeças e acessórios, além de shows, atrações e um público qualificado e apaixonado por duas rodas. O Salão Moto Brasil tem como apoiadores institucionais AMO-RJ (Associação dos Motociclistas do Rio de Janeiro), FMCRJ (Federação de Motoclubes do Rio de Janeiro), ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária), Rio Convention & Visitors Bureau e RIOTUR.


Edição de 2017 em números:

- cerca de 92 mil visitantes.

- 125 expositores com mais de 400 marcas (aumento de 30% em relação a edição anterior).

- mais de 40 mil motos no estacionamento.

- 6.000 profissionais do setor.

- mais de R$ 10 milhões em volume de negócios.

- 1.500 motoclubes cadastrados.


Salão Moto Brasil 2018 - Rio de Janeiro - RJ

Pavilhão 2 do Riocentro 

Av. Salvador Allende, 6555 - Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ.

Dias: 25, 26 e 27 de maio



02/04/2018
_____________________________________________

MOTO VELOCIDADE: PILOTO DIOGO MOREIRA REVELADO POR ALEX BARROS VAI PARA DISPUTA NO CAMPEONATO ESPANHOL 

Jovem brasileiro Diogo Moreira vai disputar campeonato Espanhol na categoria Moto4.
                                                                          

Piloto revelado por Alexandre Barros e que faz parte do programa de formação de jovens talentos da Estrella Galicia em parceria com o ex-piloto da MotoGP fará sua segunda temporada na equipe School Team Monlau-Repsol.

Em 2018 o jovem talento brasileiro da motovelocidade Diogo Moreira, piloto que faz parte do projeto de formação de pilotos desenvolvido pela Alex Barros Racing em parceria com a Estrella Galicia, fará sua segunda temporada no Campeonato Espanhol de Velocidade RFME. Aos 13 anos, o brasileiro seguirá na estrutura da equipe School Team Monlau-Repsol e disputará a Moto4, uma categoria acima da 85GP que competiu em 2017.

Após os resultados do ano passado, quando fez sua estreia no Campeonato Espanhol, e concluiu a temporada em quarto lugar com 79 pontos, o piloto garantiu sua renovação na equipe. Sua campanha em 2017 foi muito positiva. Moreira andou sempre no Top-10, foi ao pódio, e em mais da metade das provas alcançou o Top-5. Não pontuou em somente uma das oito etapas.

Diogo Moreira começou a pilotar aos cinco anos. A partir de 2011 (já com sete anos) começou a ganhar espaço nas competições de Motocross. O jovem disputou campeonatos de elevado nível técnico e garantiu importantes vitórias na carreira, figurando entre os melhores do Brasil e até mesmo como destaque internacional. 2014 foi o ano de suas principais conquistas no Motocross, quando conquistou o título de campeão Brasileiro.

Após observar Diogo Moreira em algumas competições, Alexandre Barros e equipe viram um grande potencial no menino, que na época tinha dez anos. Neste mesmo ano, o jovem iniciou sua transição para as pistas na equipe comandada por Barros. Demonstrando uma rápida adaptação, Diogo ficou em 4º lugar no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade na categoria GPR 250 com 82 pontos.

Em 2016, Moreira seguiu com um ritmo forte. Disputou a categoria SuperStreet 300cc do SuperBike Brasil, concluindo em terceiro lugar. Também participou de duas etapas da Copa Honda CBR 500R, fechou o ano em oitavo na categoria de 500cc, com uma vitória. Em 2017 o jovem fez sua estreia na Espanha, e novamente se destacou com uma rápida adaptação. Neste ano, terá pela frente um novo desafio e novas expectativas.

Alex Barros, um dos responsáveis por perceber este talento e por abrir espaço ao jovem Diogo Moreira, possibilitando esse intercâmbio na Espanha, ressaltou o bom desempenho de seu ’pupilo’.

"O Diogo é um piloto muito jovem e bastante talentoso. Ele correu em nossa equipe nas temporadas 2015 e 2016 e faz parte do nosso projeto de formação de pilotos. A adaptação dele à motovelocidade foi muito rápida e ele sempre demonstrou muita vontade de aprender e evoluir. Ficamos muito felizes com os resultados da primeira temporada dele na Espanha, sempre andando no pelotão da frente. Conquistou o pódio logo na estreia. Agora, ele se prepara para um novo desafio na Moto4. Estamos otimistas de que ele terá bons resultados na nova empreitada”, analisou.

Diogo conta que está bastante animado para os desafios da temporada 2018. E depois da adaptação à equipe e ao país, ele já começa a pensar em objetivos maiores. “A expectativa para esse ano é muito boa. Estarei em uma categoria acima da que disputei no ano passado e quero buscar meu primeiro título Espanhol. Estou ansioso para acelerar e conhecer a moto, embora já tenha andado com um equipamento similar em outra modalidade”, disse.

O Campeonato Espanhol de Velocidade terá seis etapas e a primeira prova do ano será no dia 8 de abril, no circuito de Albacete, com rodada dupla.

Calendário 2018 do Campeonato Espanhol de Velocidade RFME:
1ª etapa: 7 e 8 de abril - Circuito de Albacete (rodada dupla)
2ª etapa: 26 e 27 de maio - Circuito da Catalunia
3ª etapa: 23 e 24 de junho - Circuito de Navarra (rodada dupla)
4ª etapa: 14 e 15 de julho - Circuito de Aragon
5ª etapa: 8 e 9 de setembro - Circuito Ricardo Tormo
6ª etapa: 27 e 28 de outubro - Circuito de Jerez

Fotos: Agustí Nubiola




17/03/2018
__________________________________________________________________________


COPA PIRELLI  E 500 MILHAS MAXIMILIANO GERARDO PILOTO URUGUAIO VENCEU DUAS 



11/02/2108
_________________________________________________________________________________

RAFAEL RIGUEIRO CAMPEÃO BRASILEIRO DE MOTO VELOCIDADE CATEGORIA  STOCK 600CC 2017.                                                                                                          
                                                                    
O jovem Piloto Rafael Rigueiro #52Equipe PRT, entrou para disputa da ultima etapa já como  Campeão Brasileiro 2017 da Stock 600; Uma categoria muito bem disputa e com nível técnico dos pilotos cada vez  mais avançado, e a cada etapa as brigas por posição são cada vez mais acirradas.
                                                                      

Piloto mostrou na ultima etapa, que sua capacidade experiencia, e desempenho nas pistas são muito maiores que se pode imaginar, entrar na disputa e para brigar pela vitória.
                                                                        

Sua determinação falou mais alto; Depois de largar na 4° posição com grid 24 motos, Rigueiro, caiu para 14°  ão impedir ultrapassagen no S e precisou andar mais forte  em  buscar da melhor posição, que a cada volta baixava seu tempo com relação ãos demais.
                                                                       

Com todo  pelotão a sua frente, piloto não se intimidou pois com sua moto muito bem acertada, tocando forte chegando a ultrapassar dois nas reta dos boxes, levando a galera ão delirio, fechando no geral na 5° posição e em 1° na sua categoria.
                                                                         

Quando o locutor narrava os pilotos a frente la estava  Rigueiro que deixava mais um para trás , uma prova eletrizante mesmo, até o merecido pódio muito aplaudido pelo ótimo publico presente que acompanhava a cada ultrapassagem pelo telão.
                                                                             

Piloto Rafael Rigueiro, fechou 2017 com histórico sensacional.

Començando que dentro do campeonato fez 7 Pole Position. 100% de aproveitamento.

1° Campeão Brasileiro da Super Bike 2017 Pela Stock 600
2° Campeão Paulista de Moto Velocidade. Stock 600
3° Campeão da Copa Pirelli  ( ZX6)

Rigueiro se consagrou Piloto mais Jovem da Historia a vencer as  100 milhas de Moto Velocidade de 2017. 

Piloto  muito feliz e realizado agradeceu a todos da equipe PRT Racing pelo trabalho em sua moto e ãos parceiros apoiadores.


Equipe_PRT, OnexSuitR2Designer RotaKawasaki Jeskap KWTaquecedoresdepneus ColegioAmorim ,BananadaFaxendinha,  CapacetesZeus ,Zeus

Siga instagram@blog gente fina 


Fotos: Equipe Gente Fina.

04/12/2017
_____________________________________
DISPUTAS DE TIRAR O FÔLEGO MARCAM A ÚLTIMA ETAPA DA YAMALUBE R3 CUP de 2017
                                                                        

Grid cheio e disputas emocionantes fazem da última etapa do Yamalube R3 Cup, a mais emocionante da temporada de 2017

 A segunda temporada da Yamalube R3 Cup chega ao seu final da melhor forma: tirando o fôlego do público presente em Interlagos. Seja pela instabilidade do clima, que dava sinais de chuva, ou pela garra dos pilotos que, mesmo com os vencedores da categoria Stock e Pró já definidas uma etapa antes, deram tudo de si, promovendo disputas emocionantes, o que se viu foi uma competição de motocicletas digna de deixar saudades... A mesma saudade que a Copa Yamaha RD 350 deixou, com todo o estrondoso sucesso em seu debute, em 1987.

Na etapa de encerramento, disputada em Interlagos, templo da motovelocidade brasileira, quem ficou levou o troféu de primeiro colocado na geral foi Guilherme Brito, seguido por Odair Delefrati, e por Matheus Barboba, na terceira colocação. Na categoria Stock, o grande vencedor foi Guilherme Brito, com Niko Ramos em segundo e Alzahan Barrossi em terceiro, já na Pro, o três primeiros lugares foram conquistados respectivamente por Odair Delefrati, Matheus Barboba e Sandro Paganelli.
                                                                            

Eliton Kawakami, #27 foi o grande campeão da temporada 2017. Ele manteve grande regularidade durante o ano, garantindo o título brasileiro ainda em Goiânia-GO, na 7ª Etapa do SuperBike Brasil. “Ton”, como é chamado, é um dos símbolos do sucesso da categoria, e na última corrida do ano teve a oportunidade de competir no grid da SuperSport com uma Yamaha YZF-R6, conseguindo inclusive um bom desempenho diante dos competidores.
                                                                    

Ao término do campeonato, Ton conquistou 170 pontos, isolado na liderança da competição, seguido por Guilherme Brito, que fechou a temporada com 143 pontos. O terceiro lugar ficou com o piloto Niko Ramos, que pilotando com muita garra chegou aos 110 pontos.

Mas há outros nomes que também se destacaram na temporada 2017, protagonizando belíssimas disputas. São eles Guilherme Brito #19 (vencedor da corrida em Interlagos no último final de semana), Niko Ramos #822, Kaywan Freire #36, Davi Gomide #31, Humberto Turquinho #12, Bruno Gonzalez #98, Alexandre Gonzalez #89, Felipe Gonçalves #30 e Alzhan Barrossi #82. Na Pro, quem deu show em inúmeras etapas foi o piloto Sandro Paganelli, Rafael Traldi e Matheus Barbosa.
                                                                              

Durante o SuperBike Brasil 2017, a categoria Yamalube R3 Cup Stock alcançou grande sucesso dentro e fora das pistas. Trazendo revelações da motovelocidade, que entraram nas disputas ainda na infância e adolescência, a categoria teve um nível de disputa extremamente elevado, apresentando talentos que podem alimentar outras classes nos próximos anos.
                                                                       

Outro destaque na temporada 2017 foi a presença de Rafael Paschoalin como conselheiro dos jovens pilotos da Equipe Yamaha Racing, transmitindo toda sua experiência conquistada nas provas mais difíceis do motociclismo internacional, como o Ilha de Man TT, Pikes Peak e o GP de Macau. Paschoalin também empresta toda sua experiência ao SuperBike Brasil ao atuar também como comentarista das corridas da R3 Cup.

YAMALUBE R3 Cup

Com um dos maiores grids do Superbike Brasil, a R3 tem se firmado como uma das principais categorias da motovelocidade no Brasil. Ela é atraente em função dos custos significativamente mais baixos que outras categorias, e a similaridade das Yamaha R3 com as que disputam o Campeonato Mundial de Superbike, o World Supersport 300 Series (vencido recentemente pela Yamaha R3) – principalmente da Categoria Pro, em que é permitido a utilização de componentes de performance –, é bastante grande.

Por isso, graças a Yamalube R3 Cup aqui no Brasil, os jovens talentos brasileiros passam a ter uma importante porta de entrada na motovelocidade mundial.

Para dar ainda mais força a R3 Cup, a categoria ganhou no meio da temporada 2017, um patrocinador de peso, a Yamalube. Conhecida pelo elevado nível de qualidade de seus lubrificantes, a empresa vem para somar esforços em fazer da R3 Cup no Brasil, a maior e melhor dentre todas disputadas no planeta.


Classificação Final do Campeonato – Yamaha R3 Cup

Categoria PRO
Indiana Muñoz – 124 pontos
Bruno C. Borges –  104 pontos
Sando Paganelli – 91 pontos
Rafael Traldi – 88 pontos
Odair Delefrati – 83 pontos

Categoria STOCK
Eliton Kawakani – 118 pontos
Gulhherme Brito – 143 pontos
Niko Ramos – 110 pontos
Kaywan Freire – 103 pontos
Davi Gomide – 91 ponto

Sobre a Yamaha Motor do Brasil

A marca dos três diapasões – menção ao conhecido escudo com três diapasões sobrepostos, se estabeleceu no Brasil em 1970 com a Yamaha Motor do Brasil Ltda. Foi a primeira fabricante de motocicletas a se instalar efetivamente no País. Já em outubro de 1974 passou a produzir em Guarulhos, São Paulo, o primeiro modelo nacional, a Yamaha RD 50. Em 1985 se estabelece em Manaus, Amazonas com uma segunda unidade fabril, a Yamaha Motor da Amazônia Ltda. Hoje são 56 diferentes versões e 27 modelos de motocicletas, 10 modelos WaveRunner (veículos aquáticos), 26 modelos de motores de popa e uma Rede com mais de 367 concessionárias

e pontos de venda autorizados e capacitados no atendimento e serviços com qualidade. O Grupo Yamaha Motor no Brasil é constituído por oito empresas, como a Yamaha Motor do Brasil Ltda, Yamaha Motor da Amazônia Ltda, Banco Yamaha Motor do Brasil S/A, Yamaha Administradora de Consórcio Ltda, Yamaha Motor do Brasil Corretora de Seguros Ltda, Yamaha Motor Componentes da Amazônia Ltda, Yamaha Motor do Brasil Serviços e Participações Ltda e a Yamaha Motor do Brasil Logística Ltda. Fazem parte do grupo também as subsidiárias Yamaha Motor Selva del Peru S/A, Yamaha Motor Uruguai S/A e Yamaha Motor Argentina S/A. A Yamaha do Brasil é um importante polo produtor e exportador para grupos seletos e exigentes como, Europa, Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e Mercosul.



Para mais informações, acesse:

www.yamaha-motor.com.br,
www.facebook.com/yamahamotorbrasil ou Instagram/yamahabrasil.


03/12/2017

_____________________________________
FINAL DO SBK :  DIOGO MOREIRA VENCEU PELA COPA CBR 500R.
                                                                     

Piloto Diogo Moreira tocando muito bem,venceu a prova da final da COPA CBR 500R, piloto chegou com mais experiencia adquirida em  campeonato disputado na Europa  entrou para brigar pelo podio, no domingo 26/11/2017.

Em uma prova de tirar o fôlego na Copa Honda CBR 500R, a vitória ficou com o piloto #20, Diogo Moreira, da Híbridos Alex Barros Racing Team. 
                                                                 

O piloto chegou na reta final de prova acompanhado por outros três competidores, mas deu uma ótima arrancada, superando o atual bicampeão brasileiro da categoria, Leonardo Tamburro, nos últimos metros da disputa. 
                                                                 

O #53 da Motoschool Racing chegou na segunda posição. Também estiveram no pódio os pilotos Arthur Costa, #99, da JC Racing, o #43, Ademilson Peixer, companheiro de equipe de Léo e #9, Marciano Santin, #9, da SantiRacing.


Fotos: Equipe Gente fina.

Siga : Instagram@bloggentefina


29/11/2017

__________________________________________________________________________________



_______________________________________

ROSSI FAZ CORRIDA HERÓICA EM ARAGÃO E VIÑALES FATURA O 4º LUGAR
                                                                               

Com os resultados do fim de semana na Espanha, a Yamaha mantém suas chances de vitória do campeonato 2017 de MotoGP.
                                                                                       

O Grande Prêmio de MotoGP disputado este fim de semana em Aragão, Espanha, só colaboraram para tornar, ainda mais, Valentino Rossi em um mito da motovelocidade mundial. Frente a especulações que o apontavam como carta fora do baralho na temporada 2017 – em função de seu acidente sofrido enquanto treinava off-road nos arredores de sua cidade natal – o piloto da Yamaha mais uma vez surpreendeu, não só na pilotagem, como na força de vontade e superação. Ainda em processo de recuperação pós operatória realizada em função da fratura dos ossos da tíbia e do perônio, Rossi se submeteu a testes junto a uma liga médica do MotoGP. Tudo para que o piloto, a princípio, recebesse a permissão para apenas participar da 14ª etapa da temporada, correndo o risco inclusive de sequer completar os treinos livres. Contudo, apesar de debilitado, Rossi foi além e conquistou o terceiro lugar no grid de largada. Maverick Viñales, seu companheiro de equipe, não fez por menos, e faturou a pole!
                                                                         
Após uma boa largada para ambos, Vinãles sustentou a segunda posição, mas não por muito tempo. Rossi o ultrapassou, trazendo consigo Andrea Dovizioso e Marc Marquez. O espanhol da Equipe Movistar Yamaha voltaria a desenvolver um bom ritmo após a terceira volta da corrida; Foi quando ele tirou a diferença existente entre ele os rivais a sua frente. Nas seis voltas finais, tomou o quinto lugar de Dovizioso e logo depois assumiu o quarto lugar de Rossi... Mas não sem a resistência do The Doctor, que apesar de lesionado, não entregou com facilidade a sua posição. 

A disputa entre os dois pilotos oficiais da Yamaha levou os fãs da marca ao delírio. A três voltas do final, Viñales enfim conseguiu passar o nove vezes Campeão do Mundo, mas sua diferença para o top-3 da corrida era grande demais para ele pudesse ultrapassá-los. Dessa forma, Vinãles cruzou a linha de chegada em quarto lugar, a 5,255 segundos do primeiro.
Segundo Viñales, “O pneu duro funcionou bem, mas não o suficiente. Para as próximas corridas, teremos que trabalhar ainda mais na sexta-feira. É importante continuarmos nos esforçando, trabalhando e mantendo nossa motivação alta. Temos que trabalhar ainda mais e, embora seja difícil, iremos para o Japão para melhorar e tentaremos ser mais fortes”.
                                                                       
Para Rossi o fim de semana superou as espectativas. Ele cruzou a linha de chegada em quinto, mas frente torcida que o ovacionou em seu dolorido regresso ao MotoGP pós acidente, a impressão que se teve é de que ele foi o grande vitorioso.
Apesar da difícil largada, Rossi manteve o terceiro lugar no início da prova. Ao perceber as intenções de Jorge Lorenzo em tentar se distanciar o máximo possível, o piloto italiano não perdeu tempo e passou seu colega de equipe. Neste momento ele estabeleceu a volta mais rápida até então, – com 1'49.334s –, logo acabando com o espaço que havia entre ele e o líder.
Apesar da lesão na perna, Rossi imprimiu um forte ritmo, chegando a ameaçar a liderança de Jorge Lorenzo. Contudo, a 11 voltas do final, a fadiga fez com que o piloto do número 46 perdesse o ritmo, permitindo que Marquez e Dani Pedrosa o passassem.
Rossi bem que lutou duro com seu companheiro de equipe pela quarta posição, mas levou a bandeira quadriculada no quinto lugar, a 5.882s da frente.o vencedor.

                                                                                       

“Estou bastante orgulhoso, porque há uma semana eu não sabia se eu poderia correr. Conseguir largar na primeira fila já foi ótimo, fiquei muito feliz. Eu sabia que ia sofrer na segunda metade da corrida. Tive um pouco de dor e também sofri com a degradação do pneu. O trabalho continua após essa corrida. O calendário será bom para mim, tenho duas semanas completas para treinar e melhorar a condição da minha perna. Depois disso, teremos o GP de Motegi, que será muito importante, e três corridas seguidas. Isso será muito difícil para a minha perna, então eu quero tentar chegar em Motegi - talvez não em 100% -, mas ainda mais combativo”.Com o resultado do fim de semana, Viñales permanece em terceiro lugar no campeonato com 196 pontos, a 28 do topo da classificação. 

Apesar de seu heróico retorno, Rossi caiu uma posição, ficando agora em quinto no ranking, com 168 pontos.
No Campeonato de Construtores, a Yamaha está em segundo lugar com uma margem de 17 pontos para o primeiro, enquanto a Movistar Yamaha MotoGP Team precisará de 30 pontos para a liderança do Campeonato de Equipes.
Em três semana a Yamaha Factory Racing Team viajará para a Ásia para disputar a 15 etapa da temporada 2017 do MotoGP, no Motul Grand Prix do Japão, que acontecerá no circuíto de Twin Ring Motegi.

Sobre a Yamaha Motor do Brasil 
A marca dos três diapasões – menção ao conhecido escudo com três diapasões sobrepostos, se estabeleceu no Brasil em 1970 com a Yamaha Motor do Brasil Ltda. Foi a primeira fabricante de motocicletas a se instalar efetivamente no País. Já em outubro de 1974 passou a produzir em Guarulhos, São Paulo, o primeiro modelo nacional, a Yamaha RD 50. Em 1985 se estabelece em Manaus, Amazonas com uma segunda unidade fabril, a Yamaha Motor da Amazônia Ltda. Hoje são 26 modelos de motocicletas, 18 WaveRunner (veículos aquáticos), 21 modelos de motores de popa e uma Rede com mais de 369 concessionárias e pontos de venda autorizados e capacitados no atendimento e serviços com qualidade. O Grupo Yamaha Motor no Brasil é constituído por oito empresas, como a Yamaha Motor do Brasil Ltda, Yamaha Motor da Amazônia Ltda, Banco Yamaha Motor do Brasil S/A, Yamaha Administradora de Consórcio Ltda, Yamaha Motor do Brasil Corretora de Seguros Ltda, Yamaha Motor Componentes da Amazônia Ltda, Yamaha Motor do Brasil Serviços e Participações Ltda e a Yamalog Ltda. Fazem parte do grupo também às filiais Yamaha Motor del Peru S/A, Yamaha Motor Uruguai S/A e Yamaha Motor Argentina S/A. A Yamaha do Brasil é um importante polo produtor e exportador para grupos seletos e exigentes como, Europa, Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e Mercosul. 
Para mais informações, acesse: 
www.yamaha-motor.com.br, 

www.facebook.com/yamahamotorbrasil ou Instagram/yamahabrasil  


29/09/2017
________________________________________
Irmãos Lima representarão o Brasil no Motocross das Nações na Inglaterra.
                                                                               

Os irmãos Lima, pilotos oficiais Kawasaki Brasil, irão representar o país no Motocross das Nações 2017 na Inglaterra. Dudu Lima pela MXOpen e Marcello Lima na MX1 farão companhia a Fabio Santos na MX2 e representarão o Brasil na “Copa do Mundo” do Motocross. Confiram a seguir o depoimento dos atletas com a expectativa para essa participação.

Eduardo Lima #2 | MXOpen  -    “Estou muito feliz em poder representar meu país mais uma vez no Motocross das Nações, eu que já fui em 2011 e agora 6 anos depois estou tendo essa honra mais uma vez espero poder ajudar o país a classificar e ter um ótimo resultado representando também minha equipe Kawasaki entre os melhores pilotos do mundo!” 

Marcello Lima #5 | MX1  -  “Pra mim é uma grande honra poder fazer parte mais uma vez do time Brasil no MXoN, mais uma vez junto do meu irmão. Estou muito animado e vou dar o meu melhor. Nosso time está muito bom, acredito que temos chances reais de classificar para final. Mal posso esperar para entrar na pista!” 

A prova acontece nos dias 30 e 01 de Outubro em Matterley Basin na Inglaterra é a 71º edição do evento que é considerado a Taça do Mundo do MX e reúne os melhores pilotos de cada país! 


Fotos:Johanes Duarte | VGCOM 


Fonte: Agencia VGCOM.



17/09/2017
_________________________________________________________________________________

 SBK: PILOTO ALE FRANCA #82 MARCANDO PRESENÇA NO PÓDIO A CADA ETAPA.
                                                                       
 
COPA Honda CBR 500R Categoria Light. uma categoria que a cada etapa vemos grandes disputas.
                                                                     

Alexandre Franca - Equipe Moretti Racing Team/SAF-RJ.

Piltoto Ale Franca : Muito descontraido vem somando pontos a cada etapa da Super Bike Brasil  de Moto velocidade, tanto pelo Campeonato Paulista e pelo Brasileiro,
                                                                    

Hoje dentro do campeonato Ale se encontra na Vice Liderança do Campeonato Brasileiro, pela Copa CBR 500 R Categoria Light, com condições de brigar pelo titulo, já no Paulista Piloto Ale tem garantido a vice liderança de acordo com sua pontuação.
                                                                             

Piloto Ale Franca, com um ótimo aproveitamento dentro da sua categoria, trabalha muito sua evolução e a cada etapa marca  presença no pódio, na terceira etapa buscou  3° posição que foi realmente bem disputada dentro de uma categoria, que todos estão tecnicamente muitos bons mesmo.
                                                                     

Pela quarta etapa Piloto Ale Franca pegou 4° posição depois de chegar em segundo mas devido queima de largada, ficou com 4° posição mas realizou uma grande prova, muito acirrada nas disputas; A cada subida ão pódio seja qual for sua posição, Ale sempre faz uma grande festa em suas comemoração diferentemente de alguns pilotos, é uma característica do Piloto de esta sempre feliz só de  subir ao pódio diante de um enorme publico, mantem sua performance de alegria mesmo.
                                                                    
                                       
Histórico do Piloto Ale Franca da Equipe Moretti Racing Team/SAF-RJ.

Campeonato Brasileiro de Moto Velocidade.

1° etapa P3 
2° etapa P2
3° etapa P3
4° etapa P2
5° etapa P3.

Campeonato Paulista.

1° etapa P2
2° etapa P3
3° etapa P3
4° etapa P2
5° etapa P3
6° etapa P2

Uma grande trajetória muito positiva ão longo de cada etapa.

Piloto tem seus parceiros : Fontagua, Patricia Lupinetti Motovelocidade, Elitefit, Saf Rio e Equipe Moretti Racing.


 Próxima Etapa da SBK 24 Setembro 2017 Curitiba.

03/09/2017
_______________________________________

ALEX BARROS.

SUPER BIKE BRASIL 5° ETAPA LONDRINA    VAI FERVER.                                                                      .


Equipe Hibridos Club Alex Barros Racing segue otimista para a praça paranaense.

No dia 27 de agosto o autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR) será palco da quinta etapa do SuperBike Brasil. A disputa, anteriormente marcada para ser realizada no circuito de Interlagos (SP) precisou ser alterada por conta da antecipação das obras preparatórias para receber a F1 em  novembro.

Com a mudança, a equipe Híbridos Club Alex Barros Racing segue para a disputa otimista e vai, pela primeira vez na temporada, acelerar suas máquinas Honda CBR 1000RR, fora do circuito paulistano. Alexandre Barros, chefe da equipe Híbridos Club e piloto líder da temporada na categoria SBK, com 87 pontos, faz uma avaliação sobre a alteração.

“Essas mudanças repentinas no calendário nunca são tão boas, porque toda parte promocional da corrida precisa de um trabalho de, pelo menos, dois meses para divulgação. Mas sabemos que essa alteração não é culpa da organização. O autódromo de Interlagos todo ano precisa de reformas e reparos por conta da F-1, e acaba complicando o trabalho das competições nacionais que acontecem por lá. Acredito que a prefeitura de São Paulo poderia organizar melhor isso”, ressaltou.
                                                                     

Mas Barros acredita que o público londrinense estará presente para prestigiar o evento e espera em boas disputas. “Londrina é uma pista bacana, o traçado é ótimo e esperamos que esteja em boas condições para receber o SuperBike Brasil. Me preocupa a qualidade do asfalto, mas sei que os órgãos locais e a organização do evento estão trabalhando para que tudo ocorra perfeitamente. E por se tratar de uma pista mais distante dos centros urbanos, acho que o público se faz mais presente. E é isso que queremos, que dê tudo certo e seja mais uma etapa de sucesso, com casa cheia e boas disputas. Espero contar com a torcida dos londrinenses”, finalizou o chefe de equipe.

Como forma de chamar mais o público, as arquibancadas terão acesso gratuito e o fã de motovelocidade poderá retirar seus ingressos em uma loja Honda da cidade de Londrina, e também na bilheteria do autódromo Internacional Ayrton Senna nos dias 25, 26 e 27 de agosto das 9 às 17h.

Os fãs que quiserem ver mais de perto as ações e atividades do SuperBike Brasil em Londrina, podem adquirir ingressos de box e paddock nos pontos de vendas cadastrados, ou pelo site da Ticket Fácil, e nas bilheterias do autódromo. Esses ingressos permitem acesso o dia todo na área de box, vendo a movimentação das equipes e acompanhando de perto a preparação dos pilotos.

Consulte o site do evento para obter mais informações para adquirir seus ingressos: http://www.superbike.com.br/como-adquirir-seu-ingresso/


FGCom

Fernanda Gonçalves / Beatriz de Paula 

fernanda@fgcom.com.br / beatriz@fgcom.com.br 


Sampafotos


18/08/2017
____________________________________
Piloto da Yamaha R 3  Niko Ramos #822 
Convida a todos para o grande evento.

Evento: Expo Racing R3 Cup 

Local: Senac Lapa Faustolo (Rua Faustolo, 1347 - Lapa) Data: 11/08 (início 19h30)
                                                                           


Sabe aquele sonho de se tornar um jovem piloto profissional?
Dê a largada e venha conhecer mais sobre a vida de treino dos jovens pilotos patrocinados pela Yamaha!

Teremos:
- Exposição das motos de corrida;
- Equipamento de segurança (Roupas e acessórios);
- Jogos interativos da PlayStation;
- Lounge para bate papo com a equipe;
- Autógrafo;
- Ponto de foto interativo;
- Exposição e venda de mini motos feitas com peças recicláveis;
- Praça de alimentação;
- Sorteio de Capacete Nolan (Rifa);

Muita música e informação!

Entrada franca - Sugerimos trazer 1kg de alimento não perecível.

ACELERE! O evento receberá os 400 primeiros convidados!



07/08/2017
_________________________________

YAMAHA VENCE NO ARENA CROSS E NO MUNDIAL DE ENDURANCE 
                                                                  

A marca dos três diapasões faturou a etapa Eslovena do Mundial de Endurance, o Arena Cross em Criciúma, e ainda agitou Interlagos com a Yamaha R3 Cup
                                                                     

A semana foi azul nas competições de motocicleta mundo à fora. Na Europa, a Equipe GMT 94 Yamaha venceu mais uma prova do Campeonato Mundial de Resistência (Endurance World Championship), faturando a 8 Horas da Eslováquia, quarta etapa da competição na temporada 2017. No mesmo dia, no Brasil, Jean Ramos da Yamaha Geração Monster Energy, foi o grande vencedor da 2ª etapa do Arena Cross 2017, que aconteceu em Criciúma, SC. Não bastando, no dia 25/06, Ton Kawakami foi o grande destaque da Yamaha R3 Cup, que agitou Interlagos.

YAMAHA VENCE NO MUNDIAL DE ENDURANCE

Realizada Gpela primeira vez na Eslováquia, a quarta etapa do Campeonato Mundial de Resistência (Endurance World Championship), teve como grande vencedora a equipe GMT 94 Yamaha, cuja maior rival foi outra equipe também da Yamaha, a YART Yamaha. Ambas correram com máquina idênticas, sendo apenas a marca dos pneus a diferença entre elas.
                                                              

Inicialmente a vantagem era da YART Yamaha, que levou a melhor nos treinos classificatórios e faturou a pole, com a GMT 94 largando em segundo no Grid.

Após a largada, as duas equipes se mantiveram em suas posições, vindo posteriormente a alterná-las entre uma mudança de turno de um piloto e outro. Por horas travaram uma batalha épica, até que, faltando apenas duas horas para o fim da prova, a YART Yamaha teve um problema técnico no pit-stop, que a obrigou retornar ao box na volta posterior. 
                                                                          

Com isso, a GMT 94 se fez valer da situação e se assumiu a ponta, abrindo mais de uma volta em relação a sua adversária. Levada pelas mãos dos pilotos David Checa, Niccoló Canepa and Mike Di Meglio, a Yamaha YZF-R1 da equipe Yamaha GMT 94 cruzou alinha de chegada em primeiro, restando aos pilotos Broc Parkes, Kohta Nozane and Marvin Fritz, da Yamaha YART, um valioso quarto lugar que lhes garantiu o terceiro lugar do campeonato, com 105 pontos.

Com apenas 1 ponto de diferença dos líderes do campeonato Mundial de Resistência (Endurance World Championship), a equipe Yamaha GMT 94 segue confiante para a última etapa de 2017, a famosa 8 Horas de Suzuka, que acontecerá entre os dias 27 e 30 de julho no Japão.

JEAN RAMOS, COM SUA YAMAHA YZ450F, É O GRANDE VITORIOSO NO ARENA CROSS EM CRICIÚMA 

                                                                          

A bordo de sua Yamaha YZ450F, Jean Ramos foi a estrela da noite no Arena Cross, realizado no dia 24/06 na cidade catarinense de Criciúma. Tudo começou bem, com Jean ganhando o duelo 1x1. Porém, na primeira bateria, uma queda mudou os planos do piloto. Em ritmo alucinante, Jean fez bela corrida de recuperação e recebeu a bandeirada em terceiro lugar.

Na bateria final, disposto a ser o grande vitorioso da noite, Jean Ramos deu um show de pilotagem. Combinando habilidade com toda sua garra, o piloto suportou as dores em função da queda na bateria anterior e também a forte pressão por parte dos oponentes, se manteve na ponta até a bandeirada na linha de chegada.

“Caí na primeira bateria e vim de trás com incentivo do público. Acabei em terceiro e com isso sabia que poderia buscar a vitória na segunda bateria. Troquei o lugar no gate para a segunda largada e saí bem. O Adam Chatfield saiu um pouco melhor, sabia que ele estava rápido, então aguardei algumas voltas para passá-lo, mas depois perdi tempo com retardatários. Infelizmente fiz uma manobra arriscada, minha moto travou e o Paulo Alberto me passou. Mesmo assim, me recuperei e comecei a pressionar o Paulo pela liderança, que cometeu um erro. Ele caiu, parei, desviei dele, e segui para vencer. Foi um bom resultado para o campeonato porque abri alguns pontos. Estou feliz com minha pilotagem e com minha moto. Agora é manter o foco para defender o título", declarou o piloto animado com o resultado
Com estes resultados, Jean abriu 18 pontos de vantagem na liderança do campeonato sobre o inglês Adam Chatfield e o paulista Hector Assunção, que estão empatados na segunda colocação.


Para Fabio Santos, que também compete pela equipe da Yamaha Geração Monster Energy, o sábado foi mais difícil. Em função de uma queda nos treinos, Fábio sofreu uma forte contusão em uma das pernas, prejudicando seu desempenho durante as baterias, o que resultou na 11ª colocação.
Segundo Fábio, “no treino cronometrado, caí no início e machuquei a perna. Fui para as corridas, mas larguei mal e tentei me soltar na pista, andar redondo. No meio da prova me soltei, andei melhor, mas acabei caindo duas vezes. Quanto a pancada na perna, acredito que não seja nada grave. Acho que próxima semana já volto a treinar."

A próxima etapa do Arena Cross acontecerá no dia 22/07, porém com o local ainda a ser definido.

GRID CHEIO E VITÓRIA DE TON KAWAKAMI SÃO OS DESTAQUES DA R3 CUP EM INTERLAGOS
                                                                       
A segunda etada do R3 Cup foi uma verdadeira festa. Não só pelo grid cheio, com 31 inscritos, mas também toda a animação dos participantes fez da Yamaha R3 Cup um show à parte na 3ª Etapa do SuperBike Brasil, realizado no dia 25/06 em Interlagos, o templo da motovelocidade brasileira.

O destaque durante todo o final de semana foi o piloto #27 da Yamaha Racing, Eliton Kawakami, que garantiu a vitória no grid geral da categoria. Tom, que largou em segundo, conquistou a liderança logo na primeira volta e nela se manteve até o final. Mesmo com uma confortável vantagem sobre os adversários, Ton – como é chamado por todos no grid – imprimiu um forte ritmo, abrindo uma enorme distância de Bruno Cesar Borges, #51, da Tecfil Racing.

Bruno que vinha na 5ª posição, conseguiu uma arrancada sensacional na reta final, faturando o segundo lugar na geral. O terceiro colocado foi Guilherme Brito, também da Yamaha. A quarta e a quinta posição ficaram com Indiana Muñoz, da Castrol Team e Niko Ramos, da Yamaha, respectivamente.

Na categoria Stock, Ton Kawakami, foi o grande vencedor, seguido por Guilherme Brito e Niko Ramos. Os pilotos Davi Gomide, e Bruno Gonzales, ambos da Yamaha, foram respectivamente o quarto e quinto no pódio. 

Na categoria Pro, Bruno Cesar Borges, foi quem recebeu o troféu de primeiro lugar. A segunda colocação foi para a jovem piloto Indiana Muñoz – a representante feminina da categoria R3 Cup –, e a terceira ficou com Rafael Traldi. Fábio Jandaia e Willians Sales foram o quarto e quinto lugares.

A próxima etapa da Yamaha R3 Cup acontecerá no dia 23 de julho em Interlagos, São Paulo.

Classificação do Campeonato Brasileiro – Yamaha R3 Cup
Categoria PRO
Indiana Muñoz – 71 pontos
Bruno C. Borges –  43 pontos 
Sando Paganelli – 33 pontos
Rafael Traldi – 32 pontos
Enxo V. Garcia – 30 pontos

Categoria STOCK
Eliton Kawakani – 76 pontos
Niko Ramos – 48 pontos
Kaywan Freire – 42 pontos 
Davi Gomide – 39 pontos
Bruno Gonzales – 36 pontos

Para mais informações, acesse:
www.yamaha-motor.com.br
www.facebook.com/yamahamotorbrasil ou Instagram/yamahabrasil


04/07/2017
______________________________________________________

MOTOVELOCIDADE SUPER BIKE BRASIL 3° ETAPA EQUIPE ALEX BARROS .


Equipe Honda Alex Barros Racing mira o pódio com seus dois pilotos na 3ª etapa do SuperBike Brasil.
Foto: Gente fina 

Ainda mais competitivos, Alex Barros e Diego Pierluigi apostam em bons resultados na categoria SBK. Na SuperSport 600cc, José Duarte também espera avançar.
                                                                      

Foram duas etapas até aqui. Alguns imprevistos, muito trabalho e acima de tudo, muita determinação para deixar as motos de modelo Honda CBR 1000RR prontas para o ‘combate’. Houve avanço e melhorias perceptíveis a cada etapa. E agora, com novos itens e ainda mais lapidação nos equipamentos, a equipe Honda Alex Barros Racing chega confiante de que estará ainda mais competitiva para a terceira etapa do SuperBike Brasil, que acontece neste fim de semana (dias 23,24 e 25) no autódromo de Interlagos (SP). A disputa da SBK no domingo, terá transmissão ao vivo pelo site GloboEsporte.com

Alexandre Barros, que vem de um segundo e um terceiro lugares nas duas primeiras disputas, está animado e com expectativas positivas. O piloto da moto #4 aposta que tanto ele, como seu companheiro de equipe, o argentino Diego Pierluigi, estarão mais competitivos.
                                                                    
Equipe trabalhando forte.
“As expectativas são melhores do que a última etapa. Estamos acabando de trabalhar nas motos e temos novos materiais para serem testados. Acredito que com esses novos itens a moto vai ficar ainda mais competitiva. Mas, só vamos saber o quanto de melhora houve, quando colocarmos a moto na pista. Então, na quinta-feira (durante os treinos extras) é que vamos ter essa ‘resposta’. Sem dúvida, demos um passo muito importante referente ao material que recebemos agora. Já tínhamos dado um salto na última etapa, mesmo com alguns problemas. Acho que agora vamos estar ainda mais competitivos, tanto eu como o Diego”, relatou o piloto e chefe da equipe Honda Alex Barros Racing, segundo colocado na classificação geral com 36 pontos.
                                                                    

O argentino Diego Pierluigi, que não teve tanta sorte nas duas etapas iniciais, também está confiante. Ele quer buscar um bom resultado para iniciar sua reação no campeonato. “Sempre fico com muita vontade de que tudo dê certo. Agora temos motores novos e a equipe está trabalhando para termos a melhor moto. Estou precisando ter um bom resultado e vou trabalhar para isso para começar minha reação. Estou confiante de que estaremos prontos pra brigar pelo pódio nesta etapa. Na quinta-feira temos os primeiros treinos (não oficiais) e poderemos testar os motores, a eletrônica, e tudo o que foi feito”, disse o piloto que está em décimo na tabela, com 9 pontos.

Pierluigi ainda reforçou que com as novidades, a equipe precisaria mesmo de tempo para ajustar tudo. “Desde o começo já sabíamos que precisaríamos de duas ou três corridas para ajeitar tudo e acredito que estamos no caminho certo”, finalizou.
                                                                   

SuperSport 600cc: José Duarte pretende avançar e brigar pelo pódio
Depois de conquistar um quinto e um quarto lugares nas duas etapas iniciais, o cearense José Duarte quer manter sua evolução na categoria SuperSport 600cc. Agora, ele quer subir mais um degrau, e espera brigar pelo pódio na terceira etapa do SuperBike Brasil.

“Quero fazer uma etapa ainda melhor do que foi a segunda. Acho que se eu conseguir manter meu ritmo de evolução, com relação ao que fiz na etapa passada, vai ser muito bom e acredito que desta forma, vou conseguir chegar bem mais próximo dos ponteiros para tentar brigar pelo pódio e quem sabem pela vitória. O objetivo é melhorar sempre e buscar os resultados”, comentou Duarte, que ocupa a quarta posição na tabela, com 24 pontos.

Classificação da temporada - após duas etapas (Top-10):
Categoria SBK 
1) 151-Eric Granado, 52 pontos
2) 4-Alex Barros, 36 
3) 68-Diego Faustino, 36
4) 15-Wesley Gutierrez, 23
5) 51-José Luiz T. Cachorrão,22
6) 12-Davi Lara Costa, 16
7) 177-Marcelo Skaf, 14
8) 55-Marco Solorza, 13
9) Danilo Lewis, 10
10) 84-Diego Pierluigi, 9
10) 34- Bruno Corano, 9

Categoria SuperSport Pro 
1) 28-Pedro Sampaio, 51
2) 22-Alex Schultz, 41
3) 77-Sebastian Salom, 27
4) 97-José Duarte, 24
5) 7-Lucas Dezero, 20
6) 9-André Veríssimo, 17
7) 77- Lucas Torres, 16
8) 56-Julio Cesar Fortunato, 15
9) 82-Gerson Campos, 13
9) 110-Dudu Costa Neto, 13 
11) 90-Alessandro Ferraz, 11
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Confira a programação do fim de semana em Interlagos - 3ª etapa: 
Sexta-feira, 23

Categoria SBK 1000cc
9h58 - 10h28: 1º treino livre Grupos A e B
13h27 - 1357: 2º treino livre Grupos A e B
16h56 - 17h26: 3º treino livre Grupos A e B

Categoria SuperSport 600cc
9h21 - 9h38: 1º treino livre – Grupo A
9h38 - 9h55: 1º treino livre – Grupo B
12h50 - 13h07: 2º treino livre – Grupo A
13h07 - 13h24: 2º treino livre – Grupo B
16h19 - 16h36: 3º treino livre – Grupo A 
16h36 - 16h53: 3º treino livre – Grupo B

Sábado, dia 24
Categoria SBK 1000cc
9h32-10h02 1º treino Classificatório - Grupos A e B
11h45-12h15: 2º treino Classificatório - Grupos A e B
14h50-15h10: 3º treino Classificatório - Grupos A e B
16h01-16h08: SuperPole (15 mais rápidos)

Categoria SuperSport 600cc
8h52-9h09: 1º treino Classificatório - Grupo A
9h12-9h29: 1º treino Classificatório - Grupo B
12h58-13h15: 2º treino Classificatório - Grupo A
13h18-13h35: 2º treino Classificatório - Grupo B
14h14-14h29: 3º treino Classificatório - Grupo A
14h32-14h47: 3º treino Classificatório - Grupo B
15h41-15h48: SuperPole1 (15 mais rápidos)

Domingo, dia 25
Categoria SBK 1000cc
8h45: Warm-up
12h01: Largada (14 voltas) – com transmissão ao vivo do Globoesporte.com

Categoria SuperSport 600cc
8h: Warm-up
13h: Largada (12 voltas)

Assessoria de Comunicação e Imprensa
Fotos: (Sampafotos)

fernanda@fgcom.com.br / beatriz@fgcom.com.br 



22/06/2017
___________________________________
Produção de Motocicletas Registra Alta em Maio e Vendas Diárias Seguem Estáveis
Na comparação com abril o aumento foi de 20,7%. 
Média diária no varejo ficou em 3.615 unidades, correspondendo a uma alta de 0,2% ante o mês anterior
Dados da ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, mostram que em maio foram produzidas 77.730 motocicletas, o que representa alta de 20,7% em relação a abril (64.380 unidades). Contudo, na comparação mensal, a retração foi de 15,8% ante as 92.308 unidades produzidas em maio do ano passado. Já no acumulado de janeiro a maio foram produzidas 373.491 motocicletas, o que representa recuo de 2,5% na comparação com o mesmo período de 2016, quando foram fabricadas 382.970 unidades.

As vendas em maio no atacado – para as redes de concessionárias –
também reagiram em relação a abril. No período foram vendidas 67.859 motocicletas, alta de 10,6% sobre o mês anterior (61.342 unidades). Na comparação mensal houve recuo de 22,2%: 67.859 em maio deste ano contra 87.252 unidades no mesmo mês de 2016. No acumulado foram vendidas 345.021 unidades, o que significa redução de 8%, em igual período de 2016 (374.821 unidades).

As exportações apresentaram redução de 37,2%, com 3.519 unidades em maio ante 5.606 unidades exportadas no mesmo mês do ano passado. Com relação a abril, quando foram enviadas 3.804 motocicletas a outros países, a queda foi de 7,5%. No acumulado de janeiro a maio foram exportadas 24.767 motocicletas, volume 5,5% maior que o registrado em igual período de 2016 (23.477 unidades).

Os principais destinos das motocicletas exportadas em maio foram Argentina, com 2.270 unidades; Colômbia, com 1.162 unidades; Estados Unidos, com 416 unidades; Austrália, com 216 unidades, e México, com 136 unidades. Em comparação com abril (2.480 unidades), os volumes exportados em maio para a Argentina tiveram redução de 8,5%; para a Colômbia (180 unidades) cresceram 545,6%; para os Estados Unidos (208 unidades) aumentaram 100%; para a Austrália (212 unidades) ficaram praticamente estabilizados, e para o México (64 unidades) subiram 112,5%.

No acumulado de janeiro a maio os principais destinos foram a Argentina, com 17.710 unidades, ante 16.286 unidades em igual período de 2016; Colômbia, com 2.258 unidades, ante 2.062 unidades; Estados Unidos, com 1.196 unidades, ante 885 unidades; Austrália, com 848 unidades, ante 1.076 unidades, e Canadá, com 780 unidades, ante 368 unidades. 


Emplacamentos e Projeções

Com base nos dados do Registro Nacional de Veículos Automotores – Renavam, houve alta de 3,8% nos emplacamentos de motocicletas, com 79.533 unidades em maio ante 76.644 unidades em igual mês de 2016*. Com relação a abril, que teve 64.961 unidades emplacadas, o crescimento atingiu 22,4%. A média de vendas por dia útil em maio foi de 3.615 motos, volume 0,2% maior na comparação com a média de abril (3.609 unidades). No acumulado de janeiro a maio as vendas no varejo totalizaram 355.464 unidades, correspondendo a uma queda de 10,3% ante o mesmo período de 2016* (396.238 unidades).


“A média diária de vendas na faixa de 3.600 unidades está dentro das previsões anteriormente anunciadas e as fabricantes e suas concessionárias estão se empenhando para que este índice prossiga até outubro, cientes de que nos últimos meses do ano poderá ocorrer uma elevação nos negócios em função da chegada do verão, pagamento da parcela final do 13º salário e realização do Salão Duas Rodas, com lançamentos de produtos e muitos atrativos para os motociclistas”, avalia Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.


 Fonte: Abraciclo.


15/06/2017

==================================
BMW Motorrad vence duas categorias da pesquisa Maior Valor de Revenda - Motos.
                                                                                                                                 

A BMW Motorrad conquistou, no ultimo (26/5), o selo "Maior Valor de Revenda - Motos 2017", nas categorias Big Trail acima de 800 cc, com a BMW R 1200 GS; e Sport acima 800 cc, com a BMW S 1000 RR, respectivamente. A pesquisa, que está em sua segunda edição e é realizada anualmente pela agência Autoinforme, considera motocicletas comercializadas no Brasil apontando seu potencial de retenção de preço após um ano de uso. Ou seja, quanto menor o índice de desvalorização do veículo, maior o seu valor de revenda. De acordo com a pesquisa, BMW R 1200 GS obteve índice de -12,9% e a BMW S 1000 RR, -11,1%.

"Estamos muito orgulhosos pela conquista do selo Maior Valor de Revenda da agência Autoinforme. Isso é um reflexo da estratégia adotada pela BMW Motorrad Brasil de oferecer produtos de altíssima qualidade e ainda mais tecnológicos. A BMW R 1200 GS segue como referência absoluta do segmento trail, enquanto a BMW S 1000 RR segue invicta entre as esportivas. Tanto é que venceu sua categoria pela segunda vez consecutiva, desde o surgimento do selo Maior Valor de Revenda, no ano passado", celebra Matteo Villano, gerente Sênior de Vendas da BMW Motorrad Brasil.

Além do segundo troféu obtido pela S 1000 RR, vale lembrar que em 2016, a BMW Motorrad conquistou a categoria Naked acima de 800 cc, com a BMW S 1000 R.

Para mais informações sobre a BMW do Brasil acesse: 
www.bmw.com.br




05/06/2017
========================================================================

O Triumph Riding Experience. 
                                                                        

Programa de viagens da Triumph amplia atuação para outros países em 2017
                                                                    

O Triumph Riding Experience (TRX), programa de relacionamento da marca inglesa com os seus clientes, acaba de anunciar seu calendário de viagens internacionais para o segundo semestre deste ano. A grande novidade é a abertura de roteiros nos Estados Unidos e na África do Sul, além da expansão dos destinos na Europa, como o tour “Adriático Experience” (que vai cruzar diversos países, como a Croácia e a Alemanha), e na América do Sul, com destaque, por exemplo, para o Atacama e a Patagônia. “O cliente Triumph busca muito mais do que um produto de alta tecnologia. Ele busca também novas experiências, como explorar o mundo, fazer amigos e viver momentos inesquecíveis com sua motocicleta. No segundo semestre deste ano, vamos investir mais neste tipo de ação de relacionamento para proporcionar ainda mais opções divertidas para o nosso público”, explica Gislaine Matano, gerente de Marketing da Triumph Motorcycles Brazil.

Para o segundo semestre de 2017, já estão programadas 14 viagens internacionais para 10 destinos diferentes – algumas já com todas as vagas esgotadas, e outras com poucas vagas disponíveis. “Em 2016, abrimos a nossa primeira operação na Europa, levando os clientes para um tour incrível de oito dias pelos Alpes Suíços, Itália e França. Neste ano, além de repetir esse tour, vamos explorar mais sete países, incluindo a belíssima costa do mar Adriático”, explica Pablo Berardi, coordenador do TRX. Outros roteiros inéditos são o “Triumph Safari”, que vai explorar as principais regiões da África do Sul, e a incrível Rota 66, nos Estados Unidos. Todos os tours da TRX possuem o mesmo padrão de qualidade e são sempre limitados a no máximo oito motos (próprias ou alugadas), carro de apoio, guia em moto e seguro-viagem, além de uma série de serviços exclusivos que o programa oferece, como a possibilidade de pagamento em até 12 parcelas sem juros.

SOBRE A TRIUMPH
A Triumph Motorcycles Brazil é a 10ª subsidiária da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 16 concessionárias nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Londrina (PR) e Recife (PE). Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 12 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 57 mercados, através de distribuidores independentes. A Triumph é a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 1,6 bilhão e suas vendas no varejo superam as 56.000 unidades anuais. No mundo todo, a Triumph possui cerca de 750 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.



MAIS INFORMAÇÕES

Eduardo Sanches (eduardo@g6comunicacao.com.br)

www.g6comunicacao.com

www.facebook.com/g6comunicacaocorporativa



21/05/2017
________________________________________________

SUPER BIKE BRASIL 1 ° ETAPA.

Veja um pouco desse evento algumas imagens realizada por nossa equipe  dentro do maior campeonato de Motovelocidade do Brasil , nossa equipe fotografou um pouco dessa competição.
                                                               












                                                                                 

                                                                               
FOTOS EXCLUSIVA EQUIPE GENTE FINA
09/05/2017
____________________________________
BMW F 800 GS CHEGA TOTALMENTE RENOVADA COM ABS E CONTROLE DE ESTABILIDADE COMO ÍTEM DE SÉRIE.

                                                                      

Referência entre as motocicletas de alta capacidade off-road, a BMW F 800 GS ficou ainda melhor no modelo 2017, que chega este mês à rede de concessionárias autorizadas da BMW Motorrad Brasil com preço sugerido de R$ 45.900. "A BMW F 800 GS é um ícone para os amantes do motociclismo, por sua versatilidade e entrega em qualquer terreno. Todas as melhorias foram aplicadas sem aumento no preço graças ao bom trabalho feito na unidade produtiva do BMW Group em Manaus", ressalta Federico Alvarez, diretor da BMW Motorrad Brasil.

Entre as principais novidades de design agregados à motocicleta estão o novo escapamento, em aço inox, com desenho mais moderno; e o painel de instrumentos, que passa a exibir novos layout e grafismos nos mostradores analógico e digital. Em termos de tecnologia, a BMW F 800 GS passa a oferecer, de série, os modos de condução Rain & Road, que têm como função gerenciar as respostas de aceleração e frenagem, atuando em conjunto com os sistemas ABS e o controle automático de estabilidade (ASC), o qual ajusta-se de acordo com o tipo de piso - seco ou molhado. O resultado é uma dirigibilidade ainda mais precisa e segura. A lista de aprimoramentos inclui ainda acelerador Ride-by-Wire, capaz de proporcionar mais agilidade e conforto na condução e eficiência em termos de consumo e emissões.
                                                                   

A BMW F 800 GS é equipada com um motor bicilíndrico, movido a gasolina, de quatro tempos e oito válvulas, e 798 cc. Este bloco, de refrigeração líquida e apto a entregar 85 cv de potência (a 7.500 rpm), tem torque máximo de 83 Nm, a partir de 5.750 rpm, e está conectado a um câmbio de seis marchas. O tanque tem capacidade para 16 litros de combustível.

Além dos itens de série já citados, a lista disponibiliza ainda amortecedor traseiro com ajustes de retorno e pré-carga, regulagem dos manetes de freio e embreagem, freio dianteiro com disco duplo, imobilizador eletrônico, lanterna traseira em LED, para-brisa alto, protetores de cárter e mãos, rodas raiadas, tomada de 12V e transmissão por corrente.

A motocicleta será disponibilizada com pacote Premium que acrescenta ainda ajuste eletrônico de suspensão (ESA), manoplas com aquecimento, computador de bordo, luzes indicadoras de direção em LED, cavalete central e controle automático de estabilidade (ASC).

Para mais informações sobre a BMW Motorrad Brasil acesse: 



24/04
______________________________


XJ6N ABS 2018 CHEGOU COM NOVAS CORES E GRAFISMO MODERNO E EXCLUSIVOS PARA O BRASIL


Racing Blue (azul metálico) e Matt Grey (cinza fosco metálico) são as novidades  
                                                                          

O modelo reconhecido pelo seu design, robustez, potência e ronco do motor está com novas cores, já no modelo 2018. Quanto ao design, é possível enxergar como as linhas musculosas da XJ6N envolvem o motor de 600cc, 16v DOHC e 4 cilindros em linha – que garante muita agilidade na pilotagem. Esse motor, aliado ao escapamento 4-2-1, projetado para melhorar o centro de gravidade da motocicleta, potencializa a pilotagem e a saída terminada em uma pequena ponteira localizada sob o motor - onde estão alojados abafador e catalisador, melhora a performance da motocicleta imprimindo o ronco poderoso e reconhecido da XJ6N.

O preço sugerido da versão naked (XJ6N) é de R$ 33.990,00, nas cores Racing Blue (azul) e Matt Grey (cinza). O modelo vem com freios a disco e ABS nas duas rodas de série, que trazem mais controle nas frenagens. A motocicleta vem com suspensão traseira tipo Monocross de 7 regulagens, e agora traz carenagem do farol na cor da motocicleta e banco bipartido com ajuste de altura, proporcionando mais ergonomia. Trabalhando bem em baixa e média rotação, a XJ6N serve bem para quem quer impressionar e se divertir na ida e volta ao trabalho, aproveitar uma boa estrada e até curtir toda a sua potência em pistas fechadas.
  

FICHA TÉCNICA – XJ6N ABS 2017/2018

DOHC 16 Válvulas
Refrigeração Líquida
Cilindro 4 em linha
Cilindradas 600 cm3
Diâmetro X curso 65,5mm x 44,5mm
Taxa de compressão 12,2:1
Torque máximo 6,09 kgf.m/8500 rpm
Potência máxima 77,5 cv (10000 rpm)
Sistema de partida Elétrica
Sistema de lubrificação Cárter Úmido
Tipo de combustível Gasolina
   
Câmbio 6 velocidades
Transmissão primária Engrenagens
Transmissão secundária Corrente
Embreagem Multi-disco Úmida
Suspensão
Dianteira Garfo telescópico invertido
Curso da roda dian. 130mm
Traseira Balança traseira tipo Monocross
Curso da roda tras. 130mm
Freios
Dianteiro Disco duplo hidráulico com sistema anti bloqueio
Ø disco dianteiro 298 (Øexterno) mm
Traseiro Disco hidráulico com sistema anti bloqueio
Ø disco traseiro 245 (Øexterno) mm
Dimensões
Comprimento x Largura x Altura 2120mm x 770mm x 1085mm
Altura mínima do solo 140mm
Distância entre eixos 1440mm
Altura do assento 785mm
Pneu dianteiro 120/70 ZR17M/C (58W)                                                      METZELER
Pneu traseiro 160/60 ZR17M/C (69W)                                                     METZELER
   
Tipo de chassi Diamante
Peso líquido 210 kg
Capacidade do tanque de combustível 17L (3,2 L)
   
Cores
 Racing Blue (Azul Metálico)
 Matt Grey (Cinza Metálico Fosco)

Mais informações, acesse :
www.yamaha-motor.com.br, www.facebook.com/yamahamotorbrasil ou 
www.twitter.com/yamahamotorbra

18/03
____________________________

Consórcio Honda agita Juazeiro e Petrolina com festival cultural nesta semana.

Com programação variada, Festival Consórcio Honda oferecerá atividades gratuitas para públicos de todas as idades.

O Consórcio Honda, empresa integrante da Honda Serviços Financeiros, promoverá diversas atrações de entretenimento na Orla 2 de Juazeiro, de 17 a 19 de março. As ações integram o Festival Consórcio Honda, iniciativa da marca que irá percorrer diversas cidades do Brasil durante o ano de 2017.

Com entrada gratuita, o evento terá atrações para toda a família. Entre as atividades esportivas, o público poderá conferir torneios de handebol e futebol de areia, além de participar de aulas de zumba. Aos adeptos das corridas, o Festival Consórcio Honda promoverá, no dia 18 de março, o Circuito Consórcio Honda Night Run, com largada prevista para as 19h. Os interessados devem se inscrever até o dia anterior à prova no website www.corre10.com.br.

Já para os adolescentes, haverá uma estação de games e os pequenos terão à disposição uma área Kids com brinquedos infláveis para garantir a diversão. O festival também conta com um espaço voltado às mulheres, com oficinas de maquiagem e sessões de massagens.

Para quem gosta de manobras radicais, a programação terá o show da equipe Força & Ação. Além da apresentação com efeitos pirotécnicos, o público irá participar de brincadeiras e sorteios.

As atrações musicais incluem além de uma pista de dança ao ar livre comandada pelo DJ Paul, apresentações de artistas de relevância do cenário musical nacional. No dia 18 de março, sábado, às 22h30, subirá ao palco Michel Teló e, no dia seguinte, será a vez do público conferir a apresentação de Alinne Rosa, às 20h.

A concessionária Pau Brasil participará do evento com uma exposição de motocicletas, além de levar sua equipe de vendas para apresentar aos interessados as condições de aquisição de motos Honda, efetuar simulações e auxiliar na contratação dos demais serviços da marca.

Serviço:

Festival Consórcio Honda

Data:17, 18 e 19 de março de 2017

Local: Orla 2 de Juazeiro da Bahia

Entrada: franca

Capacidade (pessoas): 10.000 (shows) | 2 mil (corrida) | 100 (zumba) | 1000 (Show do Força e Ação)

Programação

17/03

Horário: 18h às 00h

Atividades

- Exposição de motocicletas

- Estação de games

- Pista de dança

- Espaço Mulher (massagem e maquiagem)

- Praça de alimentação / Bares

- Entrega do KIT corrida (05 e 10 Km) no local do Festival

18/03

Horário: 10 às 00h

Atividades

- Exposição de motocicletas

- Estação de games

- Pista de dança

- Espaço Mulher (massagem e maquiagem)

- Praça de alimentação / Bares

- Entrega do KIT corrida (05 e 10 Km) no local do Festival até 13h00

- Torneio de handbeach e beach soccer

- Largada corrida (19h)

- Show Força e Ação (20h30)

- Show com Michel Teló (22h30)

19/03

Horário: 10h às 00h

Atividades

- Exposição de motocicletas

- Estação de games

- Pista de dança

- Espaço Mulher (massagem e maquiagem)

- Praça de alimentação / Bares

- Torneio de handbeach e beach soccer

- Show Força e Ação (18h)

- Show com Alinne Rosa (20h)


- Encerramento (22h)

16/03
________________________________________________

SuperBike Brasil.

Curiosidade das Butique do Motovelocidade Brasil criatividade inovadora com toque contemporâneo bem bacana,esse objetos são mesinhas de centro fabricadas a partir de pneus de moto e roda.
                                                                  






 BMW S 1000 XR, a máquina do filme. 
                                                                       

A primeira moto crossover da BMW Motorrad - a BMW S 1000 XR - estreou no filme Resident Evil: O Capítulo Final, lançado recentemente nos cinemas de todo o País. Resident Evil: O Capítulo Final é a última edição da mais bem-sucedida franquia de filmes de videogame de todos os tempos, faturando mais de US$ 1 bilhão em todo o mundo até agora.

A personagem Alice, interpretada por Milla Jovovich, monta a aventureira e esportiva BMW S 1000 XR para retornar para onde o pesadelo começou – o laboratório The Hive, na mansão Arklay, em Raccoon City, onde a Corporação Umbrella está reunindo suas forças para um ataque final contra os sobreviventes do apocalipse. Felizmente, a BMW S 1000 XR é a parceira perfeita de Alice para o evento de sua vida. Mesmo em altas velocidades, a agilidade e dinâmica da moto permanecem firmes. É uma moto que oferece o desempenho dinâmico ao pilotar, a posição de assento de uma máquina de aventura e a resistência de uma tourer.

Assista ao trailer. Acesse:

Para mais informações sobre a BMW Motorrad Brasil visite: 



Pilotos e motos no grid da última etapa do Superbike Brasil de Motovelocidade.
















Kawasaki:

Liberado reserva  para os modelos Ninja H2 e Ninja H2R 2018
                                                                         

 Kawasaki sai na frente mais uma vez e dá o start para a pré-venda dos modelos Ninja H2, Ninja H2 Carbon e Ninja H2R, através da rede de Concessionárias Autorizadas Kawasaki em todo o Brasil.
                                                                 

Diferentemente do formato adotado nos anos anteriores, as novas H2, H2 Carbon e H2R serão comercializadas exclusivamente sob encomenda, com prazo para produção no Japão, importação e entrega no Brasil em até seis meses após a efetivação do pedido.
                                                                 

O destaque é para a Ninja H2 Carbon, edição limitada a somente 120 unidades em 2017. Baseada na Ninja H2, a versão Carbon terá carenagem frontal em fibra de carbono similar à da Ninja H2R, uma pintura especial e uma placa com número de série.
                                                                           

Os três modelos tornaram-se objetos de desejo desde que foram apresentados em outubro no Salão Intermot na Alemanha. Agora no Brasil, está no ar um hotsite exclusivo, com informações e um formulário de contato para iniciar o processo de pré-venda.
                                                              

A Concessionária Autorizada Kawasaki mais próxima formalizará a reserva, e fará o acompanhamento do pedido até a entrega ao cliente.
                                                                            

Lançada pela Kawasaki no Brasil em 2015, a Ninja H2 foi eleita a Moto do Ano pela revista Duas Rodas, além de receber vários outros prêmios internacionais.

Saiba mais em:   http://www.kawasakibrasil.com/lancamento/

Preço público sugerido:

Ninja H2 -  Modelo 2018 – R$ 154 mil

Ninja H2 Carbon – Modelo 2017 – R$ 164 mil

Ninja H2R – Modelo 2018 – R$ 357 mil

Prazo final para as pré-reservas: 22/02/2017


Pilotos e máquinas pelas lentes do Gente Fina.
                                   













Moto Cross.

Irmãos Sacilotti encerram a temporada no Rally dos Amigos


 Acontece nesse fim de semana o fechamento da temporada 2016 para os pilotos da Kawasaki Racing no Rally, os irmãos Sacilotti enfrentarão o Rally dos Amigos em Botucatu SP como as últimas etapas do Brasileiro de Rally Baja, Ramon Sacilotti já é campeão antecipadamente, mas mesmo assim pretende conquistar bons resultados, Moara também corre com resultado definido na sua categoria mas vai em busca de saldos positivos pela 13ª e 14ª etapas do Brasileiro de Rally Baja. 
                                                              

“A expectativa para o Rally dos Amigos é a melhor possível, esse ano volta para as areias de Itatinga onde eu gosto muito de acelerar! Como já garanti o título por antecipação, andarei sem pressão por resultados, mas não é por isso que irei aliviar. Quero fechar a temporada com mais essa vitória e sei que estou preparado pra isso. Minha KX 450F está perfeita como sempre, fizemos pequenos ajustes para essa prova, para andar com ela mais leve, e tenho certeza que irá me ajudar!” - Disse Ramon Sacilotti já campeão antecipado no Brasileiro de Rally Baja. 

“A expectativa já não é mais tão grande, o campeonato já está definido eu fui vice-campeã, então o clima para o Rally dos Amigos é de confraternização, encontrar os amigos na última prova da temporada e divertir, mas é claro que darei meu melhor para fazer um bom resultado é uma região que eu adoro acelerar!” Comentou, Moara Sacilotti. 

Serviço:    Rally dos Amigos 

13ª e 14ª etapas do Brasileiro de Rally Baja

Local: Botucatu - interior de São Paulo 


Dias: 10 e 11 de dezembro de 2016 


Etapa final do SuperBike Brasil:


Carlos 'Pássaro'

Após longo afastamento, Carlos 'Pássaro' retorna às pistas para a final do SBK Brasil
                                                                           

A etapa final do SuperBike Brasil, que será realizada neste domingo (4) no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), será bastante especial para Carlos Rocha ‘Pássaro’ (#77), da equipe Duda Racing. O piloto paulistano, que compete pela Copa Kawasaki Ninja 300, retorna às pistas após pouco mais de um ano afastado da motovelocidade, período que dedicou a se recuperar de lesões sofridas nas costelas e na coluna. Com a saúde em dia, porém, com oito quilos a mais, Pássaro vai estrear na temporada justamente na última rodada, que pela primeira vez será disputa em São Paulo.

“Estou 100%. Porém, mais pesado e fora de forma. Isto será um complicador. Mas estou muito feliz por voltar a correr. E o mais legal é que vamos reunir a equipe com os membros que faziam parte na temporada de 2012/2013 que estavam afastados. Fizemos questão de chamar até a grid girl que nos acompanhou naquela temporada”, comenta o piloto.
                                                                      

O retorno de Pássaro às pistas foi anunciado pela equipe Duda Racing nesta semana através das mídias sociais:

“É com grande felicidade que a equipe Duda Racing Team informa que, após um ano e dois meses, o piloto Carlos Rocha ‘Pássaro’ estará de volta às pistas na última etapa do SuperBike Brasil que acontecerá nesse final de semana (2/3/4 de dezembro) no Autódromo de Interlagos. Estamos muito empolgados com a volta desse grande piloto que já conquistou o vice-campeonato Paulista e Brasileiro além de vários pódios pela Duda Racing. Só temos a lhe desejar as boas-vindas e um ótimo retorno”, escreveu a equipe.

De volta às pistas, Carlos Pássaro destaca que seu objetivo na etapa final será ‘andar forte e representar bem a equipe’, porém, entende que as chances de garantir pódio serão pequenas devido ao alto nível e ritmo intenso dos adversários. 

Na última temporada, Pássaro participou de apenas três corridas e obteve, respectivamente, um nono, um sétimo e um 11º lugares na categoria principal da Ninja 300. Em 2014, os resultados foram melhores. O piloto encerrou o ano na terceira posição do classificatório geral. 

A 9ª e decisiva etapa do SuperBike Brasil será disputada neste domingo (4) e pela primeira vez realizada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Assim como na rodada anterior, as duas categorias principais – SuperBike e SuperSport – terão duas baterias em disputa. A programação inicia nesta sexta-feira com os treinos livres. No sábado, os pilotos voltam à pista para as sessões classificatórias que definem a ordem dos grids de largada. Já no domingo, o clima esquenta e chega ao seu ápice com as corridas que irão definir os campeões da temporada 2016.


Os ingressos para assistir à final seguem disponíveis. As entradas de paddock, que dão acesso exclusivo à área dos boxes, custam R$ 40 e são vendidas pelo site Ticket Fácil (ticketfacil.com.br/eventos/superbike). Já a arquibancada é gratuita. Basta retirar o bilhete em um dos postos conveniados em destaque abaixo.


Ducati:


Cursos da MotoSchool estão com 40% de desconto para ducatistas
                                                                         

Dia 26 de novembro no Velo Città, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo

Novembro de 2016  -     Proprietários de motocicletas Ducati fiquem atentos! A MotoSchool, uma das mais respeitadas escolas de pilotagem do país, está com um mega promoção. Todos os cursos agendados para os meses de novembro e dezembro deste ano estão com 40% de desconto exclusivo para ducatistas e membros do Desmo Owners Club (DOC). Aproveite esta oportunidade única para aprimorar as técnicas de pilotagem com a supervisão de uma equipe de instrutores altamente capacitada em circuitos que oferecem segurança e muita diversão. E o melhor: economizando bastante.

A MotoSchool está com quatro eventos confirmados para este final de ano, todos contemplados pela promoção. O primeiro deles será realizado no dia 19 novembro, sábado, no Campo de Provas Pirelli, em Sumaré (SP). O curso Safety Riding é indicado aos motociclistas que utilizam a moto para viagens e desejam obter maior controle e segurança na estrada. Com o desconto de 40%, o curso que custaria R$ 1.190,00 sai por apenas R$ 714,00.

No dia 26 de novembro, sábado, é a vez do Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), receber a MotoSchool. Serão realizados dois cursos: o SportBike, voltado à pilotagem esportiva, e a Clínica de Aperfeiçoamento, direcionado aos alunos já graduados que desejam aprimorar ainda mais suas técnicas com a supervisão do time de instrutores. Com a promoção, o curso SportBike sai por R$ 1.320,00 (R$ 2.200,00) e a Clínica por R$ 594,00 (R$ 990,00)

No mês de dezembro os dois eventos terão uma nova edição, desta vez aos domingos. No dia 11 será realizado Safety Riding no Campo de Provas Pirelli, e no dia 18, os cursos SportBike e Clínica de Aperfeiçoamento no Autódromo Velo Città. O que não muda é promoção que segue 40% OFF para ducatistas e membros do Desmo Owners Club.

Confira abaixo o calendário de eventos da MotoSchool:

19 de novembro, sábado: Safety Riding, no Campo de Provas Pirelli

26 de novembro, sábado: SportBike e Clínica de aperfeiçoamento, no Autódromo Velo Città

11 de dezembro, domingo: Safety Riding, no Campo de Provas Pirelli

18 de dezembro, domingo: SportBike e Clínica de aperfeiçoamento, no Autódromo Velo Città

Promoção 40% OFF!

Safety Riding: De R$ 1.190,00 por R$ 714,00

Sportbike: De R$ 2.200,00 por R$ 1.320,00;

Clínica de aperfeiçoamento: De R$ 990,00 por R$ 594,00

Para mais informações, entre em contato com a MotoSchool.

Telefone: (11) 5524-5684

Whatsapp: (11) 9 8297-8614 whatsapp

E-mail: marcelo@motoschool.com.br

MotoSchool no Facebook - click aqui

MotoSchool site oficial: - click aqui 




Salão Moto Brasil: 
                                                                                     
Rio de Janeiro confirma Salão 2 Rodas em Janeiro de 2017.
                                                                                
                                                                      
Evento acontecerá de 26 a 29 de janeiro de 2017, no Rio centro.

Os ingressos do 1° lote para o 7° Salão Moto Brasil 2017 - um dos maiores eventos de duas rodas do país – agora também estão à venda em pontos físicos no Rio de Janeiro e em São Paulo. 

No Rio de Janeiro, os ingressos podem ser encontrados na All Motos (Copacabana), Candice Cigar (Barra da Tijuca), Copacabanas MC (Copacabana), Dragon´s Motos (Maracanã), Gaucho Motos (Tanque), MN Óleo Moto Express (Campo Grande), Motocenter n 1 (São Francisco Xavier), Moto Rio/ Dafra (Botafogo e Taquara), Moto Skull (Campo Grande), Rei das Motos (Taquara) e Rio Harley Davidson (Recreio dos Bandeirantes). Já em Niterói, Fazzy Custom (Santa Rosa) e Quadricenter (Itaipu). Em Nova Iguaçu, a venda é feita no R11 Motos (Centro) e, em Duque de Caxias, na Moto Ralf (25 de agosto).

Em São Paulo, no PHD Pimenta na Rua Chico Pontes, 962 na (Vila Guilherme e no Shopping Moto Aventura, Alameda Barão de Limeira, 71 no Centro.

As pessoas de outros estados ou que preferem a comodidade das compras online, os ingressos também estão à venda no www.ingressorapido.com.br.

Para o 1° lote, os ingressos custam R$ 20. Para os que pretendem aproveitar todos os dias, a dica é o “combo”, por R$ 90.

O Salão Moto Brasil acontecerá de 26 a 29 de janeiro de 2017, dessa vez no pavilhão 4 do Riocentro, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, com muitas novidades. Os apaixonados por motos não podem perder o evento para toda família que une negócios, entretenimento, turismo e educação.  

Salão Moto Brasil -   Na sua 7ª edição, o Salão Moto Brasil, já está consolidado no calendário anual do motociclismo nacional e é um dos maiores do setor no Brasil. Com o intuito de gerar negócios, entretenimento, educação e turismo, o evento tem expositores das principais montadoras, fabricantes e distribuidoras de motopeças e acessórios, além de shows, atrações e um público qualificado e apaixonado por duas rodas. Tem como principais apoiadores AMO-RJ (Associação dos Motociclistas do Estado do Rio de Janeiro), Prefeitura do Rio de Janeiro, Rio Conventions & Visitors Bureau e RioTur.  

Salão Moto Brasil 2017 - Rio de Janeiro - RJ

Dias: 26, 27, 28 e 29 de janeiro

Pavilhão 4 do Riocentro - Av. Salvador Allende, 6555  

Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ

Horário de funcionamento: quinta e sexta das 14 às 22h, sábado das 12h às 22h e domingo das 12h às 20h

Saiba mais em:  www.salaomotobrasil.com.br

Curta nossa página : www.facebook.com/salaomotobrasil




José Duarte corre pela primeira vez em Londrina
                                                                        

Piloto cearense faz estreia no traçado veloz da cidade paranaense, e espera alcançar um resultado positivo

Neste domingo (23), o piloto José Duarte #97 (Capacetes Shark, Instituto Le Santé, e Macacões One-X) disputa a sétima etapa do SuperBike Brasil, na Copa Honda CBR 500R. 

A prova será realizada no Autódromo Internacional de Londrina, no Paraná, cujo traçado tem 3.024 metros, com duas longas retas e curvas fechadas, exige muita perícia dos pilotos. A característica do traçado acaba proporcionando boas disputas por posições.

O cearense, que integra o Team Estrella Galícia 0,0 by Alex Barros, já esteve na pista paranaense em testes de pré-temporada, mas esta será sua primeira corrida oficial em Londrina.
                                                                                                 

Restando três etapas para o encerramento da temporada de 2016, a prova terá muita importância para todos os competidores que utilizam a mesma motocicleta, assegurando alternância das posições como ocorrera ao longo das etapas passadas.

Duarte chega animado após a vitória na primeira rodada dupla do Campeonato Nordeste de Motovelocidade e reforça seu compromisso de trabalhar para conseguir um bom desempenho junto com a equipe.

"Quero sair daqui com mais pontos na classificação. São três corridas para a decisão do título e tem quatro pilotos com o mesmo objetivo e com chances reais de campeonato, mas antes de falar em decisão é preciso um bom acerto nos treinos para classificar bem para não ficarmos no pelotão de trás. Todos aqui na Estrella Galícia sabem da importância dessa etapa e estamos focados, determinados e unidos", disse.

Confira a programação da sétima etapa da Copa Honda CBR 500R.

Sexta (21)
Primeiro Treino Livre - 8h24min.
Segundo Treino Livre - 11h36min.
Terceiro Treino Livre - 14h48min.

Sábado (21)
Primeiro Treino Classificatório - 8h25min.
Segundo Treino Classificatório - 11h45min.
Terceiro Treino Classificatório - 16h07min.

Domingo
Warm-up - 8h30min.

Corrida (12 Voltas) - 11h45min.



     __________________________________________________________________20/10
Motos e  Equipes.
Agora somente essas maquinas de emoção e velocidades da Super Bike.
                                                                         






                                                                                 

_________________________________________________________________________________

Super  Bike 6° Etapa:

Esta chegando veja essas maquinas que fazem bonito na pista, em cada etapa.
                                                                  
















Veteran Motorcycle Rock irá agitar Sumaré em setembro
                                               

              
Motociclistas de todas as regiões prometem tomar Sumaré.

 Entre os dias 15 e 18 de Setembro. A cidade, localizada na região metropolitana de Campinas (SP), irá sediar Veteran Motorcycle Rock, um evento de música.e motociclistas que espera receber mais de 40 mil pessoas nos quatro dias. 
                                                             

O local escolhido para abrigar a edição 2016 é o parque aquático Paraíso das Águas. O ambiente com mais de 260 mil metros quadrados será adaptado para receber os visitantes e contará, entre outros, com um palco de 14 metros de largura com painel de LED, onde se apresentarão diversas bandas cover como Gun’s and Roses, Queen, Kiss e Elvis Presley. 
                                                                       

Além dos shows, o evento contará com um espaço dedicado aos expositores. Destaque fica para as revendas de motocicletas que apresentarão modelos de diversas marcas. O espaço também irá receber lojas de assessórios, camisetas, bijuterias e produtos de decoração temáticos. Os fãs dos veículos de rodas também terão a oportunidade de ver de perto uma exposição com mais de cem modelos clássicos, alguns deles exclusivos no Brasil, pertencentes aos associados do Veteran Motorcycle. 
                                                                     

E para completar, o evento abrigará uma Praça de Alimentação com cardápio diversificado, além de Food Trucks que irão oferecer lanches mais sofisticados. 
                            
O Veteran Motorcycle Rock conta com a parceria da Prefeitura de Sumaré, através das secretarias de Turismo e Eventos e Meio Ambiente e tem a realização da GPS Eventos e MKT do Motorcycle Rock Limeira. 
                                                                        



Ingressos e estacionamento:

Quinta- Feira - 15/09 - ENTRADA GRATUITA

Pacote para os dias: 16, 17, 18 - R$ 15 (quinze reais)

Ingresso para um dia de evento: R$ 10 (dez reais)

Estacionacionamento GRATUITO para motocicletas

Estacionamento para carros: R$ 20 (vinte reais)


Horário de abertura dos portões:

Dias 15 e 16/09 - 18h até 1h da manhã

Dia: 17/09 - sábado - 12h até 1h da manhã

Dia 18/09 - domingo - 10h até 20h 



Programação de shows: 

Quinta (15): bandas cover de O Rappa e Charlie Brow Jr.;

Sexta (16): bandas cover de Gun’s and Roses e AC/DC;

Sábado (17): bandas cover de Creedence, Raul Seixas, Queen, Ozzy Osbourne e Kiss;

Domingo (18): bandas cover de Elvis Presley, Legião Urbana e Classic Rocks. 



Parque Aquático Paraiso das Águas:  Rua Angelo Ongaro, 1700 - Casarão - Sumaré - interior de São Paulo

Curta a página do Veteran Motorcycle Rock no FACEBOOK

Acesse o vídeo oficial do evento no YOUTUBE




CBR 500R:

Na categoria Teen, Guilherme Brito.                                               
Guilherme Brito 

Ele acumulou mais uma vitória, seguido por Davi Gomide em segundo e Rafael Rigueiro em terceiro. Já Maria Fernanda Rocha (#22), da equipe Fullmann SuperBike, terminou a prova na quarta colocação.

___________________________________________

Alex Borges vence a 4ª etapa e segue líder da SBK Pro Amador.


Na corrida, desta vez com pista seca e dia ensolarado, Alex Borges, logo na primeira volta, tomou a liderança de Fabricio de Castro (#75), da equipe BH Racing, e segurou a posição até receber a bandeira quadriculada para comemorar a terceira vitória na temporada. Já pelo ranking geral – competindo com os pilotos da Pro – Alex se manteve a maior parte da corrida em nono e encerrou a prova na oitava colocação.
                                                                   

Fábio Nallin (#47), da equipe Misano Racing Team, fez uma corrida altos e baixos e encerrou a prova na vice-liderança. Logo nas primeiras voltas, o piloto de São Caetano do Sul foi ultrapassado e perdeu algumas posições. Mas Nallin conseguiu obter um bom desempenho de sua moto e, na segunda metade da corrida, retomou as colocações perdidas para garantir mais um pódio. Com isso, o piloto segue firme na vice-liderança do campeonato nacional.
                                                                    

Jeferson Marchesin Friche (#6), da equipe HG Motos Racing, teve um desempenho parecido com o de Nallin – perdendo posições no início e retomando no final – e ficou com a terceira posição. Já Fabricio de Castro (#75), da BH Racing, não teve um bom dia. O piloto largou em primeiro na categoria Pro Amador. Logo no início da prova foi ultrapassado por Alex Borges e, em seguida, perdeu diversas posições. Nas voltas finais, conseguiu se manter em quarto – 16º no geral – até receber a bandeirada. E completando o pódio, Daniel Toloni (#3), da equipe Misano Racing Team, levou a quinta posição.


Classificação da categoria SuperBike Pro Amador após a disputa da 4ª etapa

  1º – Alex Borges (#44), da Pitico Race Team – 78 pontos
  2º – Fábio Nallin (#47), da Misano Racing Team – 65 pontos
  3º – Jeferson Marchesin Friche (#6), da HG Motos Racing – 56 pontos
  4º – Fabricio de Castro (#75), da BH Racing – 38 pontos
  5º – Daniel Toloni (#3), da Misano Racing Team – 32 pontos
  6º – Rui Luiz Alves (#78), da Pro Racing Team – 23 pontos
  7º – James Michael (#137), da Misano Racing Team – 21 pontos
  8º – Sharbel El Hajjar (#23), da Tom Racing – 16 pontos
  9º – Roque dos Santos (#21), da Playstation / PRT – 0 pontos
10º – Aldo Casalecchi Filho (#727), da Qatar Racing – 0 pontos

Maximiliano Gerardo, o retorno e depois o pódio. 

                                                                                   



































SUPERBIKE BRASIL.

Acompanhamos a primeira etapa do Superbike Brasil disputada no domingo (10), em Interlagos, e registramos a participação do piloto italiano Sebastiano Zerbo que encerrou a prova ocupando o segundo lugar no pódio. A prova foi vencida por Danilo Lewis. Veja as fotos.





Gente fina com feras das pistas.

Piloto Alexandre Barros chefe de equipe.

Piloto Wagner Duarte também repassando experiencia junto com Alex Barros. 


Super Bike

Estivemos nos bastidores da Super Bike, 2016 Copa Pirelli em Interlagos SP. um show de imagens. dos boxe e pista, logo mais postaremos o video dessa competição.

      
    Fabio Nallin levou 1° lugar com categoria de ponta a ponta e com grande vantagem





Fera e sua 600 cc acima o cara e fera mesmo.


Piloto Fabio Nallin o cara e fera abraçou com competencia o 1° lugar no podio






                           
Postar um comentário